Blog Agências de Resultados

Aprenda a produzir conteúdo para cada etapa do funil do marketing

Se você acompanha o nosso blog, sabe a importância de conhecer o funil do marketing para planejar as estratégias de Inbound Marketing para o seu cliente. Mas como produzir conteúdo para cada etapa desse funil? Veja neste post, escrito pela nossa parceira Contentools, dicas para produzir o conteúdo certo, no momento certo e com a mensagem certa para despertar o interesse e a oportunidade de vendas:

 

Topo de Funil: suspects

Topo do funil é onde se encontra o maior volume de possíveis interessados  no negócio do seu cliente. Ele representa o momento em que o público tem o primeiro contato com a empresa ou o conteúdo que ela produz. É a fase de atração e conscientização, que basicamente se conclui pela descoberta do problema, da necessidade ou pelo despertar de uma curiosidade.

Nesta etapa você focará em produzir conteúdos para suspects. Suspects são visitantes, que provavelmente possuem o perfil das suas personas, mas ainda não tomaram ações para se tornarem Leads, nem baixaram materiais ou assinaram uma newsletter.

O tipo de conteúdo que esse público quer e deve consumir é mais básico e abrangente. Tenha em mente que o suspect encontrou uma necessidade e você pode oferecer conteúdo que seja a solução dos seus problemas. Apresente o assunto a ele e ajude-o a criar uma boa base de conhecimento. Temas abordando novidades, listas de dicas, resultados de pesquisas e explicações sobre “o que é” o assunto principal do blog ou quais os termos utilizados no mercado são interessantes para essa parte do funil. O foco aqui é informação, conteúdo que apresente conceitos.

 

Meio de Funil: prospects e Leads

No meio do funil, os visitantes já estabeleceram uma certa confiança com a marca, por isso forneceram suas informações pessoais e tornaram-se prospects ou Leads. Isso quer dizer que eles permitiram uma maior aproximação, querem mais conteúdos e mais atenção. Nessa etapa são válidos e-mails personalizados, newsletters indicando outros materiais e email marketing. Os conteúdos são distribuídos com mais frequência e a automação de marketing se torna cada vez mais necessária para segmentar e entregar o material certo às pessoas interessadas.

Por estarem na etapa de consideração, o conteúdo deve ser mais aprofundado, mostrando “como fazer” determinadas etapas do serviço, as vantagens e desvantagens para quem adota ou não adota certas ferramentas ou metodologias, guias práticos e todo conteúdo que possa entregar a proposta de valor do produto ou serviço. O foco aqui é ter conteúdo útil e educativo, que aprofunde conceitos.

 

Fundo de Funil: oportunidades

Quando o conteúdo ajuda a colocá-lo em contato com um Lead que represente a persona do seu cliente e esteja interessado em fazer negócio, ele passa a ajudar a identificar oportunidades. O Lead já é qualificado, domina o assunto e tem interesse em conteúdos que ajudem a entender a eficácia do produto e serviço e os resultados que pode obter com eles.

Neste caso, dicas de ferramentas, métricas, calculadoras de orçamento, retorno de investimento e casos de sucesso são ideais. A combinação de um bom conteúdo de fundo de funil, com um call-to-action chamando para um “free trial” ou “fale com um consultor” pode abrir as portas para conversão de muitos futuros clientes!

Pronto para começar a produzir o conteúdo certo para cada etapa da jornada de compra? Entenda mais sobre o assunto no ebook: Atrair, engajar, conquistar e vender: saiba qual o conteúdo é ideal para cada etapa do funil de vendas!

ebook-contentools

 

Este guest post foi escrito por Talita Daneluz, Gestora de Conteúdo da Contentools.

Marcadores:

Deixe seu comentário