Blog de Marketing Digital de Resultados

Como usar a auditoria de sites para oferecer melhores experiências

Uma auditoria de site pode ser o que está faltando para levar o seu negócio aos primeiros lugares do Google

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

 

 

Com que frequência você checa as páginas de seu site? De quanto em quanto tempo verifica os erros, identifica as melhorias e faz uma otimização que irá auxiliar na navegação de seus clientes e no seu posicionamento no Google? Com poucos ou muitos acessos, a detecção de falhas em seu site é um grande desafio que precisa ser encarado.

Antes de continuarmos com o texto, peço que abra seu site em uma aba anônima e verifique: em que lugar ele está posicionado? Depois, acesse a sua conta no Google Analytics e verifique quais são as páginas mais acessadas, a principal fonte de tráfego que elas têm, o tempo que as pessoas navegam em cada uma delas e a taxa de rejeição.

Se você tem percebido que suas páginas não estão indo bem, então precisa ficar de olho no que pode estar acontecendo de errado. Erros simples ou práticas não recomendadas podem prejudicar você.



eBook + webinar: Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer

Aprenda a encontrar os melhores termos de busca pelos quais disputar no Google e trazer mais tráfego e vendas para sua empresa

O que é uma auditoria de site

Realizar uma auditoria profunda em seu site é o primeiro passo para manter a saúde e o bem-estar da sua página em dia. Além disso, essa investigação tem um papel crucial para que você corrija os erros antes de ser penalizado por sites de busca, manter um bom tráfego orgânico e uma excelente experiência para os usuários.

Eu sei o que você está pensando: “essa análise é muito complicada, eu não sei nem quais erros devo corrigir, como encontrá-los e talvez o meu negócio ainda não esteja nesse nível de auditoria!”. Acertei?

A realidade é que essa auditoria de site é mais fácil do que você imagina. Quanto antes começar, mais cedo começará a ver os resultados do seu negócio prosperando, rumo ao primeiro lugar nos mecanismos de pesquisa. Você vai investir menos dinheiro, ter mais tráfego orgânico e pessoas satisfeitas com a boa usabilidade de seu site!

Quais são os principais erros e como devo corrigi-los?

Quem nunca se decepcionou com um site lento para carregar? Ou com uma página que não é responsiva, uma imagem com erro ou ter que fazer o download de um programa ou extensão porque o site usa tecnologias antigas? É horrível, né?

Erros como estes são mais comuns do que imaginamos e podem estar ocorrendo em seu site, justamente naquela página que tem muitos acessos, mas que você não liga muito.

Links quebrados e URLs não otimizadas

Uma das coisas que mais atrapalham o ranqueamento e a navegabilidade de um site é um link quebrado, que leva a uma página inexistente. Também é preciso ficar atento às URLs do seu site. Não use underlines na criação destes links, letras como ç e com acentuação.

As URLs são muito mais do que um simples endereço. Elas informam o conteúdo existente em suas páginas e com uma estrutura simples, até facilitam o acesso de quem entra no site.

Como resolver este problema: se você tem uma página com muitos links, faça uma edição e deixe apenas os endereços necessários. Verifique se nenhum deles está levando o seu cliente a uma página inexiste ou a algum conteúdo que irá atrasar ainda mais a conversão.

Lembre-se, também, que a sua solução não pode estar escondida em seu site. Para as URLs, foque em endereços com menos de 100 caracteres, palavras com letras minúsculas e separadas por hífen.

Rastreabilidade e indexação

A rastreabilidade e a indexação do seu site também contam para um bom SEO. Para isso, é preciso ter em seu site o Robots.txt e o Sitemap XML trabalhando a seu favor. Eles podem melhorar a velocidade de rastreamento e indexação do seu site.  

Como resolver este problema: reveja todo o sitemap do seu site. É importante tomar cuidado, um mapeamento mal feito pode fazer com que o Google ignore páginas importantes e destaque as desnecessárias.

Conteúdo, títulos, imagens, descrições e H1

Nós já sabemos que o conteúdo é rei e, por isso, precisa ser trabalhado com foco e atenção. Páginas com conteúdo duplicado podem ser prejudiciais para o seu site, assim como imagens que fazem o uso do atributo alt.

Esqueça os títulos longos. Apesar de precisar informar exatamente sobre o que a página fala, é melhor que o Google não corte a frase nos resultados de busca.

Como resolver este problema: apague as páginas duplicadas, não negligencie as imagens de seu site, foque em textos com mais de 200 palavras, faça um bom título e não carregue o seu texto de palavras em negrito. Foque em uma boa tag H1 e não se esqueça das descrições.

