Blog de Marketing Digital de Resultados

15 exemplos de Call-to-Action de sucesso para inspirar suas estratégias de Marketing Digital

O CTA é um ponto muito relevante e tem papel decisivo em qualquer campanha, afinal, leva seus Leads a agirem e avançarem na jornada de compra. Confira!

Call-to-Action é uma chamada para ação, muito comum em sites, emails e anúncios, indicando ao usuário o que deve ser feito. Geralmente, um Call-to-Action (CTA) é um link ou um botão, com uma cor de destaque, e explora termos no imperativo como “acesse” e “clique”.


Quando se trata de Marketing Digital, os Call-to-Action (chamadas para ação ou CTAs) são formas de aproveitar oportunidades. Se você tem um público cativo no seu site, redes sociais ou mesmo campanhas de email, instruí-los sobre o que fazer a seguir é fundamental para garantir audiência e ranqueamento, além de incentivar conversões.

Mas você não pode simplesmente sair pela web criando botões coloridos com frases como “Clique Aqui” para incentivar o visitante ou Lead a ir para qualquer lugar. Há vários elementos importantes que precisam ser incluídos em um CTA se quiser atrair as pessoas certas a realizar ações que façam sentido na busca de resultados.

O Call-to-Action “que converte” não deve conter apenas uma frase como chamariz, tampouco pode ser interpretado como um mero botão colorido – perdido no conteúdo do email ou da página, sem qualquer atrativo para o Lead.

O CTA deve ser considerado um ponto culminante de sua estratégia. Deve ser entendido como parte de uma fase de ação após uma fase introdutória, ou mesmo dentro de uma campanha inteira.

Isso pode incluir:

  • Pedir endereço de email após leitura de um artigo;
  • Oferecer consultoria depois que alguém assistiu um vídeo de demonstração;
  • Sugerir que um Lead compre algo depois de ver uma página de produto;
  • Oferecer avaliação gratuita após uma determinada página ser visualizada.

E por aí vai… Dependendo da criatividade da campanha – e do bom senso -, o céu é o limite. 🚀 A seguir, confira nossas dicas para criar CTAs de sucesso!

28 hacks de Marketing Digital para superar a quarentena

A relação de consumo mudou! Conheça neste eBook as principais ações de Marketing Digital que você precisa colocar em prática para ter sucesso nas vendas online.

Boas práticas de CTA

Para que você entre de cabeça no assunto, recomendamos algumas boas práticas em um super material que fizemos. É o Guia Prático do Call-to-Action, que além da teoria tem alguns templates para você aproveitar.

Agora, que tal tirar as ideias da cabeça e colocá-las em prática? E se pensar fora da caixa, melhor ainda.

Se o objetivo é o clique, a chamada para a ação precisa ser envolvente e personalizada. Há muita coisa bacana sendo aplicada em campanhas de Email Marketing dos mais variados segmentos: inspire-se, capriche no conteúdo e inclua um CTA incrível na sua estratégia!

1. Clique e confira com senso de urgência

Direto ao que importa! Tem que clicar para conferir. O Call-to-Action complementa a estratégia, destacando desconto para a promoção que foi planejada com tempo e prazo determinado.

É um gatilho mental com senso de urgência. Aqui os elementos devem estar integrados para levar à conversão. Simples e objetivo.

cta urgência

2. Test drive

Converter Leads em oportunidades é a proposta desse CTA, bastante utilizada em campanhas que oferecem teste gratuito (trial) de produtos ou serviços e já alinham uma possível venda. Como é bem fundo de funil, a chamada precisa ser convincente para incentivar o clique e levar a pessoa ao produto.

No caso da nossa ferramenta de Automação, o RD Station Marketing, destacamos nosso pitch para levar ao teste:

cta de teste

3. Simples assim

Quem não tem receio de comprar algo e depois se arrepender – ou não gostar do produto ou serviço-, antes de se comprometer com um contrato?

O longo caminho de ter que ligar, mandar email, entrar em contato para cancelar foi resolvido de forma bem simples pela Netflix. Eles usaram uma estratégia de convencimento declarada na frase “Cancele a qualquer momento” acima do CTA, que se transforma na isca infalível do mês grátis. Arriscamos dizer que essa garantia sozinha ajuda bastante no aumento das assinaturas.

