Blog de Marketing Digital de Resultados

Outline: como criar uma estrutura de post matadora

Sua empresa tem um blog e precisa de conteúdo. Em muitos casos, partir do “papel em branco” sem uma estrutura ou planejamento de post pode ser um caminho longo e muitas vezes errado.

Em diversas empresas que investem em conteúdo, não é raro empacarem em seus processos e custarem a sair do lugar. E isso é mais problemático quando há tempo, esforço e dedicação investidos em postagens que muitas vezes não funcionam muito bem. Ainda há, na maioria dos casos, revisões, edições, novas revisões e mais edições que fazem com que tempo e recursos humanos sejam usados a mais com resultados de menos.

Mas nem tudo está perdido, a maioria desses pontos negativos podem ser evitados com um post melhor planejado e estruturado. Questões como investimentos desnecessários em tempo e esforços acabam diminuindo, e a produção de conteúdo ganha força e gera ótimos resultados.

Selecionamos algumas dicas para planejar e estruturar o seu post de maneira fácil e eficiente.

1 – Escolha do tema

Em um primeiro momento pense de forma mais abrangente.  Você pode obter ideias para o seu tema através do Brainstorm e depois organizá-las. Ainda é possível  ir além. Para você se aprofundar mais no assunto selecionamos o post Como chegar a temas perfeitos para o seu conteúdo, nele citamos 6 fontes para criar um tema com exclusividade.

Reúna todas as ideias e depois siga em áreas específicas, isso vai ajudar, e muito, a delimitar o tema para o seu post. Mire sempre uma palavra-chave específica para cada postagem dentro do seu tema. Isso faz com que sua página tenha mais relevância no Google e que a sua leitura fique mais objetiva pra quem visita o seu blog.

No caso, para usarmos como exemplo, escolhemos o “Introdução ao Google AdWords” e vamos desenvolver ele pelo resto do post.

2 – Escolha um autor

Você entende de todas as áreas do seu negócio com profundidade? A resposta provavelmente será não. É nessa hora que o especialista da sua empresa sobre o tema entra em ação. Ele pode não ser um redator nato, mas seu conhecimento pode ajudar no tema e ampliar para vários outros do mesmo nicho.

Nós aqui na Resultados Digitais usamos a força que temos nas diferentes áreas da empresa para contar com diversos autores, cada um com um expertise diferente. Isso faz com que nossas postagens sejam mais ricas e com um conteúdo diferenciado. E na sua empresa, quem pode ajudar você?

O ideal é sempre determinar, à partir do tema, quem tenha mais conhecimento e experiência prática para contribuir. Em tempos de concorrência grande na produção de conteúdo, o know how adquirido e a capacidade de conseguir dar o caminho das pedras no texto, e já prever os obstáculos que seu potencial cliente vai enfrentar, pode ser um grande diferencial.

3 – Criando um bom Briefing

Boa parte das falhas na hora de escrever o post na verdade é fruto de uma diferença de expectativa entre o que a empresa esperava e o que o autor seguiu. A falta de informação e clareza no planejamento tende a ter esse efeito colateral.

O Briefing é o documento inicial que vai delimitar e orientar o caminho que o autor vai seguir com o tema. Não possuir um briefing é como estar sem um mapa tendo um tempo curto para seguir em uma cidade cheia de ruas e informações. Um bom briefing funciona como um GPS sinalizando o caminho mais curto para escrever o post.

Abaixo indicamos algumas coisas que achamos que o briefing deve conter:

Problema x oportunidades

Defina de forma muito clara qual o principal problema ou oportunidade que você busca apresentar com seu post e por que ele é relevante para o potencial cliente.

Pense em que impacto você quer causar e o que a pessoa que não leu não sabia e vai passar a saber ao consumir esse conteúdo.

Perceba que a ideia aqui é desdobrar o tema do post em algo mais direcionado.

Definição de personas

Lembre-se que para cada tipo de produto ou serviço sua empresa pode ter uma persona diferente. Dificilmente uma empresa tem apenas um tipo de público-alvo. Para entender um pouco mais recomendamos o nosso post Persona: como e por que criar uma para sua empresa.

Inclua no briefing quem é a persona daquele post, ou seja, para quem o autor está escrevendo. Isso deve ser refletido nos exemplos utilizados no texto, no tom da linguagem e no contexto em que o problema/oportunidade é apresentado.

Estilo de texto

Nós da Resultados Digitais usamos uma linguagem leve e acessível. Não buscamos usar um “tecniquês” de forma exagerada. É claro que em muitos casos os termos são necessários, mas, quanto mais claro, mais fácil o entendimento, mais fluente é a nossa conversa.

