Blog de Marketing Digital de Resultados

Por que publicar vídeos em sua página no Facebook

Já foi constatado que as publicações em vídeo estão não só possuindo o maior alcance no Facebook como também o maior engajamento e crescimento. Saiba mais.

Periodicamente, o algoritmo do Facebook é alterado, e a forma como nos comunicamos por essa rede social também acaba sendo naturalmente modificada.

Se você fizer uma retrospectiva mental, perceberá que aos poucos os vídeos foram tomando conta dos feeds de notícias. E que a cada momento que passa, mais marcas e empresas utilizam o audiovisual para engajar sua audiência.

O crescimento do uso e do alcance do formato é nítido. Dessa forma, é altamente recomendável que, caso você tenha uma fanpage, saiba como publicar vídeos no Facebook.

Além disso, também vamos explorar nesse post sobre como é importante saber analisar os dados dos vídeos postados, quais os motivos para utilizar esse formato e também alguns macetes para que você consiga postar vídeos de forma efetiva. Confira abaixo.

Vídeos possuem maior alcance orgânico que as outras formas de publicação

Já está constatado que as publicações em vídeo estão não só possuindo o maior alcance entre todas as outras formas, como também o maior engajamento e crescimento.

Um estudo elaborado pelo próprio Facebook, em janeiro de 2015, identificou que os usuários da rede social em todo o planeta estão postando 75% mais vídeos em comparação com os doze meses anteriores à pesquisa. Nos Estados Unidos, a porcentagem consegue ser superior, chegando a 94%.

Caminhando ao lado desse súbito aumento de uploads por parte dos usuários, também encontra-se uma escalada considerável no número de visualizações. No mesmo período da pesquisa, foi constatado que vídeos foram, no geral, visualizados 360% mais vezes no feed de notícias do que no ano anterior. E que 50% dos usuários ativos do Facebook assistem ao menos um vídeo por dia na rede.

Confira também 7 dicas efetivas para aumentar o alcance orgânico no Facebook

Por que publicar vídeos no Facebook?

O Facebook considera o vídeo uma linguagem mais universal do que outras formas de compartilhamento, como links, textos e imagens. Essa premissa, unida à facilidade que é hoje de gravar um vídeo em um smartphone, fazer o upload e, instantes depois, publicá-lo no feed, tem sido essencial para o crescimento do formato na rede. Publicar vídeos no Facebook pelo celular é simples e muito intuitivo, basta gravar e compartilhar.

A boa performance dos vídeos também são determinantes para que os usuários assistam cada vez mais vídeos nativos no Facebook, sem a necessidade de ter que sair para outro serviço de streaming, como o Youtube (ainda o maior do mundo no segmento), por exemplo.

Algumas funções que fazem com que os vídeos no Facebook sejam fáceis de serem visualizados são:

Autoplay

Um recurso bastante controverso nos últimos anos e que, no Facebook, tem funcionado. Isso porque, mesmo que os vídeos comecem a rodar automaticamente no feed, o volume só é acionado se há a interação do usuário.

Sendo assim, os vídeos rodam sozinhos, mas no modo mudo. Caso o usuário se interesse e clique no vídeo, o volume é ligado. O recurso de autoplay no mudo trabalha como uma espécie de isca para que o usuário efetivamente clique no vídeo e assista com mais atenção, sem dar “aquele susto” de você começar a ouvir um som e não saber de onde está vindo.

Sugestões

Com o crescente número de uploads, uma enorme biblioteca de vídeos está sendo hospedada pelo Facebook. Esse fator abriu as portas para que vídeos sugeridos começassem a aparecer após as visualizações, algo muito parecido com o Youtube.

Dessa forma, postar um vídeo nativo diretamente no Facebook pode trazer à sua página novos visitantes.

Note que quando você interagir com algum vídeo no feed, abaixo dele aparecerá um conteúdo chamado “Vídeos Sugeridos”. São todos vídeos hospedados no próprio Facebook.

Incorporação em sites externos

Os vídeos que são publicados diretamente no Facebook não necessariamente possuem, na rede social, sua única forma de visualização.

Isso acontece porque, da mesma forma que o Youtube, o Facebook permite que os vídeos sejam incorporados – ou embedados – em outros sites, como você poderá ver em um exemplo no próximo tópico.

