Blog de Marketing Digital de Resultados

Quais os benefícios de um Sitemap XML e como criar um para sua empresa

Uma das sugestões mais recorrentes entre os especialistas em SEO é a criação de um Sitemap XML, que nada mais é do que uma lista com todas as páginas do seu site e alguns atributos.

Esse Sitemap deve ser enviado às ferramentas de busca e nesse artigo vamos discutir suas vantagens e como fazê-lo.

Por que criar um Sitemap XML

Certificar-se que todas as páginas podem ser indexadas

Páginas muito profundas, que recebem poucos links ou não são muito acessíveis (ficam a muitos cliques das páginas principais) podem acabar não sendo identificadas e indexadas pelo Google. Ter essas páginas no Sitemap é uma garantia de que o buscador saiba da existência desse conteúdo e possa indexá-lo e assim apresentá-lo como resultado de pesquisa.

Isso é ainda mais importante para sites novos (que receberam poucos links) ou sites com conteúdo dinâmico.

Ajuda as ferramentas de busca a entenderem a estrutura do site e indexarem melhor o conteúdo

As informações do Sitemap ajudam as ferramentas de busca a conhecerem melhor o seu site. Isso pode ajudá-las em itens como escolher a página principal no caso de conteúdo duplicado ou identificar as páginas principais e com isso escolher um calendário mais adequado para fazer o crawling.

Uma opção interessante é que sua empresa pode adicionar tags e dar “sugestões” de prioridade e frequência para cada página. A última data de alteração também ajuda a indicar ao Google quais conteúdos devem ser relidos.

Dar um sinal positivo de confiança

Criar e enviar o Sitemap sinaliza para as ferramentas de busca que você é um webmaster preocupado e está investindo na qualidade do seu site. Isso funciona como sinal positivo de confiança/autoridade e pode ajudar no ranking.

Como criar seu Sitemap

Existem algumas ferramentas que facilitam bastante a criação de Sitemaps. Se o seu site/blog utiliza a plataforma WordPress, basta instalar um plugin como o Better WordPress Google XML Sitemaps.

Para outros sites, é possível utilizar o Google Sitemap Generator, do próprio Google. O download da ferramenta auxilia bastante na criação de um mapa partindo do zero.

Por fim, é possível criar o arquivo manualmente, como documento no formato XML. Todas as instruções de formatação podem ser encontradas nesta página do sitemap.org.

Onde o Sitemap deve ficar

O Sitemap deve ficar hospedado no seu servidor, na mesma subpasta que as urls nele indicadas.

Por exemplo, podemos utilizar um Sitemap geral para toda a Resultados Digitais, como fazemos em http://resultadosdigitais.com.br/sitemap_index.xml, ou poderíamos criar Sitemaps específicos para cada parte do site e colocá-lo em um endereço como http://resultadosdigitais.com.br/blog/sitemap.xml.

Não se esqueça de enviar para o Google Webmaster Tools

Se você ainda não utiliza a ferramenta para webmasters do Google, faça agora o seu cadastro.

É lá que podemos indicar o Sitemap ao Google e ver como ele está sendo lido, se apresenta erros, etc.

Sitemap XML no Google Webmaster Tools

Fora isso, a ferramenta ainda tem diversas vantagens, como mostrar problemas de indexação, falhas no HTML das páginas, números de vezes que o site é exibido na página de resultados de pesquisa, entre outros.

 

Marcadores:

Deixe seu comentário