Blog de Marketing Digital de Resultados

Glossário de Email Marketing: 91 termos para conhecer antes de disparar um email

Conhecer esses termos é não somente benéfico, mas necessário para se adequar às boas práticas em Email Marketing. Conhecendo-os, você terá uma noção sobre as maneiras de medir, relacionar e compor emails.

Uma das maiores dificuldades de começar a fazer Email Marketing é justamente entender sua estrutura, métricas e, principalmente, entender os termos técnicos envolvidos no processo.

Conhecer esses termos é não somente benéfico, mas necessário para se adequar às boas práticas em Email Marketing. Conhecendo-os, você terá uma noção sobre as maneiras de medir, relacionar e compor emails.

Para facilitar o seu processo de aprendizado, criamos um glossário de Email Marketing com os principais termos utilizados na área. Você pode usá-lo tanto para aprendizado quanto para consulta de eventuais dúvidas. Boa leitura!

A

Above the fold (Acima da quebra)

Geralmente os primeiros 600px de altura de um email para web e 300px para mobile, above the fold é a parte visível sem necessidade de rolagem. Para profissionais de Email Marketing, é a área mais nobre do email.

Alerta

É um email com o objetivo de notificar os destinatários de um evento ou preço especial.

ALT (Alternative Text)

É o texto utilizado para descrever uma imagem. Inserido no HTML do email, é usado em design defensivo para que, quando uma imagem não carregue, a pessoa que está abrindo aquele email possa saber do que se trata o conteúdo.

Anexo

Arquivo que acompanha um email mas não está contido em sua mensagem. Não é recomendado enviar anexos em newsletters, pois muitos servidores não os permitem. Isso porque essa prática é bastante usada em mensagens de spam.

API (Aplication Programming Interface)

Interface de Programação de Aplicativos (em português) é uma integração de informações que permite que softwares enviem dados ou informações entre si. Em Email Marketing, é bastante usado para segmentações e personalização, onde através da API são transferidos os dados coletados do Lead – que páginas navegou ou produtos que abandonou, por exemplo.

Assunto (Subject)

É o título do email que será mostrado na caixa de entrada dos destinatários. É uma das principais partes de um email e deve ser produzido com atenção aos detalhes, pois pode influenciar não só em abertura, mas em conversão. Temos inclusive um post sobre como criar assuntos que convertem aqui.

Autenticação

É um termo utilizado em entregabilidade de emails. Trata-se de verificar, automaticamente, a autenticidade de quem está enviando um email para determinados provedores. É feito através de diversas formas, sendo as principais: DMARC, Domain Keys, DKIM e SPF.

Autoresponder

É a forma mais básica de automação de emails. O que faz é basicamente enviar uma série de emails pré-programados de forma automatizada conforme um gatilho (comportamento de um Lead) escolhido.

B

Behavioral Targeting

Em Email Marketing, behavioral targeting é um conceito que se traduz em enviar campanhas a partir de ações e comportamentos dos usuários em seu site. As possibilidades são diversas: desde abertura de um determinado email até a navegação em um produto.

Blacklist

É uma lista de domínios classificados como spam ou suspeitos. É o termo mais temido por profissionais de Email Marketing, pois prejudica a entregabilidade e, consequentemente, as taxas de abertura e conversão. As blacklists são bastante consultadas por provedores para rejeitar emails antes que cheguem ao destinatário.

Block (Bloqueio)

Quando algum provedor bloqueia o recebimento de emails. Muitos provedores bloqueiam endereços ou domínios que são reportados por enviar spam ou estarem em blacklists.

Bounce

São emails retornados devido a algum erro, portanto não são enviados de fato ao destinatário. Há dois tipos de bounce: soft, para erros temporários como caixa de entrada cheia, e hard, para erros permanentes, como um endereço que não existe.

Bounce rate (Taxa de retorno)

Para Email Marketing, é uma métrica para medir o percentual de quantos emails são dados como bounce dividido pelo número de emails enviados. É bastante usado para medir a saúde de uma lista.

B2C (Business to Customer)

Termo usado para empresas cujos clientes são pessoas físicas.

B2B (Business to Business)

Termo usado para empresas cujos clientes são pessoas jurídicas.

C

CAN-SPAM

Lei americana que regulamenta o Email Marketing para fins comerciais. Estabelecida em 2003, nos Estados Unidos, significa Controlling the Assault of Non-Solicited Pornography And Marketing Act e foi criada devido a diversas reclamações de spam no país. É usada como base em alguns países para regulamentação.

