Blog de Marketing Digital de Resultados

Calendário editorial: como fazer e a sua importância

O calendário editorial é um documento que inclui toda a programação da sua estratégia de conteúdo. Saiba como desenvolver um para sua empresa.

O Marketing de Conteúdo é uma excelente maneira de ampliar a visibilidade online de uma empresa. A publicação de materiais relevantes, que respondem às dúvidas dos potenciais clientes, tem relação direta com o aumento de tráfego e de Leads, de acordo com dados da pesquisa Content Trends 2016.

Entretanto, não basta publicar conteúdo por publicar. Para alcançar sucesso na estratégia, é preciso ter um bom planejamento, e isso inclui a definição de objetivos, personas e métricas, além da construção de um calendário editorial.

Mas você sabe por que fazer um calendário editorial influencia nos resultados obtidos com o Marketing de Conteúdo? E como desenvolver um?

Te explicamos tudo isso agora!

A importância do calendário editorial

O calendário editorial é um documento que inclui toda a programação da sua estratégia de conteúdo. Nele, ficam registradas informações como:

  • Datas de publicação no blog;
  • Datas de promoção em redes sociais;
  • Os temas e formatos de cada um dos conteúdos;
  • As palavras-chave utilizadas nos conteúdos;
  • As personas e a etapa da jornada do cliente para as quais o post foi feito.

Ele é essencialmente uma forma de planejamento que dá a você e à sua equipe um plano de ação em Marketing de Conteúdo. A partir dele, é possível ter uma visão panorâmica de tudo que está acontecendo em termos de produção de materiais, publicação no blog e promoção em redes sociais.

O calendário editorial é um dos principais componentes de uma estratégia documentada do Marketing de Conteúdo e, por isso, é essencial para o sucesso de um blog.

Assim, o uso dessa ferramenta representa inúmeras vantagens, como:

1. Melhor organização e planejamento

O calendário editorial permite que os temas dos conteúdos, além das datas de produção e de publicação sejam planejados com muito mais antecedência.

Assim, a partir dele fica muito mais fácil acompanhar os status de cada um dos materiais e verificar se os processos estão em dia.

Isso melhora o cumprimento dos prazos e a ocorrência de atrasos se torna bem menor em todas as etapas da estratégia.

Consequentemente o calendário editorial também ajuda na manutenção de uma boa frequência de publicação, já que evita surpresas de última hora, como a falta de um conteúdo pronto para divulgação. Com ele, a tarefa de postar no blog da sua empresa vai se tornando um hábito.

Outro ponto positivo dessa ferramenta é a organização das tarefas de cada membro da equipe de marketing, que ficam mais claras e bem divididas entre o time.

2. Maior controle sobre a estratégia de conteúdo

Além de ser uma ferramenta para programar materiais futuros, o calendário editorial também funciona como um documento de todos os conteúdos já publicados pela sua empresa.

Ao analisar os conteúdos anteriores, você poderá acompanhar a quantidade de materiais produzidos para cada persona e etapa do funil e verificar a necessidade de equilibrar a proporção.

Com isso, você aumentará as chances de alcançar mais pessoas que fazem parte do seu público alvo.

Outra informação que um calendário editorial pode te fornecer é sobre os temas e palavras-chave já utilizados no seu blog. Antes de pensar em novas pautas, verifique se já foi feito algum material sobre o assunto para evitar a repetição.

Para quem está começando ou ainda produz poucos conteúdos por mês, essa dica pode não fazer tanto sentido. Mas pode ter certeza: com o crescimento do seu blog e do volume de publicação, fica cada vez mais difícil manter controle sobre todos os temas abordados.

E isso também vale para o formatos dos conteúdos: analise o calendário editorial para avaliar quais são os mais utilizados pela sua empresa e procure diversificá-los.

3. A possibilidade de avaliar resultados anteriores

Como toda estratégia de marketing, é essencial mensurar resultados obtidos e entender o que deu certo e o que não deu para promover melhorias no futuro.

A partir das informações presentes em um calendário editorial, você pode avaliar, por exemplo:

  • Quais dias e horários têm melhores resultados na postagem do seu blog;
  • Quais dias e horários têm melhores resultados em redes sociais;
  • Quais são os temas mais procurados e acessados pelo público-alvo;
  • Quais são os melhores tamanhos de posts com base nos resultados;
  • Quais CTAs apresentam melhor performance;
  • Qual a frequência ideal de postagem.

Todos esses dados podem te ajudar a desenvolver uma estratégia de Marketing de Conteúdo cada vez melhor com base naquilo que a sua audiência realmente gosta e procura.

4. O papel de gerador de ideias

Já produziu muitos conteúdos e não tem mais opções de temas para abordar? Uma boa maneira de resolver isso é pelo uso do calendário editorial.

