Blog de Marketing Digital de Resultados

Marketing Digital para Instituições de EAD: como começar uma estratégia de sucesso

Os primeiros e importantes passos para você ter o Marketing Digital como aliado no desenvolvimento e no sucesso de sua Instituição de Ensino a Distância (EAD).

Embora a Educação a distância (EAD) seja considerada uma tendência atual, há relatos de que a metodologia começou no século XIX. Nessa época, era praticada por instituições com o objetivo de educar pessoas que, por diversos motivos, não podiam se fazer presentes em uma sala de aula convencional.

Desde então, o formato de EAD evoluiu (e continua evoluindo) com o uso das tecnologias, ao mesmo tempo que vem exigindo dos profissionais a atualização e adaptação constante. Além de oportunidade de expansão geográfica e consequente crescimento em número de alunos, o modelo de EAD tem um fator sociológico fundamental, uma vez que permite o acesso à educação para aqueles que não têm tempo, condições de locomoção e, em alguns casos, até condições financeiras para frequentar uma Instituição de Ensino presencial.

Paralelo e consequentemente a isso, a forma de aquisição de alunos para as Instituições de Ensino também mudou. Mais do que nunca, ter uma presença digital para atrair esses alunos que buscam formas de aprender e se qualificar online é fundamental.

E não basta ter um site, é preciso ter uma estratégia de Marketing Digital estruturada para atrair o seu potencial aluno para a sua página e oportunidades de interação e conversão desses visitantes em Leads, além de se relacionar e já participar do processo de decisão do futuro aluno, o cativando e educando desde o início.

Por isso, neste post vamos ajudar com algumas informações de contextualização da educação online, bem como os primeiros e importante passos para você ter o Marketing Digital como aliado no desenvolvimento e no sucesso de sua EAD.

O mercado de EAD no Brasil

ensino a distância

Ao olhar para o cenário desse segmento no Brasil, mesmo com a crise econômica no país, o mercado de EAD tem apresentado excelentes resultados. Segundo o CENSO EAD 2014, mais de 50% das Instituições de Ensino aumentaram os investimentos em relação ao ano anterior. Consequentemente, a concorrência para quem trabalha no setor também tem crescido.

Mas, mesmo com o mercado sendo ocupado diariamente por instituições dessa modalidade (desde universidades até cursos livres), ainda há muito espaço para atingir. Em especial quando levamos em consideração mais uma tendência: a educação segmentada por nicho, especializada, praticada principalmente pelos cursos livres.

Ter uma Instituição de ensino a distância focada em um determinado “tema” facilita seu posicionamento no mercado para aqueles que buscam cada vez mais o conhecimento direcionado e objetivo. Hoje já encontramos disponíveis cursos com várias temáticas, por exemplo sobre como organizar e higienizar banheiros, iluminação artificial de interiores, gestão de condomínios, incorporações imobiliárias etc.

Diplomas e certificados

diploma

Uma dúvida comum para muitos é sobre a validade do diploma ou certificado em alguma formação realizada via EAD em comparação a um curso presencial.

Em relação aos cursos superiores (graduação, pós, MBA), tanto para cursos presenciais quanto para a EAD, o órgão responsável no Brasil por reconhecer e validar o diploma é o MEC (Ministério da Educação). Ou seja, o diploma via EAD tem a mesma validade de um curso superior presencial desde que reconhecido pelo MEC – é ele que credencia, autoriza, reconhece, fiscaliza e até atribui as notas aos cursos, sem diferenciação se é presencial ou a distância.

Além disso, em fevereiro de 2016 o Diário Oficial da União divulgou a possibilidade de certificação do MEC também para o ensino básico (ensino médio, educação profissional técnica e educação de jovens e adultos) na modalidade EAD por meio de uma cooperação entre estados da união.

Já os cursos livres, mais destinados ao conhecimento complementar, como preparatórios para concursos, idiomas e cursos corporativos, não exigem certificação do MEC. O termo “livre” é usado também por não existir a obrigatoriedade de carga horária, podendo variar entre horas e até meses de duração, além de exigir pré-requisitos diferentes para quem vai cursar e flexibilidade na escolha de disciplinas ao longo do curso. Nesses casos, as próprias Instituições de Ensino conferem a certificação de conclusão do curso sem necessidade de qualquer órgão regulamentador, seja na modalidade presencial ou a distância.

Além do mais, a Instituição de Ensino EAD, seja para um curso superior ou para um curso livre, faz o uso de metodologias pedagógicas, com responsabilidade e compromisso para com o aluno, o qual também passa por provas e testes para que, consequentemente, receba sua certificação e/ou diploma de conclusão de curso.

