Blog de Marketing Digital de Resultados

Arriscando novos canais: Aplicativo de comunicação como uma nova estratégia de marketing escolar

Usar aplicativos próprios para comunicação com pais e alunos pode ser uma estratégia para o Marketing Digital focado na retenção.

O mundo está sendo transformado pelos aplicativos para celular. É só olhar as milhares de pessoas jogando ou acessando algum deles por meio de seus dispositivos móveis pelas ruas para não ter dúvidas.

Esse cenário também faz parte das Instituições de Ensino. Tanto os alunos como os pais estão conectados em seus aplicativos móveis e usam aplicativos diversos, inclusive para estabelecer uma comunicação mais próxima com a instituição.

A grande novidade é que uma mesma ferramenta que realiza a comunicação do cotidiano escolar pode auxiliar também na estratégia de marketing da Instituição de Ensino. O simples fato de uma escola ou faculdade fornecer um canal de comunicação dedicado, seguro e prático já é um diferencial que chama a a atenção do público.

Assim, pode ser mais natural que o mesmo meio pelo qual circulam comunicados, tarefas e autorizações também seja utilizado para divulgar as promoções para matrícula antecipada, descontos para pagamento à vista, programas de indicação e outras questões de interesse imediato do público de sua instituição.

Na busca por novos canais digitais para captação e retenção de alunos, um aplicativo de comunicação pode ser um excelente complemento às estratégias de email marketing.

O mesmo app que disponibiliza funcionalidades como grupos de conversa, agenda de recados e calendário de eventos também pode administrar a comunicação com o público que ainda não frequenta sua instituição, mas que deseja receber seus materiais para se identificar e decidir se beneficiar de sua proposta educacional.

Entenda melhor como funciona a seguir.

1. Nutrição de alunos em potencial

Flyers e folders não são a forma de divulgação mais ecologicamente correta do mundo, não é mesmo? Além disso, é comum as pessoas deixarem para lê-los quando sobrar um tempo e simplesmente perdê-los, levando a mensagem que foi planejada com tanto carinho a ser ignorada.

E se essa mesma peça gráfica fosse enviada em formato digital, aproveitando o trabalho do designer e do redator e chegasse diretamente ao smartphone ou tablet dos alunos e/ou pais? Se a instituição preferir usar vídeos no YouTube para a divulgação, ou promover enquetes para entender melhor as expectativas dos futuros alunos, sem problemas, pois o procedimento é o mesmo.

Funciona assim: no momento em que os interessados entram em contato com a escola, seja nas próprias dependências da instituição ou em um evento, como feiras e congressos, o representante escolar registra o email ou telefone desse novo aluno em potencial e pede para que ele baixe o app, na lojinha de aplicativos de seu sistema operacional.

Em seguida, o contato é cadastrado no sistema e automaticamente passa a receber todos os materiais direcionados para a captação. Enquanto o aplicativo não for baixado, os conteúdos chegam no email, acompanhados da orientação para instalação.

As notificações push são outra vantagem dessa modalidade de relacionamento, pois com elas o usuário não precisa abrir o app para saber se tem novidades. Elas se anunciam proativamente na tela do celular, com texto, som ou vibração, conforme a preferência.

Essa ação não vai substituir o email, mas sim trazer um outro canal como opção para acesso aos materiais e informações como descontos, condições especiais, promoções-relâmpago etc. A ideia é estar presente onde o aluno ou seu responsável precisa mais e considera mais adequado, fornecendo opções e compreendendo os formatos.

2. Fidelização do público atual

Você conquistou o novo aluno, e agora? Bem, é importante que ele saiba que a comunicação eficiente não é encarada apenas como um chamariz em sua instituição, mas sim como um compromisso e um padrão de qualidade. Portanto, o fluxo de informações deve continuar, dessa vez adaptado à condição do estudante matriculado.

Alguns itens simples fazem toda a diferença no dia-a-dia escolar ao serem divulgados com antecedência, lembretes e chegando a todos os responsáveis pelo aluno. Um exemplo óbvio é a solicitação de materiais especiais para aulas específicas ou eventos. É muito chato quando não se pode realizar uma atividade por conta de esquecimentos ou confusões. O mesmo se aplica às autorizações para eventos, convocações para reuniões, preparativos para festas e uma infinidade de outras ocasiões.

Mesmo quando não depende de retornos, a difusão de certas informações gera confiança nos pais e nos alunos, possibilitando que eles se planejem e criando um clima de comprometimento. Isso se aplica a questões aparentemente simples, como o cardápio da merenda – que não é algo assim tão direto se pensarmos nas restrições alimentares –, e também problemas mais complexos, como a montagem da grade escolar.

Além dos aspectos práticos, existe uma dimensão afetiva na comunicação, que pode ser cultivada ainda mais com o uso dos recursos multimídia. Imagine a emoção de uma mãe ao receber um vídeo de sua filha fazendo seu primeiro trabalho artístico ou acertando aquele gol que vira o jogo. Também existe a facilidade de o aluno de receber um recado avisando se foi aprovado ou não em uma disciplina, para que assim acesse seu email e veja sua nota.

