Blog de Marketing Digital de Resultados

Mudança no algoritmo do Google Adwords: o que sua empresa precisa saber – e fazer

No fim de outubro foi anunciada uma mudança no Ad Rank, algoritmo que determina o posicionamento dos anúncios pagos que aparecem no topo e lateral das páginas de resultados do Google. Antes o Ad Rank era composto por dois elementos: o lance máximo por CPC determinado pelo usuário e o índice qualidade (do anúncio e da página de destino). A combinação dos dois era o que definia quem aparecia nas melhores posições.

A partir de agora mais um fator pesa nos cálculos do Ad Rank. Sabe aquelas informações adicionais que às vezes aparecem em anúncios, como endereço, número de telefone ou sitelinks? Elas são chamadas extensões de anúncio e se tornaram essenciais para quem deseja ter seus anúncios exibidos. Neste post vamos explicar o que sua empresa precisa saber sobre essa mudança para garantir o sucesso de suas campanhas.

Imagine a seguinte situação: você está andando no centro de uma cidade e lembra que precisa levar um bolo para o aniversário da sua avó. Você busca no celular opções de confeitarias que estejam próximas e um anúncio exibe o telefone do estabelecimento e o seu endereço físico. É mais provável que você opte por clicar nesse anúncio, ligue para a confeitaria ou ainda vá até ela pessoalmente do que clicar em um anúncio sem essas informações adicionais.

Esse é o objetivo do Google: exibir anúncios que deem mais opções para o usuário encontrar o que busca e ficar mais satisfeito com isso (assim como o Google, que ganha pelos cliques).

Se dois anúncios estiverem empatados nos quesitos valor de CPC e índice de qualidade, aquele que tiver extensões com maior expectativa de ter um impacto positivo para o usuário deverá entrar em uma posição melhor. Para determinar essa expectativa, o CTR (taxa de cliques por número de impressões), a relevância do anúncio e a notoriedade das extensões são avaliadas.

Como o Ad Rank é uma combinação de três fatores, algumas empresas poderão perceber uma queda no valor do seus CPCs. Isso pode significar que as extensões de seus anúncios estão funcionando bem. Caso haja um aumento no CPC, é preciso analisar a qualidade das extensões, assim como o índice de qualidade dos anúncios e páginas de destino.

Por causa dessa mudança no algoritmo, é importante que a sua empresa configure as suas campanhas. Após apresentar os tipos de extensões, vamos mostrar como fazer isso:

Tipos de extensões de anúncio do Google Adwords

Extensões de localização: essa opção pode exibir o  endereço da empresa, o telefone e sua localização no mapa. É possível associar uma conta do Google Places ou adicionar as informações manualmente:

Extensão de endereço

 

Extensões de chamada: usadas para anúncios exibidos em mobile. Basta o usuário clicar sobre o ícone de chamada para fazer a ligação:

Extensões de chamadas

 

Sitelinks: mais páginas do site da empresa aparecem nos anúncios (com um limite de seis links). Esses atalhos para páginas específicas podem ajudar clientes a encontrar exatamente o que eles buscam:

Extensões Sitelinks

Notas de redes sociais: cada vez mais o fato social está sendo levado em conta para os resultados de busca, por inferir credibilidade. Nessa opção aparece o número de seguidores no Google+ (somente a partir de 100 seguidores essa extensão poderá ser exibida):

Extensões de Redes Sociais

 

Extensões de aplicações: exibe um link para o usuário baixar o aplicativo diretamente para seu celular, como no exemplo dado pelo Google:

Extensões Aplicativos

 

Extensão de comentários: empresas podem compartilhar avaliações favoráveis em uma linha adicional de texto abaixo dos seus anúncios. Por enquanto somente avaliações em inglês são aceitas:

Extensões Comentários

 

Classificação de vendedores: aqui aparecem avaliações com a experiência de compra dos clientes, recolhidas pelo Google Shopping:

Extensões Avaliação de Vendedores

Como é feita a cobrança de extensões de anúncio?

Nada é cobrado a mais para inserir as extensões, e os cliques serão cobrados normalmente, com o valor de CPC estipulado pelo usuário.

É importante ressaltar que o Google avisa que nem sempre as extensões são exibidas, pois  isso depende de fatores como o equipamento usado (tablet, celular, desktop), tamanho de tela, posicionamento do anúncio, presença de outras extensões no mesmo anúncio, entre outros itens.

Como configurar extensões dentro do Adwords

É possível criar as extensões quando uma campanha é iniciada ou configurá-las em uma campanha já existente. Também há como determinar as extensões para o nível de campanha ou segmentá-las por grupos de anúncio. Nas duas opções aparece a caixa abaixo:

 Configurar Extensões de Anúncio no Adwords

Após selecioná-la, basta escolher quais opções de extensões são relevantes para o seu negócio e inserir as informações.

 Extensões de anúncio no Adwords

Procure sempre ter em mente o que irá facilitar a vida do usuário que está buscando pelo produto ou serviço da sua empresa. O que irá atraí-lo para o meu anúncio? Como oferecer um resultado que o satisfaça e, por consequência, traga resultados para o meu negócio?

O Google já deixou claro que as extensões são itens importantes e que podem definir se o seu anúncio será ou não exibido. Sugerimos que a sua empresa não ignore esse fator relevante para o Ad Rank para continuar a ter resultados  positivos vindos do Adwords.

 

Marcadores:

Deixe seu comentário