Blog Agências de Resultados

Mudança de mindset: por que você deve trabalhar em comunidade com outras agências ao invés de enxergá-las como meras concorrentes?

Ao mudar o mindset de concorrência para trabalho em comunidade, você conquista parceiros estratégicos que podem ser catalisadores do crescimento da sua agência.

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

A nossa evolução parece por essência estar sempre relacionada a viver em comunidade, o que amplia as capacidades intelectual e produtiva das gerações que se desenvolvem compartilhando conhecimentos.

Não é à toa que o ser humano gosta e busca viver em comunidade, e é interessante lembrar que esse termo remete à união de pessoas com interesses e/ou características em comum.

Parece bastante simples e lógico compreender esse conceito, mas se o aplicarmos ao contexto do empreendedorismo, mais especificamente a empreendedores agências digitais, será que este grupo tem aproveitado de maneira evolutiva os benefícios de viver em comunidade?

Qual é o mindset atual desses empreendedores, e como eles podem focar na evolução de seus negócios (e consequentemente do ecossistema)? Continue lendo para descobrir!



Kit para ser uma agência campeã

Maratona do sucesso: conteúdos para você transformar seu negócio em uma agência de resultados

Mindset atual

Eu, particularmente, gosto de observar o comportamento dos líderes de agências. Em especial, os grupos que se formam de maneira orgânica, unindo-se quase sempre por objetivos similares e complementares para entregar resultados.

Um dos principais canais utilizados para essa conexão são os eventos. É perceptível que, para as agências, a educação de mercado é um fator que tem seu investimento justificado; seja pela propagação da cultura de seus atuais e futuros clientes, ou a pela preparação de novos profissionais que buscam esse tipo de interação como parte de sua formação.

Mas  um ponto sempre me chama atenção. Na prática, é mais comum assistirmos eventos onde uma agência assume sozinha as despesas de organização e a outra participa, do que ver duas ou mais agências organizando essa experiência juntas, por exemplo.

Embora ambas opções sejam retratos de uma comunidade que funciona e que possui um mindset voltado ao crescimento coletivo, ainda se tem muito para explorar.

Existe sim uma visão de concorrência alta entre as agências

Ao mesmo momento em que algumas agências sobem ao palco para compartilhar abertamente como andar mais firme pelo “caminho das pedras”, assim como no encontro de agências de nosso querido RD Summit, outras ainda se fecham em seus mundos devido ao retrato da concorrência.

De acordo com a pesquisa sobre retenção de clientes, abordada como parte do material Panorama de Agências Digitais – Brasil 2019, o motivo mais mencionado para justificar a perda de clientes foi as agências concorrentes. 

Ou seja, o mindset atual ainda retrata que a concorrência e competitividade são características que se sobressaem ao trabalho de comunidade e espírito de parceria deste ecossistema.

Qual é o novo mindset?

O trabalho de comunidade se reflete em acelerar o crescimento de maneira coletiva.

Também sabemos que é muito comum que as agências se tornem especialistas no que possuem mais afinidade por entregar, em uma linha de que: “se eu sou muito bom em desenvolver produção de conteúdo para o segmento de e-commerce, vou focar minha oferta para esses pontos fortes.”

Porém, não será possível entregar o resultado de aumento de vendas somente com a entrega de conteúdo. É necessário ativar todos os canais para geração de Leads e oportunidades. Muito provavelmente fará parte da estratégia a utilização de um blog, email marketing, redes sociais, investimentos em mídia paga etc.

Neste caso, será que minha agência está preparada e é especialista o suficiente em todas estas verticais?

Uma boa prática é manter boas parcerias entre agências que possam contribuir com a entrega para seu cliente, onde você permanece sendo o ponto focal dele, mas parte da execução fica na responsabilidade de outros especialistas.

A proposta é que a agência seja o principal parceiro estratégico do cliente

Sim, muitas vezes, faz muito mais sentido para o cliente que uma única agência atenda ou centralize suas principais necessidades.

Com a estratégia organizada por esta agência responsável, a execução deve ficar na mão de quem sabe fazer da melhor maneira, que não necessariamente precisa estar dentro de casa.

Delegar para outro parceiro essa execução, possibilita que você se mantenha focado no que já é especialista e ao mesmo tempo não deixe de entregar um resultado mais completo para seus clientes.

