Blog de Marketing Digital de Resultados

5 técnicas para fazer seu site vender mais ainda hoje

Como tirar proveito de suas visitas ao site e converter em clientes? Quais são os passos para se fazer isso e conseguir ótimos resultados? A resposta está em nosso guest post escrito por Rafael Damasceno, co-fundador da Supersonic, a primeira empresa brasileira focada em aceleração de negócios através de Otimização de Taxa de Conversão. Confira:

Trazer visitas para o seu site está cada vez mais difícil, não é mesmo? Afinal…

  • A inflação do custo por clique no Adwords e no Facebook parece nunca ter fim.
  • Mais empresas estão fazendo um bom trabalho de SEO, deixando as primeiras posições, na maioria dos mercados, extremamente competitivas.
  • Estratégias de Marketing de Conteúdo precisam ser cada vez mais sofisticadas para conseguir chamar a atenção.

Neste cenário atual, onde gerar tráfego está demandando tanto esforço e dinheiro, é fundamental que você seja capaz de aproveitar ao máximo as suas visitas.

Por isso, se você investe para trazer pessoas ao seu site mas não tem um esforço semelhante para transformar esses visitantes em dinheiro (clientes!), você tem nas mãos uma velha receita certeira para o fracasso.

Para vencer no Marketing Digital moderno, lembre-se todos os dias deste mantra: VISITAS SÃO CUSTO. Você só vai transformar essas visitas em dinheiro se você for capaz de convertê-las em clientes.

Como converter visitas em clientes?

Ok. Você já entendeu que o objetivo central da sua presença online não é gerar visitas. Isso é apenas um meio para se chegar a um fim. E esse fim é: trazer novos leads ou clientes para sua empresa.

Mas, para isso, você precisa saber o que deve mudar em seu site para converter mais dos seus visitantes em clientes, certo?

A esse processo de executar melhorias em um site afim de aumentar a porcentagem de visitas que se tornam clientes, damos o nome de Otimização de Taxa de Conversão (ou CRO – Conversion Rate Optimization).

E você provavelmente precisa fazer isso melhor do que faz hoje.

O primeiro passo

Eu trabalho com Otimização de Taxa de Conversão já há alguns anos. E uma coisa tem ficado cada vez mais clara para mim:

A maior dificuldade para uma empresa ter sucesso nesta prática é exatamente o primeiro passo: como COMEÇAR a otimizar as conversões do meu site?

Depois que um bom trabalho de CRO é iniciado e os primeiros resultados são sentidos, cria-se um certo “vício” interno. CRO começa a se tornar um processo vital e o interesse e foco nele acaba aumentando de forma natural. Mas, para chegar nesse nível, é preciso começar.

Então, neste post, vou mostrar algumas formas eficientes para se começar a trabalhar com Otimização de Conversão. Como dar esse primeiro passo, que normalmente é o mais difícil de todos.

E exatamente para facilitar ao máximo esse primeiro passo, que tal começar implementando técnicas simples e com alto potencial de impacto no seu site?

A seguir, compartilho 5 técnicas de CRO que são muito fáceis de se aplicar. Tão fáceis que você provavelmente conseguirá implementá-las em seu site, sozinho, ainda hoje.

Duvida? Então, veja só:

1 – Ofereça garantias

Não é fácil conquistar a confiança de alguém pela internet. A pessoa em questão provavelmente nunca te viu e possivelmente nunca ouviu falar de você ou do seu produto.

Muitas vendas online acabam não acontecendo porque o visitante não se sentiu seguro o suficiente para fazer a transação.

Seu papel, como vendedor, é aumentar essa sensação de segurança do usuário. Ou seja: diminuir o risco do seu cliente em um negócio.

E uma das maneiras mais eficientes de se fazer isso é oferecer garantias.

Que tipo de garantia? Existem inúmeros. Você precisa avaliar o que seria atraente para o seu público e, ao mesmo tempo, possível para seu negócio viabilizar.

Uma das garantias mais tradicionais (e eficientes) é a do dinheiro de volta.

site-vender-mais

Você provavelmente já sabe como ela funciona: o cliente compra o produto/serviço. Se depois de começar a usar, ele não gostar, esse cliente pode pedir seu dinheiro de volta.

A maioria das empresas limita essa garantia a uma certa quantidade de tempo após a compra que pode variar de poucos dias a meses ou até anos.

E a forma mais “agressiva” (e rara) dessa garantia é a vitalícia. Ou seja: o cliente pode solicitar a devolução do seu dinheiro quando bem entender, independente de há quanto tempo ele fez sua compra.

Você não precisa ser tão extremo assim para começar a oferecer garantias. Mas não tenha medo de experimentar. Muita gente teme oferecer garantias como a citada acima porque acha que “todo mundo vai pedir o dinheiro de volta”.

Na minha experiência, nunca vi nenhuma implementação dessa garantia onde a quantidade de novos negócios gerados graças à essa garantia não compensou o que foi perdido com as pessoas que solicitaram seu dinheiro de volta. Acredite: a não ser que seu produto seja péssimo e/ou sua venda enganosa, poucas pessoas vão ativar a cláusula do dinheiro de volta.

