Blog de Marketing Digital de Resultados

A verdade sobre conteúdo duplicado e SEO

Conheça os impactos que publicar conteúdo repetido pode ter na sua estratégia digital e formas práticas de lidar com esse problema

Em vez de ler, que tal ouvir o post? Experimente no player abaixo:

 

 

É lugar comum ouvirmos por aí que conteúdo duplicado é prejudicial para SEO, pois seria punido pelos motores de busca como o Google.

Há quem afirme que a punição para esse tipo de prática pode até chegar a excluir todo o domínio dos resultados de busca, tornando o site efetivamente impossível de ser encontrado por esse meio.

Será que isso é realmente verdade?

Os próprios motores de busca não ajudam muito, pois costumam ser bastante opacos quanto às regras, chegando algumas vezes a dizer uma coisa, mas, na prática, fazer de maneira diferente.

Neste post esclarecemos o que sabemos sobre os impactos que publicar conteúdo repetido pode ter no SEO.

eBook: 27 dicas de SEO acionáveis para impulsionar seu site no Google

Veja algumas estratégias que você pode adotar em seu site para melhorar seu posicionamento e atrair mais tráfego

Conteúdo duplicado no meu site pode prejudicar o SEO de todo o meu domínio?

A resposta curta é “sim, pode”, mas não da forma que você está pensando.

Excluindo casos extremos, seu site está seguro, desde que a quantidade de conteúdo duplicado seja pequena. Mas o que caracteriza um caso extremo? Algo como o que ocorreu com uma empresa que contratou uma consultoria de relações públicas (RP) um pouco ruim: a consultoria de RP não se deu ao trabalho de escrever um press release; eles copiaram o texto da página inicial da empresa e o enviaram para diversos veículos.

Muitos desses veículos publicaram o texto sem alterações em vários locais. Os algoritmos do Google então começaram a disparar alarmes, pois o mesmo texto estava aparecendo em muitos sites em um curto espaço de tempo. Para o Google, isso era sinal de spam, fazendo com que as páginas que carregam esse conteúdo duplicado sejam prejudicadas nas pesquisas.

Resumindo, alguns posts duplicados no seu blog não vão prejudicar o rankeamento do seu site. Lembre-se de que o Google é uma empresa com mais de 50 mil funcionários e que, dentre outras coisas, faz carros que não precisam de motorista e pipas para gerar energia eólica. Ou seja, tem bastante gente inteligente trabalhando por lá. Portanto, o Google é esperto o suficiente para saber que seu site não é malicioso por ter um post duplicado dentre outros 50 conteúdos originais e de qualidade.

Mas por que conteúdo duplicado é um problema para SEO?

Lá em 2014, a atualização do algoritmo do Google, batizada de Panda, refinou os resultados orgânicos mostrados na página de busca, privilegiando conteúdos relevantes para o usuário. Já publicações pobres em informação ou repetidas perderam visibilidade.

O principal problema do conteúdo duplicado “não malicioso” é que os motores de busca não sabem qual versão do conteúdo exibir, pois, se o conteúdo original não for útil para o usuário, um conteúdo igual também não será.

Portanto, se você não indicar ao Google qual dos conteúdos é o correto para ser exibido, ele vai se encarregar de escolher uma das versões – optando possivelmente pela versão que foi indexada primeiro, a original. Mas, se há muitos links externos direcionando para essa versão da página, as chances aumentam ainda mais.

Além de escolher qual conteúdo exibir nos resultados da busca, o Google também precisa determinar qual versão receberá a autoridade no caso de outros sites que possuem links para uma das versões do conteúdo.

Mais uma vez, se você não disser ao Google qual versão deve receber essa autoridade, ele poderá atribuir para as versões erradas, até mesmo diluindo a autoridade dentre as várias versões – e, consequentemente, prejudicando a colocação do conteúdo nos resultados de busca. Isso afeta diretamente seu posicionamento e reduz a quantidade de visitantes que chegam à sua página.

Você já tem conteúdo duplicado no site sem saber

Conteúdo duplicado muitas vezes é gerado pelas próprias plataformas de gestão de conteúdo, como o WordPress, sem você saber.

Eis alguns exemplos do que é considerado conteúdo duplicado para o Google:

  • Domínio com e sem www: http://seu_dominio.com.br e http://www.seu_dominio.com.br são considerados dois sites diferentes para o Google. Logo, todas as páginas dentro desses sites que podem ser acessadas com ou sem o www são conteúdos duplicados para o Google.
  • Mesmo conteúdo acessado com URLs diferentes: É muito comum blog posts estarem disponíveis na sua URL única e também em outras URLs que mostram somente posts de uma determinada categoria.
  • Versão da página para impressão: alguns sites geram uma versão específica para impressão da página. Quando acessado por uma URL diferente da original, esse tipo de conteúdo também representa duplicidade para os motores de busca.

