Blog de Marketing Digital de Resultados

Qual o papel do editor no blog da sua empresa?

Manter um blog produzindo conteúdo de qualidade não é uma tarefa fácil. Ter uma frequência de postagens semanais ou diárias sobre seu nicho requer esforço, tempo e dedicação.  E como ter tudo isso com uma equipe enxuta e muitas vezes sem tempo?

Neste post vamos tratar do papel do editor. Quem pode ocupar a posição, quais são as sua atribuições e como ele deve atuar dentro do cenário da sua empresa para resolver essa questão.

Quem deve ser o meu editor?

Antes de mais nada, é importante destacar que se faz necessário ter um responsável direto sobre a produção de conteúdo na sua empresa. Ele pode ser alguém do time de marketing ou de outra equipe e como o conteúdo muitas vezes é bastante técnico, não precisa ser exatamente um profissional de comunicação. É claro que quanto maior for a qualificação profissional e afinidade com a função, como tem um jornalista ou publicitário por exemplo, mais qualidade tende a ter o seu processo e a sua produção.

Em um primeiro momento, com um volume de conteúdo menor, esse papel não será obrigatoriamente uma função que vai exigir dedicação o tempo todo ou que tome muitas horas por dia de um profissional. Com o passar do tempo e com um possível aumento da demanda da produção de conteúdo, sua empresa sentirá naturalmente a necessidade da contratação em tempo integral de um profissional na área.

Porque um editor faz a diferença

Em uma empresa que trabalha e depende de marketing de conteúdo para geração de Leads, é necessário um profissional responsável por fazer as coisas acontecerem de forma consistente. Quando a função de escrever é delegada a diversas pessoas ou mesmo a terceiros (como uma agência ou um serviço especializado de produção de conteudo) é preciso que alguém se responsabilize pelo andamento, que assuma a ponta e acompanhe o nível de qualidade do conteúdo, além de uma série de pontos que veremos adiante.

O editor tem o papel de garantir a unificação da visão da empresa e fazer com que todas as publicações falem a mesma língua. É seu papel garantir que tudo esteja alinhado e contribuindo para o posicionamento que a empresa quer transmitir.

Lapidar a entrega final

Em muitos casos, temos diversos profissionais colaboradores que não têm muita afinidade com as técnicas de escrita em um blog e que não possuem um conhecimento mais técnico em marketing digital.

Essas pessoas podem não estar acostumadas com alguns detalhes da gramática, não ter conhecimento técnico para passar um conteúdo para uma plataforma (como o WordPress), conversar com cliente via texto ou externalizar em um post de uma forma que seja facilmente compreendida.

É papel do editor também trabalhar o conteúdo da melhor forma para torná-lo mais amigável, valioso e oferecer uma ótima leitura ao usuário. Além disso é preciso estar atento a técnicas básicas de SEO como uso de palavras-chave, links com textos âncoras, escrever um título ligado a URL, atibutos de imagens, entre outros.

Garantir um compromisso

Esse é um dos papéis mais essenciais do editor. Ele precisa pegar a lista de post com ideias e temas selecionados para os conteúdo e transformar isso em um calendário, e o mais importante, garantir que esse calendário seja seguindo.

Pode ser que o editor em alguns casos terceirize a produção de conteúdo. Ele pode pedir para alguém da equipe ou outra pessoa escrever sobre algum assunto, mas no fim quem é cobrado pela data de entrega e pelo produto final não devem ser esses escritores, mas sim, o editor.

É ele quem deve estar cobrando os autores o tempo inteiro e ter uma carta na manga se algum problema aparecer. Inicialmente cria-se o compromisso do  “você escreve um post por semana”, mas se não houver data ou cobrança é muito provável que as pessoas deixem de escrever.

Para que isso não aconteça, o editor assume esse papel de cobrar ficando como responsável direto e tornando-se o “dono do blog” dentro da empresa.

E como fazer isso?

Há 3 passos importantes que devem ser seguidos para a execução:

1 – Tenha um bom planejamento

Tenha em mente qual o conteúdo vai sair em cada dia e quanto tempo um escritor vai levar para escrever. Dependendo do caso, defina qual o tema e qual o assunto vai ser tratado para que as coisas não se atropelem.

Para ajudar a organizar suas ideias indicamos o post Outline: como criar uma estrutura de post matadora.

2 – Dê um bom prazo

Muitas vezes o fato da pessoa ter que escrever não faz disso a sua obrigação principal. É papel do editor ter isso muito claro e negociar com muita antecedência. As chances de garantia que esse conteúdo de fato vai sair e ser publicado são muito maiores.

3 – Crie um manual de conteúdo

O manual de conteúdo vai dar o norte para todos os textos da sua empresa. Selecionamos aqui alguns pontos que são importantes para se ter em um manual.