2 – Use a cor que mais converte

vender-mais-botao-verde

Eu não sei exatamente de onde isso veio. Mas existe uma lenda persistente na internet que diz que botões de conversão (também chamados de Call to Action) verdes convertem mais do que se tivessem qualquer outra cor.

Infelizmente, como na maioria dos casos, a verdade não é tão simples quanto dizem.

O seu cérebro é programado para dar atenção a cores que fogem do “padrão” do cenário onde elas estão inseridas.

Portanto, se você quer que o seu Call to Action chame a atenção do usuário, ele deve ter uma cor que gere contraste com a cor mais dominante no layout do seu site.

Por exemplo, se seu site tem um layout predominantemente azul, uma boa cor para o seu botão seria amarelo.

E verde pode até ser a cor mais interessante para um Call to Action. Desde que a cor predominante do layout seja vermelho.
Para te ajudar a entender qual cor contrasta com qual, use esta colinha abaixo.

tabela-cores-vender-mais

 

Basta traçar uma linha reta e você descobrirá uma relação de contraste.

Então, lembre-se: nada de sair aplicando botões verdes loucamente por aí. Como costumo dizer no nosso blog do Ciência da Conversão, se eu pudesse fazer um outdoor, ele provavelmente seria assim:

contraste-vender-mais

 

3 -Teste um design minimalista

Você pode até não acreditar. Mas alguns dos aumentos de faturamento que geramos para os nossos clientes acontecem simplesmente por removermos conteúdo do site deles.

Eu posso afirmar com tranquilidade que a imensa maioria dos sites está tomada por conteúdo desnecessário. E não se engane: conteúdo desnecessário diminui sua taxa de conversão.

Isso acontece porque nosso cérebro também é programado para dar algum nível de atenção a todos os elementos que vemos em uma tela.

links-site-vender-mais

 

Isso quer dizer que quando você vê a tela acima, sua atenção está dividida entre 62 elementos. Ou seja: péssimo. Você não consegue prestar atenção de verdade em praticamente nada.

Então, aí está uma ideia de teste das mais fáceis de se implementar: simplesmente pegue uma página importante do seu site e APAGUE todos os elementos dela que não estão ajudando diretamente a gerar uma conversão. Se você olhar com rigor, irá achar uma série de coisas desnecessárias e inseridas na página por questões menos importantes do que a conversão. Por exemplo: “relações políticas da empresa”.

E não me venha com esse papo de “minha empresa é muito grande e complexa. Ela precisa de tudo aquilo nas suas páginas”. Você já viu a principal página da maior empresa do mundo? Não é tão complexa assim:

site-aple-vender-mais

4 – Remova pontos de contato social

Vamos continuar na lógica da ideia anterior: seu cérebro dá pelo menos um pouco de atenção a tudo que está na página.

Portanto, sabe o que também pode estar prejudicando a sua conversão de visitante em lead ou cliente? Isso aqui:

06

Botões de compartilhamento em redes sociais. Na maioria das empresas, eles são importantes. Mas muito menos importantes do que a venda ou geração do lead.

Portanto, se você os coloca no seu site, “disputando” a ação do usuário com sua conversão principal, você pode estar perdendo dinheiro.

Experimente removê-los em um teste A/B e veja se você consegue um incremento em suas conversões.

5 – Use o texto de seus CTAs a seu favor

Na dica 2, você já viu como trabalhar com cores em seus Calls to Action (CTAs).

Mas outro elemento importante desses botões de conversão é o texto que está dentro deles.

“Enviar”? “OK”? Não. Isso não é o suficiente.

Botões assim, inicialmente criados pelos anciões Webmasters, não são claros sobre o que vai acontecer com o usuário quando ele clicar ali. Não deixe dúvidas sobre qual ação será desencadeada quando alguém interagir com o seu CTA.

Além disso, você também precisa persuadir o usuário a clicar no seu CTA. E para fazer isso, nada melhor do que simplesmente criar um texto mostrando que o usuário vai conseguir algo bom para ele, algo que ele deseja, clicando naquela botão.

Por exemplo, em uma página onde você está oferecendo uma palestra ao usuário, desenvolvendo a importância da mesma e porque ela deve ser assistida, um Call to Action assim seria mais do que o suficiente:

call-to-action-vender-mais

Quer mais 20 dicas?

Espero que essas 5 dicas práticas tenham lhe inspirado a começar a trabalhar com Otimização de Conversão em seu negócio. São formas simples mas poderosas de começar a convencer o seu time (e a você mesmo) de que há muito a ser explorado na arte de transformar visitas em clientes.

E se você gostou dessas 5 dicas que dei e gostaria de ver mais 20 outras técnicas que seguem o mesmo estilo, vai gostar de conhecer este eBook:

e-book-venda-mais

Como o nome diz, nesse eBook você vai encontrar as 5 dicas que dei hoje e mais 20 outras formas simples e poderosas de aumentar sua taxa de conversão. Todas as dicas tem a mesma proposta de ser de fácil e rápida implementação, para quem quer começar a fazer CRO do jeito certo.

 

E não se preocupe porque o eBook é gratuito. É só acessar esta página e fazer o download.

 

 

Marcadores:

Deixe seu comentário