O planejamento prévio dos seus conteúdos, ao contrário do que parece, pode te ajudar a ser ainda mais criativo e até funcionar como um gerador de ideias para sua estratégia, fornecendo insights de:

  • Conteúdos que podem ser reutilizados em outros formatos: essa é uma ótima forma de diversificar seus materiais. Você pode tanto transformar um conteúdo mais completo em vários menores (estratégia top-down) quanto fazer o inverso (estratégia bottom-up). Um eBook, por exemplo, pode ser dividido e gerar ideias para vários blog posts.
  • Conteúdos já produzidos que podem virar calls-to-action no seu blog;
  • Conteúdos mais antigos que podem ser atualizados e melhorados.

5. O fácil entendimento da estratégia de marketing

O calendário editorial fornece uma visão geral e de fácil entendimento da sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

Por centralizar diversas informações, ele tem um papel importante para melhorar a comunicação e o conhecimento da equipe sobre as datas e aos prazos, além de possibilitar que todos acompanhem o andamento dos processos.

Isso amplia o alinhamento de todos em relação aos objetivos de Marketing de Conteúdo e, por isso, é essencial que o time de marketing tenha acesso ao calendário editorial.

Como fazer um calendário editorial

Existem algumas etapas que podem ser seguidas na construção de um calendário editorial. Entretanto, as informações destacadas nele podem variar de acordo com o tipo de conteúdo produzido e com o que é importante para sua empresa acompanhar e documentar.

Para te ajudar na criação do seu próprio calendário editorial, clique aqui para baixar o kit de templates. Nesse kit, sugerimos alguns modelos para seguir, mas lembre-se de adaptá-los se for preciso.

1. Selecione a ferramenta ideal

Você pode construir um calendário editorial em diversas ferramentas, mas a escolha entre as opções dependerá principalmente de requisições ou restrições da própria empresa.

Uma das possíveis ferramentas, por exemplo, é o Google Planilhas. Entretanto, não são todas as organizações que têm acesso ao Google Apps e, por isso, optam por outras, como Excel ou LibreOffice.

Além do uso de planilhas, uma opção para quem tem uma conta Google é criar o calendário editorial no próprio Calendar, por exemplo. A principal vantagem é o fato de ele emitir alertas para ajudar a lembrar das tarefas, o que reduz ainda mais a chance de esquecimento.

2. Faça o planejamento da sua estratégia

Com uma ferramenta em mãos, comece a planejar a sua estratégia de conteúdo e documentá-la no seu calendário editorial.

Para isso, é preciso fazer uma série de definições, como:

  • Frequência de postagem no blog: escolher uma frequência para publicar no blog é importante para manter a consistência. Assim, fica mais fácil para o seu público-alvo saber em quais dias ele consegue encontrar novos conteúdos;
  • Título e palavras-chave de cada conteúdo: importantes para acompanhar os temas que vêm sendo abordados no blog;
  • Datas: incluem tanto o deadline para a entrega dos conteúdos finalizados quanto as datas de postagem no blog;
  • Horários: determine a hora em que cada um dos seus conteúdos serão publicados;
  • Profissional responsável pela produção do conteúdo;
  • Profissional responsável pela postagem;
  • Categoria do seu blog em que os conteúdos se classificam;
  • Formato de conteúdo: destaque no seu calendário editorial se o conteúdo é um artigo para blog, um eBook etc;
  • Etapa da jornada do cliente: defina em qual etapa (atração, consideração ou decisão) os seus conteúdos se classificam;
  • Persona: para qual persona os materiais foram feitos;
  • Andamento do processo: destaque o status dos conteúdos;

3. Construa a estratégia de divulgação

Além do planejamento de conteúdo, você também pode utilizar o calendário editorial para definir a estratégia de divulgação dos materiais. Isso inclui:

  • Redes sociais: escolha em quais redes sociais os conteúdos serão publicados e crie modelos de chamadas para cada uma delas;
  • Frequência de postagem: assim como a frequência de postagem no blog, é importante definir a periodicidade da divulgação em redes sociais. Na Rock Content, por exemplo, adotamos a estratégia 444, que é a promoção de um conteúdo com 4 tipos de chamadas, em 4 dias diferentes, em 4 horários distintos, sendo uma publicação em cada semana;
  • Email Marketing: além das redes sociais, o Email Marketing também é uma ótima maneira de promover seus materiais e manter o público engajado. Defina os dias e horários de divulgação e inclua no seu calendário editorial.

4. Siga o cronograma, acompanhe e meça resultados

Por fim, com um calendário editorial definido, não se esqueça de compartilhá-lo com a equipe de marketing.

Procure sempre segui-lo à risca e acompanhar os resultados para melhorar constantemente a sua estratégia de Marketing de Conteúdo!

Ficou com dúvidas ou tem alguma dica legal sobre calendário editorial? Conte para a gente nos comentários!

Esse post foi escrito por Juliana Ribas da Rock Content.

Marcadores:

Deixe seu comentário