Blog de Marketing Digital de Resultados

RDicas #03 – Por onde começar a otimização do seu site

Estamos com mais uma edição do RDicas, uma série de vídeos com diversas informações sobre marketing digital (se você perdeu a primeira ou a segunda parte pode acompanhar em nossos links).

Nesse vídeo, Aluysio Ferreira, consultor especialista em SEO da Resultados Digitais, explica por onde começar a otimização do seu site.

Assista ao vídeo:

Confira aqui os outros posts do RDicas, nossa série de vídeos curtos sobre SEO.

No post anterior comentamos sobre pesquisa de palavras-chave. Após a coleta desses dados surge a pergunta: o que eu faço a partir de agora?

O mais recomendado é iniciar pelas URLs que o site já possui. O tempo que a URL foi publicada acaba sendo um dos fortes fatores de ranqueamento, além de ser muito mais fácil pegar uma URL já existente e trabalhar nela.

Com esse passo dado surge uma dúvida: como que faço pra saber qual a URL que é relevante para um determinado termo? Para isso recomendamos duas ferramentas:

WebMaster Tools

Ferramenta gratuita que traz informações sobre palavras-chave do seu site, qual a URL tem aparecido e qual o posicionamento da URL. Nesse caso, o que você precisa saber é se a palavra-chave está ativa em seu site e se está presente no Webmaster Tools. Caso a palavra não esteja ativa,ela não estará listada na ferramenta.

RDStation

O RD Station, software de marketing digital da Resultados Digitais, tem um painel de palavras-chave que mostra quando você cadastra um determinado termo. Ele traz pra você qual a url e posição que este termo aparece.

A ideia começar a partir de algo que você já possui. No momento em que você identifica a página que você pretende potencializar, já pode  começar o trabalho de otimização. Selecionamos 7 dicas para você começar otimizar as suas páginas para os mecanismos de busca.

1 – Analise a Tag Title

É aquela que vai na Head do html e que você pode descobrir facilmente passando o mouse na aba do seu navegador. Confira se a palavra-chave que você quer ranquear já está na Tag Title. Se não, tente inserir essa palavra.

Apenas uma observação: tente manter a Tag Title com no máximo 63 caracteres, pois esse é o limite máximo exibido. É possível sim deixar um título que ultrapasse esses limites, e ele irá aparecer na aba de seu navegador, mas não nos resultados de pesquisa.

2 – Conteúdo

Aquela palavra-chave aparece de forma exata ao longo do conteúdo? Se ela não aparece, será que você não poderia alterar um parágrafo ou outro pra tentar colocar a palavra-chave exata no seu texto?

Caso contrário, quantas vezes ela aparece? Não vamos aqui entrar na discussão de densidade de palavra-chave, uma vez que  não existe um número mágico que a gente possa falar que se deva ou não colocar. A ideia é que tudo pareça natural sem ser exagerado. Porém, se ela aparece somente uma vez será que não seria interessante explorar essa palavra mais vezes?

Outro ponto no conteúdo é: qual o tamanho do seu texto? Vemos que alguns estudos demonstram que as primeiras colocações de palavras-chave muito disputadas, com grande volume de tráfego, estão em páginas que possuem mais de 2.000 palavras ao todo. Isso mostra que os resultados das pesquisas valorizam um conteúdo completo, extenso e rico.

Então, será que o seu conteúdo está extenso suficiente? Para a maioria dos casos um conteúdo um pouco menor não precisa chegar a 2.000, mas de 300 a 500 palavras-chave já é possível ranquear bem se outros fatores forem observados. Por outro lado, será que seu texto não está curto? Será que não é possível deixar o conteúdo um pouco mais completo?

3 – Heading Tags

Será que não é possível puxar um subtópico dentro do seu artigo e colocar a palavra-chave exata em uma heading tag h2, por exemplo?

A heading tag mostra um pouco a hierarquia dentro do conteúdo, identificando elementos que são bem importantes. Quando um texto tem uma heading tag com a palavra-chave exata é como se ele passasse a informação ao Google de que aquele termo é significativo no contexto geral da página.

4 – Linkagem interna

Quantos links acabam apontando para uma determinada página? Existem formas de ganhar mais links a partir do seu próprio site?

Dentro do WebMaster Tools, há como saber quantos links estão apontando para a URL que você pretende utilizar e, dessa forma, fazer um trabalho de aumentar esse número. Aproveite e analise também outros artigos do site, e tente encontrar oportunidades ao longo do texto para colocar um link que aponta para a URL que você deseja.

5 – Imagens

A sua página ou post já possui arquivos de imagens leves? E, em segundo lugar, o campo de texto alternativo dessas imagens já está preenchido?

Considere as duas questões acima como importantíssimas. O Google, em tese, não lê as imagens, mas lê este texto alternativo. A função primordial desse campo é descrever a imagem. E se você conseguir descrever a imagem com a palavra-chave focada, melhor ainda.

6 – Meta descrição

Esse é um ponto que não vai te ajudar de fato a posicionar melhor para uma palavra-chave, mas também tem seu grau de importância. A meta descrição é aquele texto de duas linhas que aparece no seu resultado de pesquisa. Se por ventura a palavra-chave estiver na meta descrição, isso pode ajudar o usuário a decidir se ele irá clicar ou não no link. Assim,  às vezes na mesma posição de um concorrente, você consegue mais cliques por uma determinada palavra-chave.

7 – Tempo de carregamento

Esse fator é importante. Primeiro, existem estudos que mostram que a taxa de conversão de uma página tem a ver com o tempo de carregamento e, segundo, que isso tem sido um fator de ranqueamento bem relevante nos últimos tempos.

Alguns sites que ja trabalhamos na Resultados Digitais, que basicamente começamos por aqui sem alterar outros elementos conseguimos resultados para diversas URLs. Aqui a questão é um pouco mais técnica, pois envolve tempo de resposta do servidor e outros aspectos.

Entender alguns tópicos básicos de SEO como os apresentados são fatores fundamentais para o sucesso no crescimento da busca orgânica do seu site. Mas antes de mais nada é importante saber o que seu público procura e se sua empresa está pronta para suprir essa necessidade e passar a melhor experiência possível. Unindo os fatores de busca mais atendimento é muito provável que seu site vá aumentar o número de visitas, conversões e aumentar seus resultados.

Marcadores:

Deixe seu comentário