7 dicas matadoras para otimizar anúncios no Facebook Ads e obter maior retorno sobre o investimento


como anunciar no facebook

Esse post é a parte inicial do eBook “25 otimizações provadas com Facebook Ads que vão aumentar suas conversões”, um guia avançado para você saber não só como anunciar no Facebook como também otimizar as campanhas já existentes. Para ler o material completo, acesse este link.

Para conseguir aumentar a geração de Leads e oportunidades de negócio, muitas empresas recorrem à mídia paga, principalmente ao Google AdWords e ao Facebook Ads.

A rapidez e facilidade para criar novas campanhas e a velocidade com que os resultados aparecem – principalmente quando a mídia paga é comparada aos canais orgânicos – são grandes atrativos que tornam esses canais acessíveis a qualquer um que queira começar a anunciar seu produto ou serviço.

No entanto, é por essa facilidade que frequentemente encontramos pessoas que não atingiram, por esses canais, o resultado esperado, e por isso não acreditam que um novo investimento possa ter um retorno positivo.

CTA otimizacao de facebook ads

Isso acontece principalmente pela falta de alinhamento desse investimento com a estratégia de Marketing da empresa, o que leva a campanhas não otimizadas e sem objetivo claro.

Em todo caso, é preciso entender que os anúncios não vendem por si só: é necessário entender a dinâmica dessas ferramentas, o perfil do público-alvo presente em cada canal e as otimizações e boas práticas que farão diferença nos resultados.

Neste post, traremos algumas estratégias que utilizamos na Resultados Digitais e que você pode usar para saber como anunciar no Facebook (ou otimizar as campanhas existentes) e obter maior retorno sobre o investimento.

Dica 0 – Use o Facebook Power Editor

O Power Editor é uma ferramenta de gestão de anúncios no Facebook que permite realizar diversas ações de forma mais rápida, tais como criar, editar e duplicar campanhas e realizar alterações em massa.

Consideramos o uso do Power Editor um pré-requisito para poder trabalhar com Facebook Ads de forma mais eficiente e produtiva — tanto que o chamamos aqui de dica 0.

No Power Editor, tudo o que você cria e edita fica offline, ou seja, para aplicar todas as alterações nos seus anúncios você deve fazer upload das mudanças através da própria ferramenta, como no exemplo abaixo:

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (16)

Para começar a utilizar o Power Editor, acesse este link.

1 – Instale o pixel do Facebook Ads

O pixel do Facebook é um pequeno trecho de código que você deve instalar em seu site para obter informações e realizar ações, tais como:

  • Contabilizar o número de conversões realizadas a partir de campanhas do Facebook Ads;
  • Criar uma lista de retargeting, ou seja, toda vez que uma pessoa estiver “logada” no Facebook e passar pelo seu site (isto é, muita gente), o Facebook saberá essa informação e permitirá que você exiba anúncios para todas essas pessoas dentro da rede;
  • Criar uma lista de público semelhante (Lookalike Audience). Com base na lista das pessoas que passaram pelo seu site, o Facebook irá procurar outras pessoas com perfil parecido, expandindo assim a audiência dos seus anúncios.

Sendo assim, para aumentar (e muito) seus resultados e diminuir o custo por Lead, é bem importante que você tenha o pixel instalado.

Para pegar esse código, entre na sua conta de anúncios, vá em “Ferramentas” e clique em “Pixels”.

Na página do Pixel, selecione “Ações” e clique em “Visualizar código do pixel”:

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (18)

Com o código em mãos, começa a parte técnica da instalação. Neste momento, ao invés de realizar a instalação do pixel diretamente no código, recomendamos fortemente o uso do Google Tag Manager. Trata-se de um serviço do Google em que, a partir de um único código, você consegue inserir diversos outros, incluindo o Pixel do Facebook Ads. Se preferir dessa forma, temos um post explicando como utilizá-lo.

Caso você tenha acesso aos códigos do site e queira fazer a instalação sem o Google Tag Manager, copie o código do pixel e coloque-o entre as tags do código-fonte do seu site.

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (10)

Dica!

Para verificar se o pixel está instalado corretamente, existe um plugin no navegador Google Chrome chamado Pixel Helper. Com esse plugin você poderá saber se o pixel está instalado corretamente, quantos códigos o site possui e qual é o ID do pixel.

faceobok pixel helper

2 – Não tente vender para um público que não te conhece ao anunciar no Facebook

Muitas empresas pensam que, por estarem pagando para gerar tráfego para uma oferta, devem focar direto na venda de um produto, ou seja, direcionar todos os anúncios para uma página de produto ou serviço.

