Blog de Marketing Digital de Resultados

7 especialistas dão dicas de ouro para você encontrar as melhores palavras-chave para seu negócio

Confira o que especialistas da área têm a dizer sobre as últimas tendências e utilização de palavras-chave para você aplicar agora mesmo na estratégia de SEO de seu site.

Um dos maiores objetivos de empreendedores online é trazer mais tráfego e mais conversões para o site dele. Para alcançar esse objetivo é preciso levar em conta múltiplos fatores – backlinks, mídias sociais, SEO. Mas o fator chave de sucesso ainda é a palavra-chave.

Palavras-chaves diretamente influenciam o seu ranqueamento no Google, ou seja, quanto mais você acertar nas palavras-chave, mais chances terá de obter um bom posicionamento no Google e, consequentemente, atrairá mais conversões para o site.

Para escolher as palavras-chave corretas é preciso ficar sempre por dentro das ultimas tendências e alterações no mundo de utilização e pesquisa de palavras-chave.

E para te ajudar a ficar atualizado, conversamos com 7 especialistas da área e pedimos a opinião e dicas de ouro deles sobre as últimas tendências e utilização de palavras-chave.

Rafael Rez

Rafael RezEvangelista de Marketing de Conteúdo na Nova Escola de Marketing

http://novaescolademarketing.com.br

O método que mais temos usado é baseado em perguntas e totalmente integrado com a filosofia de Inbound Marketing.

Ao pesquisar uma palavra-chave, pensamos:

  • 1. Em qual fase do funil de vendas a palavra está (topo do funil, meio do funil, fundo do funil)?
  • 2. Quais intenções de busca ela representa e qual o melhor conteúdo que podemos fazer para atender a expectativa de quem está fazendo esta busca?
  • 3. Quais outros sites rankeiam para esta palavra-chave e quais abordagens eles fazem para ela? Podemos fazer melhor do que eles?
  • 4. Qual a oportunidade que existe para esta palavra-chave? Ela é competitiva? Ela gera potenciais conversões?
  • 5. Qual o potencial de geração de Leads ou de geração de vendas desta palavra-chave?

Depois de planejar cada palavra conforme as perguntas acima, usamos a ferramenta de análise de concorrentes da SEMrush para verificar quais outras palavra-chave similares existem nos sites concorrentes que também atendem aos requisitos, e então planejamos os conteúdos para cada busca específica.

Will Trannin

willDiretor Executivo da SEOMaster

http://seomaster.com.br

A tendência que percebemos é o entendimento semântico cada vez maior das palavras-chave pelos mecanismos de busca, em especial o Google.

Atualmente os resultados das SERPs por palavras semelhantes ou sinônimos diferem pouquíssimo e as ferramentas de pesquisa de palavras já estão contemplando essa mudança.

Um exemplo é o próprio Google Keyword Planner, que apresenta as palavras no singular e plural com o mesmo volume de buscas.

volume de busca google keyword planner

Por causa da questão semântica, uma técnica que não funciona mais é trabalhar uma palavra-chave específica para uma única página. Hoje em dia é necessário trabalhar, principalmente no conteúdo, tópicos com diversas palavras-chave por página para conseguirmos os melhores resultados.

Além disso, analisar qual o tipo de SERP o Google apresenta para as palavras-chave é essencial para fazer uma otimização alinhada às expectativas dos usuários.

Uma ótima técnica é analisar o mercado concorrente utilizando ferramentas como SEMrush ou SimilarWeb para extrair todas as palavras-chave dos concorrentes. A partir dessa lista de palavras é preciso separá-las em grupos semânticos para analisar quais oportunidades de criação e/ou otimização de páginas o seu site pode tirar proveito.

Vitor Peçanha

Vitor Peçanha

Co-fundador da Rock Content

http://rockcontent.com

Fazer pesquisa de palavras-chave hoje em dia envolve cada vez mais ter um bom entendimento de marketing e comportamento de usuário do que antes.