Importante notar que a cor vermelha dos CTAs principais e secundários correspondem à identidade da Netflix.

call to action netflix

4. Material rico para download

A nutrição de uma base de Leads deve considerar a entrega de bons conteúdos, que ajudem na evolução da jornada de compra. Quanto mais relevante for o conteúdo, mais o interesse pelo assunto e produto vai sendo despertado.

Oferecer materiais ricos para download, como eBooks, infográficos, planilhas, fazem todo o sentido. No exemplo abaixo, é oferecida uma planilha com um Gerador de UTM criado pela Resultados Digitais ao final de um blogpost sobre o tema:

call to action rd

5. Envolvendo mais de uma persona

A ideia aqui é incentivar a pessoa a procurar uma seleção de seus produtos ou conteúdos com um CTA “Navegue Agora”.

O clique leva para uma galeria de conteúdo criativa que inspira os Leads a verem produtos ou categorias de interesse. Uma maneira de fazer isso é oferecer opções que atendam às diferentes personas de compradores.

O email inclui um CTA “Pesquisar na galeria” logo abaixo da captura de tela do menu da galeria.

cta personas diferentes

6. CTA enquete

Um CTA nem sempre precisa ser definido por um botão ou formato de texto tradicional. Que tal uma chamada para a ação inesperada, como perguntas de uma pesquisa que pode atrair a atenção dos seus Leads?

O JustFly.com criou um email dando a chance do interessado concorrer a U$1 mil em créditos de viagem ao responder a enquete “Vote por uma chance de ganhar”. Os botões do CTA são respostas de múltipla escolha para a pergunta: “Quais são as férias dos seus sonhos?”

A campanha não apenas obriga o usuário a clicar, mas também oferece dados úteis sobre o tipo de produto que a pessoa provavelmente considerará comprar.

Para a estratégia dar certo, o CTA do tipo enquete deve oferecer um prêmio para incentivar o clique. Em seguida, você coleta dados que ajudam a personalizar a entrega de conteúdos futuros.

cta enquete

7. Voltando com desconto

O CTA “Come Back” incentiva os antigos clientes a se inscreverem novamente no serviço de entrega de comida fresca que tem sede na Alemanha. A intenção da campanha foi abordar Leads que foram perdendo interesse pelo produto com o passar do tempo e acabaram ficando desengajados.

O HelloFresh aplicou um desconto (somente por email) de 50% com imagens irresistíveis que deixam o Lead ansioso por sua próxima refeição.

cta come back

8. Venda surpresa

Esse CTA, além de compor o email da Toms, também foi usado como pop-up na home do site. A chamada para ação sugere uma promoção imperdível usando um efeito extra. A criatividade pode ser percebida no formato e objetivo da campanha. O “psssst” faz parecer um segredo e a palavra “surpresa” provoca a sensação de expectativa.

Ainda por cima, a venda relâmpago é por tempo determinado (gatilho do senso de urgência mais uma vez bem utilizado).

É desconto de uma hora? Um ano? Dez segundos? Quem sabe? O que sabemos é que um Lead interessado agora sabe que pode obter um desconto para comprar enquanto a promoção estiver ativa.

cta venda surpresa

9. Abandono de carrinho (frete grátis)

Essa estratégia é recomendada especialmente para quem trabalha com ecommerce. Com uma boa ferramenta de Automação de Marketing configurada, um email automático pode ser disparado oferecendo um cupom para frete gratuito para o Lead que encerrou a sessão com produtos abandonados no carrinho.

Uma pesquisa da ComScore (UPS) revelou que o frete gratuito é um dos principais fatores de divulgação boca a boca dos ecommerces e já levou mais de 63% de consumidores a adicionarem mais itens no carrinho.

carinho abandonado

10. Agende uma visita

O exemplo do CTA é de uma academia que decidiu abordar de uma forma bem direta ex-alunos que já não estão mais frequentando o espaço: o botão leva para um agendamento de visita.

Com apenas um clique, algumas ofertas podem ser personalizadas, favorecendo o retorno ou mesmo despertando o interesse do Lead.

agende visita

11. Sentimos sua falta

Mais uma vez a abordagem dos Leads desengajados é testada. A imagem também ajuda na composição do email, que oferece um desconto.