Proteção de direitos autorais

Outro assunto bastante delicado refere-se a vídeos que possuem direitos autorais e que são disseminados sem autorização nas redes. Algo que também é bastante comum no Youtube e está sendo desenvolvido com um maior vigor também pelo Facebook.

A ideia é que o Facebook valorize cada vez mais produções autorais e não a simples reprodução de vídeos de outros autores.

Esse detalhe é importantíssimo para quem pensa em começar a produzir vídeos para o Facebook. Pense bem se vale a pena simplesmente copiar e reproduzir produções de outrem (com o risco de serem apagadas futuramente) ou se é melhor investir um pouco mais de tempo em produções próprias.

Comparação links X vídeos na Resultados Digitais

Aqui na Resultados Digitais, trabalhamos frequentemente com o uso de vídeos em nossa página do Facebook.

Produzimos conteúdo audiovisual para várias finalidades, como para promover o RD Summit, nosso evento de Marketing Digital, ou para criar chamadas em vídeo para nossos novos posts no blog.

O resultado tem sido satisfatório. Além de criarmos uma proximidade com a audiência, trazendo os autores para conversarem em frente às câmeras, também notamos um aumento em duas métricas importantes: alcance orgânico e taxa de envolvimento.

Basicamente, compartilhamos nossas novidades no blog por meio de links e vídeos, sendo esse último formato uma novidade bem recente.

Por isso, comparamos as últimas 10 publicações em links com as últimas 10 em vídeo. No resultado, conseguimos observar um aumento de 66% no alcance orgânico e de 90% na taxa de envolvimento para as publicações em vídeo.

Esse resultado confirma a tese de que é o vídeo que está mais em alta hoje no Facebook.

Como publicar um vídeo no Facebook

Ok, vimos já como publicar vídeos com qualidade pode aumentar o engajamento e o alcance orgânico no Facebook. Agora, como fazer isso da forma correta?

Na própria linha do tempo da página que você administra, mude de “status” para “foto/vídeo” e carregue um vídeo de alguma pasta de seu computador.

No painel de publicação, você pode fazer uma descrição, adicionar um título, escolher uma categoria e criar uma chamada para ação, que nada mais é que a criação de um link ao final do vídeo para uma página externa que pode ser para uma compra, reserva, download ou mais informações.

Na aba “avançado”, você pode modificar as opções de distribuição do vídeo. É possível fazer com que o vídeo não apareça no feed de notícias ou que não seja permitida a sua incorporação em páginas externas, limitando sua visualização apenas dentro do Facebook.

O método é quase idêntico na versão mobile. Para uma melhor performance, é recomendável realizar a ação pelo aplicativo Gerenciador de Páginas. E para fazer o upload é só clicar em “Vídeo”, logo abaixo à logo da Página, e escolher o arquivo nas pastas de seu dispositivo.

Analisando os dados de uma publicação em vídeo

Além de produzir e postar vídeos pertinentes, é muito valioso também que seja feita uma análise de seus dados. Ou seja, quantas pessoas foram alcançadas, quantas visualizaram, qual a duração média da visualização, quantos cliques para reproduzir e quantos cliques em links a publicação teve.

Tendo conhecimento dessas estatísticas você pode fazer uma leitura a respeito da forma como está publicando seus vídeos. Se estão dando retorno ou se será preciso reformular a linguagem.

A guia informações, nas estatísticas de sua página no Facebook, tem uma subguia focada apenas em dados relacionados aos vídeos postados.

  • O primeiro gráfico refere-se às visualizações totais de seus vídeos, ou o número de vezes que os vídeos da sua página foram visualizados por 3 segundos ou mais;
  • O segundo gráfico refere-se às visualizações de mais de 30 segundos, ou no caso de um vídeo ter uma duração menor, conta quando as pessoas visualizam 97% dele;
  • E mais abaixo, está a seção Principais Vídeos, onde você pode analisar individualmente qual foi o alcance, o número de visualizações e a taxa de conclusão média.

Confira também 7 itens que você pode saber com a parte de Estatísticas do Facebook

Bônus: 8 formas de usar os vídeos a seu favor em sua página do Facebook

Você deve ter percebido, e em certas partes até ter achado tudo muito sedutor, como publicar vídeos no Facebook não é mais um assunto do futuro, mas do presente.

Junto com a popularidade dos vídeos vem uma responsabilidade. Afinal, como se destacar em meio a tantos outros produtores de conteúdo audiovisual?

