Blog de Marketing Digital de Resultados

Como usar o Microlearning para captar novos alunos para sua IE

Veja como as pílulas de conhecimento podem ser estruturadas em estratégias de atração e nutrição dos Leads de Instituições de Ensino.

Barsa, Oxford e Larousse são nomes bem conhecidos por quem fazia pesquisas antes de conhecer os buscadores na internet e tinha mais familiaridade com enciclopédias do que com o que viriam a se tornar os celulares. E isso há menos de duas décadas, um período curto comparado às grandes mudanças que marcaram a humanidade.

Entretanto, esse período que marca grandes tranformações está cada vez menor, assim como o tempo de que as pessoas dispõem para dedicar à busca de informações. Isso não significa que o interesse por aprender tenha diminuído, pelo contrário. Mas, com o acesso mais fácil a uma quantidade enorme de assuntos, o filtro das pessoas precisa ser mais direto, e quanto mais objetiva, direcionada e relevante for uma informação, mais chances de ser absorvida e aplicada ela terá.

E esse novo formato de apreender informações não tem reflexos apenas em assuntos do cotidiano, ele reflete também nos conhecimentos passados pelas Instituições de Ensino. Seja qual for o perfil das instituições – Educação Básica, Superior, EAD ou Cursos Livres – o público delas aprende de uma forma diferente, e essa mesma maneira de aprender pode ser usada para atrair os futuros alunos às instituições.

Entre tantas possibilidades, o microlearning ganha destaque pela já extensa aplicação em educação corporativa. Entretanto, a estrutura de microlearning é uma tendência de formato de conteúdo que pode ser aplicada por diferentes perfis de instituições e não apenas em ambientes educacionais, mas também em estratégias de Inbound Marketing.

Quer saber tudo sobre como utilizar o Microlearning para atrair novos alunos?

Baixe aqui o Guia Completo do Microlearning para sua Instituição de Ensino!

O que é o Microlearning afinal?

O microlearning é uma forma de oferecer aprendizagem sobre um determinado assunto em doses menores – as pílulas de conhecimento – planejadas e estruturadas para serem de fácil e rápida assimilação.

As atividades educacionais que se baseiam em microlearning se caracterizam justamente por exigirem menos tempo dedicado à sua execução, por manterem uma estrutura de unidades especificadas para cada assunto ou objetivo, sem perder a qualidade ou complexidade no todo, mantendo sempre o foco nas necessidades do aluno.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, não se trata de uma oferta com menos conteúdo, mas sim de conteúdos mais concentrados e diretos, que levam em consideração o dia a dia e a realidade de quem irá recebê-los.

Dessa forma, considerando a capacidade de personalização do ensino com o uso do microlearning, essa é uma estratégia que pode ser adotada tanto para a captação de novos alunos, usando a metodologia do Inbound Marketing, quanto para estratégias com alunos já pertencentes a diferentes tipos de Instituições de Ensino. Neste post, vamos focar em dicas de como usar o microlearning na captação de novos alunos.

Por que usar o microlearning em estratégias de captação e nutrição de alunos?

Muitas Instituições de Ensino ainda estão a trabalhar apenas com o marketing mais tradicional – (o outbound marketing), que utiliza recursos como anúncios em outdoors, panfletos e também com o boca-a-boca. Essas estratégias funcionam, mas não são mais a única opção. O marketing mudou muito ao longo dos anos, e assim como tem se tornado cada vez maior a interação no meio digital na realidade educacional, no marketing também.

O Marketing Digital é uma nova possibilidade na atração de alunos, principalmente quando se trabalha com a metodologia de Inbound Marketing. E dentro dessa metodologia temos o uso de conteúdos para atrair, educar e se relacionar com um Lead, levando em consideração a persona da Instituição de Ensino.

A produção e a disponibilização de conteúdos pertinentes em cada momento da jornada de compra de um aluno auxiliam desde a atração desse aluno para o site da sua instituição até o fechamento de uma matrícula ou a compra de um curso. Um possível aluno que chegar até você, conhecendo ou não o que sua IE pode oferecer a ele, terá contato com inúmeras informações.

Quando essas informações estão em materiais e formatos adequados e planejados para guiar esse Lead às respostas que ele quer, as chances de que ele se interesse mais por sua instituição são ainda maiores.

Essa disponibilização de conteúdo ajuda a instituição a mostrar para o mercado seu valor e domínio em assuntos específicos da área, como metodologias, tendências educacionais, formação de professores, preparo de alunos para atuação no mercado etc. Além disso, também prova para os futuros alunos ou decisores sua capacidade técnica de suprir suas necessidades relacionadas à educação.

Com essa comprovação da eficiência da Instituição de Ensino perante seu público-alvo, o avanço dos Leads vai permitir a abordagem não invasiva do Inbound Marketing porque, assim como nas salas de aula, o intuito dos conteúdos é educar alguém até que ele esteja pronto para ser avaliado e passar de fase.

