Blog de Marketing Digital de Resultados

Education Talks: o que aprendemos e compartilhamos em nosso evento de Inbound Marketing para Educação

Os principais insights e aprendizados das duas edições iniciais do Education Talks, nosso evento de Inbound Marketing para Instituições de Ensino.

Durante o mês de maio de 2016, o time do segmento de educação da Resultados Digitais realizou dois eventos, em São Paulo e Belo Horizonte, com o intuito de compartilhar o conhecimento dos últimos anos e se aproximar ainda mais do dia a dia das Instituições de Ensino.

Convidamos empresas parceiras para participar do evento e enriquecer ainda mais a conversa. Em Belo Horizonte, participaram Rock Content e Sambatech, enquanto em São Paulo contamos com a parceria da ClassApp e Corus.

Os eventos foram em forma de bate-papo, com apresentação sobre os pontos principais para uma estratégia de captação e relacionamento com alunos, juntamente com debate de perguntas e respostas, além de sugestões e compartilhamentos de sucesso.

Ambas as conversas contaram com empresas de diversos tamanhos e modelos de negócios distintos. Isso contribuiu muito para troca de experiências e a percepção das dificuldades em comum que o segmento de educação enfrenta.

Vale destacar que o objetivo desses eventos é nos aproximarmos cada vez mais dos diferentes perfis de Instituições de Ensino, para assim podemos aprimorar o que temos a oferecer para que elas alcancem cada vez mais resultados positivos em fechamentos de matrículas ou venda de cursos, por exemplo.

Este post é para compartilharmos com as IEs que não participaram dessas edições iniciais do Education Talks quais foram nossas percepções, o que levamos até os participantes e o que pudemos acrescentar em nosso portfólio para ações futuras. Assim, nos próximos parágrafos, falaremos um pouco mais sobre os temas abordados em cada um dos eventos e os principais aprendizados.

Education Talks em Belo Horizonte

Education Talks Belo Horizonte

No evento de Belo Horizonte, aproveitamos a presença de duas empresas que sabem tudo sobre estratégia de conteúdo (Sambatech e Rockcontent) para focarmos nossa conversa na jornada de compra em Instituições de Ensino e em como guiar a decisão do potencial aluno com estratégias de marketing. Esse é um tema amplo e com peculiaridades para cada perfil de IE, que conseguiu atingir todos os diferentes modelos de empresa que estavam presentes, desde escolas de música até Instituições de Ensino Superior.

O consumidor de educação é naturalmente mais exigente. Quando o potencial aluno busca informações de algum curso, ele considera os mais diversos fatores e realiza uma série de comparações entre cursos e instituições. Afinal, escolher uma Instituição de Ensino para se matricular não é uma decisão tomada por impulso.

Isso acontece porque esse público está buscando algum conhecimento que pode mudar os rumos de sua vida. Seja a realização de um sonho ao aprender a tocar guitarra, ou uma melhor posição no mercado de trabalho ao ter um diploma de pós-graduação. É por ter todos esses questionamentos em sua cabeça que é tão importante nutrir os possíveis alunos de informações, construir a autoridade da instituição e consolidar a IE como uma referência no aprendizado que ele está procurando.

Falamos muito sobre as etapas dessa jornada de compra e o que devemos comunicar em cada momento, tomando como base o post Jornada de compra para Instituições de Ensino, que foi publicado no começo do ano aqui no nosso blog.

Mas, afinal, o que é a jornada de compra? É todo o trajeto que um potencial aluno ou potencial decisor vai traçar antes de optar pela sua Instituição de Ensino. Ela vai desde a fase em que a persona de sua IE ainda não descobriu a instituição até a etapa em que ela se torna a opção certa para um aluno.

O que percebemos

Quando conversamos sobre esse processo de convencimento do potencial aluno, percebemos que poucas instutições têm trabalhado esse processo comercial de forma estruturada e muitas ainda dependem de iniciativas do próprio consumidor para fechar uma venda. A automação de marketing se encaixa perfeitamente nessas instituições, estruturando um novo canal comercial online.

Percebemos que as instituições sentem que essas dúvidas existem na cabeça de seu consumidor:

  • Qual o melhor curso para mim?
  • Por que esse curso é melhor do que o outro?
  • Esse curso vai me ensinar o que quero aprender?

As instituições sabem o que responder e o que comunicar para direcionar os questionamentos, porém, não utilizam esse conhecimento em suas ações de marketing, perdendo espaço para concorrentes que se comunicam melhor com seu potencial aluno.

Conseguimos perceber que algumas IEs deixam para comunicar os seus diferenciais apenas no contato presencial com o aluno, ignorando todas oportunidades de comunicação que já aconteceram online durante a pesquisa pelo conhecimento desejado.

Entender a jornada de compra para encaminhar as estratégias

Entender a fundo a jornada de compra do seu consumidor auxilia no desenvolvimento de estratégias para atração de visitantes, geração de Leads e relacionamento com eles. Na etapa de atração, esse conhecimento pode guiar a produção de posts no blog da instuição ou até o investimento em determinadas palavras-chaves que se encaixem em momentos específicos da jornada. Para ajudar, caso sua IE passe por essas dificuldades, confira o post 5 pontos para entender a importância do Blog em Instituições de Ensino.

Durante a geração de Leads, o material que foi usado como moeda de troca revela muito sobre o interesse desse aluno em potencial e qual o momento dele dentro dessa jornada. Cabe à IE entender o que trouxe o Lead até o site, qual foi o interesse demonstrado na conversão, para conseguir enviar a mensagem certa, para pessoa certa, na hora certa.

Levar em consideração a diferença de gerações entre IE e alunos

Após entender a importância de trabalhar essa jornada de compra, a conversa se estendeu para novos formatos de comunicação e como usar novas mídias digitais e tendências tecnológicas na comunicação com os potenciais alunos.

