Blog Agências de Resultados

Agência de Performance: O que é e como você pode se tornar uma

O Marketing de Performance vem ganhando cada vez mais destaque dentro do mundo digital. Saiba quais são seus diferenciais

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

O Marketing é um dos segmentos de atuação que mais passou por mudanças nos últimos anos. A dinamicidade do setor pode ser observada na mudança de diversos aspectos, como: do tradicional modelo de campanhas para o modelo digital (ou híbrido), da metodologia Outbound para o Inbound, e até da nomenclatura de muitas agências – que passaram a se identificar como agências digitais ao invés de agências de comunicação e marketing.

Mas se há alguns anos as mudanças se deram principalmente na mistura entre mundo offline e online, hoje as mudanças estão ocorrendo principalmente dentro do mundo digital. E em uma velocidade ainda maior!

É o caso do Marketing de Performance, tema que vem ganhando muito destaque no mercado. Marketing e vendas andam cada vez mais juntos; não basta mais apenas ter uma boa estratégia de divulgação do seu produto e marca, é preciso saber qual o impacto real dessa promoção em números.

Neste post, irei explicar melhor esse conceito e mostrar como as Agências de Performance se diferenciam das demais. Ao final, também trago três passos iniciais para você entrar nesse mercado. Continue lendo para conferir!

Agência em Pauta: Como gerar resultados que impactem no bolso do cliente

Descubra como a oferta de serviços de Marketing Digital vai ajudar você a apresentar métricas de verdade e se tornar um parceiro estratégico dos seus clientes

O que é Marketing de Performance?

Marketing de Performance basicamente são estratégias direcionadas a obtenção de resultados que possam ser muito bem mensurados, envolvendo métricas como geração de vendas, Leads qualificados etc.

O Marketing de Desempenho, como também é conhecido, é um termo abrangente e envolve, sobretudo, ações de Marketing Digital. Isso porque campanhas online são muito mais fáceis de serem mensuradas de acordo com seu sucesso, e é exatamente esse o diferencial dessa metodologia.

Ao contrário de outras formas de publicidade tradicionais, em que as taxas são pagas antecipadamente e não dependem do bom desempenho dos anúncios, no Marketing de Performance os anunciantes pagam apenas por ações bem sucedidas, adotando, muitas vezes, o success fee como modelo de prestação de serviços. Em outras palavras, o valor pago será proporcional ao sucesso da campanha.

Esse novo tipo de marketing reverte a proposta de valor tradicional da publicidade e permite a medição em tempo real do ROI, trazendo vantagens para dois lados. Os anunciantes podem medir tudo, desde o custo de aquisição de um novo cliente até o seu ticket médio e LTV (lifetime value), enquanto as agências, além de criar uma proposta de valor exclusiva para seus clientes, se mantêm na vanguarda da criação de conteúdo, mídias sociais, etc.

Por que se posicionar como uma Agência de Performance

O Marketing Digital não é exatamente uma novidade, e hoje já existem diversas agências que trabalham nesse ramo. Só para você ter uma ideia, em uma pesquisa realizada pela Resultados Digitais em parceria com a Rock Content em 2019 com mais de 2.300 agências, 91,4% dos respondentes disseram prestar serviços digitais.

Qual seria, então, o grande diferencial de uma Agência de Performance quando comparada às agências de Marketing Digital?

A maior diferença é o foco. O grande objetivo desses negócios é otimizar a performance do cliente visando resultados reais e mensuráveis, ao passo que as agências digitais tradicionais costumam se preocupar com outras coisas, como: desenhar e colocar em prática uma estratégia digital (sem se atentar muito às consequências que vão além de métricas de vaidade), ter presença digital, SAC 2.0, Branding, entre outros.

Fazendo uma analogia com uma fazenda, o trabalho da agência será, então, otimizar o solo do cliente para que a colheita seja mais lucrativa.

E como essa empresa irá fazer isso?

Através da oferta dos mais variados serviços. A seguir listei alguns:

  • SEO para sites
  • Email marketing: criação e gerenciamento de newsletters
  • Estratégia, gestão, conteúdo e publicidade de mídias sociais
  • Gestão de pesquisa paga (PPC)
  • Vídeo SEO: otimização de mecanismos de pesquisa de vídeo
  • Gestão de campanhas de marketing de nicho
  • Design responsivo para sites, e-mail, etc
  • Análises constantes de tráfego dos sites, e dos resultados das estratégias digitais executadas

A partir desses serviços e de reuniões de alinhamento feitas com o cliente, a agência garante grandes benefícios para o negócio, como:

Definição de objetivos baseada em conversão

Os objetivos podem ser os mais variados possíveis, desde quantidade de Leads até fechamento de vendas. O importante é que é possível avaliar quais números vieram da estratégia como um todo.

