Conheça 7 vantagens do cloud computing para empresas

De eficiência à responsabilidade ecológica, passando pela redução de custos, veja os principais benefícios do cloud computing para organizações


Cloud computing, ou computação em nuvem, é uma tecnologia que possibilita acessar recursos de computação, como arquivos e softwares, sem tê-los armazenados no próprio computador. Esses dados ficam hospedados em servidores externos e podem ser acessados a partir de qualquer dispositivo conectado à internet.


O cloud computing pode ser considerado uma das maiores revoluções que a internet trouxe para as empresas. Agilidade e flexibilidade de processos, escalabilidade de ambiente e redução de custos são alguns dos principais motivos que tornam essa tecnologia atraente para as organizações.

Quer conhecer mais sobre o que é cloud computing e quais as vantagens que traz para as empresas? Então acompanhe o artigo!

Kit de Gestão de Marketing Digital

Como gerir times, controlar a operação e gerar ainda mais resultados - sem enrolação

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

O que é cloud computing?

Cloud computing, ou computação em nuvem, consiste em manter arquivos, aplicativos e outros dados em uma rede, de modo que, com acesso à internet, é possível acessá-los de qualquer dispositivo, já que estão armazenados em servidores externos, e não no próprio computador, celular ou tablet.

Na medida que evolui, essa tecnologia tem sido muito usada nas empresas, permitindo fazer análises de dados, manter as informações em segurança, otimizar recursos e processos, ter mais produtividade no dia a dia e melhorar o relacionamento com os clientes.

No modelo tradicional de armazenamento, era necessário investir em servidores potentes, que dessem conta de tudo o que a empresa precisava armazenar. O problema é que, nesse modelo, a organização tinha custos altos: era preciso comprar a licença de uso dos softwares e ter espaço físico para os servidores. Os computadores ainda estavam sujeitos a perdas e danos, que colocavam em risco os dados do negócio. 

Na nuvem, por outro lado, os custos com infraestrutura são reduzidos, a empresa economiza com espaço físico e os dados ficam seguros. Caso as máquinas sejam danificadas, as informações estão a salvo, armazenadas remotamente.

Assim, a organização não precisa criar, operar e fazer a manutenção de uma infraestrutura, tudo por conta própria. Como os recursos são compartilhados, os custos caem consideravelmente. 

7 principais vantagens do cloud computing para empresas

Para as empresas, as vantagens que o cloud computing trouxe são imensas. Basta dar uma olhada para um passado não muito distante e pensar em como seria sua rotina de trabalho sem o uso da nuvem.

  • Imagine se você tivesse que fazer o download de todos os documentos que acessa durante o dia;
  • Imagine se, sempre que você descobrisse uma ferramenta nova, fosse necessário fazer o download e a instalação em seu computador. E, se você gostasse dela, fosse preciso instalá-la nos outros computadores da empresa para outros colaboradores usarem;
  • Imagine se você não tivesse acesso em tempo real aos seus resultados e status das metas para acompanhar a estratégia de marketing do seu negócio;
  • Imagine se o seu computador estragasse e todos os arquivos necessários para dar continuidade ao trabalho do dia anterior estivessem nessa máquina.

Seria difícil trabalhar assim, certo?

Pensando nessas situações, fica fácil notar como a computação em nuvem oferece uma série de vantagens para as empresas, independentemente do segmento de atuação e do tamanho do negócio.

Mas vamos entender esses benefícios de maneira mais detalhada. Abaixo, trazemos cinco vantagens que as empresas podem ter ao utilizar o cloud computing. Confira!

1. Eficiência na operação de marketing e vendas

O alinhamento entre os times de marketing e vendas é fundamental para que uma empresa tenha uma operação eficiente e sem furos.

Para manter as duas áreas falando a mesma língua é preciso que haja uma intensa interação entre elas. Dessa forma, ferramentas que estão na nuvem facilitam muito esse relacionamento.

Isso porque, dentro da nuvem, os colaboradores da empresa podem verificar em tempo real como está a operação da outra área, identificar pontos de melhoria e agir rapidamente para ajudar a empresa a entregar os resultados desejados.

Outro ponto é que a nuvem permite que os times de marketing e vendas acompanhem juntos o comportamento e as interações dos Leads, centralizando todas essas informações em uma plataforma.

Desse modo, o time de Marketing consegue acompanhar qual o perfil e o comportamento dos contatos que se tornaram clientes, e usar essas informações para gerar insights de conteúdo sobre suas personas e suas dores.

Já o time de vendas consegue acompanhar todas as interações do Lead no site da empresa para entender o que ele precisa e fazer uma abordagem de vendas mais personalizada.

Além do uso do cloud computing, há uma série de outras ações que a empresa pode fazer para ter mais integração entre marketing e vendas. Aprofunde-se assistindo ao webinar que fizemos sobre o tema:

2. Ganho de produtividade

Uma empresa que não possui soluções na nuvem está se autoflagelando. Não faz mais sentido deixar de trabalhar com a possibilidade de acessar qualquer documento em qualquer dispositivo.

Com soluções na nuvem, os colaboradores podem trabalhar em diferentes dispositivos sem que isso afete sua produtividade. Não existe mais aquele arquivo perdido em um HD externo. Basta acessá-lo a partir de qualquer computador, celular ou outro dispositivo.

O mesmo vale para softwares hospedados na nuvem, que podem ser usados por qualquer pessoa da empresa e não apenas no computador em que estão instalados, por exemplo. Isso facilita bastante o trabalho remoto.