  • Definir o tom da empresa que vai ser falado
  • Determinar quais são as personas da empresa
  • Qual o posicionamento que a empresa deve adotar
  • Que tipo de conteúdo está permitido publicar no blog
  • Que tipo de conteúdo não está permitido
  • Quais as convenções que a empresa usa em relação a abreviações, números, etc.
  • Determinar qual a forma ideal de escrever os termos mais comuns do seu mercado
  • Como deve se fazer a pesquisa de palavras-chave

Se tudo isso tudo estiver muito claro no manual de conteúdo da empresa o retrabalho tende a diminuir bastante. O guia deve ser muito fácil para que qualquer funcionário consiga ler e entender o papel dele enquanto produtor de conteúdo.

Se você quiser saber mais sobre esse manual de conteúdo temos um post no nosso blog onde citamos 9 super dicas para criar um manual de produção de conteúdo para o blog de sua empresa. Colocamos no manual desde o uso de regras gramaticais, personas, uso de imagens até a formatação dos textos e tamanhos específicos de fontes.

O dilema: edição x feedback

Esse é o papel do editor no sentido de melhoria. Muitas vezes ele vive um dilema entre a edição de conteúdo e o feedback do autor.

Edição

Normalmente é você mesmo que faz a edição. As chances do conteúdo sair mais rápido são maiores e você tem mais controle do conteúdo, além de garantir mais qualidade. Realmente é uma solução válida a curto prazo. Se eu preciso publicar algo amanhã e o texto não está no nível de qualidade que eu quero, é possível alterar pontos sem maiores problemas.

A questão é: isso nem sempre é uma prática sustentável a longo prazo. Ela pode incentivar muitas vezes o comportamento do escritor de não prestar atenção ao texto como deveria. Saber que alguém vai pegar o material e trabalhar melhor para transformar aquilo em algo de maior qualidade, pode fazer com que o escritor seja desatento a detalhes importantes de seu texto e dar muito mais trabalho ao revisor.

Feedback

A dica é, sempre que possível, dar um feedback ao autor. Explique para ele porque deve mudar, indique alguns pontos de revisão e digitação. Você ainda pode recomendar alguns exemplos.

Essa metodologia pode fazer com que muita gente encare isso como uma situação um pouco desagradável, contudo, certamente vai ajudar o colaborador a entender um pouco melhor o que é esperado dele como escritor e como isso pode tornar o texto ainda melhor.

Geralmente os primeiros posts tendem a ser mais trabalhosos, mas isso ajuda o escritor a evoluir a sua escrita até  chegar a um momento em que ele estará mais maduro.

Então tome cuidado, em muitos momentos os erros ortográficos passam despercebidos,  é nesse ponto que o feedback é importante para que os mesmos equívocos não ocorram novamente pelo mesmo autor.

Aqui na Resultados Digitais usamos o modelo de sugestão do Google Docs para dar o feedback. O autor compartilha o artigo com o revisor que passa as alterações do texto. Uma forma prática e dinâmica para ganhar tempo sem perder a qualidade.

Até onde vai o papel do editor

Há basicamente 3 pontos em que está inserido o papel do editor

  • Se limitar a estabelecer um prazo de entrega do post e distribuir aos autores.
  • Estabelecer um prazo de entrega + definir um tema.
  • Estabelecer um prazo de entrega + definir um tema + entregar um outline.

Acreditamos que entregar um outline ja é ir fundo demais na maioria dos casos. Contudo, é possível fazer um balanço e exigir que, antes do autor entrar na escrita em si, ele envie o outline e você revise. Essa metodologia em conjunto com planejamento evita trabalho extra, pois, em diversos casos, muitos textos podem ficar completamente fora da política da empresa, ou do tema, ou com uma abordagem que você não esperava para aquele assunto. Logo, é uma forma de você ser muito mais assertivo na publicação do post.

É fato que em diversos casos acaba-se não fazendo essa revisão antes porque é trabalhoso e pode ser visto como burocracia. Aqui na Resultados Digitais a equipe de edição reúne-se com o autor do post para definir  o outline juntos. Apesar do investimento de tempo nessa etapa, há uma grande economia no futuro evitando revisões adicionais e edições desnecessárias.

Seu blog é fundamental na estratégial digital da sua empresa. Tenha em mente que ele é um dos principais pontos de contato entre clientes e seus produtos ou serviços. Ter um editor é peça chave para o sucesso de um bom conteúdo . Ter as definições em mente e implantá-las são o melhor caminho para agregar valor com conteúdo e ajudar a tornar a sua empresa referência de mercado.

Marcadores:

Deixe seu comentário