Blog Agências de Resultados

Rituais de gestão para melhorar o clima e a produtividade na sua agência

Quer promover experiências marcantes e relevantes para os colaboradores? Conheça os principais ritos que ajudam a fomentar a cultura organizacional nas empresas e confira exemplos de como aplicar no seu dia a dia

Como seres humanos, é comum a busca por um sentido para as coisas; os famosos “como e porque”, que nos mostram os caminhos a seguir e o modo de agir para viver bem em sociedade. Dentro de um ambiente corporativo não é diferente. Geralmente, a cultura da empresa é quem dá esse norte, independente do segmento em que se atua. Disseminá-la e torná-la natural no ambiente de trabalho é o desafio.

Mas, são justamente os valores da cultura organizacional que irão determinar as ações e comportamentos dos colaboradores na sua agência e direcioná-los para o alcance de uma meta comum. Os rituais de gestão são poderosos recursos nesse contexto, por isso, apresento neste post um pouco mais sobre como eles podem ajudar a melhorar o clima, a produtividade e a eficiência na sua agência, além de dar alguns exemplos.

Kit: Como gerar mais oportunidades para a sua agência

Detalhe de impacto

Simbolicamente, os ritos são oportunidades para expressar emoções e crenças, quando identidades podem ser formadas e alteradas. Nas empresas, os rituais, especialmente os de gestão, têm a ver com as relações interpessoais e sua sintonia com os objetivos da organização (ou seja, aparentemente simples, mas com potencial de alto impacto).

São instrumentos para ajudar a criar essa “cola” social/profissional, pois servem para comunicar e exemplificar comportamentos adequados e esperados, sinalizar padrões de decoro e exemplificar boas práticas. De modo geral, os rituais contam com um lado mais lúdico e criativo, dramatizando valores básicos e compartilhando experiências.

As cerimônias organizacionais, quando realizadas de forma efetiva, podem resultar, ou pelo menos contribuir, na adequação do indivíduo à cultura organizacional, na estabilidade do grupo e no alinhamento sobre formas de agir e de perceber a importância das coisas. Ou seja, são recursos poderosos para tornar mais expressiva e presente a cultura da sua agência.

O que e como fazer

Você pode não perceber, mas sua trajetória e sua rotina são repletas de rituais: aniversário, formatura, casamento, assinatura de contratos, entre outros. A maioria deles parece mera celebração, porém, os ritos estão inundados de simbologia e você pode se impressionar com o quanto isso é verdade também para a sua empresa.

Pensando nisso, compartilho abaixo alguns tipo de rituais de gestão e dicas de como você pode implementar e inovar nos rituais do dia a dia da sua agência:

1. Rituais de passagem

São realizados quando um indivíduo deixa de ser um estranho e passa a fazer parte do grupo, sentindo-se aceito pelo time e pela organização. Na prática, podemos exemplificar com a entrada de um novo colaborador na empresa ou uma movimentação interna.

Exemplos na agência:

Para apoiar a inserção de um novo integrante na agência, você pode reservar um espaço para apresentação na agenda de reuniões recorrentes (semanal, mensal…), enviar uma campanha ao grupo de email da empresa, publicar uma imagem ou vídeo do novo integrante no grupo de comunicação interna oficial (Slack, Facebook, Whatsapp, etc), entre outros. Vale, inclusive, apresentar os novos colaboradores para o seu público final, nas redes sociais, como fizeram a agência parceira da RD DIWE e a empresa de tecnologia Involves:

Dê preferência ao diálogo, ou seja, oportunize o olho no olho e o bom bate-papo para que haja espontaneidade na dinâmica do seu time nesta iniciativa, mas sem esquecer que é fundamental contar com um processo definido, que garanta previsibilidade na experiência dos colaboradores e na realização da atividade pela organização.

Outra dica é incentivar o seu time ou a equipe que irá receber o novo profissional a preparar a estação de trabalho dele (a) com mensagens de incentivo e acolhimento. De repente, vale até uma caneca estilizada da empresa, camiseta ou alguma “lembrancinha”.

Lembrando que os rituais podem ajudar a reforçar valores da empresa e apoiar a imersão do novo colaborador nos processos e fluxos de trabalho, portanto, capriche da produção e nos materiais de apoio.

2. Rituais de valorização

Reforçam as boas práticas, possibilitam o reconhecimento e celebração de colaboradores que alcançam bons resultados e que, até mesmo, se distinguem por ir além do esperado. Se aplica também para comemoração de tempo de trabalho na empresa. O ritual pode ocorrer no formato de premiações e cerimônias específicas, mas não necessariamente.

Exemplo na agência:

A Nação Digital, agência parceira da RD, costuma fazer um reconhecimento aos outliers na reunião mensal de resultados, e você pode acompanhar a premiação pelo Instagram e até mesmo no Facebook, veja:

A valorização pode entrar também no contexto de distinção e representação no mercado, destacando junto ao time e ao seu público final um colaborador que participou de evento externo ou que deu uma entrevista, como fez a Agência DDWB (abaixo); ou até mesmo, evidenciando alguma conquista da agência como um todo, como quando a organização recebe um prêmio ou reconhecimento relevante no mercado, ilustrado pela agência parceira Conexorama:

Falando especificamente da gestão interna e de gestão de pessoas na sua agência, um ritual que deve ser incentivado para favorecer o alinhamento e desenvolvimento do seu time são as reuniões de 1-1.