Você precisa também definir o tom da sua mensagem, bem como algumas convenções. Indicar um manual de redação no briefing pode ajudar o autor a ficar mais tranquilo e confiante que vai entregar algo dentro do esperado. Recomendamos a leitura do post 9 super dicas para criar um manual de produção de conteúdo para o blog de sua empresa

Definidos os parâmetros do Briefing vamos ao planejamento e estrutura de um post.

4 – Criando a estrutura do post

Ter uma estrutura planejada de um post nem sempre é tarefa fácil. Para ajudar selecionamos 6 passos que pode ajudar, agilizar e dar mais qualidade para suas postagens.

Passo 1 – Definir um título

É o passo mais importante de todo este processo. Você precisa ter uma compreensão clara do que vai escrever antes de começar a definir o seu post.

Invista o seu tempo trabalhando em um título objetivo e de fácil compreensão para o seu blog. Mas não perca tempo tentando refinar o seu título agora, isso pode ser feito depois, e será ainda mais fácil realizar isso uma vez que seu texto estará completo facilitando as suas ideias para o título final.

Ao finalizar seu texto escreva de 10 a 20 títulos, depois faça uma seleção (escolha os 5 melhores) do que você achou mais pertinente e leve para votação da sua equipe para escolher o melhor.

Você pode ter mais informações em nossos post Como escrever títulos de posts que atraem cliques e conquistam visitantes, aqui você vai ver dicas eficientes para os títulos de suas postagens.

Passo 2 – Anote diferentes tópicos para o seu post

Anote todas as coisas que você quer que seus leitores saibam nesse post. Estes provavelmente não serão sempre os principais tópicos. Tenha em mente que é você vai reunir aqui todas as coisas que seus leitores saibam até o final da leitura.

Esta é a única vez em todo o processo você não estará preocupado com a organização. Neste ponto apenas deixe fluir as suas ideias naturalmente. Faça sair da sua mente todas as suas ideias (mesmo essas sendo estranhas ou fora do contexto final). Botar elas pra fora agora facilita o pensamento na construção do post e faz com que elas não apareçam depois durante o resto do processo. Pegamos como exemplo aqui o tema “Introdução ao Google AdWords”.

  • O que é o Google AdWords?
  • Vantagens em anunciar no Google AdWords
  • Resultados na busca para com
  • AdWords e SEM
  • Principais erros ao usar o Google AdWords
  • Termos mais comuns no Google AdWords
  • A forma de leilão no Google AdWords
  • Ranking e posicionamento no Google AdWords
  • Tipos de anúncios no Google AdWords
  • Google AdWords x Google AdSense
  • Como usar palavras-chave no Google AdWords
  • Imagens e o Google AdWords
  • Vídeos e o Google AdWords
  • Estrutura de campanhas no Google AdWords
  • Ferramentas de análise no Google AdWords
  • Exemplos de uso de empresas no Google AdWords

Passo 3 – Quebrar esses tópicos em seções maiores.

Agora, vamos juntar todas essas ideias e colocá-las em tópicos abrangentes. Pense nisso como uma triagem onde essas ideias irão para algumas caixas. Cada pensamento pertence a uma caixa diferente. A partir de sua inspiração, você deve ter acima alguns grandes temas. Às vezes, uma de suas ideias centrais do seu brainstorming será um tema em si, mas geralmente várias ideias pontuais cairão sob um tema geral. Você também pode perceber que há um tema que você não pode ter quaisquer caixas para organizar, mas o post definitivamente tem a ver com ela.

Há uma recomendação sobre o número de tópicos a serem usados. Mas isso realmente depende de que tipo de post que você está escrevendo. Se você estiver com um tema que é longo e abrangente, você pode precisar de 4, 5 ou mais. Se é um post rápido, com menos tópicos 2 ou 3 seria o ideal. Mas, se você precisa de uma referência, 3 ou 4 tópicos são de bom tamanho.

Então, se estamos escrevendo esse post sobre “Introdução ao Google AdWords” , teremos os seguintes tópicos:

  • 1- O que é o Google AdWords?
  • 2 – Como Funciona?
  • 3 – Tipos de Anúncios
  • 4 – Como criar um anúncio
  • 5 – Medindo os resultados

 

Passo 4 – Adicionar mais subtópicos em alguns pontos.

Neste ponto, você pode observar que possivelmente há um desequilíbrio em relação aos seus tópicos. Alguns pontos possuem alguns subtópicos, outros bem poucos e talvez outros nem possuam.

Agora é a hora de preencher as lacunas. O que você perdeu na sua inspiração inicial? Pensar sobre o que está faltando é sempre difícil, mas vai ajudar a melhorar, e muito, o seu post final. Não se esqueça de reforçar a sua introdução também. Tenha um ótimo tópico que você acha que preparou para desenvolver o artigo.

