Blog de Marketing Digital de Resultados

Checklist: 10 itens para verificar antes de enviar uma campanha de e-mail marketing

Quando se trata do envio de uma campanha de email marketing para uma base de clientes, com centenas ou milhares de emails, até os mais experientes profissionais de marketing sofrem uma leve taquicardia ao constatar que algo deu errado no envio.

Um pequeno erro na sua campanha de email marketing pode levar a uma má impressão e até mesmo ao cancelamento de seus clientes em sua listas.

Por isso, sempre se pergunte: Está realmente tudo OK? Eu inclui todas as informações necessárias? Esta é a lista certa? Muitas campanhas de e-mail acabam dando errado porque o botão de enviar campanha foi clicado muito rápido, e o pior, sem responder a essas perguntas tão simples, que poderiam evitar erros irreversíveis.

Mas, se você tiver uma lista de verificação em que se basear antes de clicar no botão enviar, você não precisará se arrepender da ação nem desejar que existisse um botão Desfazer naquele momento. É essa a ideia desse post, fornecer uma checklist para você rever antes de enviar seu e-mail:

1 . Estou enviando para a lista de e-mail certa?

Verifique no mínimo duas vezes quando for escolher a lista de e-mail para a qual você precisa enviar uma campanha! Nosso conselho é nomear as listas de e-mail, descrevendo seu propósito de forma clara. Você também pode usar letras ou números no caso de existir listas com nomes semelhantes . Aqui estão alguns exemplos :

  1. Blogs Inscritos 2011

  2. Blogs Inscritos 2013

  3. Clientes de produtos XY

  4. Participantes do evento 10 Ed.

Com as listas bem segmentadas e com nomes que fazem uma separação clara as chances de você errar na escolha da lista é muito menor.

2 . Estou enviando a campanha certa?

A regra é a mesma para a pergunta #1 acima. Este erro é mais comum quando o envio de campanhas de e-mail é feito para diversas listas segmentadas ou ao ter que entregar muitas campanhas em um curto espaço de tempo. Basta uma pequena distração, aliada com desorganização e pronto, a falha será iminente.

Preste atenção em detalhes e organize suas campanhas de uma forma que:

  • Os nomes fiquem claros para as campanhas que você tem que enviar, a fim de distinguir melhor cada uma.

  • Visualize ao menos duas vezes a campanha antes de enviá-la.

3. Será que a campanha vai ser exibida de forma correta para todo mundo?

Existem ferramentas específicas que você pode usar para verificar a aparência de sua campanha, mas é sempre uma boa opção enviar um e-mail teste para contas próprias em diferentes provedores de e-mail, navegadores  e sistemas operacionais, como por exemplo:

  1. Gmail

  2. Yahoo

  3. Hotmail

  4. Thunderbird

  5. Outlook Express

  6. iOs

  7. Android

Não há muito o que se fazer quando se pensa em design numa campanha de email marketing. O uso de tabelas ainda é necessário e  as imagens na maioria das vezes não são exibidas por padrão, por isso, enviar uma campanha teste pode evitar formatos indesejados e irá garantir que sua campanha apareça com o mesmo layout e design em todos os diferentes provedores de email. Entenda mais acessando nosso post Por que usar um template HTML ao invés de uma imagem.

Veja o email do Sebrae, por exemplo, que só possui imagem e, como a exibição não vem autorizada por padrão, não permite ver qual é o conteúdo:

email_html

No RD Station é possível enviar um email de teste antes de fazer o disparo definitivo. Selecione algumas contas próprias em diferentes plataformas e veja como o email se apresenta na inbox de cada uma dessas contas. Uma ação simples que pode evitar que seu email não seja exibido da forma correta. Veja como funciona:

rd_station_teste_email

 

4 . Os links estão funcionando?

Páginas 404. Isso soa familiar? Para evitar deixar passar algum link errado, é recomendável redobrar os cuidados na hora de verificar todos os links da mensagem.

Teste sempre os links das imagens, calls-to-actions e Redes Sociais. Tome muito cuidado quando usar ferramentas de duplicação de campanhas de email, já que ao usar um modelo de e-mail antigo, você corre o risco de esquecer de atualizar os links.