Call to action (CTA)

Em um email, é o link, imagem ou botão que consiste em fazer com que o usuário tome uma ação. Leia também o post Tudo sobre Call-to-Action.

Campanha

É a composição de um email com um objetivo específico, por exemplo vendas, relacionamento ou atualizações.

CGI (Common Gateway Interface)

É um método usado para interar um servidor WWW a outros programas executados no sistema. É bastante usado no processamento de formulários de inscrição ou de contato para garantir que as informações cheguem ao ESP.

Clickthrough

O clickthrough é o ato de um destinatário efetuar o clique em um link incluído no email.

Clickthrough Rate (CTR)

É uma métrica usada para analisar a taxa de cliques de um email. Consiste em dividir o número de cliques pelo número de emails enviados. É importante que se obtenha sempre o número de cliques únicos, pois é possível que usuários cliquem mais de uma vez em seu email. Desta forma, há uma melhor mensuração do engajamento de suas campanhas.

Click to Open (CTO)

Métrica usada para analisar a efetividade de um layout, template ou texto de email. É o número de cliques dividido pelo número de aberturas.

CPA (Custo por aquisição)

É o custo para gerar um Lead, cadastro em newsletter (subscribe) ou cliente em uma única campanha de email. Em resumo, é o custo total de uma campanha de email dividido pelo número de Leads, subscribers ou clientes produzidos.

CPC (Custo por Clique)

É a métrica para analisar o custo para se obter um clique no email enviado. É o valor total gasto em uma campanha dividido pelo número de cliques.

CPM (Custo por Mil)

Em Email Marketing, CPM significa o custo para o envio de 1.000 emails. É a métrica mais usada para tabela de preços em ESPs.

Conversão

Quando um usuário performa uma ação desejada baseada no email que foi enviado. A conversão é utilizada para medir o sucesso de um email e pode ser interpretada de diversas formas (download de um eBook, compra, registro em um formulário etc.).

Co-registro (Parceiros)

Consiste em enviar ofertas de uma empresa parceira para sua base de emails, ou vice-versa. Deve ser feito com cuidado e incluso na política de privacidade fornecida ao usuário no momento de cadastramento.

CRM (Customer Relationship Management)

Em português, Gestão do Relacionamento com o Cliente. No contexto de Email Marketing, CRMs são softwares utilizados para gerir as informações dos Leads e clientes e poder realizar segmentações, automações e análises. Inclusive temos um post explicando sobre os benefícios de se usar um CRM com automações.

Cross-Sell

Termo usado para definir o conceito de aplicar vendas cruzadas. É bastante usado em ecommerces para, por exemplo, ao analisar a compra de um cliente, poder oferecer produtos complementares.

CSS (Cascading Sheet Style)

É um sistema de códigos utilizados para alterar características visuais do HTML. Em Email Marketing deve ser utilizado com cuidado, pois muitos ISPs evitam a leitura de boa parte dos estilos CSS. Deste modo, o CSS deve ser inserido no próprio código HTML, de uma forma que chamamos de inline.

D

Deploy

É o ato de enviar uma campanha de email após efetuar os testes necessários.

Descadastro

Ato de remoção de uma lista de emails, solicitado pelo destinatário. Por boas práticas, em emails comerciais é recomendável que sempre haja um botão de descadastro incluído no email.

Design Responsivo

O design responsivo é bastante utilizado pela necessidade em se comunicar por diferentes dispositivos (tablets, celulares, relógios, computadores etc.). É um layout que se modifica conforme o tamanho do dispositivo em que está sendo lido, otimizando a experiência do usuário. Conheça também 9 motivos para você usar um design responsivo em seu site.

DKIM (Domain Keys Identified Email)

É um sistema de assinatura de mensagens com criptografia de chaves que serve para validar a autenticidade de um e-mail.

DMARC (Domain-based Message Authentication, Reporting and Conformance)

Protocolo de autenticação desenvolvido para reduzir phishing e fraudes por email. É utilizado pela maioria dos grandes provedores de email, como Microsoft, Yahoo e Google.

DNS (Domain Name System)

Para cada acesso na internet é estabelecido um IP (Internet Protocol). O DNS é uma espécie de banco de dados que armazena um endereço a esse IP, podendo então, dar nomes a domínios. Por exemplo, para acessar www.resultadosdigitais.com.br, servidores DNS “traduzem” o endereço para o IP que utilizamos, permitindo, assim, o acesso.

DNS Reverso

Processo onde um endereço de IP é corretamente validado com o uso de um domínio. É um método usado para captar endereços de IP inválidos usados por spammers. Por exemplo, se um filtro de spam ou um programa não bater os dados de IP e domínio, pode rejeitar o email.