Reuniões mais formais são, sim, rituais e, geralmente, têm um tom mais institucional e uma abordagem mais objetiva. No entanto, são também oportunidades para um líder formalizar o reconhecimento e valorização a um colaborador, diretamente. Reuniões mais amplas, como as mensais, semanais, de projetos ou áreas, podem ser aproveitadas da mesma forma para destacar as referências positivas individuais e as conquistas do time.

Rituais de renovação

Os rituais de gestão realizados em grupo, de modo geral, têm potencial de alto impacto e, na sua agência, poderiam ser as reuniões semanais de projetos ou aquelas que ocorrem de forma previsível e recorrente na agenda da empresa.

É nos rituais de renovação que os colaboradores discutem processos, playbooks, projetos, desafios, inovação e validam o “Modus Operandi” da organização. Além de estratégicos, são ritos que podem ser também custosos, portanto, planejamento é fundamental.

Exemplos na agência:

  • Onboarding de novos clientes – Reunião de briefing, de planejamento, email de boas vindas
  • Desenvolvimento de colaboradores – Capacitações, certificações, treinamentos
  • Operação – Reuniões semanais de projetos, de time, de forecast
  • Estratégia de projeto – RTS, reuniões bimestrais
  • Estratégia da área – Reuniões mensais, eventos temáticos
  • Estratégia da organização – Reuniões trimestrais, semestrais, anuais com todo o time, reunião de diretoria, entre outras

Rituais de integração

Sim, quando o assunto é integração nas empresas, eles são os queridinhos: as festas e eventos. Já que é difícil fugir dos happy hour na agência, por que não tomar proveito deles? O desafio nos rituais de integração é equilibrar propósito e diversão, sem perder de vista a escalabilidade.

Sendo assim, é importante garantir uma atividade de fato planejada, que não seja somente viável e sustentável do ponto de vista financeiro, mas que seja também estratégica e relevante para a organização e para os colaboradores.

Exemplos na agência:

Ainda que as festinhas sejam os rituais de integração mais recorrentes, existem alternativas que podem ser tão descontraídas e valiosas quanto. Aqui na Resultados Digitais, realizamos o team building, ou seja, construção de time. É uma atividade que contribui para aprofundar relações, fomentar o autoconhecimento, incentivar o diálogo e reforçar a cultura da empresa.

Você pode criar uma proposta de team building para a sua agência, de forma semelhante. Caso ela ainda seja mais enxuta, é possível realizar com o grupo todo. Se já contar com um número maior de colaboradores, sugiro separar por times (comercial, conteúdo, atendimento etc.). Recentemente, na RD, um time de CS encerrou o seu team building, curtindo a vista na Lagoa da Conceição, e se desafiando no Stand Up Paddle:

Além dos happy hour, aposto que as festinhas de aniversário não passam em branco na sua agência e você pode aproveitar uma ocasião mensal, por exemplo, para celebrar com o seu time, valorizar os colaboradores e fomentar a integração entre as equipes. Confira como foram esses rituais na Agência Pericoco, parceira da RD, e quando comemorei 1 ano como RDoer, exemplos que podem ser facilmente replicados:

As datas comemorativas também podem ser ótimas desculpas para incentivar a integração na sua agência. É só falar em comes, bebes, música, fantasias, que o pessoal já fica todo animado, não é? O ponto aqui é a sua empresa se apropriar dessa oportunidade e com isso, se prontificar a fazer o ritual acontecer. Com isso, é mais tranquilo garantir a experiência do time, sem deixar o propósito de lado. Abaixo você pode conferir alguns eventos de integração das agências parceiras Dialetto, Surfe Digital e Agência WX.

Rituais de redução de conflito e de rebaixamento

Tópico delicado e até espinhoso para alguns, porém, é igualmente importante contar com rituais institucionalizados na sua empresa para esses momentos de negociação e de nervos a flor da pele. Cedo ou tarde, em qualquer negócio, esses ritos serão necessários, portanto, é melhor ter uma estratégia preparada para isso, certo?

Levando em conta toda a minha ignorância a respeito de gestão de pessoas, recursos humanos e práticas empresariais (não é minha área de formação e atuação direta), acredito que em parte, a questão aqui está em: como fazer essa situação ser a mais positiva possível, diante das circunstâncias e com os recursos disponíveis?

Exemplos na agência:

  • Alinhamento com o cliente, renovação/revisão de contrato
  • Feedback com colaborador
  • Reunião com fornecedor
  • Desligamento de colaborador

Conclusão

Como foi possível observar, boa parte dos rituais de gestão nas organizações transitam entre reuniões e celebrações, porém, é possível ir muito além, ainda mais se percebemos o potencial de impacto desses ritos para a cultura organizacional da sua agência.

Sabemos que muitos rituais são menosprezados e os motivos são diversos. Quando o assunto é reunião, por exemplo, temos o estigma da ineficiência, da “perda de tempo”. Quando falamos de integração, corremos o risco de “forçar a amizade”. Enfim, seja qual for o motivo, alguns rituais de gestão acabam sendo esquecidos, resumidos a emails ou algo parecido.

Para evitar que o mesmo ocorra na sua agência, minha sugestão é institucionalizar, ou seja, assuma o planejamento e realização deles, garantindo recorrência, previsibilidade, escalabilidade e, principalmente, relevância. Ah, e não esqueça de compartilhar aqui comigo os rituais mais usados pelos gestores no seu negócio!

Marcadores:

Deixe seu comentário