Blog de Marketing Digital de Resultados

5 dicas eficientes para reduzir a bounce rate do seu blog

Mais do que uma taxa de evasão do seu blog, a bounce rate sugere como está a experiência do seu usuário. Por isso, veja o que você pode fazer para melhorar a taxa de rejeição e tornar seu blog mais eficiente.

Quando pensamos em mensurar como está indo o desenvolvimento e o sucesso de nosso blog, é preciso estar atento, dentre algumas métricas importantes (acessos, origens, metas etc.), ao bounce rate ou taxa de rejeição.

Mas o que é bounce rate?

O bounce rate ou taxa de rejeição nada mais é do que a taxa percentual que indica quantos visitantes acessaram uma única página do site (no caso, aqui, alguma página ou post do seu blog) e em seguida saíram, sem continuar a navegação em uma próxima página. Toda vez que essa ação ocorre, é contada como uma rejeição.

Cuidado ao mensurar essa métrica no seu blog

No caso específicos dos blogs, devemos tomar cuidado quando tivermos o foco nesta análise. Isso se deve, muitas vezes, ao comportamento do usuário. Se temos visitantes recorrentes no blog, por exemplo, eles simplesmente podem ler seu último post e, em seguida, sair.

Isso não significa realmente que o visitante não tenha gostado do seu conteúdo; pelo contrário, ele pode já ter lido os posts anteriores e se atualizou visitando apenas aquela página. Para fazer a correta análise da taxa de rejeição de um blog, portanto, devemos analisar a taxa de rejeição dos novos visitantes.

Mas e quando essa taxa é muito alta em relação aos seus novos visitantes? O que devemos fazer? Separamos aqui 4 dicas que vão ajudar a reduzir a sua taxa e melhorar ainda mais o seu blog.

1. Crie uma boa estrutura do seu texto

Faça seu conteúdo com parágrafos curtos: evite mais de sete linhas em cada um deles. Pense que seu usuário precisa de um texto com ideias bem destacadas. Para isso, crie subtítulos e uma uma linha de continuidade em cada tópico.

Além disso, você pode usar bullet points, como estes que utilizamos abaixo:

  • São um bom recurso visual;
  • Ajudam a explicar melhor o assunto;
  • Ordenam as ideias que você quer passar.

2.  Use links internos em seu post

Se você tem conteúdos que podem dar maior profundidade ao seu post ou mesmo dar continuidade em pontos que você não pretende falar no texto, criar links internos pode ser uma boa solução. No post Links internos: 5 dicas para o seu site decolar damos bons exemplos sobre isso.

Uma dica: deixe o comando no link para abrir em uma nova aba; assim, o visitante do seu site não precisa deixar o post atual para ir para o próximo post, não perde o foco na leitura e ainda pode ir mais além no seu tema.

3. Insira CTAs (Calls-to-Action) na sua página

Um dos focos principais do Inbound Marketing é gerar Leads, tanto para relacionamento quanto para vendas. Por isso, é necessário incentivar seu visitante a se tornar um Lead através de conversões, ou seja, fazer o visitante preencher um formulário para deixar suas informações em troca de um material educativo, de um pedido de trial, de contato etc.

E, para gerar esse incentivo, é recomendado utilizar um CTA que, além de cumprir esse objetivo, faz com que o visitante colabore com a redução do bounce rate em seu blog, já que o CTA levará o visitante para outra página, onde ele preencherá o formulário.

Veja abaixo um bom exemplo de Call-to-Action:

bounce rate blog

4. Não mostre tudo no index (página inicial)

Em se tratando de blogs, há um situação muito comum que contribui com o bounce rate: muitas vezes, os textos aparecem na íntegra na página inicial do blog (index), o que faz com que o visitante não precise clicar no post para lê-lo por inteiro. Assim, ele sai do blog tendo acessado apenas a página index.

Para resolver esse problema, guarde o melhor para depois: dê apenas uma “provinha” do seu post que mostre que ele é interessante, e leve seu usuário a clicar para ler o resto. Aqui na Resultados Digitais, os posts que estão em nossa página inicial precisam ser clicados para que o visitante tenha continuidade na leitura.

bounce rate blog

“Saiba mais”, “leia mais” e “clique aqui” são CTAs interessantes para levar o leitor a obter mais informações e ajudar você a reduzir ou seu bounce rate.

5. Alinhe seu conteúdo à expectativa do seu visitante

Para diminuir a bounce rate do seu blog, uma das coisas que você deve se certificar é que seu conteúdo está alinhado com aquilo que o visitante buscou, seja em mecanismos de busca ou em mídias sociais. Por exemplo, o título do seu texto deve estar bem relacionado ao tema do seu conteúdo; caso contrário, quando começar a lê-lo ou vê-lo, o visitante perceberá que o que você oferece não é o que ele procura e sairá do seu blog.

Outro exemplo é a descrição que aparece no resultado de busca do Google, chamada de meta description. Ela também precisa estar bem alinhada ao que seu conteúdo oferece. Essa regra vale para busca orgânica, anúncios, posts em mídias sociais e campanhas de Email Marketing.

bounce rate blog

No exemplo acima, estamos buscando no Google uma estrutura eficiente para criar um post, com o termo técnico “outline”. A descrição “confira esse artigo da Resultados Digitais sobre outline e faça uma estrutura matadora para um post de sucesso” faz um resumo simples e objetivo que, vai ao encontro da proposta do post da Resultados Digitais.

Para finalizar

Fique atento à taxa de bounce rate; mais do que uma taxa de evasão do seu blog, ela sugere como está a experiência do seu usuário. Procure sempre manter seu blog atualizado, tenha conteúdos relevantes, use seu know-how para deixar ele ainda mais rico e aproveite nossas dicas. Com certeza seu blog ficará ainda melhor.

E se você ainda não tiver um blog ou precisa melhorar o da sua empresa, saiba mais sobre o assunto no eBook Como criar um blog corporativo – da estratégia à prática.

Boas postagens!

Marcadores:

Deixe seu comentário