Domain Keys

Método antigo de autenticação desenvolvido pela Yahoo utilizado para verificar o domínio DNS e a integridade da mensagem. Vários aspectos desse método foram utilizados para a composição do DKIM.

Double opt-in

Processo o qual o usuário em cadastro precisa confirmar explicitamente que deseja receber as ofertas de um determinado remetente. É um método usado para garantir a qualidade das listas de email e é considerado uma boa prática para entregabilidade. É feito em duas etapas:

  1. Cadastro do usuário.
  2. Confirmação do cadastro por email.

Dynamic Content

Conteúdo dinâmico (em português) é um conteúdo de email que muda com o uso de variáveis conforme os interesses, regras ou preferências captadas no momento de cadastro de um usuário. O conteúdo dinâmico pode refletir desde compras passadas e interesses atuais até compras abandonadas.

E

Email Client

Software utilizado por usuários para ler emails, também chamado de ESPs. Entre os principais estão Outlook, Gmail e Yahoo.

Emails Entregues

Número de emails enviados menos o número de bounces. É um número inexato pois nem todos os ISPs reportam quais emails passam ou não, mas em média é válido ser analisado para conferir se sua lista de email está crescendo.

Email Service Provider (ESP)

Empresas que prestam serviços de envio de Email Marketing para clientes.

Email Transacional

Email enviado para demonstrar uma transação, como um download ou uma compra.

Entregabilidade

Pode ser visto sob duas interpretações: métrica ou conceito. Por métrica, é o número de emails entregues na caixa de entrada dos usuários pelo número de emails disparados. Sua medição é complexa visto que não há ferramentas que demonstram o número de emails entregues na caixa de entrada, mas pode ser estimada em conjunto com outras métricas de engajamento como CTR. Por conceito, é um conjunto de estratégias que visam a aplicação de boas práticas de mercado para a melhoria de reputação de domínio e IPs para com os provedores. Leia o post Entregabilidade no Email Marketing para saber mais sobre o tema.

F

Feedback Loop

É um programa fornecido por ISPs para reportar aos remetentes emails movidos à lixeira e marcados como spam. Deste modo, o remetente pode entender quais campanhas estão gerando reclamações e, assim, deletar os usuários que estão reclamando e poder gerar melhorias.

Firewall

Um programa ou cadeia de programas designados a manter usuários não autorizados ou mensagens de acessar uma rede privada. O firewall geralmente possui regras ou protocolos que autorizam ou proíbem usuários ou mensagens externas. No contexto de email, um firewall pode ser configurado para que mensagens de determinados domínios ou usuários listados como spam não sejam entregues.

H

Hard Bounce

Mensagem enviada a um endereço de email inválido, cancelado ou não existente. É quando há um bounce permanente. Por boas práticas, é indicável que, após um hard bounce, nunca mais se dispare email ao endereço em questão.

Higienização de Base

Processo que consiste em remover emails inválidos (hard bounces), problemáticos (soft bounce) e descadastros da lista de usuários. É um método bastante utilizado para melhorar a entregabilidade. No post O que é higienização da lista de emails e como fazer falamos mais sobre o assunto.

HTML (Hyper Text Markup Language)

Em português Linguagem de Marcação de Hipertexto. É uma linguagem de marcação utilizada para produção de páginas web que também pode ser usada em emails.

I

Inbound Marketing

Usando uma tradução livre, podemos definir Inbound Marketing como Marketing de Atração. A ideia por trás do Inbound é, ao invés de a empresa ir atrás do cliente utilizando técnicas ortodoxas de Marketing, fazer com que o cliente voluntariamente a encontre por meio de mecanismos de busca, sites de referência, redes sociais etc. O Email Marketing atua no Inbound principalmente na etapa de relacionamento (nutrição) dos clientes.

IMAP (Internet Message Access Protocol)

Protocolo padrão para acessar um email de um determinado servidor. Normalmente os padrões usados são POP ou IMAP.

IP (Internet Protocol)

Um número único determinado para cada dispositivo conectado à internet. Um endereço IP pode ser dinâmico, ou seja, pode mudar cada vez que uma campanha for disparada, ou pode ser estático, não se alterando. IPs estáticos são os melhores, pois os dinâmicos frequentemente caem em filtros de spam.

ISP (Internet Service Provider)

Empresas que fornecem acesso à serviços de internet. Em email são empresas que fornecem acesso à ferramenta de emails, como Google, Microsoft e Yahoo, por exemplo.

