Blog de Marketing Digital de Resultados

Como fazer Marketing de Conteúdo para negócios locais

Veja como o Inbound Marketing e o marketing de conteúdo podem gerar resultados concretos até mesmo para negócios locais! E saiba como aplicar a prática!

Muitos negócios locais não conseguem se visualizar no meio do Inbound Marketing e do Marketing de Conteúdo. O motivo? Pensar que são metodologia incompatíveis com suas realidades e que os benefícios são mais claros para negócios de abrangência nacional.

No entanto, vários empreendimentos locais que começaram a investir tendo esse mindset tiveram resultados concretos, comprovando que o modelo funciona.

Exemplos de empresas que atuam localmente e que geraram resultados com Marketing de Conteúdo

Na Resultados Digitais, auxiliamos milhares de clientes na transformação de seus negócios em máquinas de crescimento previsíveis e escaláveis. Muitas delas são, inclusive, abastecidas pelo mercado local.

Temos alguns cases de empresas locais que utilizaram, dentre as várias estratégias de Inbound Marketing, o marketing de conteúdo para auxiliar nesse ganho de escala:

Todas as empresas acima possuem blogs e fazem marketing de conteúdo, além do uso do RD Station, nosso software de automação de marketing, para disparo de campanhas de emails, geração de Leads, entre outras funcionalidades.

O interessante, e que você pode perceber, é que todas as empresas são de nichos diferentes. Fotografia, advocacia, odontologia e comércio de vinhos já confirmaram que é possível gerar ótimos resultados com a prática. Outros segmentos são possíveis também, basta investir dinheiro e tempo de forma inteligente.

Portanto, mesmo que sua empresa seja um negócio local que depende da visita presencial das pessoas, fazer uso do marketing de conteúdo pode gerar resultados bem expressivos. Além de ser uma estratégia viável para local SEO, serve também para nutrir uma audiência, criando uma comunidade de fiéis clientes.

Por que o investimento faz sentido

A prática de marketing de conteúdo, aplicada pela Resultados Digitais, por parceiros e por vários de nossos clientes, traz resultados excelentes dentro da metodologia de Inbound Marketing que aplicamos.

É um método explorado com mais profundidade no eBook “Marketing de Conteúdo para Resultados: alinhando conteúdo ao funil de vendas”, produzidos por nós em parceria com a Rock Content.

Mas, resumidamente, podemos dizer que marketing de conteúdo funciona para:

  • Educar a audiência e potenciais clientes;
  • Ser referência em determinado assunto relacionado a seu mercado;
  • Influenciar na decisão de compra.

Se você sua empresa possui uma presença online, é desejável que seja encontrada pelo maior número de pessoas. Ocupar as primeiras posições no Google é uma missão difícil, que exige um amplo trabalho em SEO e conteúdo.

Basicamente, o Google precisa de autoridade para identificar quais sites devem ser exibidos por primeiro, e é aí que entra o conteúdo.

Se sua empresa produz conteúdo expressivo para seu público-alvo e gera engajamento, comentários ou backlinks, é um sinal de que o seu site é relevante, e por isso ganhará em autoridade e, consequentemente, subirá no ranking.

O robô do Google mostra o que ele entende que são os melhores sites. E além de um site bem otimizado para SEO, o alto volume de tráfego qualificado também é um fator influenciador nesses resultados, já que essa condição é considerada como um sinal de relevância.

Ter um blog com assuntos relacionados a seu negócio diferem você de seus concorrentes também como marca. Como nesses casos o mercado é mais limitado, torna-se imprescindivel fidelizar clientes e fazer com que eles voltem mais vezes. Entregar conteúdo gratuito a um consumidor é uma forma de aproximação.

Como montar uma estratégia de Marketing de Conteúdo para seu negócio local

Escrever e tornar público o que você sabe não vai estragar seu negócio. Muito pelo contrário, vai fazer com que os seus visitantes criem respeito por você – ou por seu negócio – e o levem como referência no assunto. No post “Por que produzir conteúdo de qualidade e revelar seus segredos não vai matar seu negócio” exploramos melhor esse dilema.

Se uma pessoa procura, por exemplo, por “barbearia em Curitiba” e encontra um site que além de mostrar o serviço, também possui um blog com dicas para cuidar da barba, as chances desse conteúdo ganhar o público aumenta, pois gera não só uma maior relevância nos resultados de pesquisa como também uma identificação com as pessoas, além de passar uma maior imagem de profissionalismo por parte da empresa.

Confira alguns passos que você precisa levar em consideração para começar a pensar em sua estratégia de marketing de conteúdo.

1 – Posicione-se!

Antes de mais nada, é preciso pensar na persona que sua empresa quer atingir, no posicionamento desejado e no tipo de conteúdo que faz mais sentido ser publicado.

Seu cliente precisa aprender sobre o tema? Esse é o caso muitas vezes em saúde, vinhos, advocacia, moda, entre outras áreas. As pessoas possuem curiosidades e dúvidas sobre assuntos que elas se interessam, e gostam de receber dicas sobre esses temas.

