Blog de Agências de Resultados

Como planejar o escopo do projeto de Marketing Digital

A tarefa de construir o escopo do projeto de serviços digitais não é fácil; conheça 3 momentos que são decisivos na hora de planejá-lo

A tarefa de construir o escopo do projeto de serviços digitais não é fácil. Isso porque cada potencial cliente tem uma necessidade diferente — e acaba sendo seu papel descobrir o que ele realmente quer.

Mesmo que você trabalhe com um segmento de mercado específico, não pense que poderá replicar o pacote feito de um prospect para o outro. Além de um problema ético, esse copiar e colar pode fazer com que você tenha insucesso na apresentação da proposta comercial.

Empacotar os serviços digitais é como jogar tetris — você tem que encaixar as peças certas para ganhar uma boa pontuação e evitar um cenário monstruoso (game over). O cenário ideal é o da imagem a seguir, certo?

Pensando nesse desafio, trago neste post 3 momentos decisivos para a construção do projeto de Marketing Digital. Vamos a eles:

1. Conexão e briefing

A etapa de conexão e briefing é essencial para você construir um pacote de serviços que atenda às necessidades dos clientes e que tenha potencial para alcançar seus principais objetivos. Além de confirmar quais são as personas do negócio do cliente, nesta fase, você também deve identificar problemas pelos quais a empresa vem passando e oportunidades para superá-los.

Neste processo, você trabalha com informações estratégicas do cliente: quais são os desafios que o cliente está enfrentando hoje? Quais são seus objetivos com o Marketing Digital? Onde ele quer chegar? Depois disso, você certamente conseguirá fazer correlações e montar uma proposta pertinente e que busque atender as expectativas do cliente, garantindo uma relação de confiança desde a conexão.

Objetivos e metas

No momento de conexão e briefing, você deve mapear o contexto atual em que o cliente se encontra e o contexto ideal em que ele gostaria de estar. A partir disso, você consegue definir objetivos com os serviços a serem oferecidos pela sua agência.

Exemplos dos principais objetivos dos clientes com o Marketing Digital

  • Gerar Leads qualificados
  • Vender para Leads
  • Ser referência
  • Otimizar conversões do funil
  • Aumentar a produtividade
  • Diminuir custo de aquisição
  • Mensurar e mostrar resultado
  • Fidelizar clientes

Importante!

Sem dúvida, por meio da oferta de serviços de Marketing Digital (especialmente de Inbound Marketing), sua agência pode fazer muitas entregas de sucesso aos clientes e ajudá-los a alcançarem esses objetivos. No entanto, é muito recomendado que você vá por partes para garantir que consiga ter o foco necessário para cada uma das entregas de resultados.  

Você pode, por exemplo, começar com a estratégia de gerar Leads para os clientes, em busca de oportunidades recorrentes, e depois de três meses passar a oferecer serviços de consultoria para vender para Leads em busca de um segundo objetivo. Essa é uma forma de consolidar as estratégias para garantir cada entrega de sucesso, aumentando o ticket médio gradativamente.

2. Projeção de Funil de Vendas

Depois que você entendeu o contexto atual da empresa e sabe onde o cliente quer chegar, é importante que você faça uma projeção de qual vai ser o esforço necessário em relação a cada etapa do Funil de Vendas do Inbound Marketing.  

A pergunta que você deve fazer é: para X vendas, quantos visitantes, Leads e oportunidades, em média, é necessário gerar para alcançar esse número?

Para fazer a projeção do Funil de Vendas, o primeiro passo é ajudar o cliente a recuperar o histórico e entender como está hoje a taxa de conversão. Se ele não tem esse histórico ou ainda não tem nenhuma estratégia digital, você pode adotar algumas taxas médias de mercado.

Assim que você conseguiu projetar o funil para gerar o volume de vendas esperado, a ideia é que você quebre a meta em meses, definindo um crescimento gradual.

Importante!

O processo de gerar vendas não é imediato. Portanto, você não deve prometer números grandiosos de novos clientes nos primeiros meses. É necessário, antes, investir tempo e trabalho para consolidar a presença digital do cliente, gerar Leads e fazer a máquina funcionar. Para ajudar você a avaliar o momento de cada entrega de sucesso, compartilhamos com você a metodologia da Máquina de Crescimento.

3. Construção do escopo do projeto

Com a projeção do Funil de Vendas feita, chega o momento de pegar seu plano estratégico e complementá-lo com um plano mais tático, o que pode ser feito por meio do escopo do serviço ou pacote de serviços a ser oferecido para o cliente.

Existem opções de serviços focadas para cada etapa do Funil, como você pode ver na imagem a seguir:

Dica: quer saber quais serviços você deve oferecer aos seus clientes para ter uma estratégia que seja completa e consistente? Confira as descrições de todos esses serviços no eBook “Da atração à retenção

Vale ressaltar que o escopo de projeto deve estar bem atrelado às necessidades e aos objetivos mapeados com o cliente!

A seguir trazemos um exemplo de escopo de projeto mensal de serviços voltado para gerar os primeiros resultados para o cliente (para isso, baseamo-nos na primeira fase da Máquina de Crescimento da Metodologia RD, a Prova de Canal).

Kick-off: planejamento e setup de blog;

Atração: análise de SEO, produção de 4 artigos para o blog e investimento de R$ 500 de mídia paga mensal;

Conversão: produção de 1 material rico e construção de 1 Landing Page;

Relacionamento/venda: 1 fluxo de automação, 1 Email Marketing mensal;

Análise: Relatório mensal de desempenho.

Claro, é possível iniciar projetos com escopos menores e em frentes específicas, como a gestão de mídias sociais ou a produção de conteúdo, por exemplo. Mas a proposta é que você busque fazer cada vez mais um pacote de serviços de Marketing Digital integrados, englobando ofertas desde a área de atração até a área de retenção do Funil de Vendas.


A partir do momento em que você reforçou o briefing, fez uma projeção do Funil de Vendas e mapeou qual é o escopo, você terá em mão um projeto mais condizente com as necessidade e objetivos do potencial cliente. Mãos à obra!

 

Marcadores:

Deixe seu comentário