Blog de Agências de Resultados

Como agências podem educar o mercado sobre Inbound Marketing

A agência que consegue educar o mercado sobre Inbound Marketing e disseminar conhecimento em regiões desprovidas de informação pode diferenciar-se das outras

“Em um mercado em crise, o Inbound Marketing está saturado”, “não tem mais espaço para inovar na área”, “as empresas não veem valor nessa oferta”.

Você já ouviu alguma dessas afirmações? Sempre que alguém traz esse tipo de provocação, volto com outra:

No Panorama das Agências Digitais, pesquisa que contou com a participação de 1222 profissionais, foi apontado em primeiro lugar que a grande oportunidade para este ano é a alta demanda por serviços digitais. Será que você está conseguindo aproveitar isso a favor do seu negócio?

Observo que muitos profissionais deparam-se com um mercado imaturo quando o assunto é Inbound Marketing. Por isso, a agência que conseguir educar e disseminar seu conhecimento nas regiões que ainda são mais desprovidas de informação no assunto poderá se diferenciar bastante e tornar-se “pioneira” no seu mercado.

Prova disso é o trabalho feito pela AstrusWeb, que provou resultados em Erechim, interior do Rio Grande do Sul, e foi eleita a agência do ano de 2016.

Crise? Na minha agência não!

Em momentos de crise, a agência deve provar ainda mais o seu valor. Afinal, os resultados trazidos por seus serviços, se positivos, impactam mais ainda nos momentos de “caos” das empresas.

Enquanto para uns a crise é negativa para outros ela se torna uma oportunidade.

De acordo com o Panorama das Agências Digitais, “mesmo em uma época de desaceleração da economia e baixa do mercado, a oferta de serviços digitais prevalece como ótima oportunidade para as agências crescerem.  Prova disso é que a maioria dos negócios tiveram 49,7% de crescimento no número total de clientes no ano de 2016”.

Como fazer essa educação?

A Resultados Digitais, no começo de sua história, também enfrentou muitas dificuldades com a falta de maturidade do mercado brasileiro no Marketing Digital. Como muitos já sabem, a RD iniciou a sua operação criando conteúdos para o blog antes mesmo de ter o software RD Station.

No dia 2 de julho de 2010 foi escrito o primeiro post no blog da RD, escrito pelo CEO, Eric Santos. O título: Os Benefícios do Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas. A partir daí, a equipe foi crescendo e desenvolvendo conteúdos cada vez mais qualificados sobre marketing e vendas.

É usando a própria RD como exemplo e base que nós convidamos a sua agência a fazer o mesmo. Que tal ser uma disseminadora do Marketing Digital no mercado e, ao mesmo tempo, tornar-se autoridade no assunto?

Bom, por onde sua agência pode começar?

Antes de tudo, é importante garantir que você esteja preparado para educar o mercado sobre Marketing Digital, sabendo lidar com dúvidas e objeções dos seus potenciais clientes. Por isso, esteja sempre atualizado em relação aos assuntos da área e siga os passos abaixo:

  1. Busque referências: de empresas nacionais e/ou internacionais, faça benchmarking de seus concorrentes, saiba buscar inspirações de diferentes formas e canais.
  2. Faça contatos: o networking é sempre uma boa saída. Afinal, você não precisa ser expert em tudo. Que tal aprender outros assuntos com especialistas na área? Cada um contribui com o que mais domina e todos saem ganhando.
  3. Estude novas ferramentas: teste todas, desde um aplicativo para otimização de tempo, gerenciamento de projetos, até uma ferramenta de Marketing Digital que promete estimular a criatividade da equipe. O importante é saber o que funciona e o que não funciona.
  4. Analise tendências: fique antenado ao que rola no mundo e crie sua identidade própria. Faça sua própria tendência.
  5. Tenha certificações: busque cursos na área de Marketing Digital e Vendas, demonstre que você possui o conhecimento necessário para ser o melhor parceiro estratégico do seu cliente.

Assim que você estiver seguro para se tornar porta voz sobre o assunto, é hora de compartilhar! Já dizia João Paulo Couto, “Conhecimento compartilhado é conhecimento ampliado”.

Para isso você pode seguir as seguintes dicas:

  1. Promova eventos: dê palestras para o seu segmento de mercado, crie o seu próprio evento e convide palestrantes que agreguem no assunto, oferecendo a melhor experiência para os participantes.  
  2. Crie materiais ricos: crie materiais que agreguem valor no mercado em que você está inserido. Pense em quais problemas suas personas têm e tente resolvê-los com e-books, infográficos e outros formatos de conteúdo. Use a criatividade e know-how da sua equipe de criação. Mostre o valor do Inbound na prática.
  3. Atualize o blog da agência: faça um cronograma de publicações e crie uma rotina semanal. Compartilhe conhecimento e curiosidades diversas. (Sua agência ainda não tem blog? O que está esperando?).

Lembrando que essa é uma oportunidade de a sua agência destacar-se das demais. Posicionando-se como autoridade, você se tornará uma.

Desmistificando preconceitos

Muitos empresários possuem preconceitos estabelecidos por experiências anteriores malsucedidas com serviços de Inbound Marketing. Na verdade, experiências obtidas com agências que diziam fazer essa oferta de serviços, mas que não conseguiram entregar resultados reais.

Isso, infelizmente, é mais comum do que imaginamos. Por isso, é totalmente justificável que empresas tenham receio de investir e confiar novamente em outra agência. É como se fosse um fato para elas: “Inbound não funciona”.

Por isso, é importante que você tenha resiliência. Sim, você vai encontrar muitas barreiras no caminho, pessoas céticas e que não acreditam ser essa a melhor solução para a sua empresa. E como você irá enfrentar isso? Como você vai mostrar que tem a melhor solução para ela?

Se você focar no problema do potencial cliente e se posicionar como referência no assunto com cases de sucesso, terá muito mais chances de conquistar esse cliente!


Espero que esse post tenha ajudado você a visualizar oportunidades para educar o mercado em relação ao Inbound Marketing. Lembre-se de que isso pode tornar seu negócio diferenciado e posicionar você como autoridade no assunto!

E aí, qual região do país você vai impactar?

Marcadores:

Deixe seu comentário