5. A campanha se apresenta bem em modo texto?

Ao contrário do que muita gente pensa, o modo de texto ainda não está morto. Na verdade, ele às vezes pode trazer melhores resultados do que as newsletters em HTML. Além disso, para ter certeza de que a versão de texto de suas campanhas tem uma boa aparência, o e-mail deve:

  • Ter texto fácil de ler e “escanear”

  • Apresentar texto atraente

  • Não deve ser enviado como um anexo

 

6. Qual é a chance da campanha ser marcada como spam?

Se você não tomar os devidos cuidados, o conteúdo de sua campanha de e-mail pode ser identificado como spam pelos principais fornecedores ou clientes de email. Para ficar longe da pasta de lixo eletrônico dos seus destinatários, você deve evitar os seguintes itens que quase sempre farão suas mensagens caírem em listas de spam:

  • Exagerar nos pontos de exclamação!!!!!!!!!!!!!

  • Usar todas as letras do título em CAIXA ALTA. CUIDADO! ISSO É O MESMO QUE GRITAR.

  • Codificação HTML desleixada (geralmente acontece na hora de converter um arquivo do Microsoft Word para HTML)

  • Fontes com coloração vermelha, brilhante ou verde

  • Usar a palavra “teste” na linha de assunto

  • Criar um e-mail com apenas uma imagem grande, com pouco ou nenhum texto

Dica: Verifique se o seu e-mail não se parece com os que continuam surgindo na sua pasta de spam e certifique-se de evitar palavras ou frases que funcionam como gatilhos comuns de spam.

7. A linha de assunto é boa o suficiente?

Ao escolher a linha de assunto para a sua campanha de e-mail marketing, tenha em mente que é preciso atrair e convencer as pessoas a abrir seu e-mail. Uma linha de assunto sem um objetivo claro é garantia para enviar seu email direito para a pasta Lixeira. Antes de decidir sobre uma linha de assunto, considere:

  1. Quem é o seu cliente alvo?

  2. O que você está tentando dizer a seus clientes?

Escolha assuntos que estimulem o relacionamento: tentar ser enfático e fazer perguntas é uma boa escolha.

Veja um exemplo: você lembra da campanha “Hey” de Obama? A ação surpreendeu muitas pessoas e provou que simplicidade é tudo. Mas obviamente que o uso de “Hey”, como a melhor escolha para um assunto de email foi muito testado até ser comprovado como a  opção ideal. O marketeiro responsável pela campanha, Toby Fallsgraff, realizou testes AB intensivos até encontrar a linha de assunto perfeita. “Hey” conquistou $ 690 milhões de dólares em doações com apenas um disparo de email marketing. Se você quiser conhecer mais sobre a campanha o site Businessweek publicou um post (The Science Behind Those Obama Campaign E-Mails) falando mais sobre esse assunto que se tornou um case de sucesso no mundo do email marketing.

Para lhe ajudar com mais ideias de títulos atraentes separamos este post sobre 6 dicas simples para escolher ótimos assuntos em email marketing para servir como material de apoio na construção da sua próxima campanha de email marketing.

8. O link de cancelamento é visível o suficiente?

Ok, você tem tem permissão de seus assinantes para enviar-lhes emails. Mas, independentemente disso, lembre-se de que ninguém gosta de ter sua caixa de entrada cheia de mensagens desnecessárias. O nome disso ainda é spam.

Não force as pessoas a permanecerem inscritas. Verifique se o seu “link opt-out” é visível. Ele mostra que você respeita seus clientes. No final, os contatos de e-mail são mantidos com conteúdo relevante entregue em tempo hábil e não por esconder um link.

9. O texto foi revisado?

Não corrigir seus textos é um erro comum? Então é preciso melhorar sua correção, você precisa ser profissional!

Uma maneira de evitar este tipo de erro é pedir às pessoas em sua equipe para dar uma última olhada no conteúdo do seu email antes de enviar. Lembra do passo #3? Aproveite para enviar um email teste para sua equipe ou colegas que possam ajudar na correção.

Eles podem identificar links que não funcionam, erros de digitação ou outros pequenos detalhes que podem estar encobertos. Esse é um cuidado básico com a qualidade de sua mensagem que pode evitar futuros cancelamentos.

10. Inclui um call- to-action?

Algumas campanhas de e-mail não tem mesmo esse recurso. Mas, salvo as exceções, em algum lugar do e-mail – de preferência, em vários locais – você deve convidar a pessoa que lê o e-mail para realizar alguma ação de conversão: visitar o seu site ou blog, sua Landing Page, a sua página no Facebook e Twitter, ou até mesmo para baixar algum material.

Certifique-se de que todos os links funcionam e que a página de destino tem a mesma mensagem / oferta que está no e-mail para o usuário não ficar confuso.

 

Esperamos que você faça um bom proveito da nossa checklist para um envio de campanhas de email marketing sem erros.
Boa sorte em seus próximos envios de e-mail, e não se esqueça de passar por aqui sempre que for enviar uma nova campanha!

Marcadores:

Deixe seu comentário