Como lidar com conteúdo duplicado?

Existem diversas formas de “ensinar” aos motores de busca como lidar com seu conteúdo duplicado para que você concentre a autoridade na versão que deseja:

Redirecionamentos permanentes

Também conhecidos como redirect 301, são feitos diretamente no servidor e utilizados para que os usuários não vejam mais a página em questão, sendo redirecionados automaticamente para uma outra página especificada.

Ao fazer isso, os motores de busca entendem que toda a autoridade que a página deve ser transferida para a página destino do redirecionamento.

Esse é um método muito usado quando uma empresa está mudando de domínio e não quer perder a autoridade que já conquistou.

Mas, lembre-se, todo e qualquer redirecionamento envolve perda de autoridade. No entanto, você pode minimizar os efeitos ao fazer da maneira certa. Há também alguns plugins de WordPress que fazem isso de forma mais fácil para quem não tem intimidade com códigos.

Canonical tags

Enquanto redirecionamentos permanentes são feitos no servidor, as canonical tags são tags inseridas diretamente no código HTML da página.

Basicamente, ela especifica a versão “canônica” do conteúdo, ou seja, a URL do conteúdo original. Dessa forma, toda a autoridade dos links recebidos vai para a URL especificada.

Essa opção é muito usada quando você quer republicar um post antigo ou publicar em um lugar diferente um guest post.

Consistência de links internos

Como comentamos acima, existem muitas páginas que podem ser acessíveis por mais de um link, por exemplo http://seu_dominio.com.br ou http://www.seu_dominio.com.br.

Para não confundir o Google, não use no seu site links de URLs diferentes que levam pra mesma página.

Tag “noindex, follow”

Essa tag permite que o buscador rastreie a página, mas sem incluí-la nos seus resultados de busca.

Link para o artigo original

Ao reproduzir um artigo, como um guest post, é possível colocar no final um link para o artigo original.

Dessa forma, o Google sabe que aquela é a URL com o conteúdo original.

Resumo com suas palavras e o link para o artigo original

Quando você for reproduzir algo de outro site, é útil você fazer uma releitura do conteúdo com suas próprias palavras para sua página receber autoridade.

O link para o conteúdo original vai ajudar o Google a saber que eles são relacionados.

Páginas de índice com post encurtado

Jamais use páginas com a listagem de posts onde o post aparece na íntegra.

Mostre apenas as primeiras palavras ou resumo do post, pois mostrando o post em sua totalidade você estará duplicando o conteúdo em URLs diferentes, o que já vimos que prejudica seu posicionamento.

Leia mais no post 4 motivos para não exibir posts completos na Home do seu blog.

Conclusão

Conteúdo duplicado é um problema para qualquer estratégia de SEO, mas existem técnicas consolidadas para informar aos motores de busca qual é a versão correta do material.

Além disso, com exceção de casos muito extremos, a preocupação de que o Google ou outro motor de busca vá punir um domínio por um pouco de conteúdo duplicado não tem fundamento na experiência prática.

Agora que você já sabe a verdade sobre conteúdo duplicado e SEO, veja os 10 mitos sobre SEO que você precisa conhecer para se posicionar bem no Google.

Ou baixe aqui o eBook O Guia Completo do SEO para descobrir como transformar o Google em uma máquina de tráfego para sua empresa.

Guia completo do SEO - 4ª edição

Tudo para o seu negócio receber muito mais visitas de forma orgânica, sem investir em mídia paga!

Post publicado originalmente em novembro de 2016 e atualizado em maio de 2018.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários

20 comentários

  1. Eduardo Macedo

    Olá, eu tenho uma dúvida, minha loja vende vários produtos de decoração, algumas delas é Almofada que muitas vezes só muda a cor do tecido, nessa situação a descrição acaba sempre sendo a mesma.
    Isso pode gerar problemas de conteúdo duplicado?

  2. Guto Renata Santos

    Parabéns pelo artigo, me esclareceu muitas dúvidas nesse novo tema que estou introduzindo, mas fiquei com um questionamento.

    Eu tenho um post A em meu blog.

    Quero fazer um novo post mais aprofundado, mas sem inutilizar o primeiro, utilizando o conteúdo do post A e adicionar o contéudo B, fazendo o post A + B.

    Qual conduta devo tomar? Isso é pessimo para os motores de busca? Caso fosse ao contrario, tenho um post ABC e quero transformar em 3 posts diferentes, seria pior?