Se não está funcionando, você é seu principal concorrente

Neste novo contexto não falamos sobre concorrentes, falamos sobre parceiros. Os quais também poderão se manter focados no que são especialistas e o reflexo disso é o crescimento mais acelerado do ecossistema. Porque a demanda existe e é alta.

Digamos que o novo mindset transforma concorrência em comunidade e amplia a capacidade de desenvolvimento dessas agências.

Ok, mas e se eu não topar arriscar dessa maneira? Então, indiretamente você acaba por assumir ser seu maior concorrente.

Novamente, não se limite a este exemplo, pode não fazer sentido para sua estratégia de business delegar atividades a outros parceiros, porém, quando você muda o mindset para pensar em comunidade, diversas outras opções ficam mais tangíveis.

Benefícios de pensar em comunidade

Mente aberta agora, então vamos lá: é preciso entender o que estrategicamente é mais saudável para sua agência, em que etapa de negócio você está, em que momento do ano/mês você canaliza mais esforços em time, em expansão de carteira de clientes, em escala, em processos, em gestão. Enfim, o importante aqui é que você possa usufruir dos contatos de outras agências para crescer da maneira planejada e acelerada.

Estar aberto a benchmark e troca de boas práticas

Benchmark como primeiro passo é uma excelente opção. E já que estamos falando de comunidade, é legal manter uma relação de troca!

Assim como para sua agência pode fazer muito sentido realizar imersão naquilo que outra já faz muito bem, com certeza, para outras agências você também é referência em algum assunto e será incrível se puder se manter de portas abertas.

Agende visitas em agências que você admira, busque contatos que te inspiram, que fazem sentido para seu crescimento, só não deixe de manter a relação de troca.

Co-marketing

Manter a própria estratégia de Marketing Digital da agência em dia também não é uma tarefa simples, dado que, os esforços das agências estão focados no marketing dos clientes. De qualquer maneira, se este ponto não é hoje um ponto de atenção em seu negócio, o sinal de alerta já está acesso.

Ok, pra mim isso já é bastante claro, mas ainda continuo sem opções para resolver!

Já pensou em co-marketing? Um case super bacana para te inspirar é o da das agências Dialetto e Conexorama de Floripa. Elas lançaram, juntas, um e-book sobre Lead Scoring.

Agências como parceiras de serviços

Reforçando esse assunto que já foi introduzido neste post quando falamos sobre o novo mindset, direi que é o principal passo para você passar a pensar em comunidade. Saber que você pode e deve contar com outras agências para entregar melhores resultados aos seus clientes.

Lembrando que para o cliente faz muito sentido que uma agência seja a única responsável pelo contrato, assim ele pode centralizar seu ponto de contato.

Mas explore das maneiras mais criativas a possibilidade de ter parceiros para executar atividades que estão relacionadas à estratégia de marketing do cliente, juntos.

Alguns exemplos são: terceirizar sites e blogs wordpress, ter um bom parceiro de plataforma e-commerce, um bom parceiro especialista em investimentos de mídia paga, alguém – agência – muito fera em branding etc.

Outro bom exemplo, além da parceira de serviços, é a troca de clientes entre agências parceiras. Alguns clientes com o passar do tempo param de fazer sentido para estratégia de sua agência, chega a oportunidade de transferi-lo para uma agência que possa atendê-lo bem e que busca o perfil deste cliente no mercado, isso é muito mais saudável para sua agência do que apenas demiti-lo.

Agências que percebem que têm um alinhamento de cultura muito grande e se fundem

Por fim, agências do ecossistema que possuem afinidade em trabalhar juntas, mais que isso, que possuem sintonia de estratégia, cultura e propósito, são fortes candidatas a junção de business.

Se houver alinhamento estratégico, é bem possível!

Foi o caso da junção das agências WCK e Next Idea, que juntas hoje são a Agência Diwe.

Conclusão

Vimos que a tendência por trabalhar para entregar resultados em comunidade é muito forte para os próximos passos do ecossistema de agências. Estamos certos que os ganhos dessa relação são infinitamente maiores se comparados aos empreendedores do mercado de agências que optam pela limitação de entregar resultado de maneira individual.

O mindset de comunidade possibilita ser mais criativo na solução de problemas e mais estratégico em planejamentos tanto do próprio negócio como do business dos clientes atendidos.

Fica como lição de casa: transformar a concorrência em comunidade!

Marcadores:

Deixe seu comentário