Blog de Marketing Digital de Resultados

WhatsApp Status: função “stories” chega também ao aplicativo de mensagens

Atualização do aplicativo controlado pelo Facebook abre espaço para a inserção de anúncios, como já acontece na rede social.

Instagram Stories, Facebook Stories e agora… WhatsApp. Em 20 de fevereiro de 2017, o cofundador do aplicativo de troca de mensagens, Jan Koum, anunciou no blog oficial o lançamento do WhatsApp Status.

A funcionalidade permitirá aos usuários compartilharem atualizações por meio de imagens e vídeos que desaparecerão depois de 24 horas – uma ferramenta que, como se pode ver no vídeo abaixo, é bem similar ao Snapchat:

O WhatsApp, até então, sempre manteve a forma com que os usuários atualizam seus status em formato de texto, perto do nome e da foto do usuário na lista de contatos do aplicativo.

Mas, agora, com a atualização, o status ficará em uma aba separada, com um sinal de + que leva os usuários direto para a câmera. Ao apertar o botão, você verá atualizações dos seus contatos, que podem responder ao novo “status” clicando no botão de resposta – esta, por sua vez, será enviada como uma nova mensagem do aplicativo.

Jan Koum ressaltou que a ferramenta – que estará disponível a partir de 24 de fevereiro, dia em que o app comemora oito anos – será “simples e segura”, pois “até nossas atualizações de status são criptografadas de ponta a ponta”.

O cofundador também aproveitou para contar um pouco da história do aplicativo, criado em 2009. De acordo com ele, desde o início a ideia era a de que o WhatsApp fosse um aplicativo onde o usuário pudesse dizer aos seus contatos o que estava fazendo naquele momento – daí o nome, que faz um trocadilho com “what’s up?” (em português, “o que está acontecendo?”).

Mesmo depois de termos implementado as mensagens no verão de 2009, mantivemos a funcionalidade de status do WhatsApp sendo “somente texto”. Todo ano (…) acabávamos conversando sobre como poderíamos melhorar e atualizar a ideia original da funcionalidade de status que, até então, era “somente texto”.

A primeira versão do status do WhatsApp era assim:

whatsapp status

E com a nova atualização deverá ficar assim:

whatsapp status

Mas seria ingenuidade crer que a ideia por trás da atualização do aplicativo – comprado pelo Facebook em 2012, em um acordo de 19 bilhões – é somente expandir a quantidade de formatos possíveis para o compartilhamento de status entre os usuários.

A atualização acontece depois que o Facebook implantou ferramentas que são consideradas cópias do Snapchat no Instagram e na própria rede social, respectivamente em agosto de 2016 e em janeiro de 2017.

Antes de tudo isso, a companhia de Mark Zuckerberg tentou comprar o Snapchat, sem sucesso (o jornal The Guardian calculou em 17 o número de cópias, tentativas de compra e inspirações feitas pelo Facebook em relação ao Snapchat).

Por que isso pode interessar para empresas?

A nova ferramenta representa uma mudança maior para o WhatsApp do que para o Instagram e o Facebook. Isso porque até então o aplicativo de mensagens servia basicamente para ler e enviar textos aos amigos, não para rolar pelo conteúdo deles.

O WhatsApp Status muda isso pela primeira vez ao mesmo tempo em que abre as portas para mensagens de empresas e de anunciantes, já que anunciar no aplicativo parece mais fácil quando ele conta com um feed – antes, era difícil que os anúncios não fossem extremamente invasivos, pois o usuário utilizava o WhatsApp apenas para a troca de mensagens pessoais.

Em agosto de 2016, publicamos aqui no blog que o aplicativo mudou seus termos de uso para permitir que empresas paguem para se relacionar com seus clientes por meio da plataforma, e essa pode ser uma maneira – o Facebook, por exemplo, tem lucrado com anunciantes porque eles podem inserir vídeos e fotos no conteúdo do feed de notícias. Já o Instagram Stories, atualmente com 150 milhões de usuários, mostrou quão atraente pode ser uma cópia do Snapchat posicionada dentro de um aplicativo popular.

De acordo com o site Techcrunch, o WhatsApp tem atualmente 1,2 bilhão de usuários mensais, que enviam 60 bilhões de mensagens por dia – incluindo 3,3 bilhões de fotos, 760 milhões de vídeos e 80 milhões de GIFs. Assim, é um aplicativo para o qual, depois da atualização, os anunciantes também devem ficar atentos.

Marcadores:

Deixe seu comentário