Diferença entre cursos em EAD e Infoproduto

diferenca ead infoproduto

Frequentemente nos deparamos com muitas pessoas e empresas que estão pensando em expandir seus conhecimentos para o meio digital. Nesse momento, muitas também se deparam com a seguinte pergunta: terei um sistema de Educação a distância ou um Infoproduto? Embora em alguns casos a diferença seja realmente tênue, há algumas características importantes que os diferem.

A Educação a distância é uma alternativa para que as Instituições de Ensino possam ultrapassar barreiras geográficas e temporais, agregando tecnologia à sua instituição. A forma de aplicação da metodologia não perde qualidade se comparada ao modelo presencial. A diferença é que a metodologia é adaptada para um ambiente virtual de aprendizagem. Segundo a ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), são consideradas como modalidade de EAD as instituições que oferecem cursos nos quais mais de 70% do conteúdo é desenvolvido a distância, ou seja, sem o professor e o aluno estarem necessariamente no mesmo espaço na mesma hora.

Pelo lado do aluno, aquele que busca um sistema de ensino a distância busca uma oportunidade de adquirir seu diploma ou certificação podendo estudar de uma forma mais flexível, sem presença física na escola/universidade e no horário que melhor encaixar na sua rotina.

Já um Infoproduto, ou Produto de Informação, como também é conhecido, é um tipo de produto digital que serve para ensinar alguma coisa, transmitir algum conhecimento, através de um formato disponibilizado na internet e sem a necessidade de interação direta com o infoprodutor (pessoa que vai disseminar o conhecimento de algo que sabe muito bem). Além disso, o infoprodutor é uma pessoa que apresenta uma especialidade prática e não necessariamente precisa ter alguma formação acadêmica na área do infoproduto criado. E, consequentemente, o infoproduto não necessita de nenhum embasamento teórico-científico.

Sendo assim, diferentemente das Instituições de Ensino, o conhecimento adquirido via infoproduto não apresenta nenhum tipo de teste, provas ou diplomas, apenas um certificado de aquisição dos cursos (infoproduto).

Dentre os formatos comumente encontrados estão desde eBooks, áudios e videoaulas, até kits, tabelas, aplicativos etc. O objetivo principal é o infoprodutor resolver um problema/curiosidade de quem os adquire, podendo ser desde “como fazer um bom penteado” até a “organização financeira pessoal”.

Além disso, um infoproduto pode ser um único material ou uma sequência de materiais que se complementam e geralmente são oferecidos na internet por venda direta ou através de um grupo de afiliados que os revende em troca de comissionamento.

Primeiros passos e desafios para começar e promover sua EAD

primeros passos para iniciar ead

Mesmo que você já tenha uma instituição de ensino com cursos presenciais, os desafios para se começar uma EAD são os mesmos de quem começa a instituição do zero. Após ter a definição do tema, disciplinas e professores, vêm os desafios práticos. E, nesta prática, o principal para ser sustentável: captar alunos.

Pensar em uma estratégia de Marketing Digital para a sua EAD deve fazer parte do seu planejamento desde os primeiros passos. Nestes, os principais desafios apontados por quem começa a expandir para os cursos online são:

  • a qualificação da persona para promoção dos seus cursos e aquisição de alunos;
  • a escolha de uma plataforma para disponibilização dos cursos;
  • o formato e qualidade dos materiais oferecidos;

Estes três principais pontos influenciam diretamente durante toda a jornada de compra do seu aluno.

Neste post, explicamos o conceito e a importância da jornada de compra na estratégia de Marketing Digital. Afinal, o seu futuro aluno sabe exatamente quais são as vantagens que o curso vai agregar na vida dele? Quais são os benefícios práticos e de mercado que aquele curso agrega? O que ele deve levar em consideração quando estiver avaliando entre você e seu concorrente?

Entendendo que esta jornada é um processo de educação do seu Lead a respeito do universo que envolve a sua empresa, o processo passa a ter ainda mais sentido quando aplicado para uma instituição de ensino. Afinal, é um investimento muitas vezes alto, dificilmente feito no impulso e que compromete o intelecto, conhecimento adquirido e necessário para a aplicação de alguma atividade profissional ou desejo pessoal pelo conhecimento.

Vamos entender melhor cada um destes três pontos e como o Marketing Digital pode facilitar esse processo.

Definição da persona e compreensão da Jornada de Compra

jornada de compra educacao

Quem está à frente do marketing e da elaboração das estratégias certamente já se perguntou quem é o público-alvo. Ter de forma clara quem é a persona da sua instituição de ensino é fundamental, afinal é essa definição que vai lhe auxiliar tanto na definição do cronograma e material do curso quanto na divulgação.

