Blog de Marketing Digital de Resultados

Disparo de Email Marketing: 10 itens para verificar antes de enviar ✅

Para ajudar nessa hora em que é preciso checar tanta coisa, fizemos esse post com o que você precisa verificar antes de clicar no botão enviar

Em vez de ler, que tal ouvi o artigo? Experimente no player abaixo:

 

 

Os instantes que antecedem o envio de uma campanha de email para centenas — ou até milhares — de contatos costumam deixar apreensivos os profissionais de marketing responsáveis por essa tarefa.

Tudo precisa sair bem, afinal não é possível alterar nada depois que os emails estiverem na caixa de entrada dos seus destinatários, certo?

Para ajudar nessa hora em que é preciso checar tanta coisa, fizemos esse post com 10 itens para você verificar antes de clicar no fatídico botão “enviar” e evitar erros comuns que acontecem durante o disparo de Email Marketing.

Veja quais são eles:

1. Nome do remetente

Aqui, é importante você verificar se o email do remetente é o da pessoa que assina o email e se não está longo demais, o que pode prejudicar a visualização, especialmente em dispositivos móveis.

Usar o nome da empresa, “João da Resultados Digitais”, por exemplo, ajuda a criar empatia. Mas procure abreviar o nome da empresa (como “João da RD”) caso fique extenso demais.

2. Email do remetente

Ninguém gosta de receber um email do endereço nuncaresponda@empresa.com.br, certo? Por isso, escolha um endereço de email mais pessoal, como joao@empresa.com.br, que convida o destinatário a responder e interagir com você.

Importante: certifique-se de que o email do remetente é o mesmo do nome do item anterior.

3. Assunto

O assunto de email é o primeiro contato que seu Lead terá com as suas campanhas, e um dos principais elementos que influenciará na abertura — ou não — do email.

Assim, é muito importante levar 5 fatores influenciadores no assunto de email: gerar interesse (explicitar benefícios + aguçar a curiosidade), mostrar relevância, ter boa reputação (relevância – frustração), gerar senso de urgência e causar emoções positivas.

Veja se o texto do seu assunto está atendendo a esses requisitos antes de enviar a campanha e procure manter o assunto curto também — o ideal, de acordo com pesquisas, é entre 20 e 41 caracteres.

Para saber mais, confira o post Como criar assuntos de Email Marketing que despertam curiosidade + 30 templates.

4. Segmentação

Para disparar seus emails de forma correta, para as pessoas corretas, é importante que analise seu público e o divida em nichos. Assim, você conseguirá se comunicar de forma segmentada e correta com cada Lead.

Cargo que ocupa na empresa, segmento de negócio, conversões realizadas… Essas são só algumas das muitas formas de segmentação que você pode usar para entregar seus emails ao destinatário ideal.

Leia mais sobre o assunto no post Segmentação: como gerar melhores resultados enviando menos emails.

5. Exclusão

Quando você sabe quem deve receber o email, fica mais fácil segmentar e excluir os contatos que não devem recebê-lo.

Nessa etapa, exclua dos destinatários as pessoas que não devem receber sua mensagem.

6. Nome da campanha

Em sua ferramenta de Email Marketing, é importante configurar o nome da campanha da forma correta.

Definir um nome compreensível para a campanha facilita tanto a gestão do analista, que ganha produtividade na hora de gerar relatórios, por exemplo, quanto o trabalho da equipe, que consegue facilmente identificar o email caso precise encontrá-lo.

7. Copy

Produza o texto do email de acordo com as boas práticas de copywriting, garantindo que o seu conteúdo entregue o que o título promete. É importante também que a linguagem esteja vinculada à segmentação da campanha e à sua persona.

Por isso, revise o texto e, se possível, peça para uma segunda pessoa ler. Assim, as chances de enviar a campanha com erros ortográficos, o que diminui a credibilidade, são menores.

No texto do email você também pode verificar se a ação que você quer que o usuário realize (Call-to-Action ou CTA) está bem clara para o usuário.

8. Variáveis

Para tornar sua mensagem mais pessoal, é possível incluir algumas variáveis ao longo do texto, com o nome da empresa ou do destinatário.

Certifique-se de que elas estão escritas de forma correta para que seu contato não receba um email com o texto “Olá, primeiro nome!”, por exemplo.

Algumas ferramentas, como o RD Station Marketing, avisam quando a variável está escrita erroneamente.

9. Links

Verifique se os links estão corretos, corrigindo os que faltam ou que estão quebrados.

Clique em todos eles na pré-visualização da campanha para garantir que nenhum link errado saia junto com o disparo. É importante também checar os links direto no provedor do email, seja Gmail, Outlook etc. — sobre o que falaremos no próximo item!

10. Envie um email de teste

Por fim, envie um teste para o seu próprio email para verificar se está tudo certo!

Algumas ferramentas gratuitas disponíveis e que você pode usar são:

Se você usa o RD Station Marketing pode também enviar uma campanha teste para seu email e conferir se está tudo ok, assim como verificar como fica a mensagem em diferentes dispositivos.

Esses são alguns dos principais itens que devem ser verificados antes de fazer um disparo de Email Marketing. Mas é claro que isso pode variar e que, dependendo da ação, mais itens sejam necessários.

Pensando nisso, criamos o Checklist: Campanhas de Email Marketing, um passo a passo do que fazer para lançar sem erros seus emails promocionais, newsletters e fluxos de automação.

Checklist: Campanhas de Email Marketing

Um passo a passo do que fazer para lançar sem erros seus emails promocionais, newsletters e fluxos de automação

Marcadores:

Deixe seu comentário