Blog de Marketing Digital de Resultados

Facebook começa a combater posts que pedem para curtir, comentar, compartilhar e marcar amigos

Essa é uma mudança importante no algoritmo e que vai impactar todas as fanpages que utilizam essas estratégias para aumentar o alcance orgânico

Os títulos caça-cliques, ou click bait — que consistiam em incentivar a curiosidade no usuário para que ele deixasse o Facebook e fosse até outro site ler uma notícia ou algum outro conteúdo — já são combatidos pela rede social há algum tempo.

Agora, o Facebook resolveu travar uma batalha contra outro tipo de publicação, que chama de engagement bait, ou caça-engajamento.

As pessoas nos disseram que não gostam de posts de spam que as levam a interagir curtindo, comentando e compartilhando, dentre outras ações — por exemplo, ‘curta isso se você é do signo de áries!’, diz o texto publicado no blog oficial do Facebook.

Veja exemplos do que o Facebook considera caça a votos, reações e compartilhamentos:

facebook combate posts apelativos

De acordo com os porta-vozes da rede social, usuários têm se aproveitado do algoritmo do feed de notícias para aumentarem o alcance das publicações.

Por isso, a partir desta semana, o Facebook prometeu dar menos destaque aos posts de pessoas e páginas que usam essa técnica.

Para ajudar na triagem, equipes do Facebook revisaram e dividiram em categorias centenas de milhares de posts, automatizando-os para que o computador consiga detectar diversos tipos de caça ao engajamento.

facebook combate posts apelativos

Nas próximas semanas, o Facebook deve implementar punições mais severas a páginas que usarem repetidamente esse tipo de recurso para ganharem alcance no feed de notícias.

Implementaremos esse nível de rejeição mais alto ao longo de várias semanas para dar tempo de as páginas se adaptarem e evitarem o engagement bait inadvertidamente em suas publicações, diz o texto.

Publicações que pedem ajuda, conselhos ou recomendações, como posts de crianças desaparecidas, que buscam levantar dinheiro para uma causa ou pedindo dicas de viagem não serão impactados por essa atualização.

A ideia é, também, combater conteúdo que vai “contra um dos principais valores do feed de notícias do Facebook”, a autenticidade. Por isso, serão priorizados conteúdos mais significativos e autênticos, em detrimento de posts sensacionalistas, de spam ou que dão uma concepção errada aos usuários.

Como isso impactará a página da minha empresa?

Publishers e outros negócios que usam essa tática em suas páginas devem esperar que tenham o alcance de seus posts diminuído. Enquanto isso, páginas que repetidamente compartilham posts desse tipo verão queda de engajamento ainda mais significativa.

Os administradores das páginas devem focar em posts mais relevantes e significativos, que não usem táticas de caça ao engajamento, diz o texto.

Essa atualização mostra que o Facebook tem o poder de mudar as regras do jogo quando atualiza seu algoritmo ou decide punir algum tipo de publicação. Por isso, é importante estar sempre atualizado quanto a essas novidades para atender aos critérios e não perder alcance.

Também faz diferença ter uma estratégia para captar contatos (ou Leads) para uma base própria, evitando ficar à mercê da rede social e tendo mais controle sobre a distribuição dos seus conteúdos.

Algumas pessoas também têm comentado que essa é mais uma forma de o Facebook diminuir o alcance das páginas, obrigando-as a investirem em anúncios pagos caso queiram obter mais engajamento. Caso isso seja verdade, é mais uma informação que reforça a importância de você não depender exclusivamente da rede social para distribuir seus materiais.

E aí, você identificou que alguns dos posts que faz em sua página podem se encaixar como caça ao engajamento? O que achou da atualização? Deixe seu comentário. :)



eBook gratuito: Introdução ao Marketing no Facebook

Um eBook para sua empresa começar a gerar resultados reais no Facebook

Marcadores:

Deixe seu comentário