Blog de Marketing Digital de Resultados

Domínio, subdomínio, subdiretório e domínio estacionado: o que são e quando usar cada um

Nesse artigo vamos falar sobre esses termos que podem aparecer e também apresentar o que é melhor para sua estratégia em marketing: usar um subdomínio ou um subdiretório?

Quando começamos a investir em Marketing de Conteúdo, um dos primeiros passos é criar um blog. Nesse momento, muitos podem ter a seguinte dúvida: usar um subdomínio ou um subdiretório?

Antes disso, podem surgir dúvidas sobre o que é um subdomínio ou um subdiretório e outros termos que aparecem na hora de criar um site.

Para te ajudar, nesse artigo vamos falar sobre esses termos que podem aparecer e apresentar qual a melhor alternativa, subdomínio ou subdiretório, dependendo do seu objetivo.

Explicando alguns termos: domínio, subdomínio, subdiretório e domínio estacionado

Domínio

Domínio é o nome de identificação de um site na internet, por exemplo, resultadosdigitais.com.br. Ele é formado pelo nome e pela extensão: resultadosdigitais é o nome do domínio e o .com.br é a extensão.

Um domínio é único e para ser usado é necessário registrá-lo. Você pode registrar um domínio em algum site conveniado aos órgãos responsáveis pelas extensões que se pretende registrar, o que na maioria das vezes é um serviço pago. Um dos mais comuns é o registro.br, responsável pela extensão .com.br.

Outras extensões podem ter o registro privado. É o caso de organizações não governamentais que usam o org.br , por exemplo.

Domínio Estacionado

Domínio estacionado é um domínio direcionado para seu site, funciona como um reflexo do domínio principal.

De forma prática você pode ter dois domínios: resultadosdigitiais.com.br e resultadosdigitais.com. Quando alguém acessar resultadosdigitais.com, que é o domínio estacionado, é direcionado para o resultadosdigitais.com.br que é o domínio principal.

Subdomínio

Subdomínio é um endereço que faz parte do domínio, ou seja, é uma ramificação do domínio. Geralmente é possível criar quantos subdomínios quiser a partir de um domínio.

O subdomínio usa o domínio principal e se diferencia pela adição de um outro nome, além do nome do domínio. Por exemplo: agenciasderesultados.resultadosdigitais.com.br.

Como vantagens, através do subdomínio é possível ter sites relacionados, bem como o corte de custos e a indexação diferente do domínio principal.

Subdiretório

Subdiretório é um diretório ou pasta criado a partir do site principal. Por exemplo: resultadosdigitais.com.br/blog.

É possível agrupar vários subdiretórios, como as pastas de arquivos do seu computador. Ele também pode apresentar vários níveis como resultadosdigitais.com.br/relacionar/email-marketing/.

Afinal, é melhor usar subdomínio ou subdiretório?

Agora que você já conheceu alguns dos termos relacionados, ainda fica a dúvida: é melhor criar um subdomínio ou um subdiretório para meu blog?

Tudo vai depender do seu objetivo.

Melhorar o posicionamento nas ferramentas de busca

Se o foco é melhorar os resultados com busca orgânica, um subdomínio pode não ser a melhor opção, pois o Google considera o subdomínio como um domínio diferente e não como parte do mesmo site. Ou seja, você terá que construir a autoridade do seu subdomínio e isso não gerará resultados para seu domínio principal.

Nesse caso, use um subdiretório, pois ele será beneficiado pela autoridade que seu domínio já possuí, o que facilita um bom posicionamento nas páginas de busca.

SERP Domination

Se você já tem uma boa posição na primeira página e seu objetivo é popularizar seu negócio e aumentar o tráfego para seu site, você deve criar um subdomínio. Você basicamente abre mais portas de entrada de visitantes para o conteúdo do seu site, aumentando as chances de atingir a SERP Domination.

SERP Domination é conquistar vários links na primeira páginas dos mecanismos de busca e não ter apenas um link bem posicionado. Com um trabalho de SEO diferenciado para seu domínio e subdomínio, você pode ter mais links apontando para seu site nas primeiras páginas, mesmo para termos mais específicos.

Por exemplo, os resultados de pesquisa no Google para a palavra-chave “Inbound Marketing para empresas tradicionais” mostram o domínio da Resultados Digitais e o subdomínio para agências agenciasderesultados.resultadosdigitais.com.br.

Esse resultado dobra a chance de alguém clicar em um link da Resultados Digitais, aumentando o tráfego do site.

Sites em outras línguas

Este é outro exemplo onde a melhor opção é usar o subdiretório.

Mesmo que em rankings de diferentes países, seu domínio será beneficiado pelos links das páginas em outras línguas, influenciando de forma positiva o rankeamento de todo o conteúdo do seu site. Exemplo: seusite.com/pt e seusite.com/en.

Diferentes segmentos

Se sua empresa atua em diferentes segmentos e pretende criar conteúdo direcionado a cada público-alvo, você pode optar por usar um subdomínio ou não. Novamente, vai depender de seu objetivo, mas também do quão competitivo é seu cenário.

Se as palavras-chave para determinado segmento são muito concorridas e você quer garantir a autoridade do seu domínio. O mais indicado é usar subdiretórios.

Se você quer competir por palavras-chaves de cauda longa (de baixa concorrência) e aumentar o tráfego (SERP Domination), tenha um bom trabalho de SEO e um subdomínio competitivo.

Quer saber como transformar o Google em uma máquina de tráfego para sua empresa? Baixe gratuitamente nosso Guia Completo de SEO!

Baixar guia

Conclusão

Como vimos neste artigo, determinar a melhor estratégia, subdomínio ou subdiretório, está diretamente ligada ao seu objetivo. Você não precisa escolher entre uma ou outra, pode usar as duas estratégias para objetivos diferentes.

Ou seja, independente de qual usar, o que não é recomendado é simplesmente não fazer conteúdo. Você conhece alguma situação diferente das citadas neste artigo? Participe dando sua opinião nos comentários!

Marcadores:

Deixe seu comentário