Acontece que nem todas as pessoas estão no momento de compra. Como mostra Chet Holmes em seu livro The Ultimate Sales Machine, apenas 3% do seu público potencial está procurando ativamente pelo seu serviço:

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (21)

Sendo assim, o que recomendamos é alinhar sua estratégia de compra de mídia a uma estratégia de Inbound Marketing, fazendo anúncios de ofertas para as pessoas que ainda não estão no momento de compra.

Você pode fazer isso ofertando algo de valor para o momento dessas pessoas, como eBooks, webinars, ferramentas gratuitas, templates etc. Em troca das ofertas, as pessoas te darão informações – como nome, email, empresa, cargo, segmento etc. – que você usará para qualificá-las e manter o relacionamento.

Com essas informações em mãos, você poderá nutrir esses Leads e fazê-los chegar mais rápido ao momento de compra.

Para entender bem esse processo de atração, conversão e relacionamento (entre outros), recomendamos conhecer a Trilhas de Resultados: Aprender Marketing Digital com Especialistas.

trilha de resultados - aprender marketing digital

Caso você já tenha uma base de Leads, a dica neste momento é começar um relacionamento via Facebook Ads procurando esses Leads no Facebook e criando uma lista a partir deles.

Como funciona: você criará um Público Personalizado a partir de uma lista de emails. Após fazer upload dessa lista, o Facebook verá quais daqueles emails estão associados a algum de seus usuários e criará uma segmentação para quem você poderá exibir anúncios.

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (8)

Na Resultados Digitais, grande parte do nosso orçamento para mídia paga é destinado a anúncios com foco em geração de Leads para atrair novos usuários. Isso permite que nós aumentemos nossa base e criemos outras formas de relacionamento, aumentando também as chances de fechar uma venda.

3 – Não faça da aquisição de fãs o principal objetivo da sua estratégia

Muita gente se impressiona com alguns números comuns em Web Analytics: número de pageviews, seguidores no Twitter, pessoas que curtiram no Facebook, visualizações no Youtube etc.

Esse tipo de métrica costuma fazer muito bem para o ego. O responsável de Marketing ganha crédito e admiração na empresa e tudo parece perfeito. Falta, no entanto, um ponto essencial: quanto isso contribui para as vendas? Afinal, vender é a única atividade que efetivamente traz dinheiro para dentro da empresa. Todo o restante é custo.

Uma das grandes vantagens do Marketing Digital é sua alta capacidade de mensuração, e não utilizá-la corretamente pode ser considerado um desperdício.

Falando de Facebook Ads, um erro bem comum que observamos ocorre quando as empresas focam grande parte do seu orçamento em aquisição de fãs, ou seja, em aumentar o número de curtidas da página.

É claro que quantidade é importante, pois isso serve de prova social e transmite credibilidade para muitas pessoas que ainda não conhecem a empresa. Acontece que, como dissemos anteriormente, focar nessa métrica não será algo que trará retorno em vendas de forma direta.

Outro fator aqui é o baixo alcance orgânico: quando você compartilhar alguma coisa na página da sua empresa, essa atualização não será exibida para 100% dos seus fãs. Pelo contrário, será exibida para uma fatia bem pequena, sendo que, para alcançar mais pessoas, deverá pagar para isso.

A recomendação, nesse caso, é focar os anúncios em “conversões no site”, como mostra a imagem abaixo. Isso porque a métrica final (conversões) representa de fato algo que terá impacto financeiro, seja imediatamente, quando o anúncio for para um produto, ou indiretamente, quando o foco for a geração de Leads.

Com esse objetivo, você conseguirá mostrar – e comprovar – o ROI (retorno sobre o investimento).

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (15)

4 – Promova posts do blog para aumentar o volume de pessoas na sua lista de retargeting

Por ser uma oferta indireta e de baixa concorrência, promover posts do blog da sua empresa é uma boa estratégia para conseguir tráfego a um baixo custo por clique.

Com esse tipo de campanha, você direciona o tráfego para seu blog e faz com com que essas pessoas tenham contato com o seu Pixel do Facebook Ads (como falamos na dica #1). Isso fará com que elas sejam incluídas na sua lista de retargeting, a qual você poderá utilizar como público para direcionar suas campanhas.

Para saber mais sobre retargeting, leia o post “Como utilizar o retargeting para aumentar resultados de conversão”.

Uma dica extra que surge a partir desta é entrar em “Informações de Público” e descobrir mais sobre sua audiência, como as páginas que essas pessoas curtem, suas localizações, entre outras coisas.

Na imagem abaixo, um exemplo das páginas curtidas pelas pessoas que passaram pelo site da Resultados Digitais.

dicas para otimizar anúncios no facebook ads (12)

5 – Rastreie todo o tráfego do Facebook Ads utilizando o URL Builder

Como dissemos anteriormente, uma grande vantagem do Marketing Digital é sua capacidade de mensuração. Toda ação realizada é passível de uma análise fina dos resultados.