Abaixo mostra como o esboço evoluiu e o que está se tornando cada vez mais perto de ser um post:

1- O que é o Google AdWords?

    • História do Google AdWords
    • Vantagens em anunciar
    • Diferença de resultados orgânicos e pagos

2 – Como Funciona?

    • Forma de Leilão
    • CTR
    • Ranking de Qualidade
    • Erros comuns ao dar um lance

3 – Tipos de Anúncios

    • Palavras-chave
    • Rede de Display
    • AdWords x AdSense

4 – Como criar um anúncio

    • Estrutura de uma campanha
    • Escolhendo as palavras-chave
    • Criando um anúncio
    • Anúncios para mobile

5 – Medindo os resultados

    • Ferramenta de análise
    • Google Analytics
    • Outras ferramentas

 

Passo 5 – Revisar, remover e reorganizar os detalhes em cada tópico

Agora vem a parte da edição. Você já fez a parte mais difícil que era pensar e estruturar as suas ideias.  Chegou a hora de apertar o seu esboço para incluir apenas as informações mais relevantes.

Faça a revisão dos subtítulos e reorganize-os para contar a história de uma forma mais lógica e didática.  Corte os subtítulos que não agregam valor para o leitor neste momento. Isso é uma boa referência para se lembrar se você não tem certeza se é para apagar algo, ou não.

Observe o que tiramos em nosso outline:

1- O que é o Google AdWords?

    • História do Google AdWords
    • Vantagens em anunciar
    • Diferença de resultados orgânicos e pagos

2 – Como Funciona?

    • Forma de Leilão
    • CTR
    • Ranking de Qualidade
    • Erros comuns ao dar um lance

3 – Tipos de Anúncios

    • Palavras-chave
    • Rede de Display
    • AdWords x AdSense

4 – Como criar um anúncio

    • Estrutura de uma campanha
    • Escolhendo as palavras-chave
    • Criando um anúncio
    • Anúncios para mobile

5 – Medindo os resultados

    • Ferramenta de análise
    • Google Analytics
    • Outras ferramentas

A seguir, vamos reorganizar o restante dos subtítulos. Observe que agora vamos transformar alguns dos subtítulos em tópicos dos subtítulos (os pontos em sublinhados). Aqui está o que temos de esboço até agora:

1- O que é o Google AdWords?

    • Vantagens em anunciar
      • Custo x benefício
    • Diferença de resultados orgânicos e pagos
      • Orgânico – SEO
      • Pagos – SEM

2 – Como Funciona?

    • Forma de Leilão
    • CTR
    • Ranking de Qualidade

3 – Tipos de Anúncios

    • Palavras-chave
      • Extensões Automáticas
      • Extensões Manuais
    • Rede de Display
      • Uso de imagens, o que usa?

4 – Como criar um anúncio

    • Estrutura de uma campanha
    • Escolhendo as palavras-chave
    • Criando um anúncio

5 – Medindo os resultados

    • Google Analytics
    • Outras ferramentas
      • Ferramentas Gratuitas
      • Ferramentas Pagas

Passo 6 –  Incluir links, dados e outras anotações .

Isto é uma boa dica para economizar tempo. Depois de totalmente fechados e com o esboço refinado, você deve focar em exemplos e dados para apoiar suas ideias. Uma vez que você encontrar uma fonte para apoiar seus argumentos, basta adicioná-los como uma nota abaixo do tópico, de maneira que, quando você parar para escrevê-lo, estará tudo organizado.

Para finalizar, insira anotações que você não pode esquecer ao escrever o seu post. Talvez você esteja escrevendo ele nesse exato momento, ou talvez você não tenha tempo para “esquecer” e voltar depois de uns dias para reler e ajustar. Mas independente disso, ter esses detalhes em seu esboço fará com que você não deixe faltar alguma coisa.  Inserimos em itálico as anotações e os link podem ser clicados para a referência. Veja como ficou o resultado final.

1- O que é o Google AdWords?

2 – Como Funciona?

3 – Tipos de Anúncios

4 – Como criar um anúncio

      • Estrutura de uma campanha
        • Pedir gráfico para o desing

5 – Medindo os resultados

    • Google Analytics
    • Outras ferramentas
      • Ferramentas Gratuitas
      • Ferramentas Pagas

Conclusão

São diversas as formas para se escrever e estruturar um post com resultado. O mais importante, além do planejamento que falamos aqui, é fazer com que seu público leitor tenha uma ótima experiência e queira voltar mais vezes para adquirir ainda mais informações do seu conteúdo. Como fizemos nesse post.

Espero que tenham gostado =)

Um abraço e até o próximo post!

 

 

Marcadores:

Deixe seu comentário