Com as vantagens e importância da disponibilização do conteúdo, é preciso sempre retomar a persona de sua instituição e quais suas necessidades e dificuldades, mas não levando em consideração apenas quais são suas dores a serem resolvidas diretamente pela IE. Entenda o contexto social e o cotidiano de quem você quer atrair.

Voltando à busca por informação mais rápida e fácil de ser consumida e apreendida, em um ambiente de aprendizagem os alunos querem aprender de forma mais direcionada, personalizada. E não é apenas o querer, a aplicação cada vez mais constante de métodos personalizados de ensino está embasada nos resultados positivos que eles trazem.

Essa necessidade deve ser considerada também na hora de atrair os alunos e decisores para sua instituição. Como forma de oferta de conhecimento de maneira mais compacta, sem perder qualidade, o microlearning e as cápsulas de conhecimento podem ajudar a educar um Lead de sua instituição levando em consideração o tempo e os meios que ele usa.

Hoje, as informações são mais acessadas em smartphones e tablets, e essa tendência já está nas salas de aula. Dessa forma, facilitar o acesso de seus futuros alunos a conteúdos que o aproximem de sua instituição, além de ser uma boa estratégia, vai demonstrar a preocupação de sua IE com o avanço do conhecimento de um possível aluno antes mesmo de esse fazer parte de sua instituição.

O microlearning e as cápsulas de conhecimento que o compõem, se bem desenhados e produzidos levando em consideração a otimização do tempo do público-alvo de sua instituição e as informações principais e fundamentais que sua IE precisa passar a um futuro aluno ou decisor, podem trazer resultados mais rápidos no avanço até uma matrícula.

Outra vantagem é que as pílulas de conhecimento podem ser desenvolvidas em menos tempo e, ao serem unidas em diferentes formatos, podem ser aproveitadas para outro tipo de oferta de conteúdo.

Confira algumas ideias de como usar o microlearning para a atração e relacionamento com o público-alvo da IE.

Microlearning para Faculdade com curso de pós-graduação

  • Persona: Profissional em busca de especialização na área de gestão
  • Objetivo: Apresentar o curso de Especialização em Gestão avançada de Equipes
  • Aplicação do microlearning: Selecione as disciplinas de destaque do curso e grave vídeos de 1 a 2 minutos, individualmente, com os professores dessas matérias explicando os conteúdos que serão abordados e sua importância para aplicação no ambiente de trabalho. A explicação dos professores pode ser a narração de fundo de uma apresentação com ilustrações ou slides mesmo, que sejam atraentes e mostrem dados relevantes.
  • Etapa da Jornada de Compra: Consideração da solução

Microlearning para Escola de Educação Infantil

  • Persona: Mãe já no meio da licença maternidade
  • Objetivo: Mostrar os cuidados com um bebê que uma escola deve ter
  • Aplicação do microlearning: Grave 5 podcasts de no máximo 3 minutos, com 1 dica cada, de cuidados que devem ser levados em consideração na escolha de uma escola para deixar um bebê quando a mãe volta ao trabalho, como infraestrutura, preparo dos funcionários, clima, horário e comunicação com os pais. Disponibilize para que a mãe ouça 1 a cada 2 dias.
  • Etapa da Jornada de Compra: Aprendizado e descoberta

Microlearning para Curso pré-vestibular

  • Persona: Aluno concluinte do Ensino Médio
  • Objetivo: Orientar sobre estudos para vestibular
  • Aplicação do microlearning: Separe os 10 maiores erros ou problemas na hora de estudar que levam candidatos a não passarem no vestibular e transforme-os em infográficos individuais, com o problema/erro, o que leva a ele e o que fazer para evitar. Envie 1 por dia para o candidato ao longo de 2 semanas.
  • Etapa da Jornada de Compra: Reconhecimento do problema

Microlearning para Treinamentos corporativos online

  • Persona: Gerente de Recursos Humanos
  • Objetivo: Apresentar qualidade do conteúdo de treinamentos institucionais
  • Aplicação do microlearning: Adapte um módulo do curso que será ofertado para 3 vídeos de 5 minutos cada, focando nos pontos principais que deseja passar à persona. Disponibilize em um ambiente para que o Lead possa acessá-los em momentos diferentes ou em sequência.
  • Etapa da Jornada de Compra: Avaliação e compra

Concluindo

Alguns conteúdos precisam de uma abordagem mais extensa e maior tempo de dedicação para serem absorvidos. Entretanto, investir em microlearning para otimizar a aprendizagem de determinados temas é uma ótima opção para as estratégias de Inbound Marketing das Instituições de Ensino.

Para você saber mais sobre como aplicar o microlearning tanto em estratégias de captação como na aprendizagem dos alunos que já fazem parte de sua instituição, confira o eBook Guia completo do Microlearning para Instituiçães de Ensino e aproveite outras dicas para implantar em sua IE.

Marcadores:

Deixe seu comentário