Blog de Marketing Digital de Resultados

Notícias da Semana: como as big techs estão tentando ajudar

Confira ações de Netflix, Facebook, Microsoft e LinkedIn, entre outras, para ajudar pessoas e empresas durante a quarentena

Entramos na reta final do primeiro trimestre – ou “quarter”, em português de negócios – de 2020. Para a grande maioria das empresas, o planejamento sofreu uma baita bagunçada com o coronavírus. Além disso, pouca gente realmente sabe o que esperar dos próximos trimestres e, dependendo do mercado, anos. A insegurança econômica é geral.

Tudo isso tem menor importância, porém, diante das notícias tristes vindas principalmente da Itália. Notícias tristes que também começam a surgir no Brasil e nos Estados Unidos, por exemplo. Vamos torcer para que as novidades que vêm da China, que começa a zerar o número de novos casos, logo tenham paralelo por aqui.

pooh

Bom, o nosso post semanal de notícias de tecnologia e Marketing Digital busca sempre trazer um pouco de leveza e bom humor para a sua rotina. É claro que com o Covid-19 isso fica um pouco mais difícil, mas vamos em frente com essa missão. Ao final da edição de hoje temos uma notícia que, ao mesmo tempo, é irreverente e faz pensar.

Antes temos um apanhado de ações de grandes empresas de tecnologia para ajudar as pessoas durante a pandemia. Ah, e vale repetir: para notícias relativas à prevenção e informações confiáveis sobre os desdobramentos da crise de saúde em todo o mundo e no Brasil, acesse o do Ministério da Saúde e o da Organização Mundial da Saúde (em inglês).

Netflix e YouTube reduzem a qualidade de vídeo na Europa

Após uma reunião com o comissário da Europa para o mercado interno, Thierry Breton, o CEO da Netflix, Reed Hastings, anunciou uma redução na qualidade do streaming no continente por 30 dias. Isso deve reduzir em 25% o consumo de internet ligado ao Netflix, liberando o uso de dados para situações mais importantes.

Pouco tempo depois, o YouTube se juntou à causa. Todo o tráfego na Europa será colocado por default em SD, ao invés de HD. Essas medidas vão permitir às pessoas que estão em casa continuarem assistindo seus vídeos, séries e filmes, ocupando menos banda. Com o coronavírus, o consumo de streaming aumentou muito.

bob esponja vendo tv

Vídeos relacionados:

Mais ações de ajuda anunciadas pelas big techs

  • O WhatsApp anunciou um número, em parceria com a Organização Mundial de Saúde, com um bot que tira dúvidas sobre o coronavírus. Por enquanto, é apenas em inglês. A ideia é que seja uma arma no combate à desinformação e às mentiras que circulam livremente na plataforma.

RD abre ferramenta gratuita para trabalho remoto, a #matrix

A equipe de Engenharia e Produto da RD desenvolveu uma ferramenta open source chamada #matrix. É um escritório online, que permite que as pessoas visualizem os seus colegas de trabalho e interajam por meio de salas virtuais. A sua empresa pode usar sem qualquer tipo de custo.

É importante ressaltar que a #matrix é uma ferramenta open source que demanda a atenção de uma pessoa com algum conhecimento técnico em programação. A implementação, no entanto, tem configurações simples e em apenas dois minutos é possível criar o escritório virtual. Veja algumas telas:

matrix trabalho remotomatrix meet room

O blog do RD Station tem um post explicando um pouco mais sobre a ferramenta. Lá você encontra os links para implementá-lo.

Links relacionados:

André Siqueira e Vitor Peçanha fazem live para ajudar PMEs

A incerteza com o Covid-19 traz efeitos também na economia. Embora a prioridade seja a saúde das pessoas, empreendedores – principalmente pequenos e médios – precisam pensar em como salvar seus negócios. A preocupação é não apenas em continuar vendendo, mas seguir funcionando e mantendo os empregos durante e após a pandemia.

Para tentar ajudar as PMEs brasileiras nesse momento, nosso co-fundador André Siqueira vai fazer um webinar ao vivo, na segunda-feira, com o co-fundador da Rock Content, Vitor Peçanha. Eles vão tirar dúvidas e responder perguntas sobre como minimizar os impactos gerados  em Marketing e Vendas pela quarentena.

A participação é gratuita, basta você se inscrever neste link. Dessa forma, receberá um lembrete por email quando a transmissão estiver começando, além de já poder enviar perguntas antes mesmo do início da live.

Links sobre a coronavírus:

Britânicos lançam calculadora de rolos de papel higiênico

Você já deve ter visto essa cena nas últimas semanas: prateleiras da sessão de papel higiênico de supermercados vazias. Aparentemente, algumas pessoas acharam prudente estocar o produto, levando dezenas – e até centenas – de rolos de cada vez. Talvez você tenha sido uma dessas pessoas, ou tenha um parente que fez isso

Bom, uma dupla de programadores em quarentena decidiu ajudar as pessoas a verem quantos rolos elas realmente precisariam. Ben Sassoon e Sam Harris vivem em um país onde a busca desenfreada por papel higiênico apareceu muito rapidamente, o Reino Unido. Com tempo de sobra, eles decidiram criar um site com uma calculadora.

calculadora de papel higienico

Esse foi meu resultado, mas não me julguem: eu tinha aproveitado uma boa promoção há um tempo atrás de um pacote de 36 rolos, dos quais ainda tenho 23

Assim como a calculadora do Windows, ela tem um modo simples e um modo complexo. No primeiro, basta você inserir o número de rolos que tem estocado e o de idas diárias ao banheiro. Se quiser mais precisão, no entanto, pode adequar mais dados, como o número de pessoas na sua casa e o total de dias em quarentena.

Antes de continuar lendo, entre na calculadora de rolos de papel higiênico e veja como está o seu estoque. O resultado provavelmente vai te surpreender.

O objetivo da ação

Em entrevista (à distância, por e-mail) ao The Verge, os criadores contaram que, em 4 dias, o site recebeu mais de 2 milhões de visitas. “Nosso usuário médio tem 500% mais papel higiênico do que precisaria em uma provável quarentena. Esperamos que as pessoas usem o site e vejam que não precisam sair e esvaziar as prateleiras”, explicou Sassoon.

radiohead gif

É uma lição importante em tempos de colaboração humana. O coronavírus provoca muito medo, é claro, por isso podemos acabar tomando decisões que prejudicam outros e nós mesmos. A calculadora é de papel higiênico, mas poderia ser de frascos de álcool gel, pacotes de miojo ou garrafas de água – porém, não chamaria tanta atenção.

Ainda na entrevista, Sassoon lembra do poder da criatividade nesta época difícil. Ele conta que criou o site com Harris em 3 horas, apenas atualizando-o algumas vezes. E deixa a seguinte mensagem de apoio a programadores, designers, escritores, artistas e outras centenas de categorias profissionais que trabalham com criação e podem ajudar:

“Estamos passando por um dos maiores experimentos sociais da nossa geração. Quase todo o mundo está trabalhando agora em casa e milhões de freelancers e trabalhadores de serviços infelizmente ficaram desempregados da noite para o dia. É uma situação estranha e perturbadora, mas muitas pessoas repentinamente têm muito mais tempo em mãos, então eu me pergunto o que outros criativos apresentarão.”

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários