Audio Marketing: a próxima grande estratégia no Marketing de Conteúdo

Entenda o que é Audio Marketing e aprenda quatro estratégias para utilizar o conteúdo em áudio para engajar clientes com marcas na internet


Já que o post é sobre Audio Marketing, que tal ouvi-lo? É só clicar no player abaixo!

 

 

O conteúdo de áudio tem uma vantagem distinta: é um conteúdo “livre de olhos”. E é dessa vantagem que o Audio Marketing toma partido para se consolidar como uma estratégia de Marketing de Conteúdo robusta para os negócios online.

O áudio é um conteúdo que pode ser consumido ao fazer outras coisas, como ao dirigir até o trabalho, fazer exercícios, comer ou arrumar a casa.

Desde a invenção do rádio até os serviços de streaming e outras plataformas de áudio, esse tipo de conteúdo passou por diversas transformações. As televisões começaram a ocupar os mesmos cantos da sala antes reservados para o rádio da família e assim que a internet se tornou popular… bem, você conhece a história.

No entanto, espera-se que as despesas anuais com anúncios de áudio em todo o mundo atinjam 31,7 bilhões de dólares em 2020. E esse número crescente tem muito a ver com o ressurgimento do conteúdo de áudio na era digital.

Vamos entender mais sobre o Audio Marketing, como ele está sendo usado e estratégias para investir seus esforços e criar um Marketing de Conteúdo mais atual.

Audio Marketing: uma mídia rejuvenescida

Os termos Audio Marketing, marketing de voz e experiências de áudio se referem à prática de produzir conteúdo de áudio. Geralmente, na forma de programas de rádio, podcasts, narrações ou habilidades de assistentes domésticos inteligentes.

Marcas maiores como a Apple e a Microsoft vão um passo além, trazendo assistentes ativados por voz para nossas vidas à la Siri e à Cortana. Os dispositivos domésticos, como o Amazon Echo e o Google Home, forneceram a todos nós um novo meio de consumo de conteúdo.

E essa tecnologia também começou a entrar em carros e outros ambientes públicos por meio de dispositivos IoT e tecnologia wearable. Esta tendência continuará a apresentar novos intervalos de tempo nos quais poderemos optar por ouvir o conteúdo, onde o vídeo não está facilmente disponível.

Seja para continuar produtivo ou simplesmente paralisados ​​pelo medo de perder, usaremos novos aplicativos e tecnologia de áudio para preencher o tempo em que, de outra forma, haveria silêncio. Vivemos em uma geração de consumo e este é apenas outro ponto de contato.

Esse aumento no desejo do consumidor por experiências de áudio – o mesmo desejo que inspirou o lançamento do Alexa Skill do GrubHub – não é apenas o áudio como uma maneira familiar de consumir conteúdo.

Em vez disso, brota de algo muito mais carnal: o desejo humano por comodidade.

O contexto e a conveniência das experiências de áudio

O áudio nos ajuda a perceber profundidade, permite discernir emoções. Há muitas qualidades intangíveis que aumentam a experiência da linguagem e da comunicação. Tanto pode ser expresso e compreendido através do áudio, da personalidade de uma inflexão vocal ao timbre único de um sotaque.

Como os profissionais de marketing buscam criar experiências ainda mais personalizadas para seus clientes e prospects, não é surpresa que o áudio esteja se tornando um componente central de um portfólio de criação de momentos especiais e exclusivos das marcas.

Além disso, enquanto a maioria de nós não é tão produtiva quanto gostaríamos de ser, os seres humanos parecem estar apaixonados pelo conceito de alongamento e otimização de seu tempo.

O guru do marketing Gary Vaynerchuk disse melhor quando descreveu o sucesso da Uber: “Eu percebi que a Uber seria bem-sucedida quando eu entendi que a Uber não vende transporte, vende tempo.”

As experiências de áudio nos permitem recomprar nosso tempo de maneira semelhante, sendo consumíveis, enquanto fazemos outras coisas. A rápida ascensão da busca por voz vem à mente.

Graças à funcionalidade de pesquisa ativada por voz no Google, Amazon e dispositivos da Apple, você não precisa mais desligar o fogão, abrir o laptop e verificar novamente uma receita, porque você pode simplesmente perguntar à Alexa como fazer. Agora isso é conveniência.

Audio Marketing Pros

  • Conveniência: como mencionado, as experiências de áudio podem ser desfrutadas sem necessidade dos olhos ou mãos. A conveniência é incomparável.
  • Acessibilidade: os consumidores precisam apenas de um smartphone, computador ou tablet para ouvir um podcast, e os assistentes domésticos inteligentes estão se tornando cada vez mais populares.
  • Fácil de reutilizar: muitos conteúdos em áudio nascem de textos já produzidos, como no caso dos audiolivros e posts em áudio.
  • Bloqueio do ouvinte: os ouvintes normalmente estão ocupados com outras tarefas enquanto desfrutam de suas experiências de áudio, então é muito mais provável que eles ouçam o conteúdo até o final.

4 estratégias de Audio Marketing para começar hoje

Se você quiser impulsionar sua estratégia de conteúdo com o Audio Marketing, existem atualmente algumas maneiras de fazer isso.

