Blog de Marketing Digital de Resultados

Como escolher o melhor domínio para seu site

Não importa o estágio em que seu negócio está; um bom domínio pode ajudá-lo a ganhar visibilidade e atrair os clientes que você deseja. Conheça algumas boas práticas para escolher o melhor domínio para o seu negócio.

A criação de um novo negócio parte de um propósito, de um plano e da realização de escolhas que se tornam determinantes para o sucesso futuro.

Entre essas escolhas, estão a marca e, por consequência, o endereço no qual esse negócio estará presente online, ou seja, o seu domínio. O domínio tem grande influência na visibilidade de um negócio na web e, por isso, escolher o melhor disponível é essencial para atrair os clientes em potencial que você deseja.

Registrar um domínio significa garantir um endereço próprio online, mesmo que você não possua nem pretenda ter um site neste momento.

A partir da decisão do nome de seu negócio, qualquer momento é oportuno para você registrar o seu domínio. Considerando que as possibilidades de domínios disponíveis para registro estão cada vez mais limitadas (mais de 3,5 milhões de domínios com a extensão .com.br já estão registrados), o melhor cenário é você, inclusive, consultar a disponibilidade do domínio antes mesmo de definir o nome da sua marca e, caso não esteja disponível, buscar outro.

O registro requer um dos menores investimentos que você vai realizar (em comparação a fazer um site, por exemplo), porém trará importantes resultados. Com um domínio próprio, seu negócio pode ser encontrado através de pesquisas no Google, pode ter o acesso à sua página em uma rede social facilitado, permite a você ter emails personalizados, um blog, e ainda utilizar ferramentas de Automação de Marketing responsáveis por gerar leads e vendas.

Não importa o estágio em que seu negócio está; seja ele ainda apenas uma ideia ou uma empresa consolidada há muitos anos, acompanhe as dicas desse post para compreender  como escolher o melhor domínio, quais são as suas características e qual o impacto dessa decisão.

Na hora de buscar um domínio disponível

Todo domínio deve ser gerado a partir das mesmas premissas adotadas para geração de uma marca: significado, simplicidade e disponibilidade. Se você já possui uma marca, seu domínio preferencialmente deve ser a sua marca.

Por exemplo: se a sua marca é “Mercado Expresso”, prefira registrar o domínio “mercadoexpresso.com.br”. Como forma alternativa, você pode também registrar domínios que tenham relação com o seu produto, caso disponíveis, como por exemplo “cafeexpresso.com.br” e “cafecarioca.com.br”.

Na hora de buscar um domínio disponível, busque também a sua marca ou a expressão que deseja utilizar como domínio no Google e em pesquisas de redes sociais, para descobrir o que já aparece sobre o termo nos resultados de pesquisa.

Dessa forma, você pode eventualmente saber sobre outras empresas que possam estar utilizando a mesma marca (ou alguma grafia muito semelhante), bem como antecipar qual será a sua competição para esse o nas buscas. Um nome original tem maior impacto, além de evitar indisposições sobre propriedade intelectual e, quanto menor for a sua competição de início pelo termo da sua marca, mais rapidamente você vai conquistar as melhores posições nas buscas.

Pense na memorização e divulgação do domínio

As boas práticas que valem para a geração de nomes de negócios valem também para a escolha de domínios: fácil memorização, simplicidade para falar e digitar. Lembre-se de que você poderá divulgar seu domínio em muitos meios: seu cartão de visitas, a assinatura em seu email, um anúncio em uma revista, uma ligação telefônica, um canal de rádio ou televisão etc.

Mais simples ainda, você vai contar a seus amigos e familiares qual é o endereço de seu site para acessarem, não é mesmo? Pouco antes de confirmar o registro do domínio, faça um rápido exercício com conhecidos contando esse endereço a eles em um email, por telefone, ou em uma conversa. Houve dificuldades de entendimento ou memorização? Então teste outras opções.

Além disso, muitos de seus clientes acessarão seu site diretamente digitando o endereço no navegador, portanto ele deve ser simples de ser memorizado e digitado. Recomenda-se, por essa razão, que um domínio não tenha mais do que 15 caracteres. É o tamanho exato de nosso exemplo: “mercadoexpresso.com.br”.

Prevendo possíveis erros de digitação ou grafia, é desejável que domínios semelhantes ou com pequenos erros de digitação sejam registrados por você também, além de seu domínio principal. Seguindo o mesmo exemplo, seria interessante registrar também “mercadoespresso.com.br”, “mercadoexpreso.com.br”, “mercadoexpress.com.br”, e semelhantes.

Domínios gratuitos custam mais ao seu negócio do que você imagina

Existem opções gratuitas disponíveis para ter um endereço online ou criar as contas de email da sua empresa. Contudo, você deve estar ciente que, não registrando seu próprio domínio e criando suas contas de e-mail personalizadas, você está deixando espaço para que outro registre o domínio com a mesma marca que a sua, ficando assim menos protegido.

O mesmo vale para as contas de e-mail: se você utiliza um e-mail gratuito (Hotmail, Gmail, Yahoo, Live, entre outros), qualquer pessoa pode tentar se passar por alguém de sua empresa.

Além disso, há uma grande probabilidade de já haverem escolhido o nome que você deseja, e você terá que escolher um endereço grande, com outros números ou letras, dificultando a memorização. Um e-mail profissional (com seu próprio domínio) transmite profissionalismo e segurança.

O custo de um domínio parte de R$ 30,00 por ano de registro. Dessa forma, promover outra marca junto com a de sua empresa (como ocorre com emails @live, @yahoo, ou subdomínios gratuitos como “mercadoexpresso.wordpress.com”) só para economizar essa quantia pode sair muito mais caro do que você planeja. Além de melhorar a sua posição no Google, um domínio próprio passará muito mais seriedade e deixará seu negócio menos exposto a fraudes.

Extensões de domínio diferentes

Mais recentemente, surgiram extensões de domínio e de email alternativas ao tradicional “.com.br”. Além das extensões internacionais como o “.com”, hoje é possível registrar domínios com terminações genéricas como “.top”, “.site”, “.club”, “.online” e muitas outras. São mais de mil opções disponíveis.

Para o caso de nosso exemplo anterior, poderíamos registrar, além do domínio principal “.com.br”, ainda “mercadoexpresso.cafe”, ou “mercadoexpresso.delivery”, conforme a relevância de uma terminação como essas.

Tanto as terminações internacionais, como “.com” quanto as extensões genéricas podem ser registradas se você quer aumentar a segurança para que ninguém mais vá utilizar o nome que você escolheu para seu domínio, além de aumentar as chances de memorização ou mitigar erros de digitação de seus clientes.

O investimento no registro de domínios com essas extensões pode ser um pouco maior conforme a terminação escolhida, por isso, antes de sair registrando todas as disponíveis, decida o quanto está disposto a investir em prol de sua credibilidade e qual a relevância de cada variação que você pretende registrar.

 

Com essas dicas, esperamos que você possa escolher o melhor domínio para seu site, seja ele sobre o seu negócio, uma loja virtual ou um blog. Uma vez decidido e verificada a disponibilidade, escolha uma empresa confiável para registrar domínios, que possa auxiliar você na gestão de seu domínio principal e demais domínios que serão apontados para esse, na criação de suas contas de email, além de lhe dar suporte em configurações e na renovação.

Esse post foi escrito por Lívia Lampert, gerente de Marketing & Produtos da KingHost.

Marcadores:

Deixe seu comentário