Blog de Marketing Digital de Resultados

Como é a estrutura de um post do blog da RD (e como aplicá-la no blog de sua empresa)

Um detalhe que ajuda muito na produção de conteúdo para blogs é ter uma estrutura pré-definida de post. Saiba como fazer este planejamento antes de começar a escrever e como isso ajuda na produtividade e qualidade.

Durante muito tempo, a produção de conteúdo na internet espelhou o que era feito na mídia offline. Não faltam exemplos de portais e blogs que reproduziam exatamente os mesmos textos que eram publicados em jornais e revistas.

Com o passar dos anos e com o aumento massivo da produção de conteúdo na web, o cenário foi sendo modificado aos poucos. Os profissionais começaram a personalizar mais os conteúdos digitais, inserindo links internos no corpo do artigo, criando títulos mais chamativos, otimizando posts para os mecanismos de busca e outras técnicas importantes.

Contudo, um detalhe que ainda passa batido por muitos profissionais é em relação à estrutura do conteúdo em si – falando de blogs de negócios, especificamente.

Quem produz conteúdo para a internet precisa estar ciente de que o comportamento do leitor não é o mesmo de quando ele está lendo um jornal ou um livro. Na internet, as pessoas estão muito mais sujeitas a interrupções e, por isso, fazem uma leitura muito mais dinâmica do que em outros meios. Aliás, há grandes chances de muitas pessoas não estarem lendo esse trecho e pularem direto para o desenvolvimento do artigo (se você leu, comente abaixo, nesse caso vou adorar estar errado).

Portanto, um detalhe que ajuda muito na produção de conteúdo para blogs é ter uma estrutura pré-definida de post. Isso ajuda não só o autor a organizar melhor o conteúdo, mas também na produtividade, já que fica muito mais fácil desenvolver as ideias quando elas estão colocadas de forma clara.

Nesse post, vou me basear em um exemplo “de casa” e falar sobre todos os itens que compõem a estrutura de um post da RD e dar algumas dicas sobre cada um.

Se você analisar, vai perceber que esse post, por exemplo, contém todos os elementos que falaremos abaixo. Que são:

  • Título + Resumo
  • Introdução
  • Desenvolvimento em tópicos
  • Fechamento
  • Call-to-Action

Caso queira um exemplo ainda mais prático, baixe gratuitamente o Template Como estruturar um post de blog e utilize o modelo para ganhar produtividade na hora de escrever seu próximo post.

como escrever para blog - estrutura de post

Título + resumo

O título do post é o que define se as pessoas vão clicar no link do seu conteúdo ou não. Uma das coisas que recomendamos é que você pense no seu título apenas depois de escrever o texto, para não causar uma quebra na expectativa. Uma vez que o artigo esteja pronto, é mais fácil criar um título que esteja bem relacionado ao conteúdo e que, além disso, seja atrativo. A mesma coisa vale para o resumo ou linha fina (aquela frase utilizada logo abaixo do título para explicar um pouco melhor a ideia do post).

Uma dica importante é que você pode utilizar títulos e resumos diferentes para os diferentes canais que utilizar na divulgação do seu post. Se você utiliza o WordPress, pode utilizar o plugin Yoast para este fim. Ele permite que você use um título e um resumo para SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismo de Busca), outro para o blog e outro ainda para as redes sociais.

E por que isso é importante? Porque desta forma você pode otimizar os títulos para a palavra-chave com foco na busca do Google (que geralmente precisam ser mais curtos), e também títulos mais longos e um pouco mais chamativos para as redes sociais.

Para saber mais leia os posts:

Introdução

Nunca subestime as primeiras palavras de um texto, pois o fato de você ter feito o usuário clicar para acessar o seu conteúdo não significa que ele vai ler o artigo. Por isso, a introdução do seu texto precisa fazer com que seu leitor se identifique com o tema que você está propondo.

Se você não apresenta seu conteúdo de forma atrativa – mesmo que ele tenha muita qualidade – todo o trabalho de levantamento de informações e desenvolvimento do conteúdo pode ser desperdiçado, pois você não vai conseguir fazê-lo permanecer na página.

Mas sabemos que, muitas vezes, começar um texto pode ser uma das partes mais difíceis do processo de produção. Por isso, você pode iniciar seu texto usando:

  • Estatísticas:

9 em cada 10 pessoas checam os emails todos os dias. Esse dado demonstra que…

  • Uma pergunta:

Você costuma checar seus emails todos os dias? Pois saiba que esse é um hábito…

  • Analogia:

Checar emails diariamente é um hábito tão comum quanto escovar os dentes para a maioria das pessoas…

  • Citação:

“A base de emails é um dos ativos de marketing mais valiosos que uma empresa pode ter”. Como bem afirma Ricardo Palma…

  • Contar uma história:

O ano era 1994. A internet ainda engatinhava quando abri meu primeiro email. Eu, que costumava trocar dezenas de cartas com amigos e parentes que moravam em outros estados, quando recebi pela primeira vez uma mensagem, fiquei profundamente emocionada. Some-se a isso o fato de se tratar do email de uma amiga querida que estava em intercâmbio na Austrália. Hoje, receber emails é tão comum que…

  • Uma frase polêmica ou controversa:

O email não morreu. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa…

Desenvolvimento em tópicos

Quando falamos sobre ler na internet, muitas pessoas ainda relacionam esta leitura com a de um livro. Mas não é bem assim que funciona. Ao contrário do que acontece nos livros, se você escrever um bloco de texto longo e sem destaque na internet as pessoas provavelmente vão ignorar sua mensagem.