1. Posts em áudio

O conteúdo do seu site e dos seus blog posts também pode “falar”. Se você acompanha o blog da Resultados Digitais, inclusive já deve ter percebido que publicamos dezenas de posts em áudio.

Lembra dos benefícios do Audio Marketing? Conveniência e comodidade para ter acessível aquilo que você deseja saber mais. E quando o assunto é conteúdo web, conteúdo disponível é o que não falta. Mas e tempo para ler tudo?

Uma pesquisa conduzida pela equipe da startup Vooozer sobre consumo de conteúdo digital perguntou aos usuários: “Você consegue ler tudo o que gostaria na internet?”

A resposta de 83% dos entrevistados foi um sonoro “Não!”.

O motivo principal foi a falta de tempo para ler a grande quantidade de conteúdo de qualidade que existe na web e que interessam aos usuários. Então porque não facilitar o consumo desse conteúdo com posts em áudio?

As narrações de texto e páginas podem ser feitas com voz humana (nada de leitura robotizada, tipo GPS) para transmitir o tom de voz, a emoção e o ritmo de leitura desejados.

Depois de fazer as gravações, o áudio é disponibilizado em um player exclusivo que se encaixa ao design do site que ainda é útil na captura de leads. Para liberar o áudio do post, é solicitado apenas o e-mail dos visitantes.

Depois, você ainda aproveita os contatos na sua estratégia de Marketing Digital para atrair leads e nutre o relacionamento deles com sua marca, seus serviços e seus produtos.

De fato, essa estratégia tem funcionado tão bem que a RD conseguiu aumentar sua captura de leads em 7% e já acumula mais de 200 posts em áudio publicados em seu blog. Para saber mais sobre os resultados dessa metodologia, confira o case de sucesso da Resultados Digitais.

2. Podcasts

Originalmente conhecido como “audioblogging”, o podcast não é novidade. No entanto, tem crescido em popularidade ao longo dos anos.

De acordo com um estudo da Edison Research de 2017, 42 milhões de americanos com mais de 12 anos ouvem pelo menos um episódio de podcast a cada semana. Mensalmente a taxa é de 67 milhões – que é o dobro do valor registrado em 2013.

Também vale dizer que um podcast de sucesso não precisa imitar um talk show de rádio. Alguns podcasters se dedicam a monólogos, enquanto outros tiram o áudio de suas aventuras de vlog ou de discursos públicos para formar conteúdo de podcast.

Experiências de podcasting alternativas podem ser entregues através do Facebook Live Audio e Anchor, dois canais que estão tentando criar seus próprios espaços no Audio Marketing.

3. Audiogramas

A publicação de audiogramas é provavelmente a maneira mais fácil de mergulhar no mundo do Audio Marketing.

Um audiograma é apenas um áudio que sobrepõe uma imagem estática. Essa imagem – juntamente com qualquer mensagem de áudio que a acompanhe – pode ser publicada no Facebook, Twitter e Instagram.

WNYC, uma estação de rádio e podcast americana, se interessou por audiogramas, optando por publicá-las no Instagram e no Twitter para compartilhar seus trechos de áudio com um pouco mais de destaque.

Um audiograma também pode fazer sentido se a imagem for um infográfico que requer alguma explicação.

4. Home speakers: os assistentes inteligentes

Os assistentes domésticos inteligentes estão trazendo experiências de áudio e busca ativada por voz para nossas casas. Segundo o eMarketer, 35,6 milhões de americanos usarão um dispositivo ativado por voz pelo menos uma vez por mês, um aumento de 128,9% desde 2016.

Amazon, Google e Apple, as três empresas que fazem mais barulho no mercado e com o Amazon Echo e o Google Home já tendo várias gerações, o futuro parece brilhante.

Um bom exemplo de uma marca usando assistentes domésticos inteligentes pode ser encontrado no NBA Alexa Skill. Sua habilidade permite que os amantes do basquete ouçam as últimas pontuações, descubram quais equipamentos estão chegando e escutem os jogos ao vivo.

Notavelmente, todas as 30 equipes da NBA também estão à beira de lançar seus próprios Alexa Skills.

Qual é a sua estratégia de Audio Marketing?

Os consumidores estão, lenta mas seguramente, aumentando sua demanda por experiências de áudio dentro e fora de casa. E agora que existem pelo menos quatro maneiras claras de adicionar áudio à sua estratégia de conteúdo, existe alguma desculpa para não começar?

Se você já está experimentando o Audio Marketing ou planeja fazê-lo, gostaríamos de ouvi-lo na seção de comentários abaixo.

Este post foi escrito pelo Vooozer, uma startup de Audio Marketing que já ajudou a Rock Content a aumentar em 10% o tempo médio na página e a Resultados Digitais a aumentar a captação de leads em 7%. O Vooozer pode ajudar a sua empresa a turbinar suas estratégias de conteúdo com materiais em áudio que engajam e capturam leads. Aproveite e solicite uma consultoria gratuita de Audio Marketing agora mesmo!

Deixe seu comentário

Comentários

2 comentários

  1. José Duarte

    Gostaria de receber mais noticias deste tema.

  2. Vander Oliveira

    Ótimo post, eu sou prova disso, prefiro ouvir do que ler e assistir, e como estou iniciando em marketing digital, acredito que essa estratégia vai agregar muito nos meus conteúdos. Obrigado!!!