Blog de Marketing Digital de Resultados

8 dicas de bons conteúdos para newsletters de Email marketing

InboxJá sabemos que em um blog ou uma conta de mídia social (Twitter, Facebook, etc.), fazer um bom conteúdo é essencial para atrair novos assinantes/seguidores e manter os atuais.

Quando falamos de email marketing isso é ainda mais crítico, já que a sua empresa tem uma série de desafios para passar: fazer com que o destinatário abra e leia o email, evitar que ele se descadastre da lista, evitar que ele marque o email como SPAM, estimulá-lo a recomendar para amigos, e no melhor cenário, atrai-lo para clicar nas chamadas (call-to-action) do email e fazer uma conversão no seu site.

O Eric falou um pouco sobre esses desafios do email marketing neste vídeo curto para o MBA60Segundos.

Esse post contém 8 dicas para ajudar na missão espinhosa que é escolher um bom conteúdo para uma Newsletter.

Tenha colunas regulares

A primera dica tem o potencial de facilitar muito todas as outras abaixo: opte por ter colunas ou seções regulares na Newsletter. Isso ajuda basicamente de duas formas. A primeira é que o leitor já tem uma expectativa do tipo de conteúdo que vai encontrar, o que não só o faz se programar melhor para ler como gera segurança em indicar para outras pessoas. O segundo ponto é que isso permite a você se planejar melhor para criar seu email e ao longo do tempo já prestar mais atenção nos assuntos que devem ser trabalhados.

Compartilhe seu conhecimento

Todo negócio tem um segredinho, uma boa prática que nem todo mundo conhece. Contar para o cliente qual é o ingrediente daquele drinque ou mostrar como você teve sucesso em montar uma consultoria são bons exemplos de artigos que geram valor e aproximam os leitores da sua empresa. As pessoas adoram receber dicas.

Mantenha um FAQ ou Pergunte ao Expert

Responder diretamente as perguntas dos leitores é uma ótima forma de agradá-los. Primeiramente porque as pessoas se identificam com dúvidas e interesses de outras pessoas, e depois por que dessa forma sua empresa incentiva uma comunicação mais frequente com o assinante, facilitando o engajamento.

Inclua benchmarking e estatísticas

As pessoas gostam de se comparar, de conhecer seu status. Se seu negócio vende para outras empresas (B2B), indique o que as outras empresas do setor estão fazendo, quais as práticas mais comuns, quais as demandas, etc. Estudos de caso também rendem matérias bem interessantes. Se você vende para o consumidor final (B2C), pode indicar pesquisas de quanto seu produto está presente na vida do consumidor ou dados curiosos, como por exemplo qual é o prato mais pedido do restaurante ou o carro mais requisitado para test-drive da concessionária.

Use ferramentas de monitoramento e de Web Analytics

Monitorar alguns clientes e palavras chaves relacionadas ao seu negócio pode gerar bons insights em relação aos interesses do seu público alvo. As ferramentas de Web Analytics também podem indicar os conteúdos do seu site que mais têm feito sucesso entre o público.

Realize enquetes com os leitores

Realize enquetes tanto para descobrir como melhorar seu serviço ou checar alguma dúvida da empresa, quanto para descobrir o próprio conteúdo desejado pelos assinantes da sua lista.

Divulgue um novo conteúdo rico

Sempre que produzimos algum tipo de conteúdo mais denso, como eBooks e Webinars, enviamos um email para a nossa base. Como esse tipo de conteúdo se destaca e costuma ser relevante para nosso público, temos taxas de aberturas e cliques bastante acima da média da indústria.

Outro efeito interessante é que essas pessoas ajudam a compartilhar o conteúdo, trazendo novos visitantes para nosso site.

Dê informações sobre a sua empresa

Um princípio básico do Email Marketing é agradar a quem recebe e não a quem envia. Por isso não costumamos recomendar para as empresas enviar emails auto-promocionais, irrelevantes para a maioria dos assinantes. No entanto, se sua empresa tem alguma informação própria que pode ser útil para o leitor, não há problema em usar o canal para repassá-la. Por exemplo, falar para os clientes sobre a atualização de uma funcionalidade no seu software ou indicar uma promoção da semana estão permitidos, especialmente se esse tipo de informação é apenas uma parte pequena de um email recheado de outros conteúdos úteis para o leitor.

Email Marketing para ações de venda é um assunto por si só e vale mais que um post inteiro, mas para não passar batido aqui, só recomendamos uma abordagem direta de vendas por email nos casos em que o destinatário (Lead) se encaixe perfeitamente com o seu público alvo e, principalmente, já tenha uma grande chance de estar no momento certo da compra. Uma das formas de medir esse segundo item é avaliar o engajamento prévio que esse Lead teve com o seu site.

Marcadores:

Deixe seu comentário