Blog de Marketing Digital de Resultados

Dica de SEO #1: Cadastre seu site no Google Search Console e envie o sitemap

O sitemap ajuda as ferramentas de busca a entenderem a estrutura do site e indexarem melhor o conteúdo

Quando se trata da indexação orgânica do site cadastrado, o Google Search Console é o seu canal de comunicação com o Google.

É ele que permite que você entenda como o Google vê o seu site e faça e as otimizações necessárias.

Algumas das funcionalidades oferecidas pelo Google Search Console são:

  • Aspecto da pesquisa (Search Appearance): mostra como o Google está lendo os dados estruturados (rich snippets) configurados e possibilita fazer a marcação de forma manual, possui sugestões de melhorias para o HTML e exibe a indexação e erros de AMP;
  • Tráfego de pesquisa (Search Traffic): o que as pessoas estão procurando no Google que as leva a clicarem (ou não) no seu site, além de links e outras informações importantes;
  • Índice do Google (Google Index): como está o desempenho do Google em indexar as páginas do seu site, recursos bloqueados (que o Google não tem acesso) e a ferramenta para solicitação de remoção de URLs do Google;
  • Rastreamento (Crawl): quais dificuldades os robôs do Google estão tendo na hora de vasculharem as páginas do seu site em busca de conteúdo relevante, envio de páginas para indexação e rastreamento e também onde é feito o envio dos sitemaps;
  • Problemas de segurança: Notificações de problemas de segurança detectados em seu site.

Para saber mais, leia o post: Google Search Console: O guia completo de como usá-lo na prática.

Como fazer?

Acesse o Google Search Console, cadastre-se, inclua o site (exatamente como carrega no navegador, por exemplo https://resultadosdigitais.com.br/) e realize a validação.

Há 5 formas de validar o site:

  • via Google Analytics, mais utilizado e recomendado pelo Google (caso a conta do Google do Search Console tenha acesso completo ao Analytics do site);
  • via Google Tag Manager (mesma situação do Analytics)
  • inserindo um script no código da home do site;
  • via upload de um arquivo no diretório do site;
  • através de login no provedor do nome de domínio.

É recomendável também cadastrar e validar outras versões do site, como com www., https://, etc. Com todas as versões validadas, é possível indicar ao Google qual é a preferencial para o usuário (e para o buscador indexar também).

Caso utilize WordPress, é possível, ainda, validar o site e gerar o sitemap utilizando o plugin do Yoast, que é atualizado automaticamente.

Também existem ferramentas para gerar sitemaps, como o XML Sitemaps Generator — ao contrário do Yoast, no entanto, o XML não é atualizado de maneira automática.

Após gerar o sitemap, acesse o site verificado no Search Console, vá até Rastreamento, na área de sitemaps e faça o envio. Antes de realizar o envio definitivo, faça um teste para ter certeza que o arquivo está ok.

Pronto! Agora ficou mais fácil para o Google entender as informações do seu site e indexar as páginas de forma adequada.

Para saber com mais detalhes, leia o post: Quais os benefícios de um Sitemap XML e como criar um para sua empresa.

Quer mais 26 dicas de SEO?

Criamos um eBook onde reunimos estratégias que adotamos aqui na Resultados Digitais e que sugerimos que você aplique também.

Essa e as outras 26 dicas presentes no eBook ajudarão seu site a melhorar a classificação no Google, atraindo mais visitas, Leads e vendas para o seu negócio.

Para ter acesso, basta fazer aqui o download do eBook 27 dicas de SEO acionáveis para impulsionar seu site no Google.



eBook: 27 dicas de SEO acionáveis para impulsionar seu site no Google

Veja algumas estratégias que você pode adotar em seu site para melhorar seu posicionamento e atrair mais tráfego

Marcadores:

Deixe seu comentário