Blog de Marketing Digital de Resultados

Posts em forma de lista: 16 motivos para você usar este formato em seu blog

Será que vale a pena investir nos posts de lista quando queremos gerar resultado? Nesse post vamos mostrar como o formato pode ser muito eficiente para gerar tráfego e Leads.

Se você tem o mínimo contato com conteúdo na internet, com certeza já esbarrou em um daqueles posts “9 dicas na hora de comprar um carro”, “15 formas de fazer bolo sem usar farinha”, “21 maneiras de atrair mais clientes para seu negócio” etc.

Esses posts, que muitos chamam de posts de lista, são um dos formatos mais difundidos no Marketing Digital. Podemos dizer, até a exaustão.

Por isso, pode parecer que utilizar esse formato seja ultrapassado, uma vez que, de certa forma, ele já é uma fórmula saturada.

Mas será que não vale a pena investir nos posts de lista quando queremos gerar resultado? Afinal de contas, eles podem ser muito eficientes para gerar tráfego e Leads. Hoje vamos mostrar por quê.

16 razões pelas quais você deve publicar listas

1. São mais fáceis de ler

Se pensarmos bem, listas tendem a facilitar a leitura do usuário. Em um contexto em que as pessoas têm cada vez mais pressa de absorver as informações pelas quais se interessam, publicar uma lista faz com que seu texto se torne mais escaneável, principalmente se você de alguma forma destacar cada ponto da lista. Assim, o leitor pode identificar e pular aquelas informações que não julga tão necessárias e ir direto àquilo que interessa para ele.

Veja mais sobre conteúdo escaneável no post 8 dicas para tornar seu conteúdo mais escaneável.

2. São mais fáceis de escrever

Da mesma forma que posts de lista são mais fáceis de ler do que textos corridos, eles também facilitam a escrita, já que, ao elencar em forma de lista os pontos que você quer trabalhar no artigo, você já vai criando uma estrutura que facilita o desenvolvimento das ideias.

Além disso, esse formato incentiva o escritor a ir “direto ao ponto” e evita que ele vá se perdendo do assunto ao longo do texto, o que é muito comum, especialmente em conteúdos mais volumosos. Lembrando que o formato de lista não precisa ser publicado apenas como post: você pode também trabalhar essa forma em eBooks, webinars (elencar determinados pontos que são abordados ao longo da transmissão), podcasts, infográficos etc.

Para aprender como escrever conteúdos de forma mais fácil, leia estes posts: 7 dicas para escrever um post do zero e Como perder o medo de escrever e começar a produzir conteúdo.

3. Tornam-se virais mais facilmente

Uma vez que os posts de lista são fáceis de ler, é mais provável que esse tipo de conteúdo seja consumido por mais gente, o que, por sua vez, o torna também mais fácil de ser compartilhado, principalmente em redes sociais.

As listas também têm outra característica que faz com que tenham potencial para viralizar: geralmente, elas possuem uma linguagem que mistura informação com humor. Pense bem: um post com o título “5 formas de justificar sua procrastinação” não soa mais divertido do que “por que costumamos justificar nossa procrastinação”?

Para entender um pouco mais sobre o que tem potencial para viralizar no Marketing Digital, leia nosso post sobre marketing viral.

4. Fazem você parecer autoridade no assunto que você está abordando

O fato de você selecionar um tema, decidir escrever sobre ele e detalhá-lo em diversos tópicos passa a impressão aos visitantes do seu site de que você realmente entende sobre o que você está falando.

É claro que, para que essa impressão se confirme, você precisa escrever um texto de qualidade, mas conseguir colocá-lo em um formato que ajude a detalhá-lo auxilia nisso.

E pode ter um impacto direto nas suas vendas: se seus visitantes acreditarem que você é expert no seu negócio ou mesmo em seu nicho, as pessoas vão perceber que você é capaz de resolver o problema delas com a sua solução, e as chances de que elas comprem de você aumentam.

Para saber como se tornar autoridade, leia este post com cases de empresas que criaram blogs para construir sua autoridade no mercado.

5. Servem como autopromoção

É claro que, mesmo que você faça um conteúdo de qualidade e completo, muito provavelmente você deixará alguns pontos de fora, pois é praticamente impossível abordar um tema inteiro em um único material.

Por isso, você pode aproveitar sua lista e sugerir outros conteúdos que você tenha que complementem aquele assunto. Assim, você não tem a obrigação de produzir um material interminável que aborde tudo. Como você deve ter percebido, nós estamos fazendo isso neste post. ;)

6. O ser humano gosta naturalmente de listas e números

Uma das razões pelas quais devemos utilizar posts de listas é que existem muitos estudos que indicam que o ser humano gosta de listas e números.

Um deles, por exemplo, realizado pela empresa Conductor há alguns anos, mostra que títulos que possuem números são os preferidos das pessoas – nada menos do que 71% dos entrevistados responderam isso.

Isso se explica em parte pela teoria da especialização funcional hemisférica, que afirma que nosso cérebro possui diferentes áreas que são especializadas em diferentes funções. Por causa disso, nossas preferências cognitivas e neuropsicológicas por listas e números é resultado dessa organização do nosso cérebro.

Mas serve qualquer número? Sim, mas alguns podem ter mais resultado do que outros. É o que mostra uma análise feita pela Ok Dork e Buzzsumo, que analisou 100 milhões de artigos e descobriu que os mais populares usavam listas com os seguintes números (nesta ordem): 10, 23, 16 e 24.

7. Atendem mais facilmente às expectativas do leitor

Quando eu digo a você que tenho 3 coisas para dizer, você com certeza já imagina mais ou menos quanto tempo levará para escutar o que tenho a falar. O mesmo acontece com as listas.