K

KPI (Key Performance Indicator)

São os indicadores-chave de desempenho analisados em um email, ou seja, os valores quantitativos fundamentais que medem os principais resultados de uma campanha. São as principais métricas: CTR (Clickthrough Rate), Conversão e Open Rate (Taxa de Abertura).

L

Landing Page

Página de destino após o clique em um email.

Layout

É a parte visual de uma campanha ou página.

Lead

Pessoa que deixou seus dados em um formulário de conversão e demonstrou interesse na sua empresa, produtos ou tema de mercado, podendo ser considerado um potencial cliente.

Lista de Emails, Mailing ou Base

Lista de endereços de emails captados para a qual você envia suas mensagens. Pode ser uma lista própria ou de terceiros enviadas com seu consentimento.

Lista de Supressão

Lista de emails para os quais você não poderá enviar mensagens sob hipótese alguma, pois podem prejudicar sua entregabilidade. Entre eles estão inclusos os emails hard bounces e descadastrados. Em alguns softwares de envio de emails, por padrão, as listas já são criadas automaticamente, não havendo necessidade de gestão.

M

Multi-part MIME (Alternative)

Mensagem que contém versões tanto em HTML quanto apenas texto. É utilizado para que quando não seja possível renderizar em HTML a mensagem possa ser lida em texto. É considerada boa prática de entregabilidade por ISPs.

N

Newsletter

O processo de enviar um mesmo email para todos os recipientes de uma lista, sem personalização ou segmentação. É um email periódico com foco em informações, novidades e atualizações. Leia nesse post 7 dicas para criar uma newsletter de qualidade.

O

Open Rate (Taxa de Abertura)

É uma métrica usada para analisar as taxas de abertura de seu email. É o total de aberturas dividido pelo número de emails enviados. A taxa de abertura é uma métrica considerada chave, pois demonstra o engajamento dos Leads com suas campanhas, além de demonstrar se o assunto (subject) performou bem.

Opt-in

Significa uma requisição proativa de um usuário em ter seu endereço de email cadastrado em uma lista específica.

Opt-out

Ao contrário de opt-ins, significa uma requisição proativa de um usuário em ter seu endereço removida de uma lista específica. Sendo obrigatório o endereço ser removido dos envios de email.

Outbound Marketing

O Outbound Marketing, ou o marketing tradicional, tem como principal objetivo trazer clientes oferecendo serviços ou produtos. A ideia é ir atrás do cliente ativamente e não necessariamente gerar o interesse genuíno desse possível cliente na sua empresa.

P

Persona

Persona é uma idealização de um cliente ideal. Para compor uma persona, deve-se considerar dados reais sobre comportamento e características demográficas dos seus clientes. Em Email Marketing, usa-se a persona para segmentações, personalização, produção de conteúdo e direcionamento de campanhas. Saiba como definir a sua no post Persona: Como e por que criar uma para sua empresa.

Personalização

É um método de segmentação onde cada email é diferente para cada Lead. Um dos melhores exemplos é quando se personaliza o nome de uma pessoa no email. Hoje, há várias possibilidades para a personalização, desde o gosto de uma pessoa por produtos até as páginas navegadas por ela, podendo assim, imprimir um email assertivo no exato momento de compra daquele Lead.

Phishing

É uma maneira de roubo de identidade de empresas onde o remetente visa roubar dados pessoais do destinatário, como dados bancários, identidade, entre outros, através de email.

Plain text

É o email produzido somente em texto, sem inserção de código HTML.

Política de privacidade

Uma descrição clara e transparente de como uma empresa irá utilizar os endereços de email e outras informações captadas por opt-in em uma base de emails. Se, por exemplo, você realizar venda de listas, enviar email a leads opt-out (prática não indicável), isso deve constar em sua política de privacidade. Saiba como montar uma política de privacidade para seu site.

POP (Post Office Protocol)

Protocolo o qual um cliente de email usa para enviar ou receber mensagens de um servidor de email. Normalmente são usados POP ou IMAP.

R

Reputação

Tal qual o título diz, significa o quão aceito estão sendo seus emails disparados, em média. A reputação pode ser medida de diversas formas, mas a principal é utilizando o senderscore, onde há uma análise momentânea da entregabilidade do seu domínio.

Rodapé (Footer)

Área no final da mensagem de um email ou newsletter que contém informações que não mudam de uma edição a outra, tais como: endereço da empresa, email do usuário, link para descadastro etc. Alguns sofwares, como o RD Station, já inserem o rodapé automaticamente com as informações desejadas.

