Blog de Marketing Digital de Resultados

Como criar um post na plataforma de publicação do LinkedIn

Apesar de a plataforma ter passado por algumas atualizações recentemente, publicar um post no LinkedIn Pulse continua sendo muito fácil. Veja o passo a passo!

Um dos grandes trunfos do Marketing Digital é a possibilidade de trabalhar a comunicação em canais altamente segmentados, que permitem um relacionamento com uma audiência muito mais qualificada.

Um dos exemplos clássicos dessa comunicação direcionada, principalmente para o mercado B2B, é o LinkedIn, já que essa rede é focada em relacionamentos profissionais. Por isso, a rede é uma mídia extremamente importante para o segmento, seja na hora de buscar por profissionais, seja na hora de conversar com seu público-alvo e prospectar possíveis clientes.

Dentro do LinkedIn, há algumas ferramentas que são particularmente importantes para possibilitar esse relacionamento. Uma delas é a plataforma de publicação da rede – o LinkedIn Pulse, que está disponível para os usuários desde 2014. Ela é uma grande oportunidade para quem quer colocar seus conteúdos ao alcance do público presente no LinkedIn e deve ser considerada em uma estratégia de Marketing Digital.

Utilizando essa plataforma, é possível publicar no próprio LinkedIn conteúdos mais longos, que aparecerão para suas conexões e para quem segue você. Esses textos passam a fazer parte do seu perfil, o que pode fazer com que você se torne referência nos assuntos sobre os quais escreve.

Embora essa funcionalidade só seja possível para perfis de usuários na rede (e não para Company Pages) ela não deixa de ser interessante. Isso porque, segundo pesquisa realizada pelo LinkedIn, 75% de seus usuários leem ou interagem com conteúdo na plataforma pelo menos uma vez por semana. Além disso, a pesquisa mostra que, no LinkedIn, a tendência é que os usuários queiram saber mais sobre uma empresa e que passem a confiar nela quando os funcionários publicam conteúdo.

Apesar de a plataforma ter passado por algumas atualizações recentemente, publicar no LinkedIn Pulse continua sendo muito fácil. Veja o passo a passo abaixo:

1. Na página do seu feed de notícias, na caixa “Compartilhe um artigo, foto ou atualização”, clique no botão “Escreva um artigo”.

como publicar no linkedin pulse

2. Assim que clicar no botão, uma nova tela se abrirá: o editor de texto, muito similar a qualquer editor de blog.

Agora, mãos à obra: aproveite este espaço para escrever sobre um assunto que seja do seu domínio. Inclua links para outros conteúdos interessantes e pertinentes, escolha um título atrativo, acrescente imagens para ilustrar seu conteúdo e não se esqueça de incluir as referências quando citar conteúdos de outros autores.

como publicar no linkedin pulse

3. Quando o texto estiver pronto, basta publicá-lo, clicando no botão “Publicar”, no canto direito superior da tela.

linkedin pulse

Mesmo depois que o texto estiver publicado, é possível editá-lo. Para isso, basta entrar na publicação e clicar no botão “Editar artigo”.

Assim que você alterar o texto, basta publicá-lo novamente e ele estará atualizado e acessível no seu perfil.

como publicar no linkedin pulse

4. Para aumentar o alcance do seu post, compartilhe-o com seus contatos em outras redes sociais, como Facebook e Twitter, e envie-o por email para os contatos que possam se interessar pelo assunto.

como publicar no linkedin pulse

5. Depois da publicação, sugerimos que você volte constantemente ao seu post para conferir as estatísticas.

É possível analisar quantas pessoas curtiram, compartilharam e comentaram. Se houver comentários, não se esqueça de respondê-los para criar um diálogo com o público que segue você e tem interesse pelos temas que você aborda.

linkedin pulse

É sempre importante avaliar continuamente as interações com seu conteúdo no LinkedIn Pulse para observar se ele trouxe resultados, se esses resultados estão de acordo com suas metas e analisar se faz sentido continuar com essa estratégia.

Lembre-se sempre de que esse é um canal para ampliar o alcance dos seus conteúdos. Ou seja, muitas pessoas que não acompanham seus conteúdos em outros canais serão alcançados no LinkedIn Pulse.

Contudo, o contrário também é válido: a plataforma de publicação do LinkedIn é um “espaço alugado”, então é importante que você também invista no blog da sua empresa para garantir a sua autoridade nos assuntos relacionados ao seu negócio.

As redes sociais mudam com muita frequência e criam funcionalidades que possam gerar lucro para elas mesmas no futuro. Um exemplo é o EdgeRank do Facebook, que limita o quanto seus posts aparecem para seus contatos ou para pessoas que curtiram sua página.

Por isso, não confie 100% da sua estratégia a canais que não são seus. Invista em criar seu próprio ativo ao longo do tempo, aproveitando as mídias sociais para aumentar o alcance dos seus conteúdos.

LinkedIn Pulse vs. Blog

De forma geral, no entanto, publicar no LinkedIn Pulse pode acabar sendo um dilema. Isso porque o conteúdo acaba ficando limitado à plataforma e não permite que você tenha controle sobre diversos outros elementos (o design e os links da página, por exemplo), como é o caso do seu próprio blog.

Para isso, há algumas soluções. A primeira solução que algumas pessoas encontraram foi publicar apenas um resumo ou introdução ao tema e, então, um link levando ao blog de fato.

Outra alternativa é publicar o post no blog da empresa e esperar algum tempo (pode ser cerca de uma semana) antes de publicá-lo no LinkedIn Pulse. Em um primeiro momento, pode parecer que essa tática irá gerar problemas de conteúdo duplicado, o que traria penalidade no Google. Contudo, algumas pesquisas mostraram que isso não acontece se feito corretamente, pois publicando antes no seu site os buscadores reconhecem que ele é o “dono” daquele conteúdo, não o penalizando pela duplicidade.

Uma terceira opção é escrever um post semelhante ao que foi publicado no blog, porém com uma abordagem um pouco diferente. Por exemplo, se o seu post no blog é “10 formas de produzir conteúdo eficiente”, o post no LinkedIn pode ser “10 razões pelas quais seu conteúdo não é eficiente”.


Qualquer que seja a alternativa que você escolher, aproveite para incluir na publicação links para outros conteúdos do seu blog ou site. Comece a medir o número de visitantes que vem desse canal para saber se vale a pena investir no canal.

Por último, não esqueça: o LinkedIn Pulse é um canal de conteúdo, não de publicidade. Por isso, mensagens muito comerciais podem gerar uma imagem negativa para o seu público. Vale, então, ficar atento a isso e só publicar no LinkedIn conteúdos que gerem valor para sua audiência.

E você, utiliza a plataforma de publicação do LinkedIn? Quais insights já teve utilizando essa ferramenta? Para aprender mais sobre essa e outras possibilidades de utilizar o LinkedIn em suas estratégias de Marketing Digital, baixe nosso eBook Introdução ao Marketing no LinkedIn!

Marcadores:

Deixe seu comentário