Blog de Marketing Digital de Resultados

Segmentação de Email Marketing para ecommerce: como dados e hábitos de clientes podem ajudar a gerar vendas

A segmentação de Email Marketing surge como algo a ser trabalhado nas suas campanhas, ajudando a atingir um público desejado e qualificado.

Um cenário muito comum no comércio eletrônico é o do empreendedor que acabou de abrir a sua loja online e ainda não sabe muito bem o que fazer para o seu negócio decolar. Isso acontece porque existe muito trabalho a ser realizado no gerenciamento de um ecommerce e é comum se perder diante de tantas possibilidades.

A busca por público e por vendas é constante em uma loja online. Como parte dessa busca, temos as definições de estratégias de marketing e a criação de campanhas. A segmentação de Email Marketing surge como algo a ser trabalhado nas suas campanhas, ajudando a atingir um público desejado e qualificado.

Segmentar é direcionar o seu foco para um público específico. Com um público definido, você consegue realizar ações que vão ao encontro das suas necessidades, gerando mais resultados. Com o foco em um tipo de cliente você não perde tempo tentando atrair a atenção de todos com um conteúdo genérico.

Segmentação no ecommerce

Na segmentação trabalhamos com o conceito de que, dentro do seu público alvo, existem diversas variações de clientes com características, gostos e vontades diferentes e isso se reflete nos seus desejos de compra.

Por exemplo: uma loja de roupas lançou uma coleção exclusiva plus size e não é interessante que os clientes que não utilizam a modelagem recebam essa novidade. Para isso, a base de clientes é segmentada para que apenas os clientes que já compraram esses tamanhos recebam os emails sobre a nova coleção.

A quantidade de emails enviados é menor, porém o público atingido é qualificado e possui interesse sobre aquele assunto, aumentando a taxa de conversão.

Linguagem

A segmentação no ecommerce não está só ligada a organizar o seu público em diferentes grupos – a linguagem utilizada também é importante. O consumidor procura identificação com a loja onde ele compra, portanto a linguagem textual e visual devem ser coerentes com o que o público busca.

Essa mesma linguagem também deve ser adaptada nos seus emails. Uma campanha direcionada para um público que procura por artigos esportivos deve ter uma linguagem diferente de uma campanha para um público que procura por tecnologia.

É preciso um conhecimento amplo sobre os seus consumidores para adequar as suas campanhas e apresentar um ambiente com que eles se identifiquem.

Benefícios

Ao segmentar os seus Leads, você começar a ver benefícios que não aparecem quando você fala com a sua base como um todo.

  • Público interessado atingido: A segmentação aproveita a individualidade do seu público e trabalha os tópicos que são interessantes para cada grupo;
  • Menos emails, mais conversão: Você dispara uma quantidade menor de emails, porém, esses emails atingem um público interessado que tem mais chances de abrir, clicar e converter;
  • Conhecimento sobre o público e personalização: Conforme a base de clientes é segmentada, você começa a conhecer melhor o seu público. Hábitos, gostos, produtos e áreas de interesse na sua loja, tudo isso ajuda a melhorar o seu trabalho no ecommerce e a personalizar ainda mais as suas campanhas para agradar a esse público;
  • Percepção de público: Conhecendo mais sobre o seu público você também tem uma percepção maior sobre as necessidades e preferências dele. Existe um relacionamento mais próximo com o cliente;
  • Fidelização: Com a segmentação você conhece o seu cliente e atende às suas demandas. Desse modo, o cliente se sente bem atendido e a tendência é que volte a comprar na sua loja. É claro que, para fidelizar, não basta segmentar – é preciso que todas as etapas da venda sejam realizadas de forma adequada. Mas a segmentação pode ser um começo.

Dados e mais dados

Coletar dados dos seus clientes faz parte do trabalho de segmentação, afinal você precisa saber detalhes sobre os seus Leads para adaptar as suas campanhas.

Às vezes, apenas uma segmentação de gênero já basta para que você possa direcionar sua campanha de Email Marketing, mas é possível ir além do cadastro do consumidor e analisar as suas ações dentro do seu ecommerce, utilizando-as como forma de segmentação.