ROI (Return on Investment)

Significa a receita por cada R$ 1,00 investido. É usado para medir o lucro obtido através de campanhas de email.

S

Segmentação

É o ato de enviar um determinado email para um grupo selecionado, sendo assim mais assertivo na comunicação com o mesmo. É uma prática altamente recomendável pois melhora a experiência dos usuários e tende a entregar melhores resultados, bem como melhorar a entregabilidade. Leia mais no post Segmentação: como gerar melhores resultados enviando menos emails.

Sender Policy Framework (SPF)

Protocolo usado pelos ISPs para verificar se a origem do email é válidada pelo remetente. É basicamente um conjunto de regras para combater a falsificação de emails (phishing).

Servidor Dedicado

Um servidor de email usado por somente um disparador. Um servidor dedicado geralmente custa mais pois não é dividido, mas performa muito melhor (caso as práticas de envio estejam corretas) do que um servidor dividido. Em geral, os emails saem com maior rapidez, o servidor é mais seguro e as chances de um segundo disparador entrar em uma blacklist por spam é menor.

SMTP (Simple Mail Transfer Protocol)

Protocolo simples de transferência de emails. É o protocolo utilizado para transferência de mensagens entre servidores.

Soft Bounce

Email enviado a uma lista ativa, mas o qual retorna após ser enviado. É um problema temporário (o servidor não está online, a caixa de entrada está lotada etc.). O email deve ser segurado até que possa ser entregue. São recomendáveis 5 tentativas, passando disso o email pode ser considerado como hard bounce e prejudicar sua entregabilidade.

SPAM (Sending and Posting Advertisement in Mass)

É o recebimento de emails não permitidos por determinados domínios. É a pior prática em Email Marketing e deve ser evitada ao máximo, uma vez que pode ocasionar que seu domínio entre em eventuais blacklists.

Spamtrap

Ferramentas utilizadas por provedores de email e blacklists para identificar remetentes de mensagens indesejadas (spam). Uma prática utilizada por spamtraps é a de não interação com os emails recebidos, analisando se o remetente envia emails a pessoas que não abrem ou clicam em seus emails.

Subscribe

É o processo de entrada em uma determinada lista de emails através de um comando. É um opt-in.

T

Taxa de Abertura (Open Rate)

É uma métrica usada para analisar as taxas de abertura de seu email. É o total de aberturas dividido pelo número de emails enviados. A taxa de abertura é uma métrica considerada chave, pois demonstra o engajamento dos Leads com suas campanhas, além de demonstrar se o assunto (subject) performou bem.

Taxa de Cliques (CTR)

É uma métrica usada para analisar a taxa de cliques de um email. Consiste em dividir o número de cliques pelo número de emails enviados. É importante que se obtenha sempre o número de cliques únicos, pois é possível que usuários cliquem mais de uma vez em seu email. Desta forma, há uma melhor mensuração do engajamento de suas campanhas.

Taxa de Conversão

A conversão é uma métrica utilizada para medir o sucesso de um email e pode ser interpretada de diversas formas (download de um eBook, compra, registro em um formulário etc.). É o número de conversões dividido pelo número de emails disparados.

Template

Documento em HTML com um layout definido e padrão, ou seja, pode ser usado em diferentes emails mudando-se somente o seu conteúdo. É uma forma utilizada para agilizar a produção de emails.

Teste A/B

Refere-se a uma situação de teste onde uma lista é dividida em duas partes iguais para que se possa provar que algum elemento novo se mostra melhor que o antigo. Esse termo é usado tanto em Email Marketing quanto em outras frentes. Baixe nosso Kit Testes A/B para saber como fazer experimentos.

U

Unsubscribe

É o processo de retirada de uma determinada lista de emails através de um comando. É um opt-out.

URL (Uniform Resource Locator)

É o endereço web para uma página, sempre começando por http:// (ou https:// para uma página com protocolo de segurança), seguido de www. (ou variações) e o nome de domínio. Exemplo: http://www.resultadosdigitais.com.br.

W

Whitelist

Um conjunto de emails, IPs ou domínios previamente aprovados, sem a necessidade de serem aprovados por filtros anti-spam que são entregues diretamente na caixa de entrada do usuário.

Saiba mais

Além de ter esses termos na ponta da língua, é interessante também conhecer a importância do Email Marketing em uma estratégia de Marketing Digital.

Para auxiliar seu aprendizado, baixe agora o eBook O Guia Prático do Email Marketing, um material produzido pela Resultados Digitais com tudo o que você precisa saber para fortalecer o relacionamento com clientes e gerar resultados de negócio.

Marcadores:

Deixe seu comentário