Muitas vezes as empresas sofrem com a diferença de gerações entre os administradores da instituição e os seus alunos. Há uma dificuldade em ajustar essa comunicação e estar presente nos mesmos canais do seu consumidor. Novas mídias, como o Snapchat, ainda não possuem um uso “comercial” tão extenso, mas reforçam a tendência da utilização de vídeos na comunicação com os alunos.

Uso de vídeos para diferenciar ações e criar proximidade

As instuições ainda estão tendo dificuldades nessa transição: precisam produzir vídeos com facilidade e entregá-los ao consumidor rapidamente, mas, ao mesmo tempo, não possuem essa expertise dentro de sua equipe.

A Sambatech mostrou que a qualidade dos vídeos é importante, mas fica em segundo plano perto da autenticidade da mensagem transmitida. Mais do que um vídeo com excelente qualidade de imagem e edição, os alunos querem uma mensagem relevante, rápida e que fale a língua deles! Confira o eBook Inbound Marketing, tendências e novas tecnologias para a Educação para entender mais sobre esse aspecto.

O objetivo de estar mais próximo dos nossos clientes foi atingido! O bate-papo ao vivo foi muito produtivo e todos que estavam presentes saíram com ideias práticas e objetivas para melhorar sua captação de alunos. Percebemos que, apesar de tamanhos e públicos diferentes, todas as empresas presentes (inclusive nós mesmos) buscam ter mais empatia com seu cliente – compreender seus sentimentos e anseios para ter um relacionamento cada vez mais próximo e humano.

Education Talks em São Paulo

Education Talks São Paulo

O evento que aconteceu na capital paulista já teve um público-alvo mais segmentado: foi focado em Instituições de Ensino Básico e escolas de idiomas, perfis de IEs em que muitas vezes a persona tomadora de decisão não é o próprio aluno, mas sim os pais.

Durante o evento, conversamos sobre os principais pontos para que, primeiramente, uma Instituição de Ensino tenha presença na internet de forma consistente para se comunicar com seu público, bem como um passo a passo para essa presença:

1º Passo – Presença digital

Garantir que a IE tenha um site, presença em mídias sociais e uma persona desenhada (vimos também como fazer este desenho).

2º Passo – Etapa de atração

Ter um blog ou área com conteúdo no site, calendário de postagem de conteúdos, investimento em mídia paga e algumas técnicas básicas de SEO para atração de visitantes no site.

3º Passo – Captura de contatos

Ter formulários básicos de conversão no site, como fale conosco e Newsletter, ter CTAs (call-to-actions) que levem para conteúdos em Landing Pages, ter conteúdo exclusivo para disponibilizar ao visitante como isca na captação de contato e ter Landing Pages atrativas.

4º Passo – Criar um relacionamento útil

Importância da utilização de ferramentas de gestão de contatos, segmentação da base para informações de acordo com perfil e jornada de compra, acompanhar o engajamento do Lead (páginas do seu site que visita por meio de Lead tracking, entender quais materiais convertem, quais emails ele abre, clica etc.), de forma a manter uma nutrição consistente e automatizada.

5º Passo – Fazer análises para otimização

Verificar quais materiais convertem mais oportunidades, taxa de aquisição de cliente, taxa de conversão etc.

Inbound marketing para instituicoes de ensino

O que percebemos

Conversando mais a fundo com os participantes, percebemos que, com a presença digital por meio desses passos realizados e o auxílio de ferramentas que facilitem a geração e gestão de contatos, como o RD Station, a institução terá o essencial para poder de fato contar com estratégias de Marketing Digital que deem resultado.

Durante a conversa, tiramos dúvidas sobre o que é importante levar em consideração no desenho de uma persona nos casos em que o pai toma a decisão e nas instituições onde o aluno tem influência total com os pais na escolha da escola para estudar.

Conteúdos para atrair e engajar possíveis alunos e decisores

Ainda discutimos sobre exemplos de conteúdo que engajam, lembrando sempre que o conteúdo não tem por objetivo apenas apresentar a escola, mas sim oferecer informações relevantes para a persona, um material que vá ajudá-la, que faça parte do seu mundo de necessidades, dores e/ou desejos.

É esse material que atrairá a atenção do seu público e com o qual você poderá obter um contato para seguir um relacionamento e, aos poucos (na velocidade com que o seu Lead lhe mostrar ser a ideal), poder apresentar melhor a sua instituição e ofertas.

A importância de manter um relacionamento próximo com os pais e alunos

Passada essa primeira parte do evento, mais focada em atração e conversão de novos alunos, ainda discutimos sobre a importância de também manter um relacionamento próximo com os pais e alunos atuais, onde a tecnologia tem facilitado, desde emails até aplicativos específicos para monitoramento como o da ClassApp.

O relacionamento não só fideliza e mantém os clientes com você como é importante gatilho para a fomentação da indicação, canal ainda forte e de grande valor no segmento de educação.

Para se aprofundar e entender melhor sobre esse assunto, leia também o eBook A importância do relacionamento com o público-alvo e alunos da sua Instituição de Ensino.

Concluindo

Nosso envolvimento em eventos do setor educacional é para ajudarmos com as dores mais recorrentes das Instituições de Ensino. Desde a atração até a retenção de alunos, temos um time preparado para mostrar os melhores caminhos a seguir e como construir uma trajetória de bons resultados entre IE e alunos.

Se você ainda não teve a oportunidade de conversar conosco ou participar de um dos nossos eventos, estamos à disposição para trabalharmos juntos em uma ótima estratégia para sua instituição. Fale com a gente!

Marcadores:

Deixe seu comentário