    PS: Todos os posts no mesmo domínio e redigidos por mim.

    Obrigado pela atenção, mas não sei se fui claro rs.

  3. Cezinha Anjos

    Olá Sérgio! Parabéns pelo artigo. Muito show! Mas, confesso que eu fiquei com dúvida em dois pontos:

    A: Nosso site possui dois domínio: o http://www.asseinfo.com.br no qual é o oficial e o http://www.asseinfo.com que é um redirecionamento para o .com.br.

    Se eu digitar no google site:asseinfo.com.br e site:asseinfo.com eu vejo o mesmo conteúdo só que com as URLs diferentes.

    Neste caso, imagino que o google esteja enxergando que estamos com conteúdo duplicado. O que poderíamos fazer para resolver este problema?

    B: Em http://www.asseinfo.com.br/blog nós temos uma lista de posts. Nós não mostramos o conteúdo, apenas o título e o resumo.

    Mas mantemos também uma categoria que lista alguns desses posts em http://www.asseinfo.com.br/operacoes-com-nf-e.

    Neste caso, também temos duplicidade de conteúdo?

    Muito obrigado.

    1. Sérgio Schüler

      Oi Cezinha, tudo bem? Obrigado por ler o post!

      Sobre suas dúvidas:

      A) Parece realmente que o Google está enxergando essas duas URLs como sites diferentes. Você pode inserir em cada post a tag canônica, apontando para o endereço “oficial”. Outra opção é fazer com que o domínio que apenas redireciona para o domínio certo faça um redirecionamento 301 no lugar de apenas apontar para o domínio oficial. Ambos métodos são mostrados em detalhes nesse post: http://resultadosdigitais.com.br/blog/redirect-301-e-canonical-tag-por-que-sao-importantes-para-seo-e-quando-utilizar/

      B) Sobre sua segunda dúvida, apesar de haver um pouco de conteúdo duplicado, acredito que não é razão para se preocupar, a não ser que sua estratégia de SEO dependa muito do usuário cair diretamente nesse tipo de página. No fim, vale aquela máxima do Google ser inteligente o suficiente para não punir um site cheio de conteúdo original por causa de alguns poucos parágrafos duplicados.

  4. Cassio Gaino

    Olá Sérgio, parabéns pelo excelente artigo.

    No caso, meu cliente tem um site, por exemplo, sitedomeucliente.com.br e um franqueado dele tem um subdomíno como por exemplo curitiba.sitedomeucliente.com.br.

    Ambos tem uma versão de WordPress instalado.

    Se eu postar o mesmo artigo em ambos os sites, corremos o risco de ser punidos pelo Google?

    Como resolvo este problema para conseguir destaque em SEO em ambos os sites?

    Abraços,

    1. Sérgio Schüler

      Obrigado, Cassio!

      A resposta não é muito animadora: com o mesmo conteúdo, você não vai conseguir rankear bem em ambos os sites, pois um deles ficaria como conteúdo duplicado no Google. O que você pode fazer é em um site colocar um resumo que referencia o artigo original, aí seriam conteúdos diferentes.

      Se mesmo assim você quiser postar conteúdos exatamente iguais em ambos os sites, o ideal é que você escolha um deles para ser a versão canônica, enquanto o outro vai apontar para ele com a canonical tag.

  5. Dorgival

    Olá, alguns de meus artigos possuem bom posicionamento no Google. Aí percebi que sites de terceiros que eu não conheço resolveram copiar o artigo, sem link pro original (mas colocando meu nome como autor e o endereço da minha home em texto). Isso é prejudicial para o SEO do meu site?

      1. Anne Lira | Qualé?

        Oi Thiago, eu tbm estava com a mesma dúvida. Mas no post o autor fala o seguinte:

        “Link para o artigo original:
        Ao reproduzir um artigo, como um guest post, é possível colocar no final um link para o artigo original.

        Dessa forma, o Google sabe que aquela é a URL com o conteúdo original.” (fiquei na dúvida se isso seria o suficiente rs)

        Na página onde seu artigo foi “copiado” há um link para o teu site (lá no finalzinho) porém, não aponta para a página do post (como é recomendado, mas para a home). Não sei se surte o mesmo efeito.

        O autor tbm fala sobre a canonical tag.

        Na página onde teu conteúdo foi “copiado” ao apertar Ctrl+u, tu acessa o código da página. Parece que eles não usaram a “Canonical tag” (em caso de conteúdos duplicados, ela indica qual o principal para os mecanismos de busca) mas sim a self canonical, na qual cada página, quando não incluída uma canonical tag específica para sua versão principal, (nesse caso, seria para o teu post) faz o apontamento para ela mesma, no caso, a página onde o conteúdo foi “copiado”.