Quando se trata de uma instituição de ensino, a criação da persona tem por objetivo encontrar quais são as características comuns entre os potenciais alunos. Se você já tem uma base de alunos, utilize dessa base como fonte de informação, entendendo quais pontos os atraem para a sua instituição de ensino, com o que eles mais estão satisfeitos, mas também quais pontos podem ser melhorados para um melhor desempenho.

Busque entender quais as principais dúvidas que a sua persona apresenta em relação ao tema dos seus cursos, quais necessidades ela tem que você poderia suprir, quais as dificuldades na hora de escolher por qual curso e/ou instituição de ensino optar. Entender a persona vai além de ter desenhado a faixa etária, nível de escolaridade, sexo, classe social ou região geográfica. É compreender elementos da personalidade do seu público para que você se conecte de verdade, da atração para a captação do aluno até a sua conclusão do curso. Neste post damos alguns exemplos de persona para educação básica, ensino superior e de cursos livres para você se inspirar.

Após ter defindo a sua persona, é importante também levar em consideração as diferentes etapas da jornada de compra em que ela possa estar. Afinal, nem todos já sabem que precisam de um curso, quais são as vantagens e estão na etapa final de apenas decidir em qual instituição de ensino comprar. Focar sua estratégia de Marketing Digital apenas na etapa final é deixar de lado muitas oportunidades. É deixar de lado o seu papel, como educador, de participar também da educação da sua persona nesse momento de decisão de compra.

Quando pensamos na jornada de compra para uma instituição de ensino, esse processo pode ser ainda mais complexo devido ao alto valor investido e o impacto do conhecimento adquirido.

Por isso, mais do que apenas atrair o seu público para seu site e captar o contato do potencial interessado, manter um relacionamento com o seu Lead (alunos em potencial) é tão importante. É aqui que a educação começa, cativando e educando o seu contato com conteúdos que levam em consideração a etapa em que ele se encontra: aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração da solução ou avaliação e compra. Neste post damos algumas dicas de que tipo de material sua instituição de ensino pode produzir e promover em cada uma destas etapas.

Entendida a persona e desenhada a jornada de compra, é preciso focar em aspectos mais técnicos e estruturais para oferecer um serviço completo em EAD, balanceado a instituição como negócio e valor social.

Escolha de uma plataforma de EAD

escolhe uma plataforma de ead

Está cada vez mais claro que a forma como as pessoas (e, nesse caso, os alunos) consomem conteúdos mudou nos últimos anos.

Neste sentido, a escolha da plataforma para disponibilizar o seu curso EAD vai dizer muito sobre o que a sua instituição de ensino busca agregar ao aprendizado do aluno. Porém, além do que você quer passar para o aluno, é importante levar em consideração suas próprias necessidades e limitações.

Em meio às pesquisas de plataformas, são várias as opções encontradas no mercado. Qual é a melhor? É aquela que atende as suas necessidades enquanto operador da ferramenta e objetivo da instituição.

  • Vai trabalhar com uma grande quantidade de vídeos? Avalie, pesquise e opte por uma plataforma que tenha um carregamento mais rápido.
  • Vai trabalhar com aulas em vídeos disponíveis em tempo real para tirar dúvidas e gerar engajamento? Nem todas as ferramentas contemplam esta opção, então antes de contratar verifique se a plataforma escolhida lhe permite estas ações.
  • Busca uma plataforma que possa ter o básico de personalização pois você não tem muito tempo? Opte por uma plataforma que tenha templates prontos, muitas delas vêm inclusive com templates gratuitos.
  • Quer ter a possibilidade de fóruns para interação entre alunos e professores? Essa é mais uma funcionalidade que não se faz presente em todas as plataformas, então certifique-se de que a sua escolha te permita incluir um fórum caso esse seja um dos seus objetivos.
  • Vai integrar sua EAD com ferramentas externas? Verifique quais as opções de integração da plataforma EAD pesquisada com as ferramentas que você queira integrar, seja uma plataforma de algum cliente (cursos corporativos, por exemplo), ferramenta de pagamento ou até mesmo com uma ferramenta de Marketing Digital como o RD Station.

Faça testes, pesquise e entenda o nível de personalização que você busca ter na sua plataforma, o quão intuitiva ela é para você adaptar e como é a usabilidade do usuário.

Pense também na facilidade do usuário em fazer sua matrícula por meio da plataforma. Para ajudar na atração para a área de matrícula, invista em Landing Pages atrativas e CTA ao longo do seu site. Este post pode ajudar com dicas para fechar mais matrículas.

Qualidade dos materiais

qualidade dos materiais EAD

Um dos grandes diferenciais que as IE podem apresentar com a sua EAD é a interatividade proporcionada ao aluno: a existência de diferentes materiais complementares ao longo de um conteúdo, vídeos explicativos, notas e formatos variados de exercícios, por exemplo, complementam a experiência e aprendizado daqueles que buscam a EAD como opção de estudos. Além disso, a oferta de tutores que auxiliem no desenvolvimento da aprendizagem ao longo do curso, seja em fóruns, bate-papo, revisões etc, dão à modalidade um “plus” que compete diretamente com as instituições de ensino presencial.

