Blog de Marketing Digital de Resultados

Como o Google vê seu site: os riscos de usar Flash, Javascript e imagens em excesso

Já falamos algumas vezes aqui no blog que não costuma ser uma boa ideia usar Flash e Javascript em sites. Também não recomendamos imagens em excesso, principalmente se estiverem substituindo textos.

Isso porque nem sempre as ferramentas de busca (como o Google) conseguem interpretar perfeitamente o que está por trás desses itens, diferentemente dos textos simples. Dessa forma, a visão do Google pode ser bastante diferente da visão de um usuário comum.

Como continuamos vendo muitas empresas ignorando as boas práticas, nossa ideia de hoje é mostrar uma experiência aproximada de como o Google vê esse tipo de recurso.

Essa é uma das formas mais chocantes e eficientes de convencer alguém que o site precisa ser modificado.

Como o Google vê x Como o usuário vê:

Como já dissemos, imagens, Flash e Javascript fazem com que o usuário veja uma coisa e o Google veja outra.

Para exemplificar, mostramos duas páginas diferentes: um post nosso na Resultados Digitais (mais “limpo”) e a Home da Coca-Cola (carregada de imagens e javascript).

Como o usuário vê um post da Resultados Digitais:

Como o Google vê um post da Resultados Digitais:

Como o usuário vê a Home da Coca Cola:

Como o Google vê a Home da Coca Cola:


Perceba que no nosso caso, que privilegiamos o texto e usamos menos imagens e Javascript que a Coca, a visão do Google é muito mais parecida com a de um visitante.

Se alguém procura pelo tema do nosso post, o Google consegue perceber que temos um conteúdo mais completo, que serve como resposta ao que usuário pesquisou. Mesmo nas imagens que usamos, oferecemos um texto alternativo (o chamado alt text) para mostrar que há relação com o assunto.

Tudo isso aumenta muito a chance de nos posicionar bem para os termos relacionados ao tema do post.

Já em uma página como a Coca-Cola, parece não existir conteúdo. Todas aquelas imagens e funcionalidades não são lidas pelo Google, que vê quase um site em branco. Nesse caso, dificilmente o conteúdo seria interessante o suficiente para estar nas primeiras posições para palavras chave competitivas. E isso pode estar acontecendo com o seu site!

Por que a Coca Cola não usa as boas práticas

É possível que alguns leitores tenham pensado: “Se a Coca Cola que é uma gigante está fazendo assim, isso não deve ser tão importante”.

O problema é que escolhemos a Coca Cola exatamente porque é uma empresa que está pouco se importando para o Google.

A marca já é consolidada e tudo o que o site precisa é se posicionar bem para a busca “Coca Cola”, o que para eles é ridiculamente fácil. Não faz sentido, no status que a marca já alcançou e no mercado em que atua, a empresa se posicionar bem para outros termos do mercado de refrigerantes.

No entanto, são grandes as chances de que o mesmo não possa ser aplicado para sua empresa.

É muito provável que quando alguém procure por informações do seu mercado seja importante para sua empresa estar nas primeiras posições. Por isso não se dê ao luxo de abrir mão de um site rico em textos e conteúdo relevante.

Como ter essa mesma visão no seu site:

Ter essa visão aproximada de como o Google enxerga seu site é bastante simples: basta bloquear imagens, javascripts e Flash, que são as coisas que a ferramenta de busca não consegue ler.

Usando o Firefox

A forma mais simples que conhecemos de fazer isso é usando o navegador Mozilla Firefox. Será preciso instalar o plugin do Web Developer. Clique e faça o download no link abaixo:
https://addons.mozilla.org/pt-br/firefox/addon/web-developer/

Depois de instalar, feche e abra novamente o navegador para começar a utilizá-lo.


Na barra do plugin clique em “Desativar”, “Desativar Javascript” e “Todos Javascript”. Depois clique em “Imagens”, “Desativar Imagens” e “Todas as imagens”. Pronto, Javascript e Imagens desativados.

Para a grande maioria dos sites esses dois componentes já são suficientes, mas se seu site usa Flash, é preciso ir um pouco mais longe.

Nesse caso, instale também o Flash Block:
https://addons.mozilla.org/pt-br/firefox/addon/flashblock/

Essa visão não é perfeitamente igual à do Google, mas é uma simulação que faz bastante sentido em uma análise humana.

Marcadores:

Deixe seu comentário