Isso porque, no mundo online, as pessoas consumam ser multitarefas. Ao mesmo tempo em que visitam seu site, conversam com os amigos em alguma rede social, respondem seus emails, procuram alguma informação em mecanismos de busca etc.

Por isso, é preciso criar mecanismos para que seus leitores consigam obter as informações facilmente, de modo a manter o interesse em seu conteúdo. Caso contrário, podem abandonar a sua página. E o que você pode fazer para tornar seu conteúdo mais escaneável?

  • Quebre o texto em parágrafos curtos;
  • Use subtítulos;
  • Use bullet points (como estes);
  • Use negrito, itálico, citações e outros estilos (mas cuidado para não poluir o texto);
  • Incorpore outras mídias (imagens, vídeos, áudios, tweets, posts no Facebook e Instagram).

Uma maneira simples de desenvolver tópicos é escrever posts em formatos de lista. É um tipo de post que costuma gerar bastante resultado. Para saber mais, leia nosso artigo Posts em forma de lista: 16 motivos para você usar este formato em seu blog.

Fechamento

Após produzir o conteúdo, é preciso terminá-lo. E não é porque você se empenhou até agora que pode escrever qualquer coisa no final do seu texto, deixando aquela sensação de que faltou alguma coisa, como aquele filme ou livro que não conta bem o final da história.

Por isso, conclua bem o seu conteúdo. Aqui na Resultados Digitais, é bem comum utilizarmos um capítulo de “conclusão” para fechar o texto, amarrar bem as ideias e sugerir ações a partir dos aprendizados do conteúdo. A ideia é recapitular o que foi dito e reforçar o objetivo principal do artigo.

Call-to-Action (CTA)

Depois do final do texto, muitas vezes é recomendado utilizar um CTA logo abaixo do post. Isso porque, ao terminar a leitura, é indicado levar o leitor a realizar alguma ação dentro do seu site para conduzi-lo pela jornada de compra.

Aqui no blog da RD, costumamos criar CTAs para que o leitor baixe algum material complementar à leitura. Mas não se esqueça de que você não deve forçar o leitor a fazer isso, apenas conduzi-lo. Se você ainda não tem um material complementar sobre o assunto, faça um CTA como comentário no blog, pedido para compartilhar nas mídias ou para assinar a newsletter.

No final do post, o CTA pode ser basicamente de duas formas: um trecho de texto convocando o leitor a realizar uma ação – como “se quiser saber mais sobre este tema, baixe agora nosso eBook sobre X” – ou um botão com esta mesma função. Você pode ainda utilizar os dois ao mesmo tempo.

Para aprender mais sobre CTAs, leia nossos eBooks O Guia Prático do Call-to-action e o eBook + 10 Templates de Call-to-action Customizáveis.

Bônus: mas antes de escrever…

…faça um outline!

Acima, falamos sobre os itens que compõem uma boa estrutura de post, que não só entregue o valor necessário como também torne a leitura mais dinâmica, facilitando a compreensão.

Mas antes disso, uma dica para ser mais produtivo na produção do conteúdo é criar um outline. Isto é, antes de começar a escrever o post, faça um esqueleto com os tópicos que o artigo irá conter.

Não pense no título e no resumo logo no início. Nem comece desenvolvendo o artigo sem antes ter feito um esboço dos tópicos. Assim como qualquer estratégia de Marketing Digital, o primeiro passo para escrever um post de qualidade é planejá-lo.

Em um primeiro momento, pode parecer retrabalho, mas pela experiência que temos na RD, essa técnica tem aumentado a produtividade dos colaboradores, gerado uma maior clareza de ideias no conteúdo e uma melhor organização do post.

Como fazer um outline em 6 passos

  1. Abra um documento em branco;
  2. Escreva qual é o objetivo do artigo, qual problema da persona ele vai resolver. Esse é o primeiro passo para uma boa introdução;
  3. Liste alguns tópicos que você vai falar nesse artigo.
  4. Dentro desses tópicos, jogue algumas ideias com base em pesquisas que você fez ou a própria experiência profissional. Não se preocupe com forma, a grande sacada aqui é tirar as ideias da cabeça para que você não se esqueça de nada importante depois.
  5. Revise o outline e veja o que faz sentido e o que está fora de contexto com a ideia do post.
  6. Escreva! Ter algo pré-fabricado para guiar você irá ajudar a combater o temível “branco”, a não repetir ideias em outros tópicos e não se esquecer de nada importante.

Quer um exemplo prático (template) de como estruturar um post de blog?

Entendeu a importância de planejar o seu artigo antes de começar a escrever e como a escrita para blogs possui algumas peculiaridades que devem ser levadas em consideração?

Bom, falamos muito na teoria, agora para ajudar você a por em prática todas as técnicas que compartilhamos nesse post, disponibilizamos gratuitamente o Template Como estruturar um post de blog.

No modelo, há um exemplo em branco (que você pode preencher com o conteúdo que quiser) e um exemplo comentando (com o outline que criamos para desenvolver este próprio post).

Acesse gratuitamente e comece agora mesmo a planejar seus posts para melhorar a qualidade dos seus conteúdos!

como escrever para blog - estrutura de post

Marcadores:

Deixe seu comentário