LinkedIn Ads: veja como e por que você deve fazer anúncios na rede social profissional

Segmentação poderosa, público decisor, foco em negócios B2B e formatos diferenciados são alguns dos motivos para anunciar no LinkedIn; saiba como fazer


Os LinkedIn Ads não costumam aparecer entre as primeiras escolhas de quem pretende anunciar nas plataformas digitais, mas isso pode ser um grande erro estratégico. Afinal, essa plataforma é um ambiente fértil para parcerias comerciais e qualquer tipo de interação B2B, o que pode aumentar o ticket médio das suas vendas e a qualidade dos seus Leads.

Para entender melhor sobre esse assunto, no artigo de hoje eu falo sobre como os LinkedIn Ads podem ser benéficos para o seu negócio, quais formatos a plataforma disponibiliza para anunciantes e como explorá-los na sua estratégia de marketing digital. Boa leitura!

Índice

Por que investir nos LinkedIn Ads?

Facebook Ads e Google Ads costumam ser as plataformas mais conhecidas por quem pretende começar a anunciar na internet, mas elas certamente não são a única opção. Conheça alguns motivos para considerar o Linkedin Ads para divulgar o seu negócio. 

Um público amplo, influente e disposto a comprar

Os Linkedin Ads contam com mais de 630 milhões de profissionais ativos na rede, sendo mais de 46 milhões no Brasil. Isso quer dizer que por lá você encontra basicamente representantes de qualquer segmento com o qual queira estabelecer negócios.

Boa parte desses profissionais ocupam posições nos C levels, nas diretorias de empresas, como gerentes das suas áreas ou são donos das próprias empresas. Como sabemos disso? O estudo Linkedin Audience 360 chegou à conclusão de que 4 em cada 5 profissionais nessa rede social toma decisões de negócio

Além das escolhas de fornecedores para os negócios em que atuam, os próprios profissionais têm um grande potencial para a sua marca. Afinal, o público do LinkedIn tem 2 vezes mais poder de compra que a média da internet.

Com isso, chegamos à conclusão que, com um anúncio bem feito e bem segmentado, o LinkedIn oferece muito potencial para incrementar as suas vendas. 

Uma segmentação poderosa para alcançar Leads qualificados

Uma das grandes vantagens dos LinkedIn Ads é o aprofundamento na segmentação dos anúncios. É possível filtrar o seu público de acordo com fatores profissionais, como o cargo ocupado, a empresa em que trabalha, o setor de atuação, o nível de experiência ou a formação acadêmica, por exemplo.

Características demográficas também estão disponíveis, como faixa etária, sexo e localização do profissional. Além disso, também é possível ativar seus anúncios para diferentes interesses que a audiência tenha.

Por fim, é possível ainda fazer o retargeting dos visitantes do seu site, carregar listas de transmissão para a plataforma ou selecionar contatos baseados em ações que eles tomaram em relação à sua marca, por exemplo.

Ou seja, combinando vários dos filtros de audiência dos LinkedIn Ads, torna-se ainda mais fácil encontrar uma persona com potencial real de fechar negócios com a sua empresa.

Uma plataforma focada em impulsionar negócios B2B

Entre todas as grandes redes sociais, o LinkedIn é a única que se destaca para negócios B2B. Ele é o responsável por nada menos do que 80% de todos os Leads B2B vindos das redes sociais.

Isso porque, segundo um estudo da Social Pilot, nada menos do que 91% das empresas que trabalham com B2B usam o LinkedIn para compartilhar seu conteúdo. Além disso, cerca de 81% delas lançam novos produtos por lá. 

Já segundo o estudo State of B2B Marketing Report, 89% dos profissionais de B2B escolhem o LinkedIn para geração de Leads, sendo que 62% deles têm duas vezes mais resultados do que com outro canal de redes sociais.

Como anunciar no LinkedIn: conheça os formatos disponíveis

Então, agora que você já entende as vantagens de apostar no LinkedIn Ads, que tal saber quais são as principais formas de divulgar a sua marca por lá? Veja as principais informações sobre cada formato que a plataforma disponibiliza!

Sponsored Content

O Sponsored Content é um tipo de anúncio do LinkedIn que aparece no feed dos usuários, misturado aos conteúdos de pessoas que ele segue e sempre com a tag “patrocinado” abaixo do nome da marca.

Ele pode ser usado para gerar conversões, angariar Leads qualificados ou aumentar a consideração de marca, por exemplo. Para favorecer todas essas possibilidades, existem três subformatos dos Sponsored Contents: em vídeo, imagens estáticas ou carrosséis.

Independente da escolha de formato para o conteúdo, é possível pagar pelo seu Sponsored Content em CPC ou CPM (se você não conhece esses termos, aproveite para ler o nosso artigo sobre formas de cobrança para anúncios digitais).

  • Formato de publicação em vídeo

O Sponsored Ad em formato de vídeo é muito semelhante a posts de vídeo em outras redes sociais. É um formato que funciona bem para criar conhecimento sobre a sua marca e sobre os benefícios dos seus produtos.

É possível também associar um botão para CTA, que aparece logo abaixo do vídeo, para gerar Leads de possíveis clientes interessados.

