Blog de Marketing Digital de Resultados

Como saber se a sua campanha de AdWords está dando certo?

Sua campanha de AdWords está criada, você fez um bom investimento e agora espera ter um retorno positivo. Mas como ter certeza que suas ações estão dando certo? Como e onde identificar os pontos que precisam ser ajustados e manter o que está ok? Para isso é preciso estabelecer e acompanhar, além de outros fatores estratégicos,  a Taxa de Conversão.

Ela é uma das métricas de sucesso mais estratégicas de uma campanha para geração de Leads. Ter esse dado na interface do Adwords é essencial para saber se a meta está sendo alcançada. Além disso, é possível saber qual anúncio ou palavra está trazendo mais Leads.

O que dita se a campanha está funcionando

Duas grandes medidas são essenciais para avaliar sua campanha:

Ticket Médio

É o valor médio que cada cliente gasta em uma compra (tanto em produtos quanto em serviços). Esse valor é determinado pela média entre o montante de vendas e o número de clientes que geraram esse volume de compras.

Custo de Aquisição de Cliente (CAC)

O CAC é o quanto você gasta com ações de marketing para fechar uma compra. Nesse custo entram valores como campanhas em geral, criação de materiais, e todos os demais custos. Em nosso caso, temos o foco na campanha de Goolge AdWords.

Você pode chegar nesse número ao dividir seus investimentos pelo número de clientes oriundos da sua campanha.

No geral é preciso olhar para o ticket médio e, buscando uma margem, estabelecer um valor limite para o CAC, dessa forma você irá definir se a sua campanha está boa (abaixo do custo) ou não (acima do custo). Isso é o grande grande critério para determinar se uma campanha está funcionando ou não.

Só que isso é muito fácil de medir quando o ciclo de venda é curto, como no ecommerce, em que as vendas acontecem na hora. Há alguns tipos de vendas que podem levar meses, como a aquisição de um imóvel ou um ERP. Nesses casos não é possível medir a curto prazo a taxa de conversão em vendas e checar se o CAC é ideal. Por isso, o mais viável é trabalhar com geração de Leads e usar seu histórico para determinar a taxa de conversão de Leads em clientes. Assim sabemos quantos Leads são necessários e qual o teto no custo por Lead.

Deixando bem claro: não existe nenhuma métrica que indique melhor se a campanha funciona ou não do que o custo de aquisição comparado com o ticket médio.

Como avaliar o desempenho da campanha para encontrar oportunidades de melhoria

Os números de CAC e ticket médio vão ditar se a campanha é lucrativa ou não. O passo seguinte é entender onde está o potencial de melhoria.

Avaliar algumas boas práticas e garantir que eles já estejam sendo seguidas é o primeiro passo, ainda antes de olhar para números.

1 – Boas práticas

Dicas de anúncios para Rede de Pesquisa

  • Crie muitos grupos de palavras-chave, para que as palavras de um grupo sejam muito semelhantes;
  • Insira no título a mesma palavra-chave da busca;
  • Crie um título que reflita o que o usuário está pesquisando;
  • Nas linhas de descrição, destaque argumentos que levem ao clique;
  • Na URL exibida, use domínio da empresa mais a sua oferta;
  • Crie diversas variações de anúncios e faça testes.

Temos algumas dicas valiosas para seus anúncios aqui.

Dicas para anúncios para rede de display

Alguns detalhes são importantes na criação com layout gráfico

  • Precisa ocupar todo o espaço equivalente ao tamanho da imagem;
  • Não pode ser de forma invertida;
  • A imagem do anúncio precisa ser clara, reconhecível e com textos legíveis;
  • Não pode se expandir para além do frame ou invadir o website de alguma forma;
  • Fundos com efeitos em movimento ou piscando não são permitidos;
  • Não faça imitações de conteúdo de sites, artigos de notícias ou anúncios de texto;
  • Não crie anúncios que imitem o layout ou o conteúdo de editores nem notícias e recursos;
  • Não faça capturas de tela de anúncios de texto do Google AdWords;

Você pode ainda ter mais informações sobre erros comuns em anúncios nesse link.

No AdWords há tipos de anúncio para cada característica de negócio, você pode ter mais informações sobre o assunto no nosso post sobre Extensões de Anúncios.

Outras dicas adicionais

Com a campanha pronta e rodando, fique atento a outros detalhes

  • Mensure a influência a taxa de conversão;
  • Identifique problemas/oportunidades de melhoras;
  • Restrinja melhor o tráfego por meio de ajustes nas palavras negativas e anúncios excludentes;
  • Veja quais as possibilidades de otimizar a sua Landing Page.

2 – Índice de qualidade

É o índice de avaliação feita pelo Google. A qualificação é feita por uma nota de 1 a 10, que determina se o anúncio é relevantes para o usuário interessado em sua busca.  A partir do Índice de Qualidade o Google determina o preço por clique e a posição do anúncio, por isso é algo com muito potencial de impacto.

A ideia é que o número seja sempre o mais próximo possível de 10. Por isso, veja cada ponto levado em consideração a seguir e identifique como cada um desses casos pode ser alterado para melhores resultados:

CTR (Click through Rate)
Indica o número de cliques dividido pelo número de vezes que o anúncio foi exibido. É o fator de maior peso no índice e tem como objetivo identificar quanto o seu anúncio está sendo relevante para os usuários. Testes e bons textos no anúncio vão gerar resultados interessantes.

Relevância
O Google procura entender quanto as palavras-chave, o texto do seu anúncio e o conteúdo da sua página de destino são realmente relevantes e se relacionam bem entre si e com a pesquisa realizada. O ideal é que as mesmas palavras-chave estejam nesse tripé (são o que o usuário buscou, o que você escreveu no anúncio e o que está na página de destino).

Página de Destino
O Google considera também a experiência dos internautas quando direcionados à página de destino ou Landing Page. Nesse contexto três aspectos são considerados: conteúdo relevante e original, transparência (confiabilidade) e navegabilidade (incluindo velocidade de carregamento).

Para saber mais acesse o nosso link sobre Índice de Qualidade.

3 – Taxa de conversão em Leads

Muitas vezes o caminho mais fácil para chegar a um bom Custo de Aquisição por Cliente é otimizar a Landing Page. Se antes a taxa de conversão era 10% e você conseguiu chegar a 20%, na prática o seu CAC foi reduzido pela metade. Além do alinhamento da proposta da página com o anúncio tenha em mente ainda alguns fatores como:

Qualidade da Landing Page

Para buscar sempre o melhor resultado pense nessa página de uma forma incisiva. Quando o usuário entra na página ele precisa realizar a ação pedida, ou irá embora e todos seus esforços nessa ação serão em vão.

Temos um post que fala sobre o tema aqui.

Ajustes na oferta

Ter um produto atrativo é essencial para sua conversão. Pergunte-se se o que você oferece tem um bom preço ou se o resultado da busca do seu usuário vai de acordo com as keywords que você inseriu em seu anúncio.

Para ativos gratuitos, como um eBook, por exemplo, veja se o conteúdo é completo e atrativo, se a proposta transmite credibilidade ou se é um grande diferencial no mercado. Tudo isso também colabora no seu custo de aquisição e nas taxas de conversão.

4 – Taxa de conversão de Leads em clientes

Leads são muito mais que simples emails, são verdadeiras oportunidades de negócios, e como tais precisam estar sendo acompanhados passo a passo. Tenha o foco em manter o seu funil otimizado, isso faz com que sejam necessários menos Leads para fechar vendas e aumentar a sua taxa de conversão, além de também poder diminuir o seu Custo de Aquisição por Cliente.

Leia mais sobre o assunto em nosso post “Como transformar Leads em clientes”.

Conclusão

O comportamento e resultados da sua campanha precisam estar alinhados aos objetivos gerais do seu marketing digital. Fique atento ao números apresentados tanto no AdWords quando no comportamento de navegação através do seu Google Analytics.

Tendo esses dados em mãos acompanhe pelo menos semanalmente e, se possível, faça testes sempre na busca da otimização. Com certeza essas mensurações levarão você ao caminho certo de ajustes, aprimoramentos e ao sucesso de suas campanhas.

Marcadores:

Deixe seu comentário