Sabemos que estes pontos são essenciais na escolha da plataforma ideal, porém não adianta ter a plataforma excelente para o que você busca e não investir em materiais de qualidade. Além da qualidade, vale entender a linguagem utilizada. O seu público exige uma linguagem mais formal ou informal? Ao contrário do que muitos acreditam, nem sempre a linguagem formal é a mais adequada, afinal o embasamento teórico não define um padrão de texto/material. O que vale aqui é ser atratívo para o público.

Busque responder com clareza perguntas como: será que meu aluno vai conseguir absorver as informações deste módulo? Será que está claro e exemplificado o suficiente? Será que a linguagem, o tema, o tempo, estão adequados da forma que meu aluno gostaria? Ter respostas positivas para estas perguntas já mostra que você está no caminho certo.

Além, claro, do planejamento sobre o tema e estruturação do conteúdo a ser passado durante o curso, é importante estar atento a algumas dicas e sugestões para que o seu conteúdo seja bem elaborado:

Quando você tem clareza da persona para o que a sua instituição oferece, fica mais claro e fácil definir o modelo dos materiais. A persona não serve apenas para atrair o seu público e vender, mas também para o engajamento com o seu aluno e relacionamento ao longo das atividades em sua IE.

Atrativos pedagógicos

ensino a distância - EAD

Vídeos

Não é novidade que a aula em vídeo é o principal recurso utilizado na Educação a distância. Um vídeo, além de facilitar a transmissão do conhecimento, é uma forma de gerar uma conexão maior com os alunos através da imagem do próprio professor transmitindo o conhecimento.

A postura, linguagem, entusiasmo e empatia são importantes elementos aos quais o professor deve estar atento durante a gravação das videoaulas.

Uma dica positiva é alterar imagens com a do professor durante a apresentação feita com o próprio computador, como se estivesse apresentando os slides em uma sala de aula. Ou até mesmo gravar com o apoio de um quadro branco ao lado, onde o professor possa desenhar ou esboçar algum tema abordado durante o vídeo.

Além disso, sabemos que vídeos são uma tendência para todos os tipos de negócio e acredita-se que, em um futuro bem próximo, sejam a principal forma de atigir diferentes objetivos. Há diversas ferramentas disponíveis que permitem gravar e editar vídeos facilmente e podem ser uma boa opção para quem está começando.

Imagens e Infográficos

O uso de imagens, fotos, gravuras e infográficos é sempre positivo para ilustrar um conteúdo e tornar a compreensão facilitada. Afinal, imagem sempre diz muito sobre tudo.

Quando o público-alvo são crianças, a indicação é de usar ainda mais as imagens como artifício para mostrar exemplos claros e atrair a atenção.

Se você não tem tempo e/ou habilidade para produzir fotos e gravuras, há diversos bancos de imagens grátis e pagos na internet que você pode usar para ilustrar o seu curso.

Posts e eBooks

Apesar de serem recursos usados para atração no Marketing Digital, eBooks e blog posts podem fomentar o conhecimento e complementar o conteúdo passado nas aulas. Você pode criar eBooks a partir de conteúdos já existentes para atrair novos alunos, bem como criar eBooks exclusivos para os alunos que já fazem parte da sua instituição. Desta forma você amplia as possibilidades do seu processo de ensino e aprendizagem, além de colaborar para a retenção de seus alunos.

Os blog posts também podem assumir papel de textos e discussões complementares ao longo dos módulos disponíveis nos cursos, servindo para aprofundar o conhecimento em algum tema específico. Entenda mais sobre a importância de um blog para o segmento de educação.

Conclusão

A Educação a distância segue como tendência e, apesar da concorrência estar crescente com a ampliação das instituições de ensino para o ambiente digital, ainda há espaço para investir neste setor e oferecer educação de qualidade para os alunos.

Para isso, ter uma estrutura organizada de funcionamento e uma estratégia clara para a captação e fidelização dos seus alunos é fundamental. Tenha claro o seu objetivo com o curso e a persona que você quer atingir, pois esse é o primeiro passo para que você possa optar por ferramentas, materiais e estratégias de divulgação eficientes.

Se quiser conferir dados do crescimento desse modelo educacional e saber mais dicas de como o Marketing Digital pode potencializar o sucesso da sua Instituição de Ensino a Distância, baixe gratuitamente o eBook “O Futuro Promissor do Mercado de EAD no Brasil: Como destacar seu negócio”.

Marcadores:

Deixe seu comentário