Blog de Marketing Digital de Resultados

Como Cloud Computing pode trazer mais resultados para o marketing de sua empresa

Não é mais possível falar em marketing sem levar em consideração o ambiente tecnológico e as possibilidades que ele traz. Para isso, ter uma infraestrutura que comporte essas particularidades é essencial. É aí que entra o cloud computing.

Migrar para Cloud Computing, ou computação em nuvem, já é uma prática comum no meio corporativo; agilidade e flexibilidade de processos, escalabilidade de ambiente e redução de custos são alguns dos principais motivos, mas não os únicos, que tornam esse movimento atraente para as organizações. Trabalhar em nuvem traz benefícios para todos os setores de uma organização, mas um departamento em específico pode se beneficiar ainda mais dessa migração: o marketing das empresas.

Não é mais possível falar em marketing sem levar em consideração o ambiente tecnológico e as possibilidades que ele traz. Afinal, a internet mudou a forma como as pessoas aprendem, comunicam, se relacionam e, claro, como compram.

Logo, a forma como uma organização é vista, sentida e propagada para os clientes também sofreu alterações. Hoje, um clique é o que separa o cliente de uma empresa, mas essa aproximação acontece muitas vezes de forma imprevisível e complexa, podendo se dar por diversos canais, como redes sociais, motores de busca (SEO), páginas na web, blogs, anúncios digitais tradicionais (display ads), Email Marketing e muito mais, cada um deles com uma linguagem e um conteúdo específicos.

Assim, entender cada especificidade de canal e segmentação de público torna-se imprescindível. Para isso, ter uma infraestrutura que comporte essas particularidades é essencial para o sucesso de qualquer estratégia. E aí entra o cloud computing.

Mais disponibilidade e infraestrutura

Segundo pesquisa realizada pela consultoria KPMG, 37% dos executivos entrevistados que utilizam cloud computing responderam que ter sistemas na nuvem ajuda a aprofundar a relação com clientes.

Isso acontece porque a própria arquitetura fornece ferramentas que permitem colaboração, integração e resposta de colaboradores a clientes em tempo real. Assim, as empresas estão mais disponíveis para os seus clientes, ficando mais presentes no seu dia a dia e, por consequência, sendo mais lembradas.

Essa interação também é multiplataforma: ela pode acontecer via smartphone, tablets ou computadores desktop, permitindo que o cliente seja o decisor da estrutura que quer usar, esteja no local em que estiver.

Outro efeito positivo é ter mais possibilidades de abordar potenciais clientes. Ao mesmo tempo, a nuvem também permite que mais pessoas se tornem esses clientes em potencial. Afinal, a elasticidade dela se molda conforme o crescimento da organização, já que os recursos computacionais são fornecidos sob demanda, com pagamento proporcional à utilização.

Metrificação de resultados

Quem trabalha com marketing sabe a importância de comprovar resultados para gerentes e diretores. Com processos e aplicativos na nuvem, é possível acompanhar campanhas no Google, Facebook e LinkedIn, por exemplo, em tempo real, monitorando o nível de engajamento, materiais que estão com melhor performance, categoria, segmentação de conteúdo e muito mais.

A nuvem possibilita errar rápido e consertar mais rápido ainda. Também possibilita testar novas ideias sem a necessidade de grandes investimentos. Dessa maneira, torna-se mais eficaz a comprovação de ROI (retorno sobre o investimento), bem como descobrir se as ações estão de fato alinhadas com a estratégia principal e a obtenção de insights práticos.

Com esses resultados em mãos, é mais fácil criar conteúdos relevantes e personalizados, que aumentem o engajamento e o relacionamento da sua empresa. O seu próprio cliente diz em tempo real o que funciona ou não e por qual motivo, e você pode fazer as correções necessárias de forma rápida e segura. Isso evita gastos dispensáveis tanto de custos operacionais quanto de produtividade da equipe, que fica livre para se dedicar melhor ao core business da empresa, com conteúdos comprovadamente assertivos.

Futuro do marketing na nuvem

O Gartner afirma: o futuro das vendas é aquele que está digitalmente suportado, focado em clientes e estrategicamente alinhado. Gestores e líderes de marketing que adaptam sua abordagem para ajudar os vendedores a otimizarem essas interações e alinhá-las com as necessidades específicas do cliente ganham vantagem competitiva.

Executar com sucesso uma estratégia de negócio depende de uma estrutura capaz de ajudar a informar e orientar a análise rigorosa do negócio, o seu contexto e os problemas que pode enfrentar. Ainda segundo a Gartner em uma pesquisa realizada com CEOs de grandes empresas, 40% dos entrevistados respondeu que a estratégia digital estava integralmente ligada às estratégias de negócio.

Cloud computing é um suporte essencial para as suas estratégias, mas o real condutor sempre precisa ser a necessidade do cliente, não a possibilidade da tecnologia. Responder adequadamente durante o momento de interação pode enriquecer a experiência do cliente, tornando-o o tão sonhado promotor da sua marca. E isso funciona tanto para negócios B2C quanto B2B.

Ter processos e aplicativos na nuvem não só melhora a comunicação e o relacionamento da organização, mas também ajuda na geração de inovação empresarial profunda. E, no atual mercado, organizações que entendam como o seu público se comporta e relaciona, inovando e adaptando seus processos com base nessa relação, são empresas que se destacam.

Ficou curioso sobre as possibilidades da nuvem para o seu negócio? No blog da BR Link, você encontra mais conteúdo focado em cloud computing e seus benefícios. Descubra o que você pode fazer para otimizar seus resultados!

Esse post foi escrito pela BRLink.

Marcadores:

Deixe seu comentário