O uso de tags H1 múltiplas em uma mesma página pode distrair os robôs. Páginas com conteúdo estruturado, bom título e layout escaneável para o usuário são fundamentais para que seu site esteja no topo do ranqueamento.

Tecnologias antigas e sites que não são responsivos

Ainda é muito comum o uso de tecnologias antigas para a construção de sites. Assim como essas programações, códigos HTML que não foram bem codificados atrapalham o posicionamento de seu site e precisam ser corrigidos. Qual foi a última vez que você identificou essas falhas? Esses problemas podem empobrecer o seu site.

Sites que não são responsivos também podem jogar o seu espaço online para os últimos lugares de um resultado de busca. Como a maioria das pessoas pesquisa pelo celular, uma página não otimizada para dispositivos móveis pode aumentar a taxa de rejeição. Isso porque ela não vai oferecer uma boa experiência ao usuário com fontes muito pequenas ou muito grandes e imagens misturadas.

A lentidão de um site também tem impacto no ranqueamento de um site. Ela pode fazer com que as pessoas simplesmente desistam do seu conteúdo. E é por isso que este fator se torna tão importante para ser identificado no ranqueamento.

Como resolver este problema: coloque imagens de boa qualidade, mas não enormes. Não programe o seu site com códigos e tecnologias antigas e invista em um site responsivo.

A segurança do site

O seu site é seguro? Hoje, com tantas mudanças constantes na internet, as pessoas têm cada vez mais medo de terem seus dados expostos.

Como resolver este problema: inclua em seu site o protocolo HTTPS para garantir que suas páginas e seu domínio estão protegidos, evitando problemas no servidor e nas inconsistências na arquitetura do seu site.

Esse é um dos principais pré-requisitos do Google; quanto antes você adaptar e garantir a segurança dos usuários, melhor estará posicionado!

Sites multilíngues

Hoje o SEO internacional se tornou um requisito muito importante, principalmente para sites acessados em muitos países. Essas falhas são as mais complicadas de serem encontradas numa auditoria comum. É importante, mais do que nunca, estar atento a elas.

Como resolver este problema: é preciso usar o atributo hreflang corretamente para informar ao Google qual página deve ser mostrada aos visitantes, dependendo do seu idioma e localização.

Primeiros passos para uma auditoria de site bem feita

Esses são apenas alguns dos principais erros que o seu site pode apresentar. A demora na correção dessas falhas – e na otimização da página em que estão – pode te atrapalhar a ter os resultados que espera. Uma auditoria completa demanda tempo e, sem a ajuda de uma ferramenta eficiente, pode acabar deixando passar pontos importantes.

Por onde começar? Entendendo como é a estrutura do seu site e tendo ferramentas que te auxiliem neste processo! O Site Audit, da SEMrush, é uma dessas ferramentas. Assim, você pode resolver a falta de análise frequente em seu site de forma extremamente rápida.

Com relatórios completos sobre a saúde do seu site, ela relata desde problemas de navegação, erros de link, códigos errados, até problemas de códigos hreflang. E o mais importante: indica qual você deve realizar primeiro.

É muita coisa, né? E eu sei que você deve estar preocupado com tantas coisas que vai precisar encontrar de errado em seu site. Essa auditoria é mais fácil do que você imagina, já que é possível ter acesso a uma interface com navegação intuitiva.

Você pode escolher:

  • O número de páginas que serão auditadas: cada projeto pode rastrear até 20.000 páginas, de acordo com o plano que você escolher;
  • A frequência da auditoria: apenas uma vez, semanalmente e até mesmo diariamente;
  • Rastreamento da origem como seu site, sitemap do site ou sitemap por URL;
  • Quais URLs você deseja permitir ou bloquear.

Após realizar o setup destes dados, você terá acesso a um painel que informará os erros principais, que precisam ser corrigidos com urgência; os avisos, que são problemas menores, mas que precisam ser resolvidos; e, notificações, que são falhas não tão importantes, mas precisam de atenção.

Nesse painel, você poderá acompanhar todo o progresso de otimização da sua página, ocultar os erros que não te interessam e manter a qualidade do seu site e ter destaques nos mecanismos de busca.

Agora você já sabe o que é a auditoria de site, por que ela é importante, que erros deve ficar de olho e quais ferramentas pode te ajudar!

Se quiser saber mais, baixe o nosso eBook Pesquisa de palavras-chave:
o que é e como fazer
. É só se inscrever abaixo para ter acesso também a um webinar!



eBook + webinar: Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer

Aprenda a encontrar os melhores termos de busca pelos quais disputar no Google e trazer mais tráfego e vendas para sua empresa

Artigo escrito por Betto Alves, analista de marketing da SEMrush.

Marcadores:

Deixe seu comentário