Ainda sobre produtividade, um ponto importante que a nuvem trouxe foi mais facilidade para realizar trabalhos colaborativos. Os colaboradores não só podem acessar os documentos a qualquer momento e de qualquer dispositivo, como podem também compartilhá-los com outras pessoas do time, facilitando o trabalho em equipe.

3. Mais previsibilidade

A análise de dados na nuvem permite personalizar previsões, reduzindo o tempo de análise e oferecendo uma solução mais eficaz, em menos tempo.

Esse recurso de análise de dados personalizados pode ser usado por qualquer empresa, para um acompanhamento cada vez mais eficiente do desempenho dos colaboradores. Basta visualizar um histórico de ações e agir antes que os problemas se agravem.

Ter uma melhor previsão na análise de dados pode ajudar seu negócio a ser mais saudável, evitando prejuízos que poderiam se tornar graves para a empresa.

Além disso, um dashboard de análise em tempo real consegue mostrar se há algum indicador muito abaixo do esperado. Isso permite que os times possam realizar ações de curto prazo para reverter a situação e não terminar o mês, trimestre ou ano abaixo da meta estipulada.

4. Integração de informações

A nuvem permite a integração de informações de grandes proporções, como a administração de recursos públicos de um governo, facilitando a administração orçamentária de grandes montantes e tornando o processo mais transparente.

Em empresas o recurso torna-se uma das opções para o acompanhamento do orçamento, além do monitoramento dos recursos em diferentes níveis, desde a execução até o planejamento a longo prazo, envolvendo informações de todas as áreas da empresa, incluindo filiais.

5. Melhoria do atendimento ao cliente

Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria KPMG, 37% dos executivos entrevistados que utilizam cloud computing responderam que ter sistemas na nuvem ajuda a aprofundar a relação com clientes.

Isso acontece porque a própria arquitetura fornece ferramentas que permitem colaboração, integração e resposta de colaboradores a clientes em tempo real. Assim, as empresas estão mais disponíveis para os seus clientes, ficando mais presentes no seu dia a dia e, por consequência, sendo mais lembradas.

Essa interação também é multiplataforma: ela pode acontecer via smartphone, tablets ou computador, permitindo que o cliente seja o decisor da estrutura que quer usar, esteja no local em que estiver.

Outro efeito positivo é ter mais possibilidades de abordar potenciais clientes. Ao mesmo tempo, a nuvem também permite que mais pessoas se tornem esses clientes em potencial. Afinal, a elasticidade dela se molda conforme o crescimento da organização, já que os recursos computacionais são fornecidos sob demanda, com pagamento proporcional à utilização.

6. Mensuração de resultados

Quem trabalha com marketing sabe a importância de comprovar resultados para gerentes e diretores. Com processos e aplicativos na nuvem, é possível acompanhar campanhas no Google, Facebook e LinkedIn, por exemplo, em tempo real, monitorando o nível de engajamento, materiais que estão com melhor performance, categoria, segmentação de conteúdo e muito mais.

A nuvem possibilita errar rápido e consertar mais rápido ainda. Também possibilita testar novas ideias sem a necessidade de grandes investimentos. Dessa maneira, torna-se mais eficaz a comprovação de ROI (retorno sobre o investimento), bem como descobrir se as ações estão de fato alinhadas com a estratégia principal e a obtenção de insights práticos.

7. Responsabilidade ecológica

Consumidores, empresas e governos estão mais preocupados com a ação humana sobre o meio ambiente. Dessa forma, a responsabilidade ecológica também se torna mais importante em empresas de diferentes tamanhos e segmentos.

Ao otimizar processos, identificar melhores alternativas de transportes e logística, reduzir tempo de produção e execução de serviços, a nuvem permite que a empresa seja mais responsável ambientalmente.

Por exemplo, a nuvem auxilia a identificar serviços a serem prestados próximos geograficamente, permitindo que haja um único deslocamento. O acesso remoto às informações também pode ser usado para permitir que colaboradores diminuam a necessidade de deslocamento para executar determinadas tarefas, entre outras alternativas.

A nuvem permite conciliar opções mais sustentáveis de logística e gestão, sem custos adicionais para as empresas, que por sua vez podem beneficiar-se das otimizações reduzindo custos operacionais relacionados a transporte e outros fatores.

Quando começar a utilizar o cloud computing?

A nuvem pode beneficiar empresas de diferentes áreas e tamanhos, o que indica que não há um período mais adequado para adotar a estratégia na companhia. Todos os negócios podem tirar proveito do cloud computing.

O recurso pode ser implementado ao identificar oportunidades de melhoria no processo de fabricação, prestação de serviço ou gestão do negócio decorrentes de uma melhor análise dos dados coletados nesses processos, sendo possível ainda conciliar a solução com uma estratégia de Business Intelligence (BI).

Empresas menores, que não possuem condições de iniciar um grande investimento em computação em nuvem, podem iniciar com investimentos direcionados a áreas mais críticas utilizando-se de serviços na nuvem oferecidos por empresas de tecnologia.

Kit de Gestão de Marketing Digital

Como gerir times, controlar a operação e gerar ainda mais resultados - sem enrolação

- Ao preencher o formulário, concordo * em receber comunicações de acordo com meus interesses. - Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de privacidade. * Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer tempo.

Post publicado em outubro de 2016 e atualizado em janeiro de 2021.

Deixe seu comentário

Comentários