Assim que a pessoa lê o número, ela já tem uma ideia da quantidade de conteúdo que encontrará e quanto tempo levará para consumir esse conteúdo. Isso diminui as chances de seu leitor ficar frustrado com o que você está oferecendo, o que pode ajudar a gerar uma melhor experiência no usuário.

8. Atiçam a curiosidade

Ao mesmo tempo, listas fazem as pessoas ficarem imaginando o que, afinal de contas, são aquelas “3 ideias de conteúdo que geram muitas conversões” ou os “6 lugares que você não pode deixar de conhecer em Paris”.

Isso atiça a curiosidade delas e, por consequência, faz com que elas tenham mais vontade de consumir seu conteúdo.

9. Ajudam no SEO

vários aspectos das listas que podem ser considerados ideais para SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Mecanismos de Busca).

Entre os principais, podemos citar o fato de que listas ajudam a criar um texto rico em títulos e subtítulos (H1, H2, H3 etc.), criam uma organização que colabora para a experiência do usuário, geram links internos. Tudo isso pode ajudar você a ranquear melhor nos mecanismos de busca.

Quer saber tudo sobre SEO? Então leia nosso eBook O Guia Completo de SEO.

10. Simplificam coisas complicadas

Listas são um bom formato para falar sobre temas complexos. Isso porque elas comunicam as ideias melhor, vão direto ao ponto e são mais claras.

As listas geram uma série de tópicos, que você pode utilizar de forma sequencial e lógica, ajudando a montar uma estrutura que facilita o entendimento. Por isso, vale a pena escolher esse formato para passo a passos e tutoriais.

Veja, por exemplo, este post que explica como fazer um infográfico em 6 passos simples.

11. Podem render mais conteúdos

Como já dissemos anteriormente, é muito difícil que um único conteúdo esgote um assunto de uma só vez. Por isso, mesmo sua lista se aprofundando em alguns tópicos, é possível que você aborde alguns itens mais superficialmente.

Mas isso não é necessariamente ruim. Você pode, como já sugerimos, linkar para outros conteúdos que você já tenha produzido sobre o tema. Ou, caso você ainda não tenha nenhum material sobre o que foi abordado, você pode criá-lo, e depois linkar os dois conteúdos, contribuindo também para o SEO dos dois.

12. Podem render conteúdos para as redes sociais

Sabemos que os conteúdos criados diretamente para as redes sociais, como postagens diretas no LinkedIn, Facebook ou Instagram, devem ser mais breves, para que gerem o engajamento desejado.

Por isso, você pode utilizar sua lista e transformá-la em diversos conteúdos para redes sociais. Você pode, por exemplo, pegar cada um dos números e criar uma postagem diferente com base nele. Mas nunca se esqueça de adaptar o conteúdo para o meio que você está utilizando.

13. Atraem mais comentários

Listas são uma forma natural de incentivar os leitores a deixarem suas opiniões e engajarem em seu conteúdo. Como muitas vezes geram polêmicas, as pessoas ficam tentadas a dizer o que pensam sobre aquele conteúdo, seja concordar, discordar ou fazer sugestões.

Por isso, use esse potencial natural desse formato e aproveite o final da lista para pedir para os leitores escreverem o que pensam sobre o assunto ou sugerirem outros tópicos que você possa ter esquecido. Isso pode, inclusive, ser base para a criação de novos conteúdos.

14. Fazem as pessoas se identificarem

Quando você apresenta às pessoas opções de coisas com as quais elas podem se identificar, elas vão querer entender o porquê se identificam com aquela opção.

A situação fica ainda melhor quando se usa a palavra “você” ao se dirigir aos seus leitores, pois esta é uma palavra forte – as pessoas adoram quando elas viram o foco da atenção.

Um exemplo é este do nosso post Personalização: 5 dicas para você se diferenciar e vender mais. Neste caso, é muito provável que você clique neste post porque acredita que são dicas que você mesmo pode fazer – ou seja, você se identifica com o que é proposto pelo título.

15. São abrangentes

É claro que isso vai depender da qualidade da sua lista, mas escrever sobre determinado tema com um formato de lista poda fazer com que a abordagem se torne mais abrangente.

Isso porque, ao dividir o assunto em tópicos e numerá-los, fica mais fácil de perceber se você está esquecendo de algo e, se estiver, criar um tópico extra para abordar o que estiver faltando.

E aproveite para fazer uma lista realmente abrangente e grande, pois as pessoas tendem a acreditar que estão aprendendo mais quanto maior for o número da lista.

16. São persuasivas

Quando você quer convencer alguém de alguma coisa, o que você faz? Provavelmente, você enumera uma série de argumentos que reforçam seu ponto de vista, certo?

Da mesma forma, utilizar listas pode ajudar você a persuadir as pessoas sobre a sua ideia, já que você vai apresentar, em números, algumas razões que defendem aquilo que você está falando. Um exemplo: 3 métricas que provam o valor do Marketing Digital à diretoria.

Conclusão

Como vimos, há diversas razões pelas quais você deve utilizar listas como um formato do seu conteúdo. Elas ajudam a gerar cliques, engajamento, compartilhamento, tráfego orgânico, conversões, comentários etc.

Mas listas não são uma fórmula mágica: mais importante do que o formato, é que seu conteúdo seja de qualidade. Aposte em algo que seja realmente interessante para seu público-alvo e não frustre as expectativas da sua audiência. Assim, você terá sempre insumo para criar conteúdos nos mais diversos formatos, e que gerarão um belo resultado para o seu negócio.

Para saber agora como utilizar listas em toda a sua estratégia de Marketing de Conteúdo, entre outros assuntos similares ao desse post, leia aqui o O Guia Definitivo do Marketing de Conteúdo.

Marcadores:

Deixe seu comentário