Blog de Marketing Digital de Resultados

Como escolher as melhores palavras-chave para brigar pelos resultados no Google

Saiba como definir quais são as palavras-chave que seu negócio precisa para ter um bom posicionamento orgânico no Google.

Esse post é um trecho do eBook + Planilha “Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer”, um material que mostra a teoria e a prática para você descobrir como seu público está procurando pelas soluções do seu mercado e saber para quais termos você deve focar os esforços de otimização.

O ponto de partida para qualquer estratégia de busca é identificar por quais palavras você quer brigar.

Mesmo para sites mais antigos e que já receberam muitos links é impossível competir por todas as palavras relacionadas ao negócio organicamente.

Para sites que estão começando, esse fato se agrava ainda mais. Por isso, é importante escolher quais são os termos de busca pelos quais você quer que seu site seja listado nos primeiros resultados do Google e então definir estratégias para alcançar esse objetivo.



eBook + Planilha: Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer

Aprenda a encontrar os melhores termos de busca para brigar no Google e trazer mais tráfego e vendas para sua empresa

Entendendo algumas variáveis que envolvem as palavras-chave

Existem diversas formas de se realizar uma pesquisa de palavras-chave, seja seguindo um processo diferente ou utilizando diversas ferramentas.

Dependendo da complexidade e profundidade da pesquisa que você queira realizar, como incluir mais variáveis e pensar em algum algoritmo diferente de priorização, faz sentido procurar esses outros processos.

A seguir, vamos falar sobre algumas variáveis que consideramos as mais relevantes para uma pesquisa de palavras-chave eficaz:

  • Volume;
  • Dificuldade;
  • Oportunidade;
  • Intenção de compra;
  • Posição atual.

Volume

Essa é a variável que representa o volume de buscas mensais por determinado termo no Google.

É uma variável importantíssima pois é fundamental garantir que haja muitas pessoas efetivamente procurando pelas palavras-chave que você quer competir.

Lembre-se: sempre que for utilizar uma ferramenta para encontrar o volume de busca, não se esqueça de verificar se está fazendo a pesquisa filtrando apenas as buscas realizadas no Brasil.

Dificuldade

Há palavras que já são exploradas por sites de muita relevância e bem avaliados pelo Google enquanto outras ainda dão bastante margem para que sites novos rapidamente apareçam entre os primeiros resultados.

Como resultado disso, é muito difícil posicionar seu site entre os primeiros para alguns termos e isso deve ser avaliado ao definir suas palavras-chave.

Uma dificuldade alta significa que os sites que estão nas primeiras posições possuem uma autoridade elevada e isso torna mais difícil o rankeamento.

Um ponto importante aqui é não confundir dificuldade orgânica com competição no Google AdWords. A competição representa que muitas empresas estão comprando determinada palavra, e não que necessariamente essa palavra é de grande dificuldade.

Oportunidade

Essa variável é pouco utilizada, porém é bem relevante na hora de decidir por investir esforços em uma keyword.

Sabe quando você realiza uma pesquisa no Google e aparecem outros elementos além dos resultados orgânicos, tais como resultados de buscas por vídeos, imagens, empresas locais, mapas, anúncios etc.?

Todos esses elementos fazem a taxa de clique dos resultados orgânicos diminuírem, pois acabam “puxando” a atenção dos usuários para esses elementos.

Por isso, quanto mais elementos extras no resultado, menor será a oportunidade de determinado termo.

Intenção de compra (estágio do funil)

Esta é uma variável para ajudar na tomada de decisão sobre um termo. Por exemplo, uma palavra que seja relacionada ao seu produto ou serviço é considerada uma palavra com alta intenção de compra – como “software de gestão financeira”.

Já um termo do seu mercado que indique a busca por algum problema resolvido por seu produto, pode ser considerada como baixa intenção de compra – como “organizar contas a pagar”, por exemplo.

Posição atual

Representa a posição atual do site do seu negócio para determinada palavra.

A partir desse diagnóstico, é possível ver quais páginas você pode otimizar para melhorar a posição ou para quais você não possui uma página rankeada e deve produzir um conteúdo.

Na prática: como fazer sua pesquisa de palavras-chave

Aqui, nós vamos dar um passo a passo para uma pesquisa de palavras-chave simples e eficaz contemplando as variáveis que consideramos importantes para um primeiro momento.

