Blog de Marketing Digital de Resultados

Dicas para construir conteúdo de qualidade para o Google

Algumas perguntas que você tem que fazer para identificar se o seu conteúdo é de qualidade, informativo, original e, consequentemente, Google-friendly.

Nas últimas semanas, o pessoal que trabalha com SEO (otimização de conteúdo para ferramentas de busca) tem se preocupado e debatido bastante sobre as mudanças recentes que o Google vem promovendo em seu algoritmo, batizado de “Panda Update”.

A ideia básica do Google com essa atualização é penalizar os sites que produzem páginas apenas com o objetivo de atrair visitantes de forma orgânica para enchê-los de publicidade – os chamados “content farms”. Esses sites utilizam técnicas para produzir conteúdo barato e “driblar” o Google, como copiar conteúdo de terceiros, fazer conteúdo de baixa qualidade e cheio de palavras-chave relevantes etc.

Nesta semana o próprio Google fez um anúncio para esclarecer quais são os principais pontos que levará em consideração na hora de avaliar o conteúdo de uma página ou site. São perguntas bem diretas que servem de base para o algoritmo da ferramenta. Vamos a elas:

  • Você confiaria na informação apresentada neste artigo?
  • Esse artigo foi escrito por um expert ou entusiasta que conhece bem o assunto ou é algo mais “raso”?
  • Esse site tem conteúdo duplicado ou redundante em tópicos iguais ou similares, apenas com pequenas variações nas palavras chave?
  • Você se sentiria confortável em deixar as informações do seu cartão de crédito no site?
  • Esse artigo tem erros relacionados a fatos, estilo ou gramática?
  • Os tópicos do site são criados a partir de um interesse genuíno dos leitores ou está produzindo conteúdo apenas tentado adivinhar o que pode ter um bom ranking nas ferramentas de busca?
  • Esse artigo provê conteúdo, informações, relatório, pesquisa ou análise originais?
  • Essa página gera um valor substancial quando comparada a outras páginas nos resultados da busca?
  • Quanto de controle de qualidade é feito no conteúdo?
  • O artigo reflete os dois lados da história?
  • O site é reconhecido como uma autoridade no tópico?
  • O conteúdo é produzido ou terceirizado para um grande número de produtores ou está espalhado em uma grande rede de sites, de forma que as páginas individuais não ganham muita atenção ou cuidado?
  • O artigo foi bem editado ou parece ter sido produzido de maneira desleixada?
  • Se fosse uma pesquisa relacionada a saúde, você confiaria na informação do site?
  • Você reconheceria esse site como uma autoridade quando mencionado pelo nome?
  • O artigo fornece uma descrição completa e clara sobre o tópico?
  • O artigo contém alguma análise ou informação interessante que vá além do óbvio?
  • Esse é o tipo de página que você colocaria no bookmark e compartilharia com um amigo?
  • O artigo tem um número excessivo de propagandas que distraem e interferem no conteúdo principal?
  • Você esperaria ver esse artigo em uma revista impressa, enciclopédia ou livro?
  • Os artigos são curtos, não substanciais ou sem outras informações úteis?
  • As páginas são produzidas com cuidado e atenção para detalhes?
  • Os usuários reclamariam se vissem páginas deste site?

Conclusão

Depois de muito tempo sendo meio negligente, o Google começou a fazer movimentos significativos para penalizar o pessoal que tenta apenas encontrar atalhos para se posicionar melhor nos resultados das buscas.

Técnicas de SEO – desde que bem feitas – continuarão sendo importantes para melhorar o desempenho do site, mas não acredite em técnicas ou ofertas de empresas que prometem grandes resultados no curto prazo.

Além dessas “mágicas” terem a tendência de ser cada vez menos efetivas, dependendo do que é feito isto pode acabar sendo um tiro no pé.

Como empresa, pense que a melhor forma de não ter que se preocupar com isso é produzindo conteúdo original, informativo e de qualidade.

Marcadores:

Deixe seu comentário

Comentários

12 comentários

  1. andrepazleal

    E quanto a usar RSS/XML em uma página de notícia em um webapp?

  2. Sidney Machado Maciel

    boas e bem detalhadas.

    ——————————————————————————————–
    Olá pessoal, descobri uma forma muito interessante de Ganhar Dinheiro na Internet postando anúncios no seu Facebook! Para maiores detalhes acesse: http://www.webgd.net/6190

  3. clarice.rodrigues ferreira

    como usar tradutor no chat of facebook

  4. wilson roberto zimmermann

    A Landing Page que me refiro em meus comentarios supra citados, é www.spcentercar.com.br/04_new_vitrificacao/default.htm

  5. wilson roberto zimmermann

    Para termos mais elementos de comparação, não hesitei em colocar nossa landing page
    de Vitrificação Automotiva, para a apreciação dos senhores,interessados por esse assunto,
    tão polêmico e de duas vias e, muitos interesses,principalmente dos incautos “marketeiros especialistas em Seo”.
    Wilson Roberto Zimmermann compartilhou um link.13 de outubro
    SP CENTER CAR – Vitrificação de Pintura Automotivawww.spcentercar.com.br/04_new_vitrificacao/default.htmVitrificação Protetora de Pintura Automotiva – Conheça a Técnica. O grupo Three Bond é uma multinacional japonesa, presente mundialmente há mais de 50 anos.
    SP CENTER CAR – Vitrificação de Pintura Automotivawww.spcentercar.com.brO grupo Three Bond é uma multinacional japonesa, presente mundialmente há mais de 50 anos. No Brasil está presente desde 1974, atendendo aos mais diversos mercados, entre eles o automobilístico.Curtir ·  · Compartilhar

  6. Diego Elias

    Muito bom..Mas infelizmente parece que o Google anda meio lerdo pra Blackhats ou conteúdos duplicados, que vemos aos montes por aí. Porém , toda mudança para melhor já é um fator positivo, para nós que trabalhamos duro nos posicionamentos..Excelente tópico .

  7. wilson roberto zimmermann

    O critério deverá ser aplicado a todos,tinhamos uma landing page de Vitrificação de Pintura, inclusive elaborada conjuntamente pelos representantes do fabricante do Japão ,Three Bond ,que não está mais no orgânico. Entretanto,como podemos aceitar essa algaravia vejam
    http://youtu.be/6ls–2IgZmU

    Será que este conteudo tem algum valor para o internauta

  8. caeta

    Parabéns !!! Excelentes matérias e abordagens …

  9. Nazareth Malaphaia

    As dicas são muito boas. É muito importante fazer com que as pessoas compreendam a importância de criar seu próprio conteúdo. A finalidade deveria ser ajudar as pessoas e, não se colocar nos sites de busca. Isto deveria ser conseqüência de um bom trabalho.

  10. rrdrigo@gmail.com

    Muito bom.

    A algum tempo que esse tipo de situação acontece comigo em buscas no GOOGLE.
    O Correto seria os melhores resultados aparecerem nas primeiras linhas do resultado, isso acontece, mas não sempre. Dependendo da busca ainda aparece muito “lixo” no topo, oque acaba obrigando o usuário a perder um pouco mais de tempo pesquisando do que o planejado por ele mesmo.

    Em resumo, passamos mais tempo no google pesquisando, filtrando, verificando, que na página onde encontramos o melhor resultado.

    Vamos esperar para que essa melhoria seja contínua e afaste esse povão que gosta de uma palavra-chave no código fonte.

    Abraço.

    Rodrigo Silva

    1. Eric Santos

      Verdade, ainda mais porque o Google demora para estender suas melhorias nas buscas em outras línguas/países.
      Abs!