Enquanto a agenda escolar vai para o fundo da gaveta no final do ano, os arquivos armazenados na nuvem estão disponíveis para sempre, mesmo quando os responsáveis trocarem de aparelho celular. As tecnologias baseadas no acesso online fazem com que as fotos e vídeos não ocupem espaço na memória do dispositivo, não sendo necessário apagar nada jamais.

No caso do EAD, a familiaridade com a tecnologia e o aproveitamento otimizado de recursos digitais já tem sido um grande diferencial e é preciso trazer essa mesma filosofia para o dia-a-dia das universidades, cursos livres, MBAs e qualquer outro ambiente no qual a educação seja a atividade fim.

3. Acesso a egressos

Chegou a formatura tão esperada, ou uma transferência inesperada, e o aluno não estará mais na convivência diária da instituição. Em tempos em que se fala tanto de fidelização de clientes, faz sentido simplesmente esquecer desse estudante e de sua família?

No caso do desligamento natural, vinculado à conquista do título acadêmico, não esqueça de comemorar muito esse momento especial, afinal, essa foi uma jornada percorrida juntos. Deixe claro o quanto sua instituição se dedicou para que, mais do que um diploma, esse indivíduo recebesse uma formação de qualidade.

Quando isso acontece, vemos esses egressos compartilhando nas redes sociais momentos felizes dessa história mesmo décadas depois. E é claro que essa boa recomendação, potencializada pelo alcance dos meios digitais, reverte em matrículas de membros da mesma família e até de vizinhos e amigos. Ou, se sua instituição for de Ensino Superior ou cursos livres, esse mesmo aluno pode retornar.

Por isso, aproveite o app para enviar promoções do tipo “amigo ganha junto”,  “desconto familiar” ou “matrícula grátis para ex-alunos”. Crie enquetes questionando o que o aluno mais gostou quando estava na instituição e aproveite essas informações na geração de novas ações. Convide para eventos comemorativos ou de arrecadação de fundos.

No caso das transferências, há duas razões principais para a evasão: mudança de cidade ou insatisfação. Na primeira hipótese, o momento é de incertezas e se sentir acolhido pela instituição anterior dá segurança e confiança para que aluno e família encarem os novos desafios. É uma oportunidade do bom nome da sua escola expandir as barreiras geográficas, enquanto os contatos desse estudante em sua região são assegurados sobre a solidez dos relacionamentos em sua instituição.

Se você faz parte de uma rede ou sistema de ensino com unidades no novo local de moradia do aluno, vale se esforçar para realizar um encaminhamento interno, o que irá gerar bons frutos de reciprocidade no futuro. As escolas menores podem firmar parcerias com procedimentos e resultados semelhantes. Aproveite também para oferecer conteúdos no formato EAD, reforçando o sentimento de continuidade na acumulação do conhecimento.

Quando o estudante deixa a instituição por motivo de insatisfação, a comunicação transparente e fluida se torna ainda mais crucial, pois é possível que ele não tenha sido ouvido a tempo de prevenir essa perda, e aprender com essa experiência pode impedir novos episódios.

A maneira mais direta de conseguir uma resposta sobre as causas do descontentamento é com uma enquete no próprio app, mas você também pode utilizá-lo para divulgar um link para um questionário mais completo e detalhado, com espaço para o relato por extenso das circunstâncias. Quem sabe com essa abertura a situação não se reverte?

Uma outra maneira de impactar seus egressos, independentemente do contexto, é falar das novidades que acontecem na instituição, como ampliações, reformas, novos cursos, programas especiais, entre outros. Pode ser que o sonho do irmão daquela ex-aluna que recém se formou seja praticar um esporte que você começou a promover ou fazer um curso de atualização que sua instituição começou a oferecer.

Gestão integrada da comunicação

Neste post trabalhamos três dos cenários em que o público educacional pode se encontrar:

  • prospecção (interessados);
  • fidelização (matriculados);
  • recuperação (egressos).

Em complemento a essas segmentações e outras que possam surgir, também devemos pensar no fluxo de informações dentro da instituição, criando uma comunicação verdadeiramente integrada.

Além do seu público externo, é necessário que sua equipe também seja nutrida com os conteúdos relacionados aos seus valores, missões e ações, pois assim eles saberão em que direção todos estão indo. O app de comunicação não deve ser apenas uma ferramenta de trabalho, mas também uma forma de interação, atualização e conexão.

Mapeie os canais de comunicação que você trabalha hoje no mercado de Educação e verifique se eles realmente estão integrados, se eles realmente contribuem para uma comunicação mais clara ou se aumentam a produção de ruído. Entendendo as suas necessidades e os seus processos, ficará fácil escolher a solução mais adaptada à sua realidade.

Marcadores:

Deixe seu comentário