Como apoio a este passo a passo, recomendamos que você utilize um modelo de planilha que criamos para auxiliar você.

[eBook + Planilha] Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer

Acesse gratuitamente aqui

Encontre as principais palavras do negócio (head keywords)

O primeiro passo é encontrar as head keywords, que podem ser consideradas as palavras com maior volume de busca e que darão origem aos termos long tail.

Normalmente elas também são as primeiras palavras que procuramos no Google quando estamos procurando pela solução de um problema.

Acontece que, intuitivamente, nós estamos acostumados a pensar em palavras-chave de fundo de funil, ou seja, mais relacionadas ao produto vendido, e não pensamos nos problemas que estão alguns passos atrás na jornada de compra.

Ferramentas que você pode utilizar:

Usando as três ferramentas acima, você terá alguns termos relacionados a seu negócio e que podem ser explorados. Mas, antes de começar a usar esses termos, fique atento ao passo seguinte.

Remova os termos que não fazem sentido para o negócio

Neste momento você já deve ter uma planilha bem alimentada de termos relevantes. Acontece que, provavelmente, há algumas palavras que não fazem tanto sentido para o negócio.

Por isso, neste passo recomendamos fazer um filtro para remover termos duplicados e aqueles que não fazem sentido para o negócio.

Encontre palavras long tail

Levantados os termos principais, é hora de encontrar os termos cauda longa, ou seja, palavras mais específicas e, normalmente, com menor volume de busca e menor concorrência.

Ferramenta recomendada:

Para saber mais leia também o post Como usar palavras-chave de cauda longa para atrair mais pessoas a seu site.

Descubra o volume de busca de cada palavra

Até aqui, o trabalho foi todo em cima de encontrar termos relevantes para a pesquisa. Agora, a ideia é encontrar as demais informações da planilha, começando pelo volume de busca orgânica de cada termo.

Ferramentas que você pode utilizar:

Para saber mais detalhes sobre como configurar cada uma dessas ferramentas, baixe o eBook Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer.

Descubra se o site do seu negócio já está posicionado no Google

Com qualquer uma das duas ferramentas citadas abaixo, você encontrará o ranking atual do seu site para cada termo.

Isso será importante para algumas decisões mais à frente, como decidir o que fazer com cada keyword – se produzir conteúdo, otimizar uma página existente, fazer link building etc.

Ferramentas que você pode utilizar:

Descubra a Dificuldade, a Oportunidade e o Potencial de cada termo

Agora que você já descobriu o volume de busca e a posição atual de suas palavras-chave, é hora de encontrar as três últimas variáveis.

Ferramenta que você pode utilizar:

A ferramenta Moz tem uma feature chamada Keyword Explorer que mostra um relatório com as informações sobre cada termo inserido. Você pode exportar esse relatório para atualizar a sua planilha.

Juntando as peças

Ao final, sua planilha estará mais ou menos assim:

modelo de pesquisa de palavras-chave planilha

Nas três últimas colunas, há algumas fórmulas prontas para dar uma pontuação ao volume, calcular a facilidade (100 – valor da dificuldade) e a prioridade, que é uma soma de diversas notas.

Quanto maior a prioridade, mais relevante é um termo, com base em todas as outras variáveis, exceto o ranking atual.

Resumindo o processo:

  • Encontre os principais termo do negócio (head keywords);
  • Remova os termos que não fazem sentido para o negócio;
  • Encontre palavras long tail;
  • Descubra o volume de busca de cada palavra;
  • Descubra se o site do seu negócio já está posicionado no Google para cada palavra;
  • Descubra a Dificuldade, a Oportunidade e o Potencial de cada termo.

Saiba mais

A pesquisa de palavras-chave tem um papel importantíssimo na sua estratégia de Marketing Digital e é fundamental para que o site de sua empresa gere tráfego orgânico.

Se você quiser saber mais sobre o assunto, baixe agora o eBook ”Pesquisa de palavras-chave: o que é e como fazer”, feito em parceria com a Agência Mestre e a SEMrush. No material, falamos com mais profundidade sobre como fazer essa pesquisa e também disponibilizamos uma planilha que você pode usar para organizar e monitorar suas keywords.

Esse post foi publicado originalmente em julho de 2010 e revisado e atualizado em fevereiro de 2017.

Marcadores:

Deixe seu comentário