Possuir uma capacidade analítica e de interpretação de dados e informações se tornou essencial, uma vez que o Google não é mais facilmente “enganado” por táticas baseadas somente em números e estatísticas. É necessário entender as intenções do público.

Obviamente, isso não quer dizer que devemos parar de usar os dados providos pelas ferramentas disponíveis, muito pelo contrário. Hoje devemos pegar esses dados e conseguir extrapolá-los para que gerem ideias realmente úteis para a audiência e, por consequência, tragam tráfico.

A maneira como faço pesquisa de palavras-chave se baseia primariamente em criar uma lista de ideias de palavras que são do interesse do meu público e estão alinhadas com meus objetivos.

Para isso, a sugestão é utilizar sempre mais de uma ferramenta e cruzar os dados para se ter mais opções de palavras-chave e dados melhores.

Levantar ideias de palavras-chave com o suggest do Google e Keywordtool.io, para depois avaliá-las (e ter mais ideias) no SEMRush e AdWords é uma estratégia que faço com frequência. Depois disso, elenco as sugestões tendo como base números como o volume de pesquisa, por exemplo.

O próximo passo é saber em que estágio do meu funil de marketing cada termo se encaixa. Essa tarefa, apesar de relativamente fácil, é muito importante. É essencial entender qual a intenção do público ao fazer uma busca, pois só assim é possível responder às dúvidas que ele tem.

Dividir claramente as buscas com intenção de compra (por exemplo, “preço Nike Shox”) das buscas de aprendizado (“Como correr uma maratona”) entre topo, meio e fundo de funil irá ajudar na hora de decidir o que escrever. Todo conteúdo deve ser alinhado a uma estratégia de marketing de conteúdo.

Igor Bernardo

Igor Bernardo

Organic Growth Hacker na Resultados Digitais

http://resultadosdigitais.com.br

Com o “boom” do Marketing de Conteúdo em 2013, a cada dia que passa as páginas de resultados do Google estão ficando mais concorridas e sem dúvida isso precisa ser levado em consideração na hora de realizar sua pesquisa de palavra-chave.

Nunca menospreze o potencial de uma long tail. Mais do que nunca, hoje as keywords long tails têm um papel importantíssimo na aquisição de Leads mais avançados no processo de compra. Se isso já não bastasse, em muitos dos casos as long tails são uma excelente alternativa para aqueles sites menores que desejam entrar em determinado nicho.

Na utilização das keywords nas suas estratégias de SEO, lembre-se sempre de que o algoritmo do Google está sempre em constante evolução, e uma das mais fortes vertentes dessa evolução está relacionada à humanização de suas análises. Sendo assim, muitas das utilizações artificiais das keywords estão deixando de funcionar.

Aquela velha tática de repetir a mesma palavra-chave no texto de forma totalmente exagerada e nada natural já não funciona mais como antes e a boa experiência do usuário com o conteúdo escrito está cada vez valendo mais para o Google.

Saber por qual keyword começar, qual palavra-chave priorizar na estratégia e outras ciências que influenciam diretamente na forma que você vai prosseguir com sua estratégia é, sem dúvida, ainda mais importante para um trabalho de real valor em SEO. A partir dessa percepção eu passei a avaliar e analisar as minhas keywords com outros olhos, levando em consideração 4 grandezas diferentes que para mim têm dado muito certo:

  • Volume de busca;
  • Dificuldade de Rankeamento;
  • Etapa do funil que a palavra-chave representa (muito relacionado ao conceito de long tail);
  • Posicionamento que o seu site está para a palavra-chave.

Através da avaliação da keyword nessas 4 dimensões, levando previamente em consideração o meu direcionamento/objetivo em SEO, eu costumo fazer minha pesquisa de palavra-chave e traçar minhas estratégias.

Uma dica de ouro? Faça sua pesquisa de palavra-chave com o maior capricho, apreço e dedicação possível! Tudo e todas suas estratégias de SEO serão baseadas nela, não se esqueça.

