Blog de Marketing Digital de Resultados

Checklist de Email Marketing: o que conferir antes de disparar um email promocional

Nesse checklist, confira o que você precisa verificar antes de disparar um email promocional para extrair o máximo de sua campanha e evitar erros.

Sabemos que, na internet, empurrar ofertas da empresa goela abaixo do usuário não costuma funcionar muito bem. Por isso, é preciso ser relevante para atrair potenciais clientes e mantê-los por perto.

Contudo, não se pode esquecer de que, como a maioria das pessoas que chega até sua empresa ainda não está preparada para comprar, você deve primeiro convertê-las em Leads para depois iniciar um relacionamento com elas e transformá-las em clientes.

É neste contexto que os emails promocionais são importantes. Aqui é bom ter em mente que “promocional” não quer dizer apenas email divulgando promoções e produtos. O significado de promocional é no sentido de “promover uma oferta”, seja ela um conteúdo gratuito ou um produto de fato.

Os emails promocionais possuem um foco único na conversão, sem as diversas opções que uma newsletter oferece. Por isso, tendem a ser muito mais efetivos em converter Leads. Além disso, esses emails podem ser criados de forma simples, a um baixo custo e possuem uma capacidade de mensuração totalmente objetiva.

Se você já entendeu a importância do email promocional, também deve saber que disparar uma campanha dessas pode ser um problema se você não possui um processo estruturado para isso, pois fica mais difícil detectar erros e acertos, afetando os resultados. Por isso, o ideal é seguir diretrizes para aumentar as chances de suas campanhas terem um impacto positivo.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas do que você deve conferir antes de disparar suas campanhas de email promocional. Assim, você não pula nenhuma etapa e pode extrair o máximo de suas campanhas.

Quer uma versão prática desse checklist?

Baixe aqui o nosso checklist “Campanhas de Email Marketing”

1. Planejamento

Antes de tudo, você precisa definir para quais personas enviará a campanha. Isso afetará todo o resto, pois, dependendo das personas para quem a oferta for direcionada, a abordagem, a comunicação, a apresentação do email e até o conteúdo ofertado mudarão.

Depois disso, determine o objetivo da campanha, ou seja, qual é a finalidade de disparar esse email. Por exemplo, você pode querer engajar sua audiência em determinado conteúdo, ou fazer com que convertam em determinada oferta. Isso também influenciará na abordagem que você terá.

Agora, escolha a segmentação. Para isso, tenha em mente as seguintes perguntas: Para quem irei enviar os emails? Quais informações das personas usarei para segmentar? Um exemplo de segmentação é a idade da persona, ou se ela trabalha em uma empresa pequena ou grande etc.

Por fim, é hora de planejar o conteúdo. Qual produto, desconto, oferta, promoção se encaixa melhor com a persona escolhida? Uma dica é fazer emails com conteúdos diferentes para cada persona para quem esta campanha for enviada.

2. Calendário

Em segundo lugar, você deve definir o calendário da campanha. Em outras palavras, é escolher o dia e horário do disparo. É importante lembrar que não há uma regra absoluta para o horário. E embora alguns dias, como sábado e domingo, costumem ser mais fracos para os disparos, isso vai depender muito do seu segmento de mercado, então teste diferentes variações e veja qual se encaixa melhor para sua empresa.

Se quiser saber mais sobre este assunto, acesse o infográfico Os melhores horários para envio de email marketing.

3. Conteúdo

Com o calendário estabelecido, faça o conteúdo propriamente dito. Para ficar mais fácil, sugerimos que você comece criando um outline do email, ou seja, coloque em um documento a estrutura do texto do email com os links que serão usados.

Depois, coloque a mão na massa e produza os textos, desenvolvendo a estrutura criada no outline.

O próximo passo é pensar em pelo menos 5 assuntos (título do email) diferentes e selecionar 1. Não se esqueça de que o título deve ser atrativo para estimular o clique. O ideal é que não passe de 50 caracteres. O último passo desta etapa é fazer uma revisão para detectar possíveis erros que tenham sido cometidos.

Leia também o post Como criar assuntos de Email Marketing que despertam curiosidade + 30 templates.

4. Layout do Email

Para criar o layout do email, o ideal é que você tenha algum profissional que saiba mexer em html, pois não é recomendado que os emails sejam constituídos apenas de imagens. Leve em consideração a estrutura de conteúdo para montar o layout. Uma dica para facilitar é utilizar uma ferramenta de email que permita criar layouts de forma fácil, como o RD Station.

Depois, revise o layout com o conteúdo final. Em seguida, faça um disparo teste para verificar se o assunto do email está aparecendo completamente na caixa de entrada, se as imagens estão com texto alternativo e se não há nenhuma quebrada, se os links estão funcionando e se há erros de português no conteúdo.

Leia também o post Email Marketing: Por que usar um template HTML ao invés de uma imagem.

5.Disparo

Chegou a vez do disparo propriamente dito. Nesta etapa, você deve criar a segmentação de acordo com o planejamento.

Uma dica é utilizar listas dinâmicas para facilitar os próximos disparos. Depois, termine a configuração da campanha e agende o disparo.

6. Análise

Por fim, chegou a hora de analisar o resultado da campanha. A primeira métrica para a qual você deve atentar é a taxa de abertura, ou seja, o número de pessoas que abriu a mensagem dividido pelo número de pessoas que recebeu. Verifique se a taxa aumentou ou reduziu em comparação com a última campanha. Também questione o que pode ser feito para os resultados melhorarem.

Outra métrica importante é a taxa de cliques (quantos emails foram clicados comparando com quantos foram entregues). Ela aumentou ou reduziu comparada à última campanha? O que pode ser feito para a próxima?

Mais uma métrica relevante é a taxa de conversão. Ela mensura quantas pessoas atingiram o objetivo estipulado no planejamento. Se você não alcançá-lo, pergunte-se como isso pode ser feito em uma próxima campanha.

Veja outras métricas que podem ser importantes para sua campanha no post Métricas para Email Marketing: o que importa e como avaliar.

Bônus: Quer um checklist prático para usar em sua empresa?

Bom, explicamos acima os principais pontos para os quais você deve ficar atento antes (e depois) de disparar um email promocional.

Resumindo, tudo o que você precisa verificar antes de disparar uma campanha é:

Planejamento

  • Persona
  • Segmentação
  • Conteúdo

Calendário

  • Definir dia e horário do disparo

Conteúdo

  • Criar um Outline
  • Produzir os textos do email
  • Pensar em 5 assuntos (título do email) diferentes e selecionar 1
  • Revisão

Layout do Email

  • Criar layout considerando a estrutura do conteúdo
  • Revisar layout com o conteúdo final
  • Fazer um disparo de teste e verificar:
    • Assunto do email
    • Imagens
    • Links
    • Conteúdo

Disparo

  • Crie a segmentação de acordo com o planejamento
  • Termine a configuração da campanha e agende o disparo

Análise

  • Taxa de Abertura
  • Taxa de Cliques
  • Taxa de Conversão

Em paralelo, criamos também um checklist prático que você pode usar para campanhas de email promocional, newsletters e fluxos de nutrição.

O checklist tem uma versão digital, em que você pode marcar os pontos que já foram finalizados diretamente no navegador, e uma versão para impressão.

Faça aqui o download gratuito do seu checklist (ou clique na imagem abaixo) e tenha ótimos resultados!

Marcadores:

Deixe seu comentário