Blog de Marketing Digital de Resultados

Conheça os erros mais comuns no preenchimento do campo de email em formulários e aprenda a evitá-los

Não é difícil impedir que Leads inválidos ocorram em seus formulários e Landing Pages, mas é preciso estar atento e colocar nossas dicas em prática

Um fator muito importante para o bom desenvolvimento de um negócio está diretamente relacionado à sua capacidade de gerar novas oportunidades.

Quando abordamos esse aspecto, o Inbound Marketing conta com uma atenção especial, despontando como uma das estratégias mais eficazes no Marketing Digital. E, é claro, a geração de Leads (cadastros de pessoas interessadas em um conteúdo, produto ou serviço oferecido) é fundamental para que esse processo ocorra adequadamente.

Focados em gerar a maior quantidade possível de Leads no menor tempo possível, os gestores de Marketing Digital podem cometer erros de planejamento que comprometem a qualidade dos registros e também ocasionam o aumento desnecessário de custos envolvidos no processo.

Não é difícil impedir que Leads inválidos ocorram em seus formulários e Landing Pages, mas é preciso estar atento e colocar nossas dicas em prática. Vamos lá!

Neste artigo, você verá:

  • Erros mais comuns em formulários de cadastro;
  • Estratégias para evitar o desperdício de Leads e o aumento do CPL.


Kit: Tudo para criar sua Landing Page

Aprenda o que fazer para ter páginas de conversão eficientes e gerar mais Leads

Erros mais comuns em formulários

Quando analisamos formulários de cadastro (Landing Pages, cadastros de newsletter, carrinhos de compras etc.) é comum nos preocuparmos mais com o layout e com o seu devido funcionamento do que com a razão entre emails válidos e inválidos captados, por acreditar que a incidência de registros inválidos não é grande o suficiente para demandar uma preocupação maior.

Mas o quadro real é bem diferente. Na verdade, estamos falando de cerca de 20% de todos os registros realizados em formulários no Brasil. Isso aumenta o custo por Lead e prejudica diretamente os seus resultados de conversão (e ROI), já que pode reduzir a entrega de seus emails a apenas 44% (em média).

Vamos ver quais são os principais erros encontrados em formulários de cadastro e Landing Pages:

Troca de caracteres durante a digitação

Em um mercado no qual cada vez mais os profissionais precisam realizar diversas tarefas simultaneamente, é possível observar que o erro mais comum em formulários de cadastro está relacionado justamente à pressa ou à desatenção com a qual digitamos.

É evidente que na maioria esmagadora das ocasiões o visitante tem a real intenção de realizar o seu cadastro corretamente, procurando informar dados reais e válidos, mas não é difícil ver casos onde eles “esbarram” em algum caractere no teclado e letras são digitadas juntas (‘ui’, ‘bn’, ‘fg’) ou mesmo trocadas.

Esse equívoco soma incríveis 52,6% do total de registros incorretos no Brasil.  Outros 16% do total de erros são oriundos de erros de digitação em domínios conhecidos. Afinal de contas, quem nunca digitou “gamil” no lugar de “gmail” ou “hotmial” no lugar de ‘hotmail’, não é verdade? É a pressa dos dias atuais.

Some-se a isso o aumento de dispositivos móveis (smartphones e tablets). O número de caracteres digitados por engano por causa do toque dos dedos é bastante expressivo.

Uso de caracteres inválidos

Outro erro comum também possui relação com a digitação apressada: o uso de caracteres que invalidam a sintaxe do endereço de email.

Podemos observar dois tipos de erros nesse caso:

  1. Desatenção
  2. Desconhecimento.

No caso da desatenção, o visitante digita, por engano, caracteres como ponto-e-vírgula ou vírgula no lugar no ponto, ou usa caracteres como barras ou quaisquer outros que estejam próximos a caracteres alfanuméricos.

Outro erro de desatenção comum é a digitação do arroba (@). Como depende da tecla ‘shift’ do teclado, muitas vezes esse símbolo acaba substituído pelo número 2 (seu correspondente no teclado).

O desconhecimento ocorre quando o visitante não entende como funciona o mecanismo de um formulário de cadastro e tenta, por exemplo, digitar mais de um endereço de email no mesmo campo, separando os dados por barra ou vírgula.

Uso de extensão .com.br no lugar de .com

Na pesquisa que fizemos, foi observado que 12,6% dos registros inválidos identificados em formulários de cadastro ocorrem por um engano histórico em formulários: inserir o ‘.br’ no final de um endereço que não possui esta extensão (como no caso do domínio ‘gmail.com’).