Algo que acontece atualmente na maioria das ferramentas de web analytics, incluindo o Google Analytics, é a não distinção entre o tráfego vindo dos anúncios do Facebook e o tráfego orgânico, ou seja, que não veio de um canal pago.

Para contornar essa situação e poder mensurar corretamente suas campanhas de Facebook Ads, recomendamos o uso do URL Builder, um recurso do Google que permite rastrear a origem do tráfego de forma personalizada e tornar mais fácil a análise dos resultados.

Para fazer isso no Facebook Ads, você pode colocar as tags necessárias na opção avançada do anúncio, em “marcações de URL”. Mais detalhes são explicados nesse post: “Como rastrear Facebook Ads no Google Analytics”.

6 – Monitore os Leads gerados via Facebook Ads no seu funil de vendas para certificar que eles estão gerando ROI

O gerenciador de anúncios do Facebook Ads é uma excelente ferramenta para acompanhar o desempenho de suas campanhas (custos, orçamento, alcance, etc.).

Acontece que, para uma análise mais profunda dos resultados que realmente causam impacto na empresa, você precisará de outras ferramentas – como o Google Analytics, que serve para tirar melhores insights dos visitantes que chegarem ao site, e uma ferramenta de Automação de Marketing, como o RD Station, para manter o relacionamento com os Leads e analisar o resultado em vendas trazido por cada campanha.

Aqui na Resultados Digitais nós utilizamos o RD Station para ter uma visão completa do funil de vendas e algumas informações a mais sobre os Leads, como seu estágio de compra e sua evolução no funil ao longo do tempo.

Toda essa informação alimenta o Marketing BI, funcionalidade que traz, entre outras informações, o ciclo de venda (geral e por fonte de tráfego) e eficácia de cada campanha de Marketing Digital.

CTA otimizacao de facebook ads

7 – Teste tudo o que for relativo à campanha

Isso nem deveria entrar como dica, mas como pré-requisito para tudo no Marketing Digital. Já vimos diversas vezes campanhas fracassarem por erros que poderiam ter sido percebidos em simples testes. No caso de anúncios é ainda pior, pois é dinheiro desperdiçado.

Quanto a isso, é interessante sempre fazer double-check para confirmar se o caminho da estratégia da campanha vai funcionar e para certificar que o usuário chegue ao seu objetivo.

Antes de colocar um anúncio no ar ou aumentar seu orçamento de Facebook Ads e começar a investir mais pesado, pense em toda a estratégia e o que vai acontecer após o Lead clicar em seu anúncio. Algumas coisas que você deve checar:

  • A segmentação do anúncio está correta?
  • Há erros ortográficos no anúncio ou nas páginas para onde irão os Leads?
  • A Landing Page (página para onde o anúncio direciona o visitante) está funcionando?
  • Os textos estão transmitindo bem a proposta de valor da sua oferta?
  • Para onde estão indo os Leads após o preenchimento do formulário? Existe uma página de agradecimento?
  • A integração com seu software de Email Marketing está funcionando?
  • Há algum fluxo de automação configurado para manter o relacionamento após a conversão do visitante em Lead?

Tudo isso faz parte de uma estratégia de Marketing Digital bem definida. Verifique tudo isso antes, pois nem a melhor campanha do mundo, com o maior investimento em dinheiro, consegue ter resultados satisfatórios sem que a estratégia toda esteja funcionando.

Se você quiser saber mais sobre o assunto, baixe agora o eBook “25 otimizações provadas com Facebook Ads que vão aumentar suas conversões”, onde além desses primeiros insights há também dicas sobre leilão e orçamento, criativos (banners, imagens e peças), posicionamento do anúncio e segmentação e público-alvo.

Conheça também:

Uma lista de dicas comprovadas para aumentar suas conversões com o Facebook Ads

Software de Marketing Digital - RD Station


Categorias: Facebook, Links Patrocinados

  • http://www.opoderdamente.com Taillard Silvana

    A melhor postagem sobre FBadesenses que eu já li,nesses últimos 2 anos. Nem a CP com suas estrelas do facebook,pode ser melhor que essa postagem.
    Aqui foi o pronto atendimento ao anunciante iniciante,como eu mesma!
    Aplausos!

    Agora vou dar a devida atenção às curtidas,em minha página !
    Consegui em 30 dias sair de 10.000 a 24.000 curtidas,gastando uma quantia muito baixa(para mim)
    Mas em 2 meses sem nenhum retorno.
    Agora compreendi,o “porque”.

    Desprezei o uso do remarketing e pixel de conversão no site.
    Sem contar que não usei,links do meu blog dentro das minhas postagens . Suicidio!
    Nossa que luz!