Anúncio em vídeo LinkedIn

Exemplo de Sponsored Content em vídeo, na visualização para mobile.

Precisa saber mais sobre esse formato? Confira o guia de especificações para Sponsored Content em vídeo.

  • Formato de anúncio em imagem única

Essa segunda possibilidade funciona exatamente igual ao formato anterior, sendo a única mudança a troca do vídeo por uma imagem estática. Porém, se mantêm a possibilidade do link ao final do post e também os seus objetivos de uso.

Anúncio em imagem LinkedIn Ads

Exemplo de anúncio de Sponsored Content em formato de imagem, exibido em mobile e com link para inscrição (CTA).

Veja mais detalhes das especificações do formato de anúncio em imagem única do LinkedIn Ads.

  • Formato de carrossel

A terceira e última possibilidade do Sponsored Content é o formato de carrossel, muito semelhante aos anúncios em carrossel do Instagram. Ele oferece a possibilidade de contar uma história completa, com links, imagens e texto, em até 10 cartões para uma única publicação.

Assim como acontece no Instagram, é possível fazer testes de receptividade com os cartões anunciados, de forma a definir quantos devem ser exibidos, em que ordem devem aparecer e os melhores títulos a serem usados. Assim, através de insights em tempo real, é possível avaliar as métricas e otimizar os resultados da sua campanha.

Anúncio em carrossel no LinkedIn

Exemplo de publicação em carrossel usado pelo próprio LinkedIn

Por ser um formato muito versátil, ele funciona bem do awareness à conversão, para qualquer objetivo.

Se precisar, conheça em detalhes as especificações do formato de anúncio em carrossel do LinkedIn Ads.

Se ficou interessado nesses formatos de conteúdo, confira mais sobre as melhores práticas de como anunciar no Linkedin com Sponsored Content. 

Sponsored InMail

Para quem não está familiarizado com o nome, o InMail é o canal de comunicação privado que existe dentro do LinkedIn. Entre outras possibilidades, a plataforma explica que o formato de mensagens privadas serve para divulgar eventos, oferecer testes de produtos gratuitamente ou educar o seu público sobre o seu produto.

sponsored-inmail.png

As mensagens podem ser enviadas em em mensagem ou conversas e se tornam uma maneira de oferecer conteúdo útil, que faça com que o seu público caminhe pelas etapas do funil de conversão até estar pronta para receber ofertas da sua empresa.

Elas também funcionam melhor do que e-mails tradicionais, com mais de 50% de taxa de abertura, e são pagas apenas quando de fato são entregues.

É possível adicionar botões com CTAs nas suas mensagens, além de conteúdos interativos, como links ou formulários para geração de Leads. E, depois de enviada a comunicação, é possível ainda monitorar que tipo de profissional interagiu com o conteúdo.

O Sponsored InMail, assim como outros formatos de LinkedIn Ads, é uma ótima forma de captar Leads muito bem segmentados. Com isso, após a conversão, você pode continuar o relacionamento através de um software de automação, como o RD Station Marketing. Com, ele, você pode aprofundar a educação sobre o seu produto através do envio de emails personalizados, por exemplo, aumentando as chances de fechar vendas.

Text Ad

Os Text Ads são anúncios que aparecem na coluna direita do LinkedIn, sempre contendo uma miniatura de imagem, um título e um breve texto descritivo. A ideia desse formato é gerar tráfego, seja para o seu site, para a sua página de LinkedIn ou qualquer outro conteúdo.

Text Ads

Para saber como construir os seus anúncios neste formato, confira as especificações para Text Ads.

Dynamic Ads

Os Dynamic Ads têm esse nome porque permitem que você crie uma campanha de anúncios individualizados em grande escala, em que cada pessoa impactada receberá anúncios com a sua imagem e dados do perfil.

Versáteis, esses anúncios servem para várias finalidades, como divulgar a sua marca, gerar tráfego, converter novos clientes ou divulgar um conteúdo. É possível também acompanhar no Gerenciador de campanhas o desempenho dos seus Dynamic Ads para otimizar os seus resultados e criativos.

Assim como os Text Ads, eles também ficam expostos na coluna direita do LinkedIn e podem ser usados em 4 possíveis sub formatos.

  • Follower Ads

Como diz o nome, esse subformato serve para angariar novos seguidores para a sua Company Page ou Showcase Page, de forma que os seus posts passem a aparecer no feed dessas pessoas organicamente (ou seja, sem necessidade de novos anúncios).

Dynamic Ads LinkedIn

  • Anúncios de conteúdo

Nesse subformato é possível oferecer materiais para download, de forma a gerar Leads a cada usuário que baixar o conteúdo. Porém, ele não pode ser comprado diretamente na plataforma, sendo necessário entrar em contato com um representante dos LinkedIn Ads para negociar a sua campanha.

  • Spotlight Ads

Nesse subformato dos LinkedIn Ads, a ideia é gerar tráfego. Ele funciona bem para divulgar eventos que interessem aos profissionais, cursos ou mesmo para conhecer um produto no seu site.