Sara Zimmermann

sara zimmermannConsultora e Professora nas áreas de Planejamento Estratégico e Marketing Digital Zimmermann PRO

http://zipro.com.br

Para definir as palavras-chave do seu projeto, você precisa entender o seu público. Entender em qual estágio da procura dele por um problema ou solução ele estará mais inclinado a aceitar a sua oferta. Entender as suas dores, necessidades, caminhos de busca, entre outras informações, para aí sim partir para o planejamento.

Para ter acesso a todas essas informações, trabalho com informações sobre o público-alvo, se elas estiverem disponíveis de alguma forma, e capricho em boas ferramentas. Para aqueles que me conhecem, não economizo elogios: sou fã da SEMrush. Também do Keyword Planner, Auto Complete, Trends e AdWords do Google, além de outras ferramentas de monitoramento de concorrência e redes sociais.

Mas, para mim, o mais importante vem a seguir: o que eu vou fazer com todas essas informações? Vou jogar o meu projeto no oceano vermelho das 10 palavras-chave mais buscadas relacionadas ao meu projeto? Não! Vou explorar essas ferramentas para encontrar termos de busca mais interessantes, em nichos específicos, que atendam a toda ou parte da necessidade do público-alvo do projeto, e desta forma alcançar conversões ainda mais interessantes para o projeto.

A fórmula mágica? Boas ferramentas + entender o público-alvo + foco em conversões.

Daniel Imamura

daniel-imamuraDiretor de Operações e Co-Fundador da Consultoria Digital

http://consultoriadigital.com.br/

Para criar uma boa lista de palavras-chave existem alguns passos que vejo como cruciais e que muitos analistas por diversas vezes acabam negligenciando. A primeira delas é dar uma boa analisada no Google Search Console. Nesta ferramenta temos informações riquíssimas sobre as palavras-chave com as quais nosso site vem aparecendo nos resultados de busca.

Outro ponto importante é fazer um comparativo com seus concorrentes. Para isso a SEMrush é muito eficiente, pois com o relatório domínio x domínio nós podemos analisar rapidamente as palavras-chave que os sites estão disputando.

Vale lembrar também que não basta verificar apenas o volume de buscas que uma palavra-chave possui. É necessário saber exatamente qual a conversão que este termo traz para seu negócio. Uma dica para testar isso rapidamente é criar uma campanha no AdWords e avaliar os resultados que determinada página gera. Obtendo um resultado positivo, você terá maiores indícios para investir em suas estratégias de SEO.

Raphael Lassance

raphael-lassance-perfilEmpreendedor, palestrante e professor de ecommerce, Marketing Digital e Growth Hacking

http://raphaellassance.com.br

Quando vou preparar qualquer tipo de material de alta qualidade, seja um artigo, um estudo ou um infográfico, a primeira coisa que faço é pesquisar por palavras-chave relevantes para o meu público-alvo. O que eles querem ver? O que irá gerar valor real? Esse é sempre meu ponto de partida, e fazendo desta maneira aumento as chances de produzir algo que realmente gere interesse, engajamento e propague de forma eficiente e orgânica

Para obter novas ideias, estudar a tendência e o alcance das palavras-chave que vou usar na produção de conteúdo, utilizo algumas ferramentas extremamente úteis como:

  • BuzzSumo – Para descobrir os assuntos relacionados às palavras-chave que estão gerando mais engajamento;
  • Google Trends – Para analisar a tendência de procura de uma ou mais palavras-chave;
  • Google Keyword Planner – Para descobrir o volume de pesquisas mensais das palavras chave;
  • Ubersuggest – Para obter novas ideias de palavras-chave;
  • SEMrush – Para monitorar o posicionamento, analisar o volume de buscas e obter ideias de palavras-chave.

Estas 5 ferramentas devem fazer parte do cinto de utilidades de todos que trabalham com Marketing Digital e produção de conteúdo.

Sabe de algumas outras tendências do mundo de palavras-chave? Ficaremos felizes de ouvir sua opinião nos comentários!

Esse post foi escrito por Maria Chizhikova, analista de comunicações da SEMrush.

Marcadores:

Deixe seu comentário