Blog de Marketing Digital de Resultados

Os 7 hábitos das páginas de conversão mais efetivas

Aprenda quais são os 7 hábitos de criação das páginas de conversão com mais efetividade do mercado. Aplique esses hábitos e obtenha resultados agora!

Post publicado originalmente em março de 2011, e revisado e atualizado em fevereiro de 2016.

Uma prática fundamental dentro de uma estratégia de Inbound Marketing é a criação de Landing Pages. Essas páginas, que tem como intuito converter visitantes em Leads, podem trazer resultados consideráveis e visíveis para sua empresa.

Se bem trabalhadas, as Landing Pages podem aumentar e muito a quantidade de pessoas que preenchem os formulários. Essas pessoas são os futuros clientes de sua empresa, e por vezes uma Landing Page é um dos primeiros contatos entre você e esses potenciais clientes.

Sabendo dessa possibilidade, é perceptível que combinar uma oferta atrativa com uma página de conversão efetiva é o que você precisa para transformar o seu site com simples acessos em uma verdadeira máquina de oportunidades de negócio.

Para ajudar sua empresa a se transformar nessa máquina, separamos 7 boas práticas que podem fazer toda a diferença em suas Landing Pages, aumentando a taxa de conversão e gerando mais Leads.

1 – Crie uma ótima primeira impressão

Em várias ocasiões, o usuário decide se irá preencher ou não o formulário antes mesmo de a página ser completamente carregada. Como é extremamente fácil fechar uma aba no navegador quando ela não é atrativa, é importante que o conteúdo atraia a atenção do visitante antes mesmo que ele pisque os olhos.

Uma forma de captar essa atenção é otimizando o cabeçalho da Landing Page. Seja o mais sucinto possível. Coloque no topo a logo da empresa e um título segundo de um subtítulo. O objetivo é fazer com que rapidamente o visitante entenda a oferta e se sinta atraído.

Tenha uma Landing Page leve, que não demore para ser carregada e que de cara já destaque os benefícios. Vá direto ao ponto e indique clara e explicitamente qual ação que você deseja que o usuário faça (preencher um formulário, clicar em um botão, fazer um download, etc).

2 – Seja moderado ao solicitar informações

Você precisa criar um formulário em uma Landing Page se o seu desejo for captar informações sobre seus visitantes. Porém, seja moderado ao solicitar esses dados. Formulários longos podem ser cansativos, fazendo com que as pessoas desistam de preenchê-los.

Escolha com cautela o que você deseja saber sobre seus visitantes, e mantenha o foco no essencial.

Para saber mais, leia o post “Que informações sua empresa pode – e deve – pedir em um formulário de conversão”.

3 – Use depoimentos ou provas sociais

Muitas vezes, algumas informações solicitadas em uma Landing Page podem ter um cunho bastante pessoal (nome, email e telefone, por exemplo). Algumas pessoas podem ter um certo receio em fornecê-las, principalmente se essa for a primeira vez em que elas estão trocando dados com sua empresa.

Uma forma de demonstrar profissionalismo e credibilidade é colocar depoimentos curtos e originais de clientes que já conhecem e confiam em sua empresa.

Outra maneira é usar provas sociais. Inserir links de compartilhamento para as mídias sociais é uma forma de aumentar esses compartilhamentos e também de criar uma reputação em virtude da contagem visível na página.

4 – Deixe para trás a navegação

Complementando o item 2, uma forma de manter o foco da Landing Page no objetivo é tirar a navegação de seu site, sem dar chances para que o usuário se distraia ou volte atrás.

O visitante já viu sua chamada, se interessou pela oferta, clicou no call-to-action, entrou na página de conversão e está a um passo de se tornar uma oportunidade de negócio para sua empresa. Ou seja, não dê chances para que ele desvie o foco e mude de opinião.

Crie uma Landing Page como algo “solto” de seu site. Exclua a navegação e links para home, contato, sobre ou qualquer outro que possa deslocar a atenção do visitante. Torne o formulário e o botão de enviar como a única possibilidade de ação na página.

5 – Enfatize e liste o conteúdo da oferta

Para captar a atenção do visitante rapidamente, destaque ao lado do formulário uma lista com os principais benefícios da oferta.

Explore os bullet points. Crie alguns tópicos (entre 2 e 4) e descreva cada um com informações extras, sempre de forma econômica, direta e que estejam ligadas diretamente ao conteúdo do material ofertado.

Se for um eBook, descreva os principais tópicos abordados. Se for uma ferramenta, descreva os principais benefícios. Se for um curso, descreva o que vai ser ensinado. Enfim, use a criatividade para conquistar a atenção do visitante, mas sempre lembre-se de ir direto ao ponto e tentar dizer o máximo com o menor número de palavras possível.

6 – Não esqueça das imagens

O visual de uma Landing Page só fica completo com uma boa imagem. Não poupe tempo na escolha, e coloque sempre uma imagem que reflita fielmente a sua oferta, e evite generalismos ou stock images que podem atrapalhar a conversão.

No caso de eBooks, use a própria capa para dar destaque à oferta. No caso de softwares, mostre telas. No caso de webinars, mostre o rosto dos participantes para transmitir credibilidade sobre a oferta.

7 – Coloque-se no lugar de seu visitante

Antes de tornar uma Landing Page pública, faça algumas perguntas a si mesmo. Saia da mente do criador e entre na mente do consumidor.

Eu preencheria esse formulário? A página está clara? Eu me sentiria confortável compartilhando essas informações com uma empresa?

Esses questionamentos servem para que você dê um toque final em sua página antes de finalmente coloca-la no ar.

Na Prática

Mantenha os 7 hábitos acima de maneira recorrente. Faça-os parte da sua rotina sempre que uma nova Landing Page for desenvolvida.

É válido lembrar que uma Landing Page pode funcionar de forma diferente dependendo de qual seu negócio e qual seu público. Portanto, é importante que você tenha uma cultura de estar sempre testando e documentando os resultados para entender o que melhor funciona especificamente em seu caso.

Há vários exemplos de páginas com diferentes aspectos (design, formulários, objetivos) e que convertem muito bem. Porém, a maioria delas seguem, cada qual com sua maneira, os hábitos acima.

Alguns exemplos de boas Landing Pages já foram analisados e comentados por nós, e estão disponíveis gratuitamente em dois materiais. Confira:

E você, mantém esses costumes? Qual o principal fator, em sua opinião, que uma Landing Page precisa para ter uma boa taxa de conversão?

Marcadores:

Deixe seu comentário