Dynamic Ads

  • Anúncios de vagas

Esses anúncios são usados por marcas empregadoras para conquistar novos talentos. Eles aparecem nas áreas de “Vagas que podem ser de seu interesse” e na página de “Imagine-se Empregos” do LinkedIn.

Veja as especificações para criação de Dynamic Ads e tire as suas dúvidas sobre o funcionamento desse formato.

4 dicas para aproveitar os formatos dos LinkedIn Ads na sua estratégia de marketing

Agora que conhecemos os números e os aspectos teóricos sobre o funcionamento dos LinkedIn Ads, vamos ao que interessa: a prática!

Veja algumas maneiras de usar a plataforma de anúncios do LinkedIn para obter resultados e insights mais significativos para o seu negócio.

1. Aproveite o Sponsored InMail para conhecer melhor o seu público

O Sponsored Inmail é um formato do LinkedIn Ads que permite ter uma conversa de um para um com o seu consumidor em potencial sobre temas interessantes para ele e estratégicos para o seu negócio.

Portanto, utilize esse canal de forma a mostrar-se útil à audiência, aberto a feedbacks sobre os seus produtos ou serviços, além de prestativo, tirando todas as dúvidas que surgirem.

Mas, mais importante do que tudo isto, abra um diálogo com o seu público e ouça o que ele tem a dizer. É possível explorar esse espaço de interação privada de forma a aprender sobre as dores e desejos das suas personas, identificar em que etapa do funil de conversão os seus Leads estão e coletar dados importantes, que permitam oferecer conteúdos que sejam pensados para eles.

2. Faça testes para testar a aderência do seu produto ou serviço

Uma maneira de validar um novo produto ou serviço é identificando se ele tem aderência com o público que deseja atingir, certo? Pois então, os testes A/B podem ser aliados importantes na obtenção dessas respostas.

Explico: fazer um teste A/B é botar dois anúncios focados para o mesmo público para concorrerem entre si. Assim, a plataforma dos LinkedIn Ads consegue dizer qual teve melhor performance com os consumidores em potencial e otimizar os seus gastos para o criativo que funcionou melhor.

Mas, além de uma mera aprimoração do seu orçamento de campanha, o teste A/B também pode ser usado para testar dois produtos semelhantes ou que sejam direcionados para o mesmo público. Assim, a sua empresa consegue saber qual deles tem maior aderência com os consumidores e priorizar a comunicação ou mesmo o lançamento dele.

3. Invista em retargeting para ampliar as suas chances de conversão

Você sabia que o comprador típico B2B precisa consumir de 7 a 10 peças de conteúdo sobre um produto antes de fazer a sua escolha de compra? Pois é, segundo o próprio LinkedIn, isso acontece porque muitas vezes as decisões de compra no B2B são complexas e volumosas, ou seja, lidam com altas somas de dinheiro.

Mas não são só os novos clientes que valorizam os múltiplos impactos. Philip Kotler, referência no mundo do marketing, já dizia que manter um cliente custa 5 a 7 vezes menos do que conquistar um novo. Ou seja, vender para quem já comprou com a sua marca é mais fácil do que gerar conversões com novos consumidores.

Isso significa que você precisa investir parte do seu orçamento em mostrar os seus anúncios para pessoas que já interagiram com os seus conteúdos previamente, o que pode ser feito através de uma estratégia de retargeting baseada em Leads obtidos nos cadastros da sua newsletter, em outras redes sociais, em outras plataformas de anúncios ou que já compraram no seu site.

Podemos também subir uma base de Leads que você considera valiosos para o seu negócio extraídos do RD Station Marketing e realizar uma abordagem extremamente segmentada, semelhante à de um Email Marketing. Imagine, por exemplo, uma empresa que você pretende fechar a operação e você tem diversos Leads já cadastrados de cargos de analista e assistente? Por que não subir essa lista por domínios de e-mail ou URL do site e identificar os cargos de gestão?

4. Aproveite as possibilidades dos LinkedIn Ads para expansão de público

Mesmo que seja mais barato vender para clientes antigos, como vimos, é comum que as marcas queiram também expandir a sua carteira de clientes e presença no mercado, chegando para novos consumidores.

Pensando nessa necessidade, os LinkedIn Ads oferecem algumas possibilidades para ajudar nessa missão.

A primeira delas é o recurso de ampliação de público, que permite focar os seus anúncios para usuários semelhantes ao seu público-alvo. Essa é uma boa estratégia para aumentar o conhecimento de marca entre pessoas que têm um perfil semelhante ao que já funciona para o seu negócio.

Além disso, os LinkedIn Ads são uma plataforma completa, que permite não apenas anunciar no site e no aplicativo da rede, mas também leva os seus anúncios para mais de 2000 outras páginas focadas em negócios, um portfólio chamado de LinkedIn Audience Network. Divulgar seus anúncios por lá significa alcançar novas pessoas e engajar o seu público onde ele estiver.

Use essas duas ferramentas como uma forma de levar os seus anúncios para mais clientes em potencial.

eBook: Como vender mais no LinkedIn

Aprenda a descobrir potenciais clientes, influenciar decisões e superar suas metas de vendas por meio desta rede social

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Deixe seu comentário

Comentários