Seu trabalho é interessante por si só? Muitas vezes, as fotos de como foi o fim de semana em uma balada ou bar já ajudam a gerar interesse e comentários.

Se ainda não for nenhum dos casos acima, o que é interessante e está ao redor do seu mercado? A agenda de eventos da cidade na semana para uma cooperativa de táxi? As últimas notícias do futebol para um bar esportivo? Os últimos lançamentos de clipes e músicas para uma balada alternativa?

2 – Tente captar o contato dos visitantes

Crie formas de coletar os emails de seus usuários. Seja por meio do blog, de Landing Pages, ou de formulários de contato, tenha em mente que esses usuários que estão inserindo seus emails em algum lugar de seu site são potenciais compradores de seu produto ou serviço.

Há infinitas formas de converter seus visitantes em Leads. Em posts de blogs pode ter um campo para assinatura de uma newsletter. Isso pode ser no final dos posts ou até mesmo na sidebar do blog, em um popup ou no rodapé da página.

Outra forma de captar esses contatos é criando materiais ricos e disponibilizando-os para download gratuito em uma Landing Page. Se você possui uma oficina mecânica, pode criar um checklist para o motorista fazer no carro antes de uma viagem. Se for um nutricionista, pode criar um guia de alimentação saudável para o verão. Se for um escola de idiomas, pode criar um quiz para testar o conhecimento de seus visitantes.

Além de materiais ricos, outra fonte de geração de Leads pode ser o próprio campo de preenchimento de email. Você pode criar um call to action como “Deixe seu email e ganhe um desconto em sua primeira compra”, entre outras alternativas para incentivar os usuários a se cadastrarem.

3 – Invista em Ads para segmentar o público exato e ter tração inicial

Não significa esquecer de trabalhar outras técnicas como SEO de seu blog, por exemplo. Mas investir em ads dará uma tração, ao menos inicialmente, para seu negócio.

Campanhas em Google Adwords ou Facebook Ads tem um fator incrível de segmentação, o que é crucial para seu negócio se ele for local.

Se você deseja aprimorar seus conhecimentos em ads, recomendamos três materiais que disponibilizamos acesso gratuito em nossos arquivos:

4 – Mantenha ativas as contas nas redes sociais e promova seu conteúdo

As pessoas costumam procurar as lojas em mídias sociais. Isso acontece geralmente depois que elas já conhecem seu negócio. Por isso crie as contas utilizando o nome de sua empresa, ou se não for possível, o mais parecido possível.

Redes sociais para negócios locais pode ser importante para fazer várias ações como sorteios, concursos, colocar informações (cardápio, cursos disponíveis, etc), endereço e outras coisas. Além, é claro, de serem usadas para você compartilhar o conteúdo produzido.

Estatíticas de 2015 mostram que mais de 40 milhões de pequenas empresas possuem páginas no Facebook. Portanto, estar na maior rede social do planeta já não é mais um diferencial, mas um aspecto básico dentro do Marketing Digital. Para você saber se diferenciar de seus concorrentes, recomendamos a leitura do eBook “Introdução ao Marketing no Facebook”.

5 – Relacionamento

Com uma audiência consolidada e Leads gerados, é preciso pensar em como será esse relacionamento entre sua empresa e seus clientes.

Uma das vantagens em utilizar a automação de marketing é poder criar diferentes fluxos para diferentes públicos. Ou seja, você pode ter um fluxo para o envio de newsletters informativas e outro para o envio de ofertas, cupons e promoções.

O importante nessa fase é seguir boas práticas de email marketing para tirar o máximo proveito. Para manter esse bom relacionamento com seus clientes, recomendamos três leituras importantes:

6 – Planeje a mensuração

Mensurar as ações online com eficiência é uma das maiores vantagens do Marketing Digital. Mas como mensurar quando as vendas são offline?

Essa é uma dúvida bastante frequente em empreendimentos com vendas presenciais, mas há algumas soluções existentes para clarear essa nebulosa questão. Por isso, recomendamos a leitura do post “5 Formas de mensurar o impacto das ações online em vendas offline” para você saber como medir o impacto que as suas estratégias digitais estão causando em seu negócio local.

Coloque em prática!

Seguindo os passos acima, sua empresa estará preparada para começar a trabalhar com marketing de conteúdo.

As possibilidades são incontáveis. Com paciência e com um bom trabalho feito, os resultados deverão aparecer organicamente para sua empresa em alguns meses.

Lembre-se sempre que ao iniciar um projeto de marketing de conteúdo você está plantando a semente de seu negócio na esfera digital. A terra é fertil, mas os resultados só podem ser colhidos depois de um certo tempo, e não imediatamente.

Para saber mais sobre a prática e para dar os passos iniciais, faça o download gratuito do eBook “Marketing de Conteúdo para resultados”. E se ficar alguma dúvida ou se você tiver alguma experiência própria para ser compartilhada, use os comentários abaixo!

Marcadores:

Deixe seu comentário