Pense naqueles Leads que já não interagem com suas campanhas há muito tempo, que estão na base mas não compram. Incentivar essas pessoas com uma oferta e um apelo sentimental pode colocá-las no fluxo de vendas novamente.

sentimos sua falta

12. Eu quero

Uma chamada para a ação que vale por duas. O Lead pode escolher entre duas opções em dois botões coloridos: 1) qual serviço quer acessar e 2) qual interesse combina com sua necessidade no momento.

Também ajuda a trabalhar a conversão de personas diferentes em produtos ou serviços, criando um contexto que favorece a ideia.

Eu quero

13. Pesquisa

O exemplo abaixo se encaixa em situações onde os Leads não estão engajando da forma esperada.

Muitos Leads perdem o interesse ou simplesmente deixam de abrir conteúdos por falta de relevância. Entender quais tipos de conteúdos podem agradar sua base, ajudam – e muito! – nas conversões.

A empresa Economizou utilizou o Dia dos Namorados para pedir aos contatos que respondam uma pesquisa. Geralmente, se usam ferramentas como Google Forms ou Type Form, que são acessadas por meio de um CTA envolvente.

image 2

14. Direto ao ponto

O Nubank sabe se relacionar com seus Leads e clientes como ninguém.

Para aumentar o número de usuários de seu cartão, além das indicações de quem já é cliente, a estratégia é bem objetiva. Com poucas palavras, a mensagem mostra as vantagens do produto que é apresentado de maneira simples e ao mesmo tempo leva para um CTA para garantir a adesão dos interessados.

nubank cta

15. Visite o site ou Landing Page

De todos os CTAs apresentadas aqui, esse talvez seja o mais usado.

Levar o usuário para visitar uma determinada página pode parecer uma opção simples, mas se não for bem trabalhada pode converter menos do que o esperado.

Nessa ação o que faz sentido é oferecer uma oferta ou desconto como isca para a busca de uma boa audiência do site. O que importa não é a forma, mas sim o conteúdo.

call to action visit site

Leve seus Leads a agir com CTAs

É certo que o marketing muda muito com o passar dos anos. Estratégias que deram certo há alguns anos agora podem não fazer mais sentido. Hoje mesmo, neste momento, estamos passando por uma reinvenção da palavra, buscando novas alternativas em meio a uma pandemia.

Contudo, precisamos lembrar que o objetivo final permanece o mesmo: você precisa levar seus Leads a agir. É preciso oferecer algo para que a conversão aconteça. E para que, mais filosoficamente, a vida em si não pare.

Por isso, os CTAs são essenciais nas suas campanhas de Inbound Marketing. Mesmo que as tendências se modifiquem, que os negócios evoluam, a forma de criar e aplicar uma chamada eficiente para a ação precisa facilitar o acesso, incluindo criatividade e estratégia.

A diferença entre um bom e um mau CTA depende do conteúdo que o envolve e do contexto em que você o apresenta. Mantenha suas chamadas à ação simples e diretas, empáticas, coloque-as acima da dobra, se possível. E não tenha medo de testar e experimentar uma nova abordagem – desde que a mesma seja adequada ao momento que a sua audiência está vivendo. 😉

Mas o que fazer para escrever CTAs cada vez melhores? Teste, teste e teste!

Fazer teste A/B também pode ajudar nos resultados. É um recurso que não pode ser descartado. Além do assunto do email e elementos de Landing Page, que o RD Station Marketing oferece para os clientes da ferramenta, outro ponto importante para testar são as chamadas de ação que levam aos cliques.

Se você já está neste nível e precisa entender melhor sobre quais CTAs estão funcionando para suas campanhas, é hora de estudar mais sobre o conceito. O nosso Kit do Teste A/B é um material completo com tudo o que você precisa saber para otimizar suas taxas de conversão com base em experimentos!

Kit: Guia do Teste A/B

Tudo o que você precisa saber para otimizar suas taxas de conversão com base em experimentos

Post originalmente publicado em agosto de 2018 e atualizando em abril de 2020.

Marcadores:

Deixe seu comentário