Por exemplo: dos 5.000 downloads de um material rico em um mês, 1000 (20% dos Leads) são considerados qualificados – e o CPL é de R$20 Tudo isso será usado para calcular o ROI do modo mais fiel possível.

Otimização das ações de marketing

Melhorar a mensuração dos resultados faz com que as campanhas sejam melhoradas constantemente. Por exemplo, ao saber qual ação específica está gerando mais frutos, é possível impulsionar tal ação e fazer um reajuste de orçamento que seja mais adequado, garantindo, por consequência, ainda mais resultados.

Como o monitoramento das ações é feito em tempo real, também é possível identificar falhas na estratégia e pará-las antes que muito dinheiro seja perdido. Isso garante uma gestão mais eficiente do orçamento voltado para publicidade digital.

Garantia de retorno

Com o Marketing de Performance, os custos de oportunidade são eliminados e o risco é mínimo. O cliente não investirá em algo sem saber quais serão os resultados, muito pelo contrário. Com tudo na ponta do lápis, ou melhor, nas Dashboards e relatórios, é possível estimar quanto uma campanha custará para trazer os resultados esperados.

Quero ser uma agência de performance: primeiros passos

Em um mundo cada vez mais digital e data-driven, é necessário estar sempre atento às mudanças de mercado para manter-se competitivo. Nesse sentido, focar no Marketing de Performance pode ser o próximo passo da sua agência! 🙂

Caso queira seguir esse caminho, prepare-se para dar os seguintes passos:

  1. Benchmarking

    Eu posso te falar o dia todo sobre como o Marketing de Desempenho pode levar a sua agência para o próximo nível, mas nada é melhor do que ver com os próprios olhos, não é mesmo?

    Por isso, benchmarking é fundamental. Faça uma pesquisa de mercado; descubra o que e como os outros estão fazendo. Se possível, entre em contato com os diretores dessas agências e visite-as. Essa também pode ser uma ótima oportunidade para começar a criar um networking nessa área.

    Mas não se limite às agências brasileiras; faça também uma pesquisa sobre como essas agências estão atuando no exterior. Lembre-se que quando se trata de negócios, é importante agir localmente e pensar globalmente.

  2. Defina sua identidade

    Independente de estar começando um novo negócio do zero ou estar apenas remodelando seu negócio atual, é importante definir uma identidade.

    Quem é a sua agência? Quais os seus valores e sua cultura? Porque você irá fazer o que vai fazer? Quem é o seu cliente? Construir respostas sólidas para essas perguntas pode ser seu norte nesta etapa.

    Parece clichê, mas não é: sem saber quem você é, será difícil seguir adiante. E você precisa disso não só para saber como se posicionar no mercado, mas também para ter os profissionais certos e que compartilhem da mesma visão ao seu lado.

    Vale ressaltar que dentro da construção de identidade também entram questões técnicas, como quais serviços oferecer e como oferecê-los. Mas isso deve estar sempre conectado ao propósito da sua agência, por isso definir seus valores e saber como você quer ser reconhecido é uma etapa primária.

  3. Treine seu time

    Sabendo quem você é, o que vai fazer, como irá fazer, e com quem irá fazer, sobra uma coisa: capacitação!

    É preciso que todas as pessoas do seu time estejam preparadas para atender as demandas da agência. E por mais que você possa encontrar profissionais incríveis e cheios de qualidades técnicas no mercado, sempre será necessário atualizá-lo com mais conhecimento.

    Isso porque o processo de aprendizado é constante, nós nunca paramos de aprender. E em um mundo digital, com cada vez mais ferramentas e técnicas surgindo, o esforço para se manter a par de todas as novidades é ainda maior.

    Participe de treinamentos presenciais e facilite-os para sua equipe sempre que possível. Leve seu time para eventos e estimule-o a fazer networking com especialistas. Faça parcerias com plataformas de cursos online que garantam certificações. Enfim, as opções são muitas! O importante é manter-se atualizado e lembrar que investir na sua equipe é investir no seu negócio.

  4. Numericalize!

  5. Descubra, dentro de seus clientes atuais, quem deve ter relatórios numéricos. Para um cliente em andamento, faça o exercício de criar um relatório de resultados sem mostrar posts, cores e formatos, e sim desenhando um funil, analisando penetração, captação, relacionamento e venda (para esse último item ligue para seu cliente). O vício em número faz parte de empresas que trabalham com performances, portanto, numericalize! Lembre-se de focar em resultados que vão além das métricas de vaidade, e também de encontrar formas apropriadas de demonstrar esses resultados.

E aí, pronto para levar sua agência para o próximo nível? 😉

Marcadores:

Deixe seu comentário