Algumas pessoas, instintivamente, inserem essa extensão nos endereços (principalmente naqueles corporativos). Fique atento!

Campo email em branco

Você pode não acreditar, mas há muitos cadastros nos quais o campo do email pode ser deixado em branco. Na verdade, foram identificados 18,6% de registros em branco de cadastros no Brasil.

Trata-se de um erro primário de planejamento que passa despercebido em alguns formulários.

Email temporário

Existe uma categoria de emails utilizada por pessoas mal-intencionadas (ou receosas): os chamados emails temporários (também conhecidos como descartáveis ou disposable).

Esse endereços de emails são válidos apenas por um período específico de tempo (minutos ou horas) e tornam-se inválidos em seguida (ou pior: são compartilhados com outros usuários).

O problema nesse caso não é o erro no cadastro, mas o fato de que esse endereço se tornará um bounce (erro) que poderá prejudicar seus resultados no futuro.

O que fazer para evitar o desperdício de Leads

Algumas medidas podem (e devem) ser tomadas para reduzir ao máximo a possibilidade de registros inválidos nas suas Landing Pages e formulários de cadastro:

Crítica

A crítica de formulário é o primeiro passo para evitar os erros mais comuns em formulários. Ela funciona como uma análise de sintaxe dos endereços no campo em que o email será digitado.

A crítica é capaz de identificar a ausência de caracteres como o arroba (@) e o uso de caracteres inválidos, como o ponto-e-vírgula ou a barra.

É verdade que a crítica elimina boa parte dos erros cometidos em formulários. Porém, é incapaz de compreender erros de digitação que não invalidam a sintaxe do email. Se o email possui arroba e nenhum caractere inválido, o endereço passa pelo crivo da crítica, mas não está a salvo de, ainda assim, ser um endereço inválido.

Repetir email

Muitos formulários solicitam ao visitante que, durante o cadastro, digite o endereço de email duas vezes, em campos separados, a fim de garantir que o mesmo endereço tenha sido digitado. Isso, teoricamente, eliminaria o problema do email inválido.

Que atire a primeira pedra quem nunca usou o recurso de copiar e colar do teclado para pular essa etapa mais rapidamente, não é verdade?

Fora que a exigência desse campo pode ser um pouco irritante para o visitante que estiver utilizando um smartphone — e irritá-lo é a última coisa que queremos justamente no momento da geração do Lead!

Double opt-in

A confirmação de cadastro via email (ou double opt-in) se apresenta como a solução definitiva para o problema da validade de emails em formulários.

Uma vez que o destinatário precisa receber um email e clicar no link de confirmação de cadastro, o problema do Lead inválido estaria 100% solucionado, verdade? Só que não!

Embora seja uma excelente solução, o double opt-in impede a geração de Leads inválidos mas também impede a geração de Leads potencialmente válidos!

Como o destinatário precisa interagir com o email que seu formulário enviou para que passe a fazer parte de seu banco de dados, alguns empecilhos passam a fazer parte do seu fluxo de geração de Leads:

  • Demora no retorno: o visitante pode não acessar sua conta de email imediatamente e seu email de confirmação pode cair no esquecimento;
  • Bloqueio do email: sua mensagem pode ser direcionada para o lixo eletrônico (caixa de spam) do destinatário;
  • Impossibilidade de correção: se o email digitado for inválido, nenhum email chegará ao destinatário que, provavelmente, já saiu do seu formulário. Como, então, solicitar que o email seja corrigido?

Validação em tempo real

A solução mais atual para evitar erros comuns em formulários de cadastros busca unir o que há de melhor nas soluções existentes. Trata-se da validação de emails em tempo real.

Na prática, quando um visitante digita um email em um formulário de cadastro protegido por um sistema de validação em tempo real, o campo é analisado em sua sintaxe (atendendo aos critérios técnicos da crítica de formulário) e em sua validade (por meio da análise do domínio e da existência do endereço de email antes mesmo de qualquer envio ser realizado). Nesses casos, até mesmo emails descartáveis são detectados.

Validar emails e evitar bounces de Leads reduz os custos por Lead em até 18%.

O RD Station possui em sua app store integrações para a realização de validação de emails depois do cadastro, corrigindo domínios com erros comuns e indicando quais emails são válidos e quais são inválidos e também possui integração para validação de emails diretamente em suas Landing Pages!

Não perca tempo. Fique atento aos seus formulários de cadastro e otimize seus custos e resultados de Inbound.

Esse artigo foi escrito por Rodrigo Gonçalves, diretor da SafetyMails, ferramenta da Validação e Verificação de endereços de email.

Marcadores:

Deixe seu comentário