Pensando nesse problema, deixaremos 6 dicas para você tirar o máximo proveito dos vídeos que você publicar em sua página.

1 – Eduque / Inspire / Divirta / Informe

Qual é o seu negócio e qual é a maneira com que seu produto/serviço é direcionado às pessoas? De forma educativa, inspiradora, humorística, informativa? Transponha a sua linguagem tradicional para seus vídeos.

Importante também é que você não crie materiais vagos apenas com a intenção de “aumentar o alcance”. Não é assim que funciona. Seja específico e vá em direção à sua audiência.

2 – Adicione um vídeo em destaque

Quando você publicar mais de um vídeo em sua fanpage, irá perceber que eles estarão ordenados por data na aba “Vídeos”.

Marcar um vídeo como destaque é uma forma de escolher o melhor vídeo, ou o mais relevante, ou o vídeo principal da página, ou um vídeo que você queira destacar, como sugere o nome.

Usamos essa funcionalidade na página da Resultados Digitais. Dessa forma, o destaque fica para o vídeo escolhido pelo administrador e o mais relevante atualmente. Exemplo:

video em destaque rd summit

 

3 – Use o call to action “Assistir vídeo”

O botão call to action é uma forma inteligente de dar ênfase a um serviço ou produto que sua página está promovendo. E dentre as várias chamadas para ação disponíveis, uma delas é “Assistir vídeo”.

Falando em call to action, confira outras dicas de como usar a função com efetividade

A criação desse call to action é muito recomendada caso você tenha um vídeo como principal apresentação para um evento, serviço ou produto.

4 – Incorpore os vídeos em posts de blogs ou em sites

Uma maneira de aumentar o alcance de um vídeo é incorporá-lo em um post. Ao fazer isso, as visualizações desse vídeo, fora do Facebook, somam-se às que foram obtidas no feed de notícias da rede ou na linha do tempo da própria Fan Page.

Para realizar a ação, basta abrir o vídeo e em “Opções” escolher entre “Embed Vídeo” e “Incorporar Publicação”. No primeiro caso, apenas o vídeo será incorporado no post, e no segundo, a publicação inteira será copiada, o que inclui a descrição acima do vídeo.

5 – Crie uma playlist

Se a sua página cria vídeos diversos, uma opção para facilitar a classificação dos arquivos é a criação de playlists. Dessa forma, seus vídeos ficam organizados por listas na aba “Vídeos” de sua página, facilitando a experiência de seus visitantes durante a navegação.

6 – Personalize a miniatura

Você pode adicionar uma imagem personalizada à miniatura do vídeo. Essa ação é muito importante, pois a imagem será a capa do vídeo quando ele não estiver rodando.

7 – Seja breve

Vídeos longos não costumam funcionar muito bem no Facebook. Deixe as produções mais extensas para publicar em outra plataforma (Youtube, Vimeo, etc) ou incorporar em seu site. Seja objetivo. No Facebook, dois minutos – ou menos – é o suficiente.

8 – Seja profissional

É verdade que todo mundo pode gravar um vídeo e publicar no Facebook, mas, excluindo casos excepcionais, é o profissionalismo que irá separar o joio do trigo nos feeds dos usuários.

Para ser profissional, não é necessário um super investimento em equipamentos de alta tecnologia. Basta estar atento à iluminação, ao enquadramento, à narrativa e ao som. Ser profissional, nesse caso, significa pensar o vídeo antes da gravação e estar ligado a todos os detalhes.

É claro que quanto melhor o equipamento, mais fácil será de conduzir o vídeo para que ele tenha uma qualidade boa, e que um microfone auxiliar é sempre uma boa pedida. Mas o fundamental nesse quesito são as pessoas que estão atrás – ou à frente – das câmeras.

Durante muito tempo, discutiu-se sobre o formato preferido do Facebook, que geralmente variava entre Fotos, Links e Status. No momento, já temos a resposta comprovada: é, de longe, o formato em vídeo. Depende agora de quem for produzir esses vídeos aproveitar essa vantagem para continuar crescendo e mantendo contato com sua audiência no Facebook.

Tendo em vista que o alcance orgânico tem diminuído muito desde o advento do Facebook Ads, usar a criatividade e as ferramentas certas é crucial para manter o engajamento com o público.

Marcadores:

Deixe seu comentário