Quantos clientes você possui na sua loja online que apenas fizeram cadastro e nunca compraram? E a quantidade de carrinhos abandonados? Esses dados podem ser usados para criar uma campanha e atrair esses clientes de volta para a sua loja.

Algumas formas de coletar dados dos clientes incluem:

  • Cadastro na sua loja
  • Histórico de compras
  • Histórico de buscas
  • Produtos visitados
  • Lista de desejos
  • Landing Pages

As informações vindas de Landing Pages são preciosas para a sua loja, pois é nelas que você consegue dados adicionais sobre os seus clientes que não teria através do cadastro na loja. Por isso, é importante definir bem as perguntas do cadastro na Landing Page para captar apenas informações que sejam relevantes para a sua empresa.

Integração entre ecommerce e RD Station

Fica difícil captar esses dados utilizando apenas a plataforma de ecommerce da sua loja, pois você fica limitado a alguns dados cadastrais que não formam um perfil completo do seu cliente. Por isso citamos as Landing Pages como grandes auxiliares nessa obtenção de dados.

A captação de dados se torna mais fácil quando existe uma integração entre a sua plataforma de ecommerce e um sistema de Landing Pages, como o RD Station. Porém, a maioria das plataformas de ecommerce exige que você faça um gerenciamento separado do ambiente da sua loja virtual.

Desde que começamos a nossa parceria com o RD Station, trabalhamos para criar uma integração nativa entra a nossa plataforma de ecommerce, a Shoppub, e o RD Station, trabalhando juntos na gestão de Leads e oportunidades e potencializando as vendas com uma poderosa segmentação da base de Leads.

Com essa integração, os dados da sua loja serão compartilhados com o RD Station. Você poderá sincronizar e segmentar a sua base de clientes e todo novo cliente cadastrado será automaticamente enviado para a base da RD.

Com os clientes divididos em grupos distintos, pode-se trabalhar ações específicas para cada grupo, conversando melhor com esses clientes e atingindo as expectativas de cada grupo.

Bônus: Case Space Tennis

A Space Tennis é uma loja virtual que atua há 10 anos no ramo de tênis. Seu ecommerce trabalha com as principais marcas de tênis do mercado, com atendimento em todo o território nacional.

Por se tratar de um produto que precisa servir no consumidor, é comum que a loja receba contato dos seus clientes com dúvidas e perguntando sobre características especificas desses tênis.

A partir disso, a Space Tennis decidiu criar conteúdos que falassem sobre as principais dúvidas de seus clientes.

Ações

A criação de Landing Pages foi fundamental para ajudar a captar esses clientes. Foram distribuídos conteúdos com assuntos relacionados à saúde do pé, como tipos de pisada, calçados para joanete, calçados para gestantes e tamanhos especiais.

No questionário das Landing Pages os clientes respondem sua marca favorita de tênis, numeração e o tipo de atividade que realizam com tênis, já oferecendo algumas possibilidades de segmentações a serem trabalhadas no Email Marketing.

A partir do cadastro na Landing Page, esses clientes se tornam parte do fluxo de emails com novidades sobre produtos de acordo com os seus gostos e ações na loja, sendo nutridos quando houver lançamentos e produtos disponíveis para a sua numeração.

Resultados

Em um comparativo com o mês de janeiro de 2016 e 2017, a Space Tennis teve um aumento nos acessos de 23% a partir das Landing Pages criadas com o RD Station.

Apesar de parecer um número baixo no aumento de acessos, o resultado nas conversões em vendas foi satisfatório. O aumento nas vendas foi de 500% em relação ao mesmo período, confirmando que, quando um público interessado é atingido, há mais chances de que finalize a compra.

Para segmentar, você precisa testar, analisar e entender os seus grupos de clientes para aprender com as informações que recebe deles. Assim você poderá decidir o que funciona melhor para a sua empresa e o seu público. Pode ser um pouco trabalhoso, mas os resultados acontecem.

Post escrito por Lucas Dacanal, redator chefe, da Pub Design.

Marcadores:

Deixe seu comentário