        Espero ter conseguido explicar rs. Eu passei por essa mesma situação, mas a página onde meu conteúdo havia sido copiado, verifiquei que usaram a canonical tag =).

        Esse outro post me ajudou a entender sobre canonical tags https://resultadosdigitais.com.br/blog/canonical-tag/

        Se eu estiver equivocada, por favor me corrijam.
        Abraços ;)

  6. Ludwig Calixto

    Olá, Sérgio. Parabéns pelos conteúdos!

    Minha pergunta: Dois artigos diferentes, em dois sites diferentes, porém com o mesmo título, é considerado conteúdo duplicado?

    Outra dúvida, é ruim para o SEO escrever um artigo com o mesmo título de outro artigo de um site concorrente?

    Obrigado!

  7. José Luiz

    Olá, tudo bem?
    Tenho 2 sites do mesmo seguimento (brindes) e uso as mesmas fotos para ambos os sites.
    As fotos estão renomeadas com nomes diferentes e o texto dos 2 sites também são diferentes.
    Você sabe informar se o Google “enxerga” fotos também como conteúdo duplicado?
    Gde abç e parabéns pelo artigo.

    1. Paulo Helfstein

      Não enxerga como conteúdo duplicado não pode ficar tranquilo, o google não consegue saber que as fotos são as mesas , confere esse meu site de festas, faço isso que vc faz tb

  8. Leandro Marzullo

    Oi, td bem?
    Tenho um site de receitas com conteúdos parecidos, ex um usuário criou uma página de receita de feijão e outro usuário também, porém receitas diferentes.
    Qual a melhor forma de estruturar essas páginas? Com links únicos? Pensei em talvez usar parâmetros, ex /receita-de-feijão?id=1

  9. Anselmo Junior

    Olá recentemente alterei a categoria principal dos artigos do meu site. Ex: era https://percasedescubrase.com.br/destinos/europa/austria/roteiro-em-viena/ agora ficou https://percasedescubrase.com.br/destinos/roteiro-em-viena/

    Contudo, o google está indexando ambas as páginas na pesquisa, ou seja, o conteúdo apresentado é o mesmo; No Search Console ele apresenta as antigas URLs como indexadas, mas enviado o sitemap e as novas como indexadas e enviado o sitemap.

    Devo me preocupar com punição por conteúdos duplicados nesse caso?

  10. Daniela Castro

    Olá, tenho 4 sites diferentes que levam para o mesmo produto (curso online) e duplico o Depoimento enviado pelos alunos para que todos os sites tenham depoimentos. Por não ser um post, é considerado conteúdo duplicado? o que posso fazer nesse caso?

  11. Eder Santos

    queria saber oque fazer quando meu site aparece duas vezes na mesma pesquisa

    prejudica o site?
    ex:eu pesquiso la no google COMO ENXUGAR GELO: ai meu site aparece na posicao 3 e na posicao 4

  12. Tattynurmi

    Muito bom conteúdo!! Só uma dúvida? Se alguma empresa criou um conteúdo para backlink direcionado ao seu blog, em diversas plataformas ela disponibilizou o mesmo conteúdo, meu blog passa a ser prejudicado por esses backlinks? Obrigada !

  13. David

    Olá, como vai?
    tenho alguns sites(8), ambos para o mesmo segmento de móveis para escritório.
    O detalhe é que todos os sites compartilham da mesma base de dados, ou seja, mesmo conteúdo, títulos, descrição etc a todos…
    ficando dessa forma:
    http://www.site1.com.br/moveis/mesa-para-escritorio,
    http://www.site2.com.br/moveis/mesa-para-escritorio,
    e assim em todos os 8 sites de domínios diferentes.

    Isso implica em alguma penalidade?
    Até pouco tempo 5 desses sites estavam na primeira página das pesquisas, mas de repente começaram a sair das buscas e alguns nem aparecem mais.

    Alguma sugestão?

    1. Paulo Realista

      Tá tudo duplicado , use 301 nos seus sites, escolha apenas um domínio para usar e redirecione todos os outros, não há necessidade de ter um monte de sites, se vc tem várias marcas precisa de conteúdos diferentes para cada uma delas. Aliás esse é o deferencial de quem faz SEO bacana para lojas que vendem produtos que todo mundo vende, criatividade é tudo.

  14. Vinicius Costa S. Rodrigues

    Excelente conteúdo!!

    Já vi algumas páginas republicarem parte do conteúdo de um blog e caso o leitor tiver interesse em terminar de ler tem que clicar em um link que direciona para o post original. De que forma